2

São Luís fará protesto contra descaso de Bolsonaro na Amazônia…

Manifestantes se reunirão na Praça Deodoro, a partir das 15h deste sábado; declarações sobre a floresta repercutiram no mundo inteiro e desgastou a imagem mundial do presidente

 

MANIFESTANTES TÊM SAÍDO ÁS RUAS DESDE A TARDE DESTA SEXTA-FEIRA, em protestos contra Bolsonaro e a favor da Amazônia

Manifestantes irão se reunir na tarde deste sábado, na Praça Deodoro, em um protesto contra a postura do presidente Jair Bolsonaro em relação ao aumento das queimadas na Floresta Amazônica.

Bolsonaro tem sido crítico das informações que mostram o aumento do desmatamento, desdenha do aquecimento global e acusa Organizações Não-Governamentais de provocar queimadas.

AS QUEIMADAS SE MULTIPLICARAM NOS ÚLTIMOS DIAS EM TODAS AS ÁREAS DA AMAZÔNIA; e os líderes mundiais acusam Bolsonaro de falta de ação

As manifestações, convocadas em grande parte pela Internet – e que já vêm ocorrendo desde a tarde de sexta-feira, 23 – cobram uma postura mais efetiva de Bolsonaro para conter as queimadas e o avanço do desmatamento.

Ambientalistas, pesquisadores, estudantes e representantes de ONGs foram convocados para os protestos…

5

Vídeo do dia: panelaços contra Bolsonaro começam a eclodir no país

Presidente começa a receber contra si os mesmos movimentos que resultaram no embrião e sua eleição; críticas à postura em relação à Amazônia desgastou o governo brasileiro no mundo

 

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) começou a sentir nesta terça-feira, 23, um pouco do veneno que resultou em sua eleição presidencial, em 2018.

No momento em que Bolsonaro fazia pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV – numa espécie de acusação de golpe da crise sobre a Amazônia – panelaços foram ouvidos em várias regiões do país.

Os panelaços em momentos de pronunciamentos ou matérias sobre a crise política marcaram o fim do governo Dilma Roussef (PT), a partir de 2013 – e resultaram no impeachment da ex-presidente.

Foi a primeira vez que se viu manifestações espontâneas, não-convocadas, da população contra Bolsonaro.

Também houve manifestações em várias cidades do país contra as declarações de Bolsonaro sobre a Amazônia.

Para muitos, a crise está apenas no começo…

0

Edilázio repudia atos de vandalismo registrados em manifestações no DF…

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) manifestou repúdio hoje, no Legislativo Estadual, aos atos de vandalismo praticados por manifestantes ontem contra o patrimônio público em Brasília.

Durante os protestos, houve depredação da Esplanada dos Ministérios, prédios, paradas de ônibus, bancas, orelhões e refletores destruídos com uso de pedras e fogo.

“Ontem o que nós vimos em Brasília pelos meios de comunicação foram imagens de baderna e de vandalismo. E aí nada contra se manifestar, o que nós não podemos ser favoráveis é à depredação do nosso patrimônio”, disse.

Edilázio lembrou que no ano passado, durante as manifestações em favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), não havia registro de depredação do patrimônio público.

“Nós acompanhamos as manifestações contra a presidente Dilma pedindo ‘Fora Dilma’. Nós vimos 1 milhão de pessoas na [avenida] Paulista, da mesma forma em Brasília também mais de 300 mil pessoas, e não vimos um empurra-empurra, não houve um quebra-quebra, não houve um spray de pimenta, porque as pessoas que saíram de casa para se manifestar contra o PT eram pessoas de bem, famílias. Quantos de nós vimos crianças, idosos naquelas manifestações. E ontem o que nós vimos eram só mascarados, quebraram todas as paradas de ônibus, atiravam pau e pedra contra a polícia. Tocaram fogo em três Ministérios, quebraram os computadores. E tudo aquilo é patrimônio nosso, é patrimônio do país”, completou.

O parlamentar classificou como correta a decisão do presidente Michel Temer (PMDB) de convocar as Forças Armadas para fazer a contenção dos atos de vandalismo e repudiou a atuação de militantes de esquerda nos movimentos.

“Quando se pediu ali o auxílio do Exército, não foi para querer reprimir uma manifestação não, mas para proteger o patrimônio. O Exército também esteve na Copa do Mundo e nas Olímpiadas para por ordem e garantir a segurança do brasileiro. Fica o meu repúdio àqueles vândalos que ontem estavam ali, foram apenas para fazer baderna, meia dúzia de desocupados que estiveram fazendo de Brasília um campo de guerra. E aí eu pergunto: por que essas imagens passaram no mundo todo ontem. Qual o investidor que vai ter coragem de vir para este país com essa insegurança que tem da esquerda? Porque vocês podem ver que não tem uma bandeira do Brasil, é só bandeira vermelha. Então, fica o meu repúdio e a minha solidariedade aos brasileiros”, finalizou.

 

0

Domingo deve ser de “Fora Temer” em todo o país…

Manifestações que começaram ainda na quarta-feira, após delação envolvendo o presidente, vêm ganhando corpo ao longo dos dias, e deve culminar com fortes atos nas principais capitais

 

RENÚNCIA JÁ
Populares têm ido cada vez mai às ruas das capitais par protestar contra Temer

Centrais sindicais, movimentos sociais, membros da sociedade civil e populares de forma isolada devem ir às ruas neste domingo, 21, em manifestações pela renúncia do presidente Michel Temer (PMDB).

O protestos começaram ainda na quarta-feira, 17, e vêm ganhando corpo desde que o presidente apareceu em delação premiada do dono do Frigorífico JBS, Joesley Batista.

Lideranças sindicais e políticas confirmam manifestações em todas as capitais brasileiras, ao longo do dia.

Os protestos pedem claramente a renúncia do presidente da República…

2

Com Lula, em Brasília, Zé Inácio participa de ação das lideranças indígenas…

Lula com os indígenas em Brasília; Zé Inácio acompanha o ex-presidente

O deputado Zé Inácio participou, na segunda-feira, 24, em Brasília, de reunião com lideranças indígenas de todo o país, conduzida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Os índios estão ocupando Brasília contra os retrocessos e ameaças a seus direitos e ao meio ambiente, resultado de uma política repressiva do governo Michel Temer (PMDB).

– Não podemos admitir retrocesso na legislação que trata sobre as demarcações de terras indígenas. Já basta a tentativa do governo golpista de extinguir a FUNAI – enfatizou, Inácio, ressaltando o que chama de caráter golpista do governo.

Durante a reunião, a liderança indígena pediu o apoio de Lula e da bancada no Congresso para pauta federal e nos Estados. O ponto principal é o medo de retrocesso e violência contra os lideres indígenas.

Inácio também defendeu a paralisação da próxima sexta-feira, 28, que pode se transformar na maior mobilização de trabalhadores da história do país.

As centrais sindicais e movimentos sociais vão protestar contra as reformas do governo Temer…

0

População protesta contra abandono de obra na região dos Lagos…

Pavimentação da MA-245 foi assegurada pelo empréstimo do BNDES, ainda no governo Roseana Sarney; e o próprio Flávio Dino prometeu entregá-la ainda no ano passado, o que não ocorreu

 

População revoltada queimou pneus e interditou a rodovia por falta de ação do governo

Moradores de Lago da Pedra protestaram nesta terça-feira, 14, por causa da demora na entrega da MA-245, que liga o município a Lagoa Grande.

Os recursos para pavimentação da estrada foram garantidos ainda no governo Roseana Sarney (PMDB), com o empréstimo do BNDES.

Ainda em julho de 2016, o próprio governador Flávio Dino assegurou a entrega da obra, o que não ocorreu.

Postagem com a promessa de Flávio Dino, em julho de 2016

– Mais esta importante obra fica entre Lago da Pedra e Lagoa Grande. Vamos finalizar pavimentação neste ano ainda – garantiu o comunista

Para protestar, moradores atearam fogo em pneus e interditaram a via…

5

Surge nova versão de camisetas do “Fora Dino”…

Movimento se espalha pelo interior maranhense e cada vez mais cidadãos são vistos exibindo frases do tipo “Decepcionado” ou “Tô fora”

 

Cidadão exibe camiseta com a inscrição “Fora Dino”; onda crescendo…

Uma nova versão das camisetas com inscrições contra o governo Flávio Dino (PCdoB) foi vista nos últimos dias em São Luís e no interior.

O movimento, que começou na internet, já se espalhou pelos municípios; empresários, servidores públicos e lideranças comunitárias são vistas usando a camiseta.

Na primeira versão, elas traziam a inscrição “Votei, me decepcionei; Flávio Dino nunca mais”. (Reveja aqui)

Na nova versão, exibida no blog de Davi Max, a estampa mostra uma caricaturas de Flávio Dino sob um círculo cruzado, com a inscrição “Tô fora”.

A tendência é que as camisetas comecem a ser vistas cada vez mais ao longo de 2017…

2

Amorim Coutinho destrói ruas no Barramar e moradores bloqueiam passagem para evitar mais estragos…

Responsável por um condomínio de luxo na região, construtora poupa a rua de sua entrada principal e usa as ruas detrás destruindo o asfalto recém-colocado; interdição foi a saída após várias denúncias, sem sucesso, à Semhur e à Blitz Urbana

 

Quando os moradores decidiram fechar a rua, já haviam quatro caçambas esperando para passar

Moradores da Rua Pedreiras e da Rua Coroatá, no Quintas do Calhau,  decidiram nesta quarta-feira, 4, ontem interditar as duas vias para impedir a passagem de dezenas de caçambas e caminhões, que resolveram transformar as duas vias em acesso à uma obra da construtora Amorim Coutinho.

O fechamento das ruas deve se repetir nesta quinta-feira, 5.

A empresa, que constrói um condomínio de luxo na Rua São Bento, tem poupado essa via para não prejudicar a entrada da sua obra, utilizando-se irregularmente das duas vias, que não têm estrutura para a passagem de caminhões e máquinas pesadas.

– Esta vias receberam asfalto recentemente por parte da prefeitura, que ainda nem concluiu o serviço. As caçambas fazem mais de 30 viagens por dia e já destruíram parte das ruas. Não há outra saída senão impedi-las de passar por aqui – reclama um dos moradores que decidiram fechar a rua.

Apesar da ampla entrada, Amorim Coutinho mantém acesso intacto, servindo de estacionamento para executivos da empresa

O fechamento foi a saída após inúmeras reclamações à Prefeitura de São Luís – Secretarias de Obras, d e Urbanismo e Blitz Urbana – desde novembro do ano passado, sem qualquer solução para o problemas.

Segundo informações dos moradores, fiscais da prefeitura chegaram a ir até o local, mas nenhuma providência foi tomada.

– Vamos interditar quantas vezes for necessário. Não é justo que a empresa mantenha sua entrada de obra intacta e a gente é que pague o pato, após anos de espera pela melhoria das ruas – desabafa um dos moradores…

6

Imagem do dia: “uns quatro peladinhos”…

Falta de articulação e de divulgação levaram ao fracasso da manifestação desta quinta-feira, 22, contra o aumento de impostos promovido pelo governador Flávio Dino.O que era para ser um protesto reunindo povo, empresários e membros dos movimentos sociais atraiu apenas “uns quatro peladinhos” à avenida Litorânea”. Mas os organizadores garantem se rearticular para um ato maior, com maior divulgação e participação. (Imagem: De Jesus/O EstadoMaranhão)

3

Imagem do dia: eles já não são mais os mesmos…

Movimento de protesto em São Luís reuniu apenas alguns manifestantes em frente à Assembleia Legislativa, que não mostraram a mesma empolgação de outrora. Cartazes de cartolina em defesa do juiz Sérgio Moro e da operação Lava Jato marcaram a manifestação, que foi pacífica

 

fracos

É possível até contar o número de pessoas reunidas nesta foto, do repórter-fotográfico Biné Morais, de O EstadoMaranhão. Com absoluta boa vontade, o blog contou 69 pessoas. É o total de manifestantes presentes neste domingo, 4, em protesto contra as emendas ás 10 Medidas contra a Corrupção. O movimento saiu em defesa do juiz Sérgio Moro e criticou os políticos. Não houve contratempos com a polícia, que também não estimou o número de participantes