4

Flávio Dino volta a constranger aliados em palanque…

Sem nenhuma justificativa plausível, governador ataca vice-prefeito de Caxias, Paulo Marinho Júnior, na presença do próprio prefeito Fábio Gentil, que escolheu duas vezes o suplente de deputado federal para compor sua chapa

 

Flávio Dino em Caxias: constrangimento não apenas ao prefeito Gentil, mas também ao vice Brandão

Cheio de si, absolutista e sem modos, o governador Flávio Dino (PSB) segue fazendo estragos em sua base política em suas investidas administrativo-eleitoreiras no interior maranhense.

A vítima da vez foi o prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB), constrangido publicamente por ter como vice o suplente de deputado federal Paulo Marinho júnior (PL), que nem presente estava em palanque.

– … Vocês sabem que vice as vezes né Fábio [Gentil] ? É negócio meio delicado, não sei se tu sabe disso –  provocou Flávio Dino, do nada, segundo revelou o blog do Ludwig Almeida.

Foi um constrangimento sem necessidade em um momento de festa, segundo observaram aliados do próprio governador presentes ao evento em caxias, nesta sexta-feira, 15.

Dino quis atingir Paulo Marinho Júnior, mas acabou constrangendo seu próprio aliado Fábio Gentil

Mas os ataques gratuitos a qualquer um que não reze em sua cartilha – seja ou não da base aliada – tem sido a tônica de Flávio Dino ao longo do seu mandato.

Na semana passada, por exemplo, partiu pra cima da prefeita de Chapadinha, Dulcilene Belezinha, com ataques do tipo “mentirosa”, “desequilibrada” e outros adjetivos.

Só neste ano pré-eleitoral, ele desmereceu também a deputada estadual Daniela Tema, ao fazer questão de expô-la em palanque, ao ressaltar que as vaias de um evento não eram para ele.

Das duas uma:

1 – ou Flávio Dino está muito ciente do seu poder e carisma, a ponto de desdenhar de qualquer um por que se acha acima do bem e do mal;

2 – ou o governador está ciente de que tem algo acontecendo na política maranhense que o deixa emocionalmente desequilibrado.

De qualquer forma, são grosserias incompatíveis com o posto de governador.

E, principalmente, de um ex-juiz federal…

2

Fake news sobre vacina revolta Fábio Gentil

O prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB), reagiu duro a uma fake news criada em torno da vacina contra a coVID-19 espalhada no Maranhão.

Veja a reação do prefeito abaixo:

“Pessoas maldosas, que não respeitam o momento em que o país e o mundo vive, ainda fazem brincadeira com um assunto tão sério como o enfrentamento a essa doença que tantas vidas já tirou.

Nesta foto que foi tirada em 2018 em uma campanha de vacinação contra a influenza estou tomando a dose até para darmos o bom exemplo enquanto gestor público, mas as pessoas do mal, que só propagam a discórdia e pouco se importam com a vida, espalharam informando que eu teria pulado a fila e tomado a vacina contra a Covid-19. MENTIRA!

Estamos trabalhando muito sério em Caxias para Salvar vidas!

Respeitem o momento em que o povo nesse momento, começam a enxergar a esperança, através da vacina. Politizar esse momento com mentiras, só piora a situação.

Vamos seguir em frente trabalhando para salvar vidas através da vacina e as ações de enfrentamento que continuam.

A pandemia não acabou e precisamos, todos nós, fazermos a nossa parte, principalmente sendo responsáveis com as informações que se publicam.

Que Deus abençoe à todos!”

1

Em eleição histórica, Famem inicia hoje batalha de 2022

Disputa entre o atual presidente Erlânio Xavier e o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, transformou-se em mais uma tentativa do vice-governador Carlos Brandão de fazer contraponto político ao senador Weverton Rocha

 

Erlânio Xavier representa na Famem o poder de articulação do senador Weverton Rocha nos municípios maranhenses

Análise de conjuntura

Desde 1996, com a eleição do então prefeito de Balsas, Luiz Rocha – que havia sido governador do estado – a eleição da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) não ganhava tanta importância como a desta quinta-feira, 14.

A disputa entre o atual presidente da entidade, Erlânio Xavier (PDT), e o prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB), virou mais uma prévia do que deverá ser a sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB), em 2022.

Derrotado nas eleições municipais de São Luís, Imperatriz, Pinheiro e Timon – alguns dos principais colégios eleitorais do Maranhão – o vice-governador Carlos Brandão (PRB) tenta, desde então,  suplantar o senador Weverton Rocha (PDT) em uma medição de força pré-eleição estadual.

Tentou a Câmara de São Luís, mas não conseguiu sequer formar chapa; agora tenta tomar a Famem, apoiando a candidatura de Gentil.

Os grupos de Erlânio e Gentil articulam freneticamente e ambos garantem ter maioria para chegar ao comando da entidade.

O mais importante, porém, será a quantidade de votos que cada prefeito terá, o que demonstrará a capacidade de articulação de Brandão – que está no exercício do governo – e de Weverton, cujo PDT elegeu a maioria dos gestores.

Fábio Gentil é a nova tentativa de Carlos Brandão suplantar a força de Weverton Rocha e se consolidar como opção para o governo em 2022

Ganhando a eleição com Gentil, Brandão respira como pré-candidato a governador e pode sonhar com a cadeira de Dino em 22; se der Weverton, com Erlânio, o pedetista praticamente se consolida como principal candidato a governador e passa a ser a referência das eleições estaduais de 2022.

Por isso a quarta-feira, 14, terá uma importância histórica para o Maranhão…

1

Fábio Gentil força obrigação de vitória de Brandão

Ao envolvê-lo sistematicamente em sua campanha pela presidência da Famem, prefeito de Caxias acaba pondo na conta do governador em exercício eventual derrota na disputa contra o pedetista Erlânio Xavier

 

Gentil entrou na disputa da FAMEM Ligando Brandão à disputa, o que pode prejudicar o governador em exercicio

O prefeito de Caxias, Fábio Gentil (Republicanos) está traçando uma estratégia na disputa pela Famem que pode expor uma fragilidade na articulação do governador em exercício, Carlos Brandão.

Ao usar Brandão como padrinho de sua campanha, ele impõe ao vice-governador uma obrigação de vencer a qualquer custo, sob pena de sofrer uma terceira derrota em menos de três meses.

Estimulado pelo deputado Josimar de Maranhãozinho – outro padrinho de Gentil – Brandão já pagou a conta de uma derrota nas eleições de São Luís e uma na Câmara da capital. 

O prefeito de Caxias, agora pode levá-lo a outra derrota.

Que pode comprometer o projeto de 2022…

1

Brandão mostra força política no comando do governo

Vice-governador assume o exercício do governo no mesmo dia em que o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, anuncia candidatura à presidência da Famem citando o próprio, numa mostra de que o Palácio, sob seu comando, entrará  forte na disputa municipalista

 

Márcio Jerry esteve com Brandão ao lado de Valmira Miranda, prefeita de colinas, terra natal do governador em exercício

O governador em exercício, Carlos Brandão (Republicanos), está em plena atividade política neste início de mandato.

Sua ascensão ao posto – em substituição a Flávio Dino, que tirou férias – se deu exatamente no mesmo dia em que o prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB), declarou-se candidato a presidente da Famem citando Brandão e Josimar de Maranhãozinho (PL) como padrinhos.

Sinal de que o governador em exercício quer mesmo marcar posição no comando do estado.

E a disputa pela entidade municipalista – que tem o atual presidente, Erlânio Xavier (PDT), como candidato à reeleição – é o primeiro teste de fogo de Brandão após as eleições municipais.

De ontem para hoje, Brandão posou ao lado de pelo menos quatro prefeitos; e em muitas imagens está ao lado de ninguém menos que o agora secretário de Cidades, Márcio Jerry (PCdoB), principal interlocutor de Flávio Dino.

Tendências, portanto, de exibição de forças na eleição da Famem…

 

2

Fábio Gentil anuncia candidatura à Famem com apoio de Brandão e Josimar

O prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB) anunciou nesta segunda-feira, 4, sua candidatura à presidência da Famem.

Ele deixou claro que seu projeto tem o apoio do vice-governador Carlos Brandão e dos deputados federais Josimar de Maranhãozinho (PL) e André Fufuca (PP).

Uma das  plataformas de campanha do prefeito é articular a Famem pela busca da vacina contra o coronavírus.

A eleição da Famem deve ocorrer na segunda quinzena de janeiro.

1

Paulo Marinho Jr. reforça aliança com Fábio Gentil e manda recado que pode ser ao pai…

Vice-prefeito de Caxias e suplente de deputado federal foi a Brasília em busca de recursos para o município, e disse que ninguém fala por ele, mesmo membro da sua família

 

PAULO MARINHO JÚNIO0R COM O MÉDICO ALLAN GARCÊS, que chegou a comentar em sua postagem no Facebook

O suplente de deputado federal Paulo Marinho Júnior (PP) fez uma espécie de desabafo político em seu perfil no Facebook, após périplo por Brasília em busca de recursos para Caxias, onde é vice-prefeito.

– A política vive momentos difíceis e gerir está se tornando cada vez mais difícil… Muitos têm falado o que não sabem e não vivem… Essa semana estive em Brasília a pedido do Prefeito Fábio Gentil, buscando ajuda dos deputados e senadores para o município. Fábio, tentando resolver a questão do bloqueio do FPM do município e eu, como n assumi como deputado (se tivesse colocaria os recursos que a população tanto precisa) – afirmou o político.

COM LUCIANO GENÉSIO E ANDRÉ FUFUCA, companheiros de PP, em busca de recursos para Caxias

Ele postou fotos ao lado de representantes do governo Jair Bolsonaro (PSL), com deputados federais e ao lado do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, seu colega de partido.

Mas o que chamou atenção foi o recado final de Paulo Marinho Júnior:

– Assim eu reitero aqui publicamente o meu compromisso com a cidade de Caxias, com o governo municipal, justificando o mandato que a população me deu em 2016. Deixando claro que eu não dou o direito de ninguém falar por mim, mesmo que seja da minha família.

PAULO JÚNIOR COM VINÍCIUS LOURO E JOSIMAR DE MARANHÃOZINHO; independência e compromisso com Caxias

O recado pode ter sido ao próprio pai do vice-prefeito, o ex-deputado federal Paulo Marinho.

Desde o fim das eleições de 2018, Paulo Marinho, o pai, vem criticando duramente o prefeito Fábio Gentil, a quem acusa de não ter se esforçado pela eleição do filho. (Releia aqui)

O recado de Paulo Júnior – e provável afastamento político do pai – também reforça a especulação de que estaria se aproximando do governo Flávio Dino (PCdoB), com possibilidades, inclusive, de assumir mandato na Câmara Federal.

Mas esta é uma outra história…

1

Caxias caminha para racha entre grupos Gentil e Marinho…

Aproximação do prefeito Fábio Gentil com aliados do governador Flávio Dino deve levar o vice-prefeito Paulo Marinho Júnior à oposição; grupo Coutinho passa a ser fiel da balança

 

Gentil com Dino, Cleide e Adelmo: racha iminente do grupo que venceu em Caxias em 2016

A frase abaixo é do prefeito Fábio Gentil (PRB), publicada no blog do jornalista Ludwig Almeida:

“Andando e viajando com a doutora Cleide Coutinho a gente percebe que quanto mais próxima ela está, mais gentil ela fica”.

O mesmo Ludwig dá conta de uma aproximação entre Gentil e o também deputado estadual eleito Adelmo Soares (PCdoB). (Veja aqui)

– Ainda sobre esses diálogos com vistas à união de Gentil com Coutinho para as eleições municipais de 2020 já existe até a análise de um nome como candidato a vice na chapa do prefeito Fábio Gentil, mas, ainda, guardado em segredo – disse o blog. (Leia a íntegra)

Ludwig Almeida informa ainda que as ácidas críticas do ex-deputado Paulo Marinho à gestão de Fábio Gentil levaram a um afastamento, desde a revolta do primeiro após a eleição de outubro, assunto analisado também no blog Marco Aurélio D’Eça. (Relembre aqui)

Foto do Blog do Sabá mostra Paulo Marinho Júnior com membro da família Coutinho. Provocação?!?

Mas um outro blog da região, o blog do Sabá, aponta outras articulações relacionada à política caxiense.

Segundo Sabá, há uma movimentação de Paulo Marinho Júnior em torno de membros do mesmo grupo Coutinho incensado pelos Gentil. (Saiba mais aqui)

E a tendência é que as eleições de 2020 em Caxias seja polarizada por um racha entre os que venceram em 2016.

Com os Coutinho na posição de fieis da balança…

0

Alexandre Almeida garante meio milhão de reais em recursos para a saúde de Caxias

Alexandre Almeida entre o prefeito Fábio Gentil e o vice-prefeito Paulo Marinho Jr, candidato a deputado federal

Por meio de uma emenda parlamentar, o deputado estadual Alexandre Almeida (PSDB) garantiu para o município de Caxias o valor de R$ 500 mil. O recurso deverá ser aplicado diretamente na saúde do município a critério da Prefeitura.

Na última quinta-feira, 13, Alexandre esteve na cidade para fazer a entrega formal do benefício ao prefeito, Fábio Gentil, e ao vice-prefeito, Paulo Marinho Jr.

O deputado destacou que a emenda vai melhorar o acesso da população caxiense a uma estrutura de saúde bem estruturada.

“Essa é a maneira, enquanto deputado estadual, de efetivamente realizar ações concretas que melhorem a qualidade de vida das pessoas aqui de Caxias. O recurso destinado será aplicado sob critério do prefeito Fábio Gentil e conto com a população caxiense para cobrar e fiscalizar os resultados disso”, pontuou.

Fábio Gentil agradeceu a atitude de Alexandre.

“Caixas é uma cidade irmã de Timon e a saúde da nossa cidade com certeza ficará melhor com essa verba”, disse.

0

Prefeito de Caxias nega assédio de Dino, mas confirma conversa…

Blog do Diego Emir revelou ontem, com base em fontes ligadas ao próprio Fábio Gentil, que o governador comunista tentou cooptá-lo com negociação de cargos e espaços indicados pelo deputado Humberto Coutinho, falecido segunda-feira

 

Fábio Gentil com Flávio Dino: a conversa houve, mas não o assédio, diz o prefeito

A revelação no blog do jornalista Diego Emir, de uma conversa entre o governador Flávio Dino (PCdoB) e o prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB), teve ontem forte repercussão nos bastidores políticos maranhenses.

O jornalista revelou, com base em fontes ligadas a Fábio Gentil, que o comunista o assediava com oferecimento de cargos indicados pelo presidente da Assembleia, Humberto Coutinho (PDT) em Caxias. (Saiba mais aqui)

O mais grave, segundo Emir, é que o governador teria feito isso com Coutinho ainda vivo.

Ouvido pelo jornal O EstadoMaranhão, Gentil negou a negociação, mas “admitiu que houve uma conversa com o governador Flávio Dino”.

Ao contrário do blog, Gentil também disse que a conversa não foi em Codó.

De uma forma ou de outra, Diego Emir soube ouvir os sinais de fumaça.

E onde há fumaça, há fogo…