0

Nem mesmo aliados de Brandão acreditam em pesquisa Escutec/Mirante; Instituto arrisca a própria credibilidade

Levantamento que aponta o governador-tampão com 33% das intenções de voto – mesmo internado há 30 dias, com dúvidas sobre a própria candidatura e com várias crises no governo – teve efeito contrário ao esperado e levou a base governista a se convencer de que o Palácio dos Leões começou a forçar a barra com a candidatura oficial

 

Flávio Dino, Márcio e Capelli têm tentado salvar a candidatura de Brandão, mas suas ações têm levado aliados importantes ao constrangimento de se expor nas redes sociais

Análise da notícia

Se esperava dar uma injeção de gás na base aliada com a divulgação da pesquisa Escutec/Grupo Mirante, nesta quinta-feira, 16, o Palácio dos Leões viu um efeito contrário desde a divulgação dos números.

O levantamento virou chacota nas redes sociais e em aplicativos de troca de mensagens, ao apontar o governador-tampão afastado Carlos Brandão (PSB) com 33% das intenções de votos, cinco pontos à frente do senador Weverton Rocha (PDT).

Desde a divulgação dos números no Imirante.com, os memes de internet, os deboches e os questionamentos mais sérios começaram a pipocar, observando a farsa do levantamento.

Brandão está há exatos 30 dias afastado do governo, com sérias desconfianças sobre a própria capacidade de enfrentar uma campanha, com problemas estruturais em sua gestão, crise no setor de transporte de ferry boat e falta de ação do governo em todas as áreas.

Não há, portanto, fato novo algum que justifique seu crescimento acentuado na pesquisa – a não ser a tentativa do Palácio dos Leões de salvar a candidatura oficial.

Um dos memes sobre a pesquisa põe Brandão de colete salva-vidas e diz que a pesquisa encomendada serviu para tentar salvar sua candidatura

A ação de salvamento da candidatura de Brandão foi tão orquestrada que os textos publicados na mídia alinhada ao Palácio dos Leões é um só, copiado do site do grupo que o contratou. (Veja aqui, aqui e aqui)

A divulgação da pesquisa Escutec/TV Mirante põe em xeque a credibilidade do próprio instituto, aliás já alertado pelo blog Marco Aurélio D’Eça, quando da pesquisa de maio, no post “Exata e Escutec terão maior prova de fogo em eleições desde 1994…”

De qualquer forma, para a base aliada, é como se os números simplesmente não tivessem existido.

E a única dúvida da população é: Brandão ainda é ou não candidato ao governo???

0

Pesquisa Exata ainda não mediu impacto do apoio de Maura Jorge a Weverton

Ex-deputada estadual e ex-candidata a governadora, prefeita de Lago da Pedra declarou apoio ao senador na segunda-feira, 13, quando o levantamento do instituto que apontou cresicmentod e sete pontos nas intenções de votos do pedetista já havia sido concluído

 

Weverton esteve com Maura Jorge na noite de segunda-feira no primeiro encontro de campanha entre os dois, ao lado de mulheres de todo o Maranhão

A pesquisa do Instituto Exata divulgada na noite desta segunda-feira, 13, pelo jornal O Imparcial ainda não mediu o impacto do apoio da prefeita de lago da Pedra, Maura Jorge, ao senador Weverton Rocha (PDT).

Maura só confirmou a aliança na manhã de ontem; e participou do primeiro evento ao lado do senador à noite, exatamente no momento em que a pesquisa estava sendo divulgada.

Ex-deputada estadual e pela terceira vez prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge disputou o Governo do Estado em 2018, ficando na terceira posição, com 7,87% ou quase 250 mil votos; sua liderança tem, portanto, impacto estadual.

Mas só deve ser medido nos próximos levantamentos…

2

Alianças garantiram a Weverton crescimento de sete pontos percentuais em 40 dias

Senador tinha 22% das intenções de votos na pesquisa Exata publicada no dia 2 de maio e agora aparece com 29%, após uma série de movimentos eleitorais que resultaram no apoio do senador Roberto Rocha (PTB) e do deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL)

 

Com Roberto Rocha e Maura Jorge, Weverton chega a encontro com mulheres na noite de segunda-feira, 13, embalado por pesquisas que o põem na liderança isolada da corrida

Análise da notícia

Ao abrir sete pontos percentuais sobre o seu principal adversário, Carlos Brandão (PSB), o senador Weverton Rocha (PDT) consolidou-se nesta segunda-feira, 13, como o principal candidato a governador nas eleições de outubro.

E o crescimento reflete bem o momento vivido por ele e por Brandão.

Nos últimos 40 dias – desde a primeira pesquisa Exata/O Imparcial – Weverton consolidou alianças com o senador  Roberto Rocha (PTB), com o deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) e intensificou sua agenda no interior do estado e em São Luís.

Enquanto isso, Brandão acabou afastado do governo por motivo de doença e sofreu forte desgaste com a crise no serviço de ferry boat e com os números da pobreza maranhense no governo Flávio Dino (PSB).

Os números da Exata eram esperados pela coordenação de campanha do pedetista, que monitora quase que diariamente a preferência do eleitorado e os movimentos dos candidatos; a expectativa é que nas próximas semanas essa tendência de crescimento continue, refletida pelo apoio da prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PSDB) e de outras alianças ainda em costura nos bastidores.

É evidente o contraste dos climas nas campanhas de Weverton e de Brandão.

Enquanto o senador capitaliza apoios e mostra cada vez mais gente em suas movimentações de rua, o governador-tampão registra desmotivação entre aliados e desconfiança sobre sua capacidade de aguentar a campanha.

A diferença entre uma e outra campanha é exatamente o que mostrou a pesquisa Exata/O Imparcial…

4

Após alianças, Weverton assume liderança isolada na disputa pelo governo

Pesquisa do Instituto Exata divulgada nesta segunda-feira, 13, mostra que o senador está agora cinco pontos percentuais à frente do governador-tampão Carlos Brandão, no primeiro levantamento sem os nomes de Roberto Rocha e Josimar Maranhãozinho, agora apoiadores do pedetista

 

O senador Weverton Rocha (PDT) assumiu a liderança isolada da disputa pelo Governo do Estado; é o que mostra levantamento do Instituto Exata, divulgado nesta segunda-feira, 13, pelo jornal O Imparcial.

Weverton tem agora 29% das intenções de votos, contra 24% do governador Carlos Brandão (PSB).

O levantamento é o primeiro sem o senador Roberto Rocha (PTB) e do deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL); é também a primeira pesquisa após declarações de apoio de Rocha e Maranhãozinho a Weverton.

Na pesquisa Exata a terceira posição é assumida agora pelo ex-prefeito Lahésio Bonfim (PSC), com 14%, três pontos à frente do ex-prefeito de São Luís Edivaldo Júnior (PSD).

Num cenário de segundo turno, Werverton venceria Brandão com 42% dos votos, contra 32% do governador-tampão.

A pesquisa ouviu 1451 eleitores em todo o Maranhão; o registro no TSE é o de n[úmero MA-04453/2022.

 

0

Weverton resiste às investidas do Palácio dos Leões e mantêm-se entre os líderes da disputa pelo governo, mostra Escutec

Mesmo com as agressivas tentativas de esvaziamento promovidas por Flávio Dino e Carlos Brandão – e a busca da dupla por um adversário bolsonarista – senador do PDT mantém-se empatado com o agora governador tucanosocialista, em uma eleição polarizada abertamente na base dinista

 

Mesmo com a agressiva guerrilha contra Weverton Rocha, Flávio Dino não conseguiu descolar seu candidato do senador pedetista

O ex-governador Flávio Dino (PSB) promoveu nas últimas semanas uma verdadeira guerrilha contra o senador Weverton Rocha (PDT), na tentativa de esvaziar sua candidatura e tirá-lo do caminho do agora novo governador Carlos Brandão (PSB).

Não adiantou.

De acordo com pesquisa Escutec divulgada neste sábado, 2, pelo Grupo Mirante, Weverton mantém-se ente os líderes da corrida, com 21%, mesmo empatado com Brandão, que aparece com 22%.

A pesquisa também frustrou as tentativas do Palácio dos Leões de promover um candidato de Bolsonaro para facilitar a vida de Brandão num eventual segundo turno; o mais bem posicionado da base bolsonarista é o ex-prefeito Edivaldo Júnior (PSD), com distantes 12%.

Roberto Rocha (PTB), Lahésio Bonfim (Agir36) e Josimar Maranhãozinho (PL) vêm na sequência, com 10%, 9% e 5%, respectivamente.

Simplício Araújo (Solidariedade) registrou 2% e Enilton Rodrigues (PSOL) 1%; Hertz Dias não pontuou.

Embora não tenha sido divulgado, a Excutec também testou cenários de segundo turno, entre Brandão e Weverton e entre os dois e outros candidatos.

Registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-00150/2022, a pesquisa Escutec ouviu 2 mil eleitores nos dias 27 de março a 1º de abril. A margem de erro é de 2,19% para mais ou para menos.

2

Weverton consolidado; Brandão ainda buscando vaga em segundo turno

Primeira pesquisa eleitoral divulgada em 2022, do instituto Exata, mostra que o senador é o principal candidato a governador; e aponta uma disputa que pode se acirrar entre o vice-governador, o senador Roberto Rocha e o ex-prefeito Edivaldo Júnior

 

Weverton mantém performance registrada desde 2021 e se consolida como principal candidato a governador

Análise da notícia

A primeira pesquisa divulgada em 2022 sobre a corrida eleitoral no Maranhão mostrou um quadro de consolidação do senador Weverton Rocha (PDT) como principal candidato a governador.

Ele lidera todos os cenários e vence também todos os adversários em um eventual segundo turno, mantendo a performance construída a partir de 2021.

Por outro lado, o levantamento Exata/O Imparcial revelou o que já se esperava: uma tentativa de recuperação do vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Pesquisa Exata mostra disputa acirrada pelo segundo lugar, entre Carlos Brandão Roberto Rocha e Edivaldo Júnior

Mas Brandão ainda disputa vaga no segundo turno, mesmo após ser anunciado como “escolha pessoal” do governador Flávio Dino (PSB); surpreendentemente, o senador Roberto Rocha – mesmo ainda sem partido – mantém boa performance, disputando o segundo lugar com Brandão.

Os próximos meses serão decisivos para a “escolha pessoal” de Flávio Dino.

O vice-governador precisa se distanciar do segundo pelotão para começar a pensar numa polarização com Weverton Rocha.

Para isso, tem trunfos: vai assumir o governo em abril e tem margem de negociação pelo menos até o final de junho.

A pesquisa Exata/O Imparcial também reflete um fato já analisado no blog Marco Aurélio D’Eça: a campanha de apartamento de Edivaldo Júnior começa a perder fôlego, o que pode tirá-lo da disputa pelo segundo turno antes mesmo das convenções.

Agora em quarto lugar, com 10%, Edivaldo aparece empatado com Lahésio Bonfim (PTC), com 9%, e em condição de empate técnico com Josimar Maranhãozinho (PL), que tem 6%.

Na expectativa por um melhor desempenho de Carlos Brandão, os números também ainda não mostram se haverá espaço para uma terceira via, o que só se saberá às vésperas das convenções partidárias, em julho.

Até lá, cada um se movimentará como pode…

5

Weverton vence em Codó mesmo sem apoio de nenhum grupo político, mostra pesquisa

Senador lidera todos os cenários da corrida pelo Palácio dos Leões no sexto maior colégio eleitoral do estado, batendo no confronto direto o vice-governador Carlos Brandão, chegando a ter quatro vezes mais votos que a “escolha pessoal” do governador Flávio Dino

 

Líder em todas as pesquisas, Weverton lidera em Codó mesmo sem apoio de nenhum dos principais grupos políticos

O senador Weverton Rocha (PDT) mostra-se consolidado como principal candidato a governador em todos os colégios eleitorais do Maranhão; é o que mostra pesquisa do Instituto Exata, divulgada nesta quinta-feira, 10, com a preferência do eleitorado no município de Codó, sexto maior eleitorado do estado.

Mesmo sem apoio de nenhum dos principais grupos políticos codoenses, Weverton chega a 55% dos votos, no confronto direto com o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), que registra apenas 18%.

No principal cenário da pesquisa Exata, Weverton lidera com 41% das intenções de votos, seguido pelo senador Roberto Rocha (PSDB), com 15%. Neste cenário, Brandão aparece apenas em terceiro, com 12%. Lahésio Bonfim (PTC) tem 4%, Simplício Araújo (Solidariedade) e Edivaldo Júnior (PSD) registram 1%.

No cenário sem a presença de Roberto Rocha, Simplício Araújo e Enilton Rodrigues, Weverton aparece com 49%, Brandão com 14%, Lahesio com 5% e Edivaldo com 3%, empatado com Josimar do Maranhãozinho (PL). 

A Exata mediu também cenários com três candidatos  – Weverton, Brandão e Edivaldo – e um confronto direto entre o senador e a “escolha pessoal” de Flávio Dino; em todos, Weverton vence, com índices que variam entre 53% e 55%, bem à frente dos concorrentes.

Registrada na Justiça Eleitoral com o número MA-04619/2022,  a pesquisa foi realizada nos dias 2 e 3 de fevereiro e tem margem de erro de 3,98 pontos percentuais, para mais ou para menos.

0

Em Timon, Weverton tem quase o dobro da soma dos adversários…

Senador aparece com 18,50% das intenções de votos, segundo Instituto Pontuar, contra 11,5% dos outros candidatos; Simplício Araújo é o segundo, com o dobro das intenções de votos do vice-governador Carlos Brandão

 

O senador Weverton Rocha (PDT) confirma a liderança que mantém em todas as pesquisas e em todos s municípios do interior maranhense.

E chega a quase o dobro das intenções de votos da soma dos adversários em T8imon, mostrando a liderança também do grupo do ex-prefeito Luciano leitoa.

De acordo com o instituto Pontuar, o senador do PDT tem 18,50% das intenções de votos, contra 11,50% dos adversários somados.

Neste levantamento, o segundo colocado é o secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo (Solidariedade), que tem quase o dobro dos votos citados no vice-governador  Carlos Brandão (PSDB).

O Instituto Pontuar ouviu 400 pessoas em Timon no dia 4 de dezembro…

2

Weverton tem quase o triplo de votos do segundo colocado em Imperatriz

Senador lidera a corrida eleitoral em todos os cenários pesquisados no município, chegando a registrar quase 60% das intenções de votos em cenários sem Roseana Sarney e sem Roberto Rocha, segundo revelou pesquisa do Instituto Exata

 

Com forte base em Imperatriz, sua cidade natal, Weverton impõe quase três vezes mais intenções de votos sobre o segundo colocado na pesquisa Exata

O senador Weverton Rocha (PDT) lidera todos os cenários da corrida pela sucessão do govenador Flávio Dino (PSB), segundo revelou pesquisa Exata, divulgada nesta quarta-feira, 1º.

No principal cenário, ele aparece com 39%, quase três vezes mais o percentual da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), que aparece com 15%, em empate técnico com o senador Roberto Rocha (sem partido), que registra 13%.

Neste cenário, o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) tem 3%, o Dr. Lahésio Bonfim (PSL) aparece com 9% e Josimar de Maranhãozinho (PL) registra 2%.

Os demais candidatos – Edivaldo Júnior (PSD) e Simplício Araújo (Solidariedade) – aparecem com 1% das intenções de votos.

Weverton Rocha vai a 50% quando Roseana sai da lista de candidatos; e a 57% quando são mantidos apenas Brandão e Edivaldo.

O Instituto Exata divulgou também um, cenário entre Weverton e Brandão – uma espécie de simulação de um eventual segundo turno. O senador venceria com 60% dos votos, contra 12% de Carlos Brandão.

Weverton lidera o principal cenário da pesquisa Exata, com ampla maioria dos votos em Imperatriz

A pesquisa revelou também o grau de rejeição do eleitorado em relação aos candidatos.

Neste quesito, Roseana aparece com 60% de eleitores que não votariam nela de jeito nenhum. Carlos Brandão tem 18% de rejeição, Josimar 17%, Edivaldo Holanda 14%, Lahesio e Weverton 13%, Simplício 10% e Roberto Rocha 8%.

A pesquisa Exata ouviu 600 eleitores em Imperatriz, entre os dias 26 e 28 de agosto, em 21 bairros do município.

0

Enoque Mota supera 80% de aprovação em Pastos Bons…

Pesquisa de opinião pública realizada pelo Instituto Correta mostrou que o prefeito de Pastos Bons, Enoque Mota (PTB), tem aprovação de 81,67% da população do município.

De forma individualizada, 56,39% dos entrevistados classificaram a gestão do prefeito como boa e Para outros 7.22%  classificação como ótima totalizando 63.61% entre boa e ótima.

A pesquisa quantitativa foi realizada entre os dias 06 e 10 de agosto deste ano com abordagens pessoal e individual, aplicada com base em questionário estruturado. Foram entrevistadas 360 eleitores de Pastos Bons, com 16 anos ou mais.

Para a entrevista, foram ouvidos moradores da sede do município e povoados.

Asscom – Prefeitura de Pastos Bons