3

Até bem – no início – Flávio Dino se perdeu no meio da pandemia…

Sem planejamento, sem auxílio de corpo técnico preparado e sem apoio de prefeitos, governador protagoniza confusão generalizada no lockdown, com rodízio de carros sem regras, números divergentes, circulação de pessoas a esmo e até punição de policial cumprindo o que ele deveria ter definido em documento

 

A desorganização foi tão grande no lockdown que até supermercados abriu nova loja em pleno bloqueio, gerando mais um foco de contaminação, com a enorme aglomeração

Editorial

O lockdown judicial decretado na Grande São Luís criou, em uma semana, confusão generalizada atingindo, inclusive, dados técnicos do próprio Governo do Estado, que deveria ter o controle de todos os aspectos da pandemia.

A punição a um policial militar, na manhã desta sexta-feira, 8 – depois de abordar passageiros em um ônibus – foi o epicentro de uma série de desencontros gerados pelas próprias ações do governo e das prefeituras.

O sargento PM foi punido pelo Comando Geral e afastado das ações por cobrar que cidadãos circulassem apenas em posse de declarações de que atuam em serviços essenciais. (Veja vídeo abaixo)

Mas não foi exatamente isto que o decreto do lockdown estabeleceu?

Embora sem regulamentação que deveria ser feita pelo próprio governo, policial militar tenta fazer cumprir a regra do lockdown determinado pela Justiça

Além da crise com o PM, o blog Marco Aurélio D’Eça teve acesso a números do Sindicatos das Empresas e Transporte Coletivo que mostram circulação de pessoas nos ônibus – entre segunda e quinta-feira – muito, mas muito maior do que o divulgado pela Prefeitura de São Luís. (Veja print)

Números informados pelo Sindicato das Empresas – a que o blog Marco Aurélio D’Eça teve acesso, mostram que a circulação nos ônibus da Grande São Luís é bem maior do que o divulgado

No mesmo dia, Flávio Dino vai à TV para anunciar um rodízio de carros a partir de segunda-feira, 11, mas não diz como se dará a fiscalização ou que tipo de punição terá o motorista que desrespeitar a determinação.

Para completar, as prefeituras começam a divulgar seus próprios boletins da coVID-19, preocupados com o avanço da doença no interior. E o resultado são números absolutamente divergentes daqueles já divulgados pela Secretaria de Saúde. (Compare aqui)

Não há dúvidas de que o governador Flávio Dino começou muito bem a gestão da pandemia de coronavírus, e o blog Marco Aurélio D’Eça reconheceu isto em seus posts, como se pode ler aqui.

Mas bastou que o colapso se avizinhasse e o caos no sistema se apresentasse – juntamente com pressão de hospitais, empresários e sindicatos de profissionais de saúde – para que o governador demonstrasse a perda total do controle da crise.

E em meio a tudo isso, a coVID-19 avança a passos largos no estado…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Tu pegaste leve com o buchudo. Começo da pandemia do COVIS19, em 03 de abril de 2020, o estado tinha uma morte e 81 casos confirmados. O rei da cocada preta do maranhão, dentro da sua covardia impressionante e inexóravel e arrogância absoluta, publicou decreto abrindo parte do comércio sem as devidas precauções. Até então era um dos maiores e mais feroz opositores de bolsonaro (lembrando que bolsonaro queria o isolamento vertical e dinossauro caiu matando). Fez de tudo para dizer que quem manda no estado são os governadores e que não iria aceitar nenhuma determinação federal. Dentro das suas atribuições delegadas irresponsavelmente pelo STF, mergulhou o estado no caos absoluto, com os números de casos novos e mortes explodindo, e aí, a merda foi jogada no ventilador (não se esqueça dos 3.000 leitos divulgados aos quatro ventos antes do bicho pegar). Para não se perder mais, pediu para o juiz amigo um lockdown, que deveria ser atribuição do chefe do executivo, já que este lutou tanto por isto. Ficou evidente suas mentiras, seu descaso com a saúde desde o início do governo e seu mundo de faz de conta das mídias e, principalmente, sua incompetência. A sorte que ele não está só, quase todos os governadores do nordeste embarcaram na mesma canoa furada.

  2. Texto perfeito…. tudo isso aconteceu pq o foco de Flávio Dino é a campanha de 2022 … ele voltou a quere ser candidato, a partir daí, tudo começou a da errado …. PM que trabalhou direito sendo punido (isso parece até algo do governo Bolsonaro, vixe madetta) . Rodízio que prejudica o trabalhador essencial… Dino perdeu a coragem de tomar as decisões duras… lockdown o judiciário que decretou (com uma semana de atraso ) hosp campanha já deveria está pronto inclusive deveria fazer outro em alguns interiores que nem hosp tem … por último não tem coragem de fecha as feiras de São Luis (locais que tem mais aglomeracoes ) multa bancos e supermercado que tiverem aglomeração (vide inauguração do assi)… infelizmente a pandemia está sendo palanque para Dino e alguns outros governadores que tbm querem sem presidente 2022 … O foco deveria ser unicamente em salvar vidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *