1

Neto Evangelista prega integração entre governo e prefeitura para enfrentar crise no transporte

De acordo com o deputado estadual, o problema não pode ser enfrentado apenas pelo município, uma vez que o estado também tem responsabilidade nesta questão

 

O deputado estadual Neto Evangelista (DEM) pregou em suas redes sociais um entendimento entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís para resolver a crise no setor de transporte público.

– Não adianta dizer apenas que é responsabilidade só do município, afinal  a cidade está localizada onde? – provocou o parlamentar.

O setor de transporte público em São Luís vive e crise intensa com greves, paralisações, sucateamento e falta de recurso para o setor.

Segundo Evangelista, tanto o prefeito Eduardo Braide (Podemos) quanto o governo Flávio Dino (PSDB) foram eleitos pelos usuários do sistema de transporte, o que justifica a integração entre os dois entes federativos.

– Insisto na tese de a prefeitura e o governo dialogarem sobre o transporte público da cidade para encontrarem solução conjunta – disse o deputado.

 

0

Farsa dos ônibus novos em São Luís deve ser alvo de CPI…

Compra fictícia de veículos que são apresentados na capital maranhense, mas, depois levados para outras cidades, será um dos principais alvos da comissão da Câmara Municipal que investigará o setor

 

Ações como esta, de entrega de ônibus novos, viraram festa nas últimas gestões do transporte em São Luís; mas denúncias apontam tratar-se de uma farsa

Circula com membros da CPI da Câmara Municipal que vai investigar o sistema de transporte público em São Luís uma informação que deve nortear os trabalhos da comissão, instalada nesta quinta-feira, 25.

Segundo dossiê que já foi recebido também por outros vereadores, do governo e da oposição, trata-se de uma farsa as festivas entregas periódicas de ônibus novos, o que ocorre desde a gestão João Castelo (PSDB).

Segundo contam os vereadores, esses ônibus são comprados com preços subsidiados, e apresentados como parte da frota do setor na capital maranhense, mas, na verdade, são levados para outras cidades ou mesmo vendidos para empresas de fora.

Quando muito, esses ônibus rodam um ou dois meses aqui; depois são levados para outros estados.

Há casos de um mesmo ônibus – geralmente com placas de Minas Gerais – que rodam em até três ou quatro estados em menos de um ano.

O Sindicato das Empresas de Transporte e seus consórcios que controlam o transporte na capital acabam lucrando enormemente com a operação subsidiada.

E o usuário de São Luís continua a rodar em ônibus velhos…

1

Empresários de Transporte e governo: reajuste de tarifas X reajuste de salários

Atores que tentam exercer protagonismo no movimento grevista dos motoristas de ônibus deveriam propor, além da criação de uma agência reguladora, também o reajuste de servidores públicos, que pagam a conta no final

 

Fábio Câmara conhece o sistema de transporte de São Luís e já propôs mudanças dese quando assumiu mandato de vereador, em 2012

Por Fábio Câmara

Eu tenho uma admiração pelo trabalho parlamentar do deputado Yglésio Moyses e isso não mudou da noite para o dia e nem mesmo de outubro pra novembro!

Entretanto, como diz “o velho deitado”: “- Onde come 1, também comem 2 ou 3!”.

E me propondo a comentar o post do deputado Yglésio, eu quero apenas pôr mais duas pitadas de tempero no caldeirão e meter minha colher para mexer o cozidão da crise paredista no transporte público de São Luís, prestes a completar duas semanas de prejuízos generalizados!
Assim como para Fábio Câmara, também o é para Yglésio Moysés que, de nós para nós os nossos projetos de gestão serão sempre os melhores em razão de que eles são os NOSSOS PROJETOS.

Entretanto, há que se reconhecer e respeitar, sempre, a soberania do voto como manifestação democrática da vontade popular.

Entre Fábio Câmara – 2015 – e Edivaldo de Holanda o povo escolheu E. de H.

E entre Yglésio Moyses e vários outros candidatos – 2020 – o povo escolheu Eduardo Braide como nosso prefeito após rejeitar o candidato da “emenda fake” de 1 milhão por entendê-lo como fanfarrão chapa branca, desrespeitoso para com a vida, a saúde e para com os protocolos sanitários instituídos E VIGORANTES em plena pandemia.

É fato que as tarifas do transporte coletivo resultam de análises de uma planilha de composição de preços! E me parece óbvio que o prefeito Eduardo Braide saiba disso!

Entretanto, o que o Sr. prefeito, eu, o deputado Yglésio e toda a população também sabemos é que essa greve tem motivação e promocionais políticos eleitorais e a manifestação do candidato Jr. do governo à prefeitura de São Luís, tão sofrível quanto atestado de saúde para faltar ao trabalho por febre e dor de barriga ou mesmo de cotovelo, revela isso!

A criação de uma agência reguladora do sistema, com poderes e autonomia de gestão do processo e do sistema é uma das nossas sugestões de médio prazo para aliviar a tenção política do setor, assim como ter um cadastro de reserva de condutores prontos a suprirem uma demanda de emergência como a que se verifica hoje ajudaria bastante.

Porém, resta um desafio que os deputados Yglésio quanto o Jr. deveriam e tem poderes para tanto fazer, a saber, Jr. cobra de Dino e Yglésio cobra de Brandão um reajuste salarial para os servidores públicos do Estado do Maranhão, o que não se vê faz tempo, e que essa medida repercutisse positivamente nos bolsos de quem realmente paga sempre pelos aumentos dos impostos e pela taxas e tarifas que sempre lhe são cobradas.

Fica a dica!

3

Máfia da greve do ônibus tenta emparedar prefeitura e Justiça

Aparelhado pelo próprio sindicato dos empresários (SET), Sindicato dos Motoristas cumpre o roteiro histórico de paralisar o serviço, prejudicando milhares de famílias; e ainda recebe apoio de autoridades públicas

 

Ônibus parados, população sem transporte e motoristas usados pelo SET, único a se beneficiar com o movimento

O blog Marco Aurélio D’Eça denuncia, há anos, a máfia comandada pelo Sindicato das Empresas de Transporte (SET) com a participação dos próprios motoristas de ônibus e de setores da política e até da Justiça. (Relembre aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e também aqui)

Esta máfia está em plena atividade com a atual greve dos motoristas, que paralisa a cidade, prejudica trabalhadores e tenta emparedar a prefeitura.

Aliás, a ação da máfia foi alertada pelo blog Marco Aurélio D’Eça ainda em fevereiro, no post “Cobrança de empresários por aumento de passagem é o primeiro desafio de Braide…”

O esquema é o mesmo de sempre: agora o SET quer passagem de R$ 4,80 e usa os motoristas financiados pelas empresas no Sindicato da categoria.

Até mesmo as inconclusivas, inócuas e improdutivas audiências de conciliação na Justiça do Trabalho fazem parte do roteiro histórico deste setor. 

Nem as multas aplicadas aos líderes dos motoristas são pagas, como nunca foram em tempo algum.

Interessados politicamente no assunto, autoridades públicas aparecem aqui e ali dando apoio aos motoristas, que estão, na verdade, a serviço dos empresários.

Refém das empresas, a prefeitura acaba cedendo e acertando um valor menor para a passagem, exatamente o que espera o SET.

E a população, mais uma vez, é quem acaba pagando a conta.

Simples assim…

0

Prefeito de Santa Rita vai propor nova discussão do VLT ligando a Ilha de São Luís ao continente

Sabedor que Eduardo Braide é um defensor desse projeto, Dr Hilton Gonçalo vai propor um encontro ainda com os prefeitos de Bacabeira, Fernanda Gonçalo e de Rosário, Calvet Filho, para que juntos possam discutir e fazer com que esse projeto saia do papel

 

Os moradores de São Luís, Bacabeira, Rosário e Santa Rita podem ganhar uma nova opção de transporte público, desafogando o trânsito intenso da BR-135. Pelo menos essa é a proposta do prefeito Dr Hilton Gonçalo, que deseja debater o uso do VLT, que foi adquirido pela Prefeitura de São Luís em 2012 e desde então está guardado em um galpão no Tirirical consumindo mais de R$400 mil por mês, simplesmente para ficar parado.

Não é a primeira vez que Dr Hilton Gonçalo traz o tema para discussão. Em 2017, ele levantou essa possibilidade e na época Eduardo Braide então deputado estadual defendeu a proposta na Assembleia Legislativa. “Empreendimentos já anunciados para aquela região, pedem um transporte de massa eficiente, já que hoje há uma grande dificuldade no deslocamento da capital até a altura daquelas cidades pela BR-135.

Portanto, a partir de hoje, sou um defensor da proposta do prefeito de Santa Rita, já que será muito melhor ver o VLT nos trilhos do que em um galpão, sendo motivo de chacota em rede nacional, com dinheiro público gasto sem nenhuma utilização”, afirmou no dia 7 de fevereiro de 2017.

Sabedor que Eduardo Braide é um defensor desse projeto, Dr Hilton Gonçalo vai propor um encontro ainda com os prefeitos de Bacabeira, Fernanda Gonçalo e de Rosário, Calvet Filho, para que juntos possam discutir e fazer com que esse projeto saia do papel.

O projeto para instalação do VLT já existe e foi apresentado em uma reunião do CIM – Consórcio Intermunicipal Multimodal – na época participaram representantes da TransNordestina e Vale. 

O engenheiro Francisco Soares apresentou um esboço das paradas já existentes onde o VLT poderia passar. Sairia do Tirirical, passando por Aracanga (Maracanã), Piçarra (Pedrinhas) e Mandubé (Estiva), em São Luís. No continente a primeira parada seria em Rosário, onde já existe uma estação pronta e recém-recuperada pelo IPHAN. Logo em seguida três estações finalizariam o percurso – Recurso, Carema e Piruaba – todas em Santa Rita.

A atual linha férrea da TransNordestina não possui parada em Bacabeira, mas pode ser incluída duas estações, uma em Periz de Baixo e outra próxima a sede do município. 

Dr Hilton Gonçalo argumenta que que os atuais vagões do VLT teriam capacidade de atender 400 passageiros por hora, tempo estimado para fazer a ligação São Luís – Santa Rita. 

A linha férrea da TransNordestina passa no momento por uma reforma e seria o momento ideal para aproveitar a instalação do transporte ferroviário. Dr Hilton reconhece que as dimensões dos trilhos são diferentes da atual bitola dos vagões do VLT, mas isso pode ser resolvido com a troca do equipamento, o que não traria tanto custo, uma vez que na prática seria praticamente como “trocar os pneus de um carro”.

O prefeito de Santa Rita afirma que a instalação do VLT ligando a Ilha de São Luís ao continente é “uma obra de alcance social e desenvolvimento econômico muito grande. Pois além de atender a população em geral, o turista também seria beneficiado, uma vez que ao chegar no Aeroporto de São Luís, o visitante poderia parar no Maracanã e conhecer o Parque da Juçara e ir até a entrada da BR-402, que leva até o Parque dos Lençóis Maranhenses”.

Além de levar a proposta ao prefeito de São Luís, Eduardo Braide, Dr Hilton Gonçalo quer trazer para o debate o Governo do Maranhão, a FIEMA, SEBRAE, Ministério Público e todas entidades interessadas em tirar do papel, esse projeto que beneficiaria milhares de maranhenses.

1

Oposição ameaça controle de 15 anos do SET no Sindicato dos Motoristas…

Atuação direção da entidade representativa dos trabalhadores é vinculada diretamente aos empresários e tenta, novamente, manobras judiciais para ter candidatura em chapa única

 

Categoria tem se revoltado com o controle do SET no Sindicato dos Motoristas, usado apenas para fazer “greve armada” por aumento de passagem”

Uma verdadeira batalha campal vem sendo travada nos bastidores do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão por causa da eleição da categoria.

Controlado há mais de 15 anos pelo próprio Sindicato dos Empresários (SET), o Sindicato dos Motoristas atua contra a categoria, que se revoltou com o esquema há anos, sem nunca conseguir registrar uma chapa para a disputa.

Desta vez, no entanto, parece que a oposição conseguiu se articular e tem vencido batalhas na Justiça para poder concorrer na eleição, que deveria ter ocorrido ainda no mês de abril.

As manobras do SET com a diretoria do sindicato tentam impedir o registro da chapa oposicionista; e alteram o estatuto a bel prazer, para impedir o registro da chapa2, mesmo com as decisões judiciais.

Temendo a perda do controle e a manipulação dos motoristas, o SET agora decidiu mostrar a cara e tem assumido o apoio ao grupo que está no poder, com ameaças abertas à categoria.

Mas esta é uma outra história…

0

Prefeitura de São Luís promove ações de saúde pelo Dia do Motorista

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), está promovendo uma série de ações em comemoração ao Dia do Motorista. As atividades iniciaram nesta terça-feira (27), na garagem da empresa Primor, situada na Avenida Daniel de La Touche, na Cohama, e estão sendo realizadas em parceria com a além da participação conjunta da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT).

Organizada pela Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Sanitária da Semus, a ação tem também o apoio do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), de São Luís, e do Programa Vida no Trânsito. A programação estimulou a promoção da ginástica laboral – para orientar acerca da postura corporal durante o exercício da função que, normalmente, exige um longo tempo na condução do veículo.

Para o secretário de Saúde de São Luís, Joel Nunes, a promoção de agendas que valorizem a qualidade no ambiente e no exercício da função de trabalho é uma das prioridades da gestão Eduardo Braide. “A qualidade no serviço público também é representada por ações preventivas como esta que a Saúde na gestão do prefeito Eduardo Braide tem desenvolvido, com o propósito de orientar os rodoviários sobre as condições de trabalho e para evitar o agravamento de questões voltadas à saúde e geram bem-estar na execução da atividade de trabalho”, disse.

Além da agenda funcional, também foi promovida apresentação teatral com a temática sobre os impactos da boa conduta no trânsito. Foram oferecidos, ainda, serviços como aferição da pressão arterial, testes de glicemia, orientação nutricional, aplicação de testagem contra a Covid-19, de vacinas contra a influenza, dentre outros serviços.

Durante a ação, especialistas repassaram informações sobre como o motorista deve manter a saúde, como a presença em consultas médicas de forma regular, ingestão de alimentos saudáveis, valorização das horas de sono, dentre outras dicas.             

Lição

Motorista há mais de 20 anos, Carlos Sousa já teve alguns acidentes por conduta avaliada como ruim por ele mesmo em determinados momentos da profissão. Atualmente, ele serve como estimulador de outros colegas para a promoção de boas práticas. “Eu já fui muito errado no trânsito e agora sei qual a importância de seguir as regras de velocidade e outras. E o quanto é importante a gente estar bem com nosso corpo para poder estar bem para dirigir”, disse.

Além da agenda na empresa Primor, nesta quinta-feira, dia 29 e a partir das 8h às 17h ação semelhante será realizada na Empresa Maranhense, situada na Forquilha. 

Saiba mais

O Programa Vida no Trânsito (PVT) é uma iniciativa nacional voltada para a vigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito e promoção da saúde, em resposta aos desafios da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Década de Ações pela Segurança no Trânsito 2011 – 2020.

Na capital, está na gestão pública por meio do Departamento das Doenças e Agravos não transmissíveis (DANTs).

0

Braide intensifica higienização de ônibus e inicia vacinação de motoristas e cobradores…

Prefeito anunciou para estra quarta-feira a imunização dos profissionais do transporte rodoviário de passageiros dentro da lista de prioridades do programa da Prefeitura de São Luís; ônibus têm higienização viagem após viagem nos terminais

 

Os ônibus passaram a ser higienizados nos terminais após cada viagem

O prefeito Eduardo Braide (Podemos) anunciou nesta terça-feira, 11, o início da vacinação de motoristas, cobradores e fiscais do setor de transporte rodoviário de passageiros em São Luís.

A vacinação dos profissionais do transporte foi pedida oficialmente pelo deputado Dr. Yglésio (PROS) e pelo vereador Marquinhos (DEM); e cobrada pelo blog Marco Aurélio D’Eça no editorial de , intitulado “Autoridades silenciam sobre vacinação de trabalhadores do transporte…”

A imunização da categoria começa nesta quarta-feira, 12.

Além da vacina, o prefeito intensificou a higienização dos ônibus que fazem o transporte na capital maranhense.

< align=”center”>div

Motorista Antonio Araújo mostra sanitização de ônibus no terminal do São Cristovão

Após cada viagem, ao chegar nos terminais de integração, eles são submetidos à pulverização de produtos que desinfectam acentos, barras de segurança e paredes internas.

A lista com o nome de trabalhadores do setor deve ser encaminahda á prefeitura pelas empresas de transporte coletivo…

1

SET tenta barrar carrinhos em Paço, mas é derrotado na Justiça…

Empresas de transporte coletivo de São Luís entrou na Justiça para impedir a circulação dos carros usados como lotação – mesmo entre localidades não atendidas pelos ônibus do sistema de transporte urbano – mas teve o pedido negado na Vara de Interesses Difusos e Coletivos

 

Os carrinhos são regulamentados pela Prefeitura de Paço do Lumiar, o que levou o juiz Douglas Martins a arquivar a ação do SET

O juiz da vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, Douglas de Melo Martins, decidiu arquivar nesta terça-feira, 4, uma ação em  que o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de São Luís (SET) tentava barrar a circulação dos chamados “carrinhos”, em Paço do Lumiar.

Os carrinhos são carros particulares, que fazem o transporte de até quatro passageiros por vez, entre localidades não-atendidas pelo sistema de transporte tradicional.

O SET alegava não haver regulamentação desta categoria de transporte; e tentou impedir a circulação mesmo em áreas que as próprias empresas de ônibus não atendem a população.

Douglas Martins entendeu que não havia razão para a reivindicação do sindicato, argumentou que os carrinhos fazem o transporte regulamentado pela Prefeitura Municipal, entre localidades definidas, com preço e com passageiros estabelecidos.

E manteve o funcionamento do transporte, arquivando a ação do SET…

Veja aqui a íntegra da decisão de Douglas Martins

0

Autoridades silenciam sobre vacinação de trabalhadores do Transporte…

Enquanto uma série de categorias “fura-fila” são beneficiadas com prioridade na lista de imunização de governo e prefeituras, motoristas, cobradores e fiscais, obrigados a circular em ônibus lotados e terminais aglomerados – totalmente vulneráveis à CoVID-19 – são esquecidos pelo poder público

 

É assim que os ônibus circulam diariamente em São Luís,m mesmo durante a pandemia, pondo em risco diversos trabalhadores vulneráveis à CoVID-19

Editorial

Ao longo dos últimos meses, uma série de ações corporativistas fazem pressão para emplacar professores, membros da Segurança Pública, advogados, jornalistas e até pastores e padres na lista de prioridades da vacinação contra a coVID-19.

O blog Marco Aurélio D’Eça concorda com algumas dessas prioridades; outras – incluindo a de jornalistas e pastores – acha absurdas. 

Não há como se falar em prioridade na vacinação sem incluir na lista categorias extremamente vulneráveis à CoVID-19, seja pela situação de trabalho, seja pela condição social.

E a categorias dos trabalhadores no transporte público é uma das que mais precisam desta vacina.

Cobradores e motoristas, principalmente, estão expostos diariamente ao coronavirus, em ônibus superlotados e abafados, terminais aglomerados e em inúmeras viagens diárias, sem a menor segurança contra a CoVID-19.

E sem a proteção da vacina, alem de se expor ao vírus, também expõem outras categorias igualmente vulneráveis, como trabalhadores da construção, empregadas domésticas e representantes do comércio, muitos sem o mesmo poder de pressão das categorias já beneficiadas.

Mas até agora, apenas o vereador Marquinhos (DEM) saiu em defesa desta categoria. 

Nem o Governo do Estado, muito menos a Prefeitura de São Luís manifestou, até o momento, nenhuma posição a respeito da vacinação destes trabalhadores.

Mas há autoridades disponíveis o tempo todo para sair em defesa de professores, de agentes de segurança, e até de padres e pastores.

Esta é a realidade da pandemia no Maranhão…