1

Estranha reviravolta nas liminares para o curso de Medicina da Uema de Caxias

Após denúncia e abertura de investigação de um suposto esquema de transferência de alunos – até de escolas particulares – começam a sair novas liminares, desta vez revogando as anteriores

 

Se já era motivo para investigação rigorosa – mesmo num Maranhão onde os rigores da lei só atingem adversários do “rei” – as denúncias de venda de liminares para o curso de Medicina da Uema de Caxias ganharam novos desdobramentos.

O jornalista Gilberto Léda tratou em seu blog, na tarde desta quarta-feira, 04, de uma série decisões do juiz Sidarta Gautama (ele mesmo!!!) revogando as liminares anteriores concedidas por ele próprio. (Entenda aqui)

As decisões, que cancelam as liminares de transferência, atingem agora alunos que já estão prestes à formatura.

E a estranheza das decisões de Gautama só amplificaram as suspeitas de uma indústria de liminares para favorecer candidatos ao curso de Uema.

Sidarta Gautama é assíduo frequentador de notícias negativas do Judiciário maranhense, como se pode ver nos post abaixo:

Declaração de Othelino Neto deve sepultar CPI da Uema de Caxias…

Uma antiga conversa de Gláucio Alencar na corregedoria de Justiça…

Blogueiro depõe em inquérito contra Sidarta Gautama na CGJ…

Histórias de agiotagem…

E a atuação do juiz – quase que perpetua no município de Caxias – sem transferência para qualquer instância, desde que lá chegou, levanta ainda mais suspeitas de sua atuação.

Mas esta é uma outra história…

0

“Repórter Puliça” é obrigado a tirar a farda sob ameaça de prisão…

Comunicador, que é vereador em Caxias – e viraliza na internet com suas intervenções jornalísticas bem humoradas – declarou em sessão na Câmara que não vai mais usar o uniforme característico porque foi alertado de um Mandado de Prisão em seu desfavor

 

REPÓRTER PULIÇA: DESTAQUE NACIONAL INCOMODOU PODEROSOS, que pretendem impedir sua caracterização

O vereador de Caxias Gladston Costa e Silva, conhecido por “Repórter Puliça”, ocupou a tribuna da Câmara Municipal nesta segunda-feira, 27, para informar que foi obrigado a retirar o uniforme que usa em suas reportagens.

Personagem folclórico do jornalismo maranhense, “Puliça” tem ganhado fama nacional com suas matérias cheias de humor e situações inusitadas.

Numa das mais famosas, ele quase se afoga em uma matéria em que tentou mostrar o assoreamento do rio Itapecuru. (Veja o vídeo abaixo)

As intervenções garantiram a ele mandato na Câmara de Caxias.

Mas o parlamentar foi proibido de usar o uniforme, mesmo que a farda nada tenha a ver com nenhuma força policial ou militar oficial.

– Eles tiraram a farda, mas não tiraram a minha língua. E meu trabalho vai continuar doa a quem doer. Já estou preparando outra farda, exclusiva – declarou.

Tecnicamente, “Repórter Puliça” não comete nenhum crime ao usar um uniforme característico, desde que não esteja usando fardas oficiais da PM ou das Forças Armadas.

– Qualquer intervenção artística, jornalística ou humorística pode usar uniformes para caracterizar um militar; e não há nenhum crime nisso, sobretudo se não houver nenhum tipo de símbolo oficial das forças policiais – garantiu o produtor de cinema Reginaldo de Castro, que atua no Maranhão.

No discurso, “Puliça” não informou se a ordem – ou pedido – de prisão partiu da PMMA ou das Forças Armadas.

Na Câmara de Caxias, a maioria dos vereadores se solidarizou com o colega comunicador…

Com informações do Portal Enquanto isso no Maranhão

0

Rafael Leitoa convida para Audiência que consolidará pré-comitê de Bacia do Rio Itapecuru

Reunião se dará no município de Caxias e colegiado será formado por representantes de toda a sociedade civil

 

Vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Assembleia Legislativa, o deputado Rafael Leitoa, confirmou na manhã desta quinta-feira (02), a realização de uma Audiência Pública na cidade de Caxias, no próximo dia 23, que dará continuidade às discussões para instalação do Pré comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Itapecuru.

Os Comitês são órgãos colegiados, compostos pela sociedade civil, usuários e poder público, que após instalação fazem a gestão das políticas de preservação e recuperação das referidas bacias.

Em pronunciamento, Rafael Leitoa lembrou da sua postura em defesa dos rios maranhenses desde o início de seu mandato, tendo como exemplo as audiências públicas e criação do Comitê de Bacia do Rio Parnaíba. Agora, com o apoio da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa e da Comissão de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o trabalho está voltado para criação do Pré Comitê do Rio Itapecuru, um dos mais importantes do Maranhão e que abastece, em grande parte, a Ilha de São Luís.

“No próximo dia 23 faremos a última Audiência Pública para criação deste pré comitê. A cidade de Caxias, inclusa no curso médio do Rio Itapecuru, foi escolhida para o encerramento destes trabalhos. O próximo passo, após a Audiência, será a criação da comissão que fará a eleição para composição do Comitê, com a participação de todos os envolvidos na preservação do rio”, explicou Rafael Leitoa.

1

Paulo Marinho Jr. reforça aliança com Fábio Gentil e manda recado que pode ser ao pai…

Vice-prefeito de Caxias e suplente de deputado federal foi a Brasília em busca de recursos para o município, e disse que ninguém fala por ele, mesmo membro da sua família

 

PAULO MARINHO JÚNIO0R COM O MÉDICO ALLAN GARCÊS, que chegou a comentar em sua postagem no Facebook

O suplente de deputado federal Paulo Marinho Júnior (PP) fez uma espécie de desabafo político em seu perfil no Facebook, após périplo por Brasília em busca de recursos para Caxias, onde é vice-prefeito.

– A política vive momentos difíceis e gerir está se tornando cada vez mais difícil… Muitos têm falado o que não sabem e não vivem… Essa semana estive em Brasília a pedido do Prefeito Fábio Gentil, buscando ajuda dos deputados e senadores para o município. Fábio, tentando resolver a questão do bloqueio do FPM do município e eu, como n assumi como deputado (se tivesse colocaria os recursos que a população tanto precisa) – afirmou o político.

COM LUCIANO GENÉSIO E ANDRÉ FUFUCA, companheiros de PP, em busca de recursos para Caxias

Ele postou fotos ao lado de representantes do governo Jair Bolsonaro (PSL), com deputados federais e ao lado do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, seu colega de partido.

Mas o que chamou atenção foi o recado final de Paulo Marinho Júnior:

– Assim eu reitero aqui publicamente o meu compromisso com a cidade de Caxias, com o governo municipal, justificando o mandato que a população me deu em 2016. Deixando claro que eu não dou o direito de ninguém falar por mim, mesmo que seja da minha família.

PAULO JÚNIOR COM VINÍCIUS LOURO E JOSIMAR DE MARANHÃOZINHO; independência e compromisso com Caxias

O recado pode ter sido ao próprio pai do vice-prefeito, o ex-deputado federal Paulo Marinho.

Desde o fim das eleições de 2018, Paulo Marinho, o pai, vem criticando duramente o prefeito Fábio Gentil, a quem acusa de não ter se esforçado pela eleição do filho. (Releia aqui)

O recado de Paulo Júnior – e provável afastamento político do pai – também reforça a especulação de que estaria se aproximando do governo Flávio Dino (PCdoB), com possibilidades, inclusive, de assumir mandato na Câmara Federal.

Mas esta é uma outra história…

1

Caxias caminha para racha entre grupos Gentil e Marinho…

Aproximação do prefeito Fábio Gentil com aliados do governador Flávio Dino deve levar o vice-prefeito Paulo Marinho Júnior à oposição; grupo Coutinho passa a ser fiel da balança

 

Gentil com Dino, Cleide e Adelmo: racha iminente do grupo que venceu em Caxias em 2016

A frase abaixo é do prefeito Fábio Gentil (PRB), publicada no blog do jornalista Ludwig Almeida:

“Andando e viajando com a doutora Cleide Coutinho a gente percebe que quanto mais próxima ela está, mais gentil ela fica”.

O mesmo Ludwig dá conta de uma aproximação entre Gentil e o também deputado estadual eleito Adelmo Soares (PCdoB). (Veja aqui)

– Ainda sobre esses diálogos com vistas à união de Gentil com Coutinho para as eleições municipais de 2020 já existe até a análise de um nome como candidato a vice na chapa do prefeito Fábio Gentil, mas, ainda, guardado em segredo – disse o blog. (Leia a íntegra)

Ludwig Almeida informa ainda que as ácidas críticas do ex-deputado Paulo Marinho à gestão de Fábio Gentil levaram a um afastamento, desde a revolta do primeiro após a eleição de outubro, assunto analisado também no blog Marco Aurélio D’Eça. (Relembre aqui)

Foto do Blog do Sabá mostra Paulo Marinho Júnior com membro da família Coutinho. Provocação?!?

Mas um outro blog da região, o blog do Sabá, aponta outras articulações relacionada à política caxiense.

Segundo Sabá, há uma movimentação de Paulo Marinho Júnior em torno de membros do mesmo grupo Coutinho incensado pelos Gentil. (Saiba mais aqui)

E a tendência é que as eleições de 2020 em Caxias seja polarizada por um racha entre os que venceram em 2016.

Com os Coutinho na posição de fieis da balança…

3

Como assim, Paulo Marinho?!?

Não parece coerente a reclamação de traição feita pelo ex-deputado federal contra o prefeito de Caxias, Fábio Gentil; o resultado no município mostra números excepcionais para o seu filho, o candidato a deputado federal Paulo Marinho Jr.

 

Paulo Marinho e Paulinho: acusação de traição dissonante dos números da eleição em Caxias

À primeira vista, soa incoerente a reclamação do ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, de que seu filho, o candidato da deputado federal Paulo Marinho Jr. (PP) teria sido traído pelo prefeito Fábio Gentil (PRB).

Marinho-pai acusa Gentil de ter favorecido o deputado federal Cléber Verde (PRB).

– O próprio Fábio Gentil, nas reuniões que fazia, dizia: meu candidato é o Paulinho. Eu preciso de um deputado federal ajudando a minha administração. Mas, por exemplo, no dia da eleição, estavam os sobrinhos dele almoçando no Gran Brasile com o adesivo do Cleber Verde. Então, é estranho o prefeito da cidade, que foi eleito com nossa ajuda, no dia da eleição, a família dele toda com o adesivo de Cleber Verde. É muito esquisito isso. Em nenhum momento deixamos de dizer que o nosso deputado estadual era o José Gentil. Nós não usávamos o boton do Paulinho e de outro candidato a estadual. Nós apoiamos o José Gentil – disse Paulo Marinho, segundo o blog do Gláucio Ericeira. (Leia a íntegra aqui)

Mas a análise dos números da eleição em Caxias não corroboram a grita do ex-prefeito.

Paulo Marinho Júnior alcançou nada menos que 30.822 votos no município onde é vice-prefeito; são apenas 665 votos a menos que os 31.487 dados para deputado estadual em José Gentil (PRB), pai do prefeito.

A votação de Paulinho é mais de duas vezes maior que a do segundo colocado, Rubens Pereira Júnior (PCdoB), apoiado pela família Coutinho.

Cléber Verde, que Paulo Marinho diz ter recebido o apoio da família de Gentil, ficou apenas numa terceira posição, com distantes 4.889 votos.

José Gentil com Fábio Gentil: votação quase idêntica para seus dois anunciados candidatos

Proporcionalmente, os 41,88% de votos de Paulo Jr. é um dos índices mais altos dentre todos o candidatos proporcionais no Maranhão.

Para efeito de comparação, a votação de Eduardo Braide (PMN), mais votado em São Luís, foi de apenas 25,83%.

Dentre os candidatos a deputado federal, apenas Josimar de Maranhãozinho (PR) alcançou índice superior na terra onde foi prefeito, superando 83% dos votos.

É necessário, portanto, que Paulo Marinho explique mais claramente, em números, onde se deu a traição de Fábio Gentil.

É simples assim…

1

Sarney Filho recebe apoios de Josimar do Maranhãozinho…

Sarney Filho com Josimar de Maranhãozinho e Detinha: multidão em festa

Numa campanha que cada vez mais motiva e agrega, o candidato ao Senado, Sarney Filho (PV) foi recebido por uma multidão em Caxias e Maranhãozinho, municípios que visitou nos últimos dias.

Em Caxias, na última sexta-feira (24), o candidato foi muito aplaudido durante caminhada. Estavam na ocasião lideranças e o candidato a deputado federal, Paulinho Marinho.  

O ex-ministro do Meio Ambiente visitou feiras e mercados municipais, onde foi carinhosamente recebido pelos trabalhadores dos estabelecimentos, que reconheceram o trabalho de Sarney Filho em defesa do meio ambiente e da agricultura familiar. A feirante Maria das Graças, de 52 anos, elogiou o candidato.

A festa em Maranhãozinho movimentou toda a região

“Eu olho pra ele e vejo um homem que realmente se empenha em ajudar aqueles que mais precisam, sobretudo os que trabalham no campo, com a natureza, como ele mesmo diz”, enfatizou.

Já em Maranhãozinho, o candidato esteve presente no último sábado (25) para o lançamento oficial da candidatura da chamada “dobradinha da região”: Josimar do Maranhãozinho, a deputado federal; e Detinha, a deputada Estadual.

Com Paulo Marinho Júnior em Caxias: mobilização popular pelo Senado

Milhares de pessoas aclamaram a presença de Sarney Filho, também reconhecendo o apoio e parceria com Josimar e Detinha, que são ex-prefeitos de Maranhãozinho e Centro do Guilherme, respectivamente. 

Estiveram presentes no grande evento prefeitos e ex-prefeitos de cidades vizinhas, como Presidente Médice, Santa Luzia do Paruá, Nova Olinda, Araguanã, Bom Jardim, Pindaré, Santa Inês, Pedro do Rosário, Governador Newton Belo, Zé Doca, Governador Nunes Freire, Maracaçumé, Junco, Centro Novo, Gurupi, Amapá do Maranhão, Carutapera, Luís Domingues, Godofredo Viana, Candido Mendes, Turilândia, Peri-Mirim, Presidente Sarney, Igarapé do Meio, Bacabal, Monção, Lago do Junco, Lago Verde, Bela Vista e Arari.

“Eu sou um político independente, escolho aquele que trabalha e  vejo quem ajuda nossa gente. Sarney Filho nunca nos deixou na mão e sempre apoiou nossa região”, enfatizou Josimar.

Sarney Filho agradeceu o carinho e as declarações de apoio.

“Josimar e todas as lideranças aqui presentes podem ter certeza que as portas sempre estarão abertas para apoiar a região. Vocês sempre serão bem recebidos”, reiterou.

7

Imagens do dia: multidão recebe Roseana, Lobão e Sarney Filho em Caxias…

Candidata a governadora e os seus candidatos a senador, são recebidos por lideranças políticas e populares num dos maiores colégios eleitorais do Maranhão, com gritos de “Volta, Guerreira!”

 

Roseana e Sarney Filho cumprimentados pelo povo de Caxias

Em passagem pelo município de Caxias, nesta sexta-feira, 24, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) recebeu uma forte manifestação de apoio à sua candidatura na região dos cocais.

“Nossa guerreira tem que voltar, porque o Maranhão não aguenta mais tanta perseguição”, pedia a comerciante Elizabeth Bastiano, 59 anos. O compositor de jingles João Luiz, 47 anos, foi ao encontro da ex-governadora pedir que ela traga de volta os programas sociais, cancelados pelo atual governo. “Os quatro anos deste governo comunista só serviram para deixar o Maranhão mais pobre”, enfatizou.

Populares buscam selfies para guardar recordação com a ex-governadora

A caminhada liderada pelo ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, contou também com a presença dos candidatos ao Senado, Sarney Filho e Edison Lobão, além de diversas lideranças da Região dos Cocais.

“É muito bom ser recepcionada com tanto amor. Por isso resolvi aceitar mais esse desafio de me candidatar, porque amo o Maranhão e não faço distinção de municípios. Se eleita, com ajuda do povo, retornaremos com os programas sociais, fomentaremos a economia e auxiliaremos os mais necessitados”, finalizou.

2

Alexandre Almeida recebe apoio de Paulo Marinho Júnior e da maioria dos vereadores de Caxias

Alexandre Almeida com os vereadores de Caxias

O deputado estadual e candidato a senador pelo PSDB, Alexandre Almeida, segue recebendo fortes apoios políticos por todo o Maranhão. Na noite desta quarta-feira, 22, foi a vez de Caxias, onde o candidato se reuniu e garantiu o apoio político de 10 dos 19 vereadores do município, além do vice-prefeito e candidato a deputado federal, Paulo Marinho Júnior.

A reunião contou com a presença de Paulo Marinho Júnior, candidato a deputado federal, e dos vereadores Magno Magalhães, Paulo Simão, Neto do Sindicato, Durval, Gentil Cantanhede, Ramos, Sargento Moisés, Repórter Puliça e Darlan Almeida.

O vereador Luís Carlos, não pode estar presente, mas também está fechado com o grupo no apoio à candidatura de Alexandre Almeida.

Alexandre Almeida classificou como histórica a atitude dos vereadores que declararam apoio à sua candidatura.

“Tivemos a oportunidade de unir a força política de Caxias com Timon e com essa união fortalecer essa candidatura que tem o propósito de trabalhar uma nova consciência na política do Maranhão. Essa região espera a muito tempo por ações e benefícios que possam melhora a vida das pessoas. Nós temos todas as condições para o desenvolvimento dessa região”.

“Essa união de Alexandre e Paulo Marinho Júnior é a união de dois jovens que representam a renovação política no Maranhão e considerando a força eleitoral dos dois municípios, nós temos nessa união um grande fortalecimento das duas candidaturas”, afirmou Alexandre, que destacou também que os apoios recebidos em Caxias representam “um passo muito firme na direção da nossa vitória”. 

Além do apoio dos vereadores em Caxias, a quarta-feira foi de destaque para Alexandre Almeida, que também recebeu o apoio do Partido da República (PR) em Timon para a sua campanha eleitoral.

1

Zé Reinaldo emite comunicado a Caxias para explicar mudança na suplência…

Candidato a senador pelo PSDB diz que foi obrigado pela legenda a abrir mão das duas suplências, o que sacrificou a candidatura do advogado Catulé Júnior, que já havia sido apresentado em sua chapa

 

O candidato ao Senado em evento que lançou Catulé Júnior de Caxias como suplente

O deputado federal José Reinaldo Tavares, candidato a senador pelo PSDB, divulgou um comunicado dirigido à população de Caxias.

Na nota, com o título “Por respeito a Caxias”, o ex-governador do Maranhão explica como ocorreu, na véspera da convenção do PSDB, foi pego de surpresa com a exigência partidária de que ele teria que abrir mão do primeiro e do segundo suplente.

A decisão sacrificou a candidatura do advogado caxiense Catulé Júnior.

– Fui avisado pelas lideranças locais de que o partido exigia a minha primeira suplência e que isso não era negociável, independente dos meus protestos e da minha indignação. Ou seja, eu teria que desfazer todo o acordo e compromisso firmado com o Catulé Júnior – explicou.

Leia a íntegra da nota:

POR RESPEITO A CAXIAS

Tenho ligações profundas com a cidade de Caxias e sua gente. Ao longo dos anos de experiência pública acumulada, sempre deixei minha contribuição ao município, seja como governador, ministro ou deputado federal.

Foi com muita alegria que participei, no início do mês de junho, de uma grande festa em Caxias para anúncio de Catulé Júnior como o meu primeiro suplente para o Senado Federal. O acordo foi fechado e comunicado oficialmente a toda a população em um evento que marcou a minha trajetória política. Na ocasião, tive o imenso prazer de ver todo o grupo do prefeito Fábio Gentil, os vereadores e muitos secretários presentes, além do próprio Catulé, que é meu amigo de longas datas, além de Paulo Marinho, Zé Gentil, os amigos Luís Fernando, prefeito de São José de Ribamar e Biné Figueiredo, de Codó, muitos aliados que adquiri pelos laços do trabalho sério que sempre dediquei a Caxias, notadamente quando fui governador.

A política é uma atividade extremamente realizadora, sobretudo quando existe reconhecimento público do trabalho em prol de uma vida melhor à população. Mas há muitos dissabores que desafiam a serenidade e grandeza de espírito daqueles que a exercem. Todos acompanharam o que se sucedeu com a minha candidatura. Fui vítima de constantes boatarias de que não sairia candidato, que não teria legenda para concorrer pelo PSDB, partido que me convidou para ser candidato ao Senado. Finalmente minha candidatura foi confirmada, com o apoio total do presidente nacional do PSDB, nosso candidato a presidente da República, Geraldo Alckmin.

Aparentemente, estava tudo resolvido. Mas, na véspera da Convenção do PSDB fui avisado pelas lideranças locais de que o partido exigia a minha primeira suplência e que isso não era negociável, independente dos meus protestos e da minha indignação. Ou seja, eu teria que desfazer todo o acordo e compromisso firmado com o Catulé Júnior. Ainda ofereci a segunda suplência, mas ele, com toda a razão – reconheço – não aceitou.

Tenho uma admiração profunda pelo Catulé Junior, pela sua seriedade e pela firmeza de seu caráter e inteligência.  Essa admiração é permanente e nada mudará isso. Espero que a população de Caxias consiga compreender o que houve, uma imposição partidária que não concordei e que quase me leva desistir de concorrer ao Senado, o que fui aconselhado a prosseguir.

Reafirmo que irei continuar a conseguir benefícios para o Caxias. Com a vontade de Deus e do voto do povo caxiense vou buscar viabilizar os projetos que já tracei para defender no Senado Federal, visando ao desenvolvimento social e econômico de Caxias, Região do Cocais e do Maranhão.

Estou à disposição, amigos.

Conto com o apoio de Caxias para consolidar esta nossa vitória!

Zé Reinaldo Tavares

deputado federal e candidato ao Senado (PSDB)