12

Multa ao Sindicato dos Professores já chega aos R$ 750 mil

O Sindicato dos Professores da Rede Etadual já acumula dívida de R$ 750 mil com a

Estudantes já manifestaram repúdio pelo dias sem aula

Justiça maranhense pela insistência em manter a greve da categoria, mesmo depois de ser considerada ilegal.

A greve os professores já dura um mês. No dia 17 de março, o desembargador Marcelo Carvalho considerou ilegal o movimento e determinou a v0lta ao trabalho, sob pena de multa diária de R$ 50 mil.

O Simprossema tomou conhecimento da decisão no mesmo dia. A multa começou a contar do dia 18. São 15 dias de multa, portanto.

Mesmo assim, o comando de greve não demonstra interesse em supender o movimento…

11

Só o Ministério Público não vê…

A manchete de hoje do jornal “O Estado do Maranhão” é categórica: “ANP constatou indícios de cartel em postos de São Luís”.

Preços alinhados é suspeita de cartel nos postos de SL

As próprias empresas distribuidoras – Petrobras, Shell, Texaco… – já declararam não haver motivos para o aumento e, muito menos, para alinhamento de preços nos postos da capital maranhense.

Sobretudo por que as distribuidoras praticam preços diferentes.

Mesmo assim, os postos de São Luís estão todos com preços absurdos e iguais – e já planejam aumento que poderá elevar o preço da gasolina para mais de R$ 3,00.

Só o Ministério Público não vê.

Adormecido, sem respostas à população, o orgão que deveria fiscalizar as atividades do Sindicato dos Revendores de Combustíveis silencia.

Chegou a convocar entrevista para tratar do assunto, cancelada na última hora sem motivo aparente.

E os consumidores ficam a mercê do lucro desmedido dos donos de postos.

Alguns com ligações com o próprio MP…

25

Deputado-pastor acha a África amaldiçoada por Deus; para ele os gays são pessoas podres…

Não será por falta de apoio que o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) recuará na sua cruzada contra gays, negros e as

É assim, de dedo em riste, que Feliciano prega suas peças literárias

minorias que considerar de segunda classe.

Há coisa ainda pior em Brasília.

O deputado-pastor evangélico Marco Feliciano (PSC-SP), um dos eleitos pelos currais de igrejas montados país a fora, considera que os negros são negros por que foram amaldiçoados.

Eis seu pensamento: “Africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé. Isso é fato…”. Daí a fome, a miséria, doenças e guerras no continente, raciocina Feliciano.

Do alto do sua sabedoria bíblica, o pastor-deputado é ainda mais cruel com os gays. São eles próprios, na visão do líder evangélico, os responsáveis pelo ódio, pelos crimes e pela rejeição que despertam em alguns, “por causa da podridão dos seus sentimentos”.

Mesmo assim, ele nega ser racista. Mesmo assim, diz ele amar os homossexuais…

Leia aqui a peça com a qual Marco Feliciano se propõe a explicar a raça negra e os relacionamentos homoafetivos.
8

Edivaldo Holanda chama de “articulação da oposição” o assédio de castelistas a aliados de Flávio Dino…

Holanda faz parte de articulação...

O deputado Edivaldo Holanda (PTC) tentou explicar assim a articulação do prefeito João Castelo (PSDB) para convencer o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB) a entrar no seu secretariado:

– Trata-se de uma articulação para unir toda a oposição nas eleições de 2012 – disse ele, ontem à noite, por telefone.

– Mas oposição a quem, parlamentar? A Castelo? – perguntou o titular do blog.

– Há um jogo maior, para o qual precisamos unir os partidos do campo democrático – justificou Holanda.

...que tenta juntar Flávio Dino e Castelo

Para recapitular: aliados do prefeito João Castelo tentaram convencer Pereira Júnior a se licenciar da Assembléia Legislativa para assumir vaga na prefeitura.

Em seu lugar, assumiria o suplente Othelino Neto (PPS).

A história foi revelada na edição de ontem de “O Estado do Maranhão” e acabou dificultando o acordo. Como paliativo, Castelo resolveu dar para Othelino a Secretaria de Assuntos Metropolitanos.

Edivaldo Holanda nega que estivesse envolvido no assédio a Rubens Júnior, mas deixa escapar que ela existiu ao defender uma união entre Castelo e Flávio Dino, já rechaçada pelo presidente do PCdoB em São Luís, jornalista Márcio Jerry.

O “jogo maior” a que o deputado se referiu, será jogado em 2014…

0

Google reafirma a audiência e o alcance do blog…

Este blog voltou a ser associado ao Google Analytcs desde a última segunda-feira. O Analytcs é a ferramenta do Google que mede a audiência e o alcance dos blogs e portais em nível empresarial.

Isto é profissionalismo.

Apenas nestes quase quatro dias (parte da segunda, a terça, a quarta e a quinta-feiras) o blog registrou 30.595  visualizações de paginas e 24.236 acessos únicos, como pode ser visto nos gráficos ao longo do texto.

O total registrado dá uma média de 6.059 acessos por dia, um dos mais altos do Maranhão e do Nordeste. Somente ontem, dia 31 de março, por exemplo, o blog registrou 5.838 visualizações de páginas e 4.307 acessos únicos.

Para efeito de contagem, os blogs utilizam apenas os acessos únicos – aqueles em que a visita é registrada apenas uma vez, mesmo que o computador volte a entrar na página outra vez durante o dia.

Isto é credibilidade.

O Analytcs registra uma queda acentuada de acessos em todos os blogs maranhenses auditados pelo site nas últimas semanas – queda cujos motivos vão desde a repetição dos assuntos até a ausência de fatos marcantes.

Mesmo assim, a audiência deste blog manteve-se dentro dos patamares esperados após a desvinculação do portal imirante.com e da reformulação do layout da página.

Isto é confiança.

Apenas alguns dentre os principais blogs de política do Maranhão têm os acessos auditados pelo Google Analytics, a principal ferramenta de medição de acessos do mundo.

Mas só este blog mostra seus números publicamente, de forma clara e transparente.

Isto também é credibilidade…

18

Nomeado há dez anos no TCE, Othelino Neto trabalhou apenas 8 meses…

Othelino: dez anos sem atuar no que se propôs...

Prestes a assumir a Secretaria de Assuntos Metropolitanos da Prefeitura de São Luís – fruto de acordo político entre o prefeito João Castelo (PSDB) e o PPS – o auditor de controle externo do TCE, Othelino Neto, ainda está “em fase de adaptação” em seu emprego, para o qual fora nomeado em 2001.

De acordo com o processo n° 2974/2011, em que Othelino pede “licença para tratar de interesses particulares”, seus superiores informam ser indiferente sua saída, uma vez que ele ainda está alcançando “os conhecimentos  da legislação” para atuar no setor de “atos, contratos e aposentadorias estaduais”.

Nestes dez anos de TCE, Othelino só trabalhou, efetivamente, por oito meses e sete dias no cargo para o qual ele se propôs quando prestou concurso público – entre julho de 2001 e abril de 2002.

Tecnicamente estaria, portanto, ainda em estágio probatório, uma das razões pelas quais a assessoria jurídica do tribunal indeferiu o seu pedido de licença, aprovado, com ressalvas, pelo presidente.

Desede que tomou posse no cargo, o auditor atua em diferentes cargos públicos – menos no tribunal, onde recebe mais de R$ 10 mil.

Neste período, foi secretário de Meio Ambiente nos governos José Reinaldo (2002 a 2006) e Jackson Lago (2007 a 2008), além de secretário de governo na Prefeitura de São Luís (entre 2009 e 201o).

No início de 2010, o TCE decidiu exigir sua volta ao emprego, baseado na Constituição Federal, que considera “acúmulo de cargo” a sua atuação “em outras funções, cargos ou empregos públicos”.

O auditor voltou, mas se licenciou para disputar as eleições de 2010, pelo PPS, alcançando a primeira suplência de deputado estadual. Sem mandato e sem emprego, foi obrigado a retornar ao TCE, onde está desde o início de 2011.

Desde a posse dos novos deputados, ele vem tentando ocupar mandato na Assembléia, via João Castelo.

Não conseguiu e foi obrigado a voltar à prefeitura, em uma secretaria com ares de sinecura.

E que pode levá-lo, finalmente, à perda do emprego que ele só assumiu no papel…

15

Presidente do PCdoB afirma: “Castelo faz o pior governo da história; só comparável ao da sua mulher, Gardênia”

O presidente do diretório municipal do PCdoB, jornalista Márcio Jerry, criticou hoje o assédio do prefeito João Castelo (PSDB) ao deputado estadual Rubens Júnior, para abrir vaga na Assembléia para o suplente Othelino Neto   (PPS).

Para Jerry, não há hipótese de apoio do PCdoB ao ao governo tucano e, muito menos, compor aliança com ele em 2012.

– Castelo faz o pior governo da história de São Luís, só comparável ao da sua mulher, Gaerdênia, entre 1985 e 1988. ER o PCdoB faz oposição a este governo – declarou Jerry.

Mais tarde, em nota encaminhada ao blog, o presidente comunista confirmou haver articulação entre os partidos de esquerda – PCdoB, PSB, PT e PDT – para a formaçãod e uma chapa de oposição a Castelo.

– O deputado Rubens Júnior é um dos pré-candidatos do PCdoB à Prefeitura pelo campo oposicionista, ao lado de Flávio Dino, Bira do Pindaré, Eliziane Gama e Marcelo Tavares – revelou.

Othelino
Ao perceber fracassada a articulação para levar Othelino Neto à Assembléia, o prefeito João Castelo (PSDB) decidiu empossá-lo na Secretaria de Asssuntos Mteropolitanos, cuja posse está marcada para esta sexta-feira.

Othelino volta ao governo Castelo cerca de um ano depois de ter saído, sob ameaça de perder o emprego no TCE, por acúmulo de cargos, vedado pela Constituição Federal.

1

Grupo de Bira do Pindaré busca apoio do PMDB…

Bira do Pindaré: opção do PT...

Petistas do grupo não alinhado ao governo Roseana Sarney (PMDB) trabalham a candidatura do deputado estadual Bira do Pindaré (PT) à Prefeitura de São Luís.

Até aí, nada de novo.

A novidade é que estes petistas não descartam o apoio do PMDB para a disputa.

Na tarde de quarta-feira, o vice-presidente da legenda no Maranhão, Augusto Lobato, esteve no gabinete de Bira, na Assembléia Legislativa. Ao seu lado, Joab Jeremias, líder de uma das correntes mais influentes, hoje, no PT.

– Vamos trabalhar esta candidatura e buscar o apoio do PMDB – disse Jeremias, ao blog, por telefone.

A estratégia do grupo é polarizar a disputa pela indicação com o vice-governador Washington Oliveira (PT), uma das opções do PT para São Luís.

A vantagem de Bira é que ele tem a simpatia também da ala mais à esquerda da base da presidente Dilam Rousseff (PT), incluindo o PCdoB.

Para o presidente comunista em São Luís, Márcio Jerry, o deputado é uma das opções da legenda para a corrida sucessória em São Luís, ao lado do ex-deputado Flávio Dino (PCdoB) e da deputada estadual Eliziane Gama (PPS).

– Nós temos estas opções para a disputa – disse Jerry ao blog.

Já é frenética movimentação de bastidores rumo a 2012…

9

Presidente do PDT critica Castelo e defende frente de esquerda em SL

Feitosa criticou Castelo em festa do PCdoB

O ex-secretário e atual presidente municipal do PDT em São Luís, Moacir Feitosa, foi um dos convidados da festa de aniversário do PCdoB, sexta-feira passada. E deixou claro sua posição em relação à administração de João Castelo (PSDB).

Em discurso, Feitosa afirmou que “o governo Castelo é muito ruim” e pregou a intesificação de um debate para formação de uma frente de oposição de esquerda. Ele também criticou a condução do programa de eventos e obras da prefeitura para a festa de 400 anos de São Luís.

Além do presidente do PDT, participaram da festa comunista representantes do PPS, do PSB e do PT.

As declarações de Feitosa são mais uma mostra da divisão interna que existe hoje no PDT ludovicense. No partido, o grupo do sectretário Clodomir Paz defende a aliança com o PSDB. Outros, preferem o realinhamento com os partidos da base da presidente Dilma Rousseff (PT).

A presença no evento comunista mostra de que lado os dirigentes pedetistas querem estar…

8

“Não tenho motivo para sair do PT”, afirma Augusto Lobato

O vice-presidente regional do Partido dos Trabalhadores, Augusto Lobato,

garantiu ao blog que nunca cogitou, “nem publicamente, nem

Lobato garante que permanecerá no PT

reservadamente, a saída do PT”.

– Dediquei mais de 20 anos da minha vida ao PT. E não tenho motivos para sair do partido. Só sairei se for expulso ou por uma fatalidade – declarou a liderança partidária.

O blog apurou, ontem, que alguns membros do PT, incomodados com a aliança que o partido assumiu com o grupo Sarney, pensam em seguir o caminho já tomado pelo ex-vereador Haroldo Sabóia e buscar nova legenda.

Um destes membros seria Augusto Lobato.

Ele nega esta possibilidade. “quem espalhou esta informação está equivocado”, garane ele.

No PT desde 1987, Lobato construiu uma história de dirigente partidário no Maranhão, alcançando os principais postos na hieraquia do partido.

– Tenho serviços prestados ao PT e quero continuar contribuindo – concluiu o dirigente petista.