2

Conselheiro do TCE recebeu mais de R$ 5 mil por mês só em diárias em 2018

Entre janeiro e novembro, Washington Oliveira teve R$ 59.047,74 a mais para custeio de hospedagem em eventos pelo mundo; só em setembro, foram 12 dias fora das ações no tribunal

 

Washington Oliveira: viagens nacionais e internacionais e pouca presença no TCE

O conselheiro Washington Oliveira, do Tribunal de Contas do Estado, recebeu nada menos que R$ 59.047,74 em diárias de viagens entre os meses de janeiro e novembro de 2018.

São nada menos que cerca de R$ 5,3 mil a mais em seus proventos a cada mês.

A informação foi dada pelo blog de Antonio Martins. (Leia aqui)

Oliveira – que foi vice-governador do Maranhão entre 2010 e 2013, quando deixou o mandato para assumir vaga na Corte de Contas – viajou vários estados do Brasil e também a outros países.

Em setembro, foram três portarias em um único mês, assinadas pelo presidente do TCE, Caldas Furtado, autorizando pagamento de diárias para Oliveira, que ficou 12 dias fora da corte.

Maior viajante do TCE maranhense, Washington Oliveira já tinha recebido R$ 42.290,80 em 2017 também em diárias, o que dá mais de R$ 100 mil em menos de dois anos.

Apesar do alto valor pago em diárias a um único conselheiro, a questão não é ilegal, e está prevista em resolução do próprio tribunal.

Além das diárias para pagamentos de hotel, o TCE gasta com Washington também em passagens aéreas e indenização de transporte nos locais em que ele esteja pelo mundo.

E o contribuinte paga a conta…

4

Flávio Dino recebeu R$ 14 mil em diárias para evento pessoal nos EUA…

Governo classificou de “institucional” a viagem do comunista para Boston (Massachusetts) em que palestrou em evento privado, de alunos brasileiros, ao de outras autoridades e de artistas como Anitta, que roubou a cena

 

DINHEIRO PÚBLICO. Flávio Dino em Boston: evento de prestígio particular pago pelo contribuinte maranhense

O povo maranhense pagou nada menos que R$ 14 mil só em diárias para o governador Flávio Dino (PCdoB) ir a Massachusetts, nos Estados Unidos, participar de evento particular de alunos brasileiros em Havard e no MIT.

O governo chefiado pelo próprio comunista entendeu que a viagem dele era uma “agenda institucional” e decidiu pagar R$ 14.644,80 em diárias, liberadas em tempo recorde, diferentemente do que ocorre com os demais servidores.

A informação foi dada hoje em primeira mão no blog do jornalista Gilberto Léda.

PRIVILEGIADO. O comprovante do pagamento das diárias: emitido, empenhado, liquidado e pago em tempo recorde

Flávio foi à cidade de Boston como palestrante de uma associação de alunos brasileiros, vento do qual participaram outras autoridades e a cantora Anitta, a mais ovacionada dentre as participantes.

Ainda não se sabe quem pagou as passagens para o governador participar do evento particular.

Mas como o seu governo entende tratar-se de uma agenda institucional…

3

Em nota, Aluisio esclarece pagamento de diárias de hotel…

Parlamentar assegura que informação está equivocada quando diz que valor é de apenas uma diária e garante que o uso da verba indenizatória para deslocamentos e hospedagem tem amparo legal

 

Aluisio mostrou documentos para contestar denúncia

O deputado federal Aluisio Mendes (Podemos) emitiu nota nesta quinta-feira, 24, em que rebate as acusações sobre uso de verba da Câmara Federal para pagamento de diárias em hotel.

– A informação divulgada pelo Bom Dia Brasil foi equivocada quando afirma que o valor refere-se a apenas UMA diária no Hotel Luzeiros, quando na verdade é referente ao custo de cinco dias de hospedagem, conforme consta na discriminação dos serviços na nota fiscal divulgada – afirma o parlamentar. (Veja nota fiscal abaixo)

Área grifada mostra data de entrada e de saída do deputado, perfazendo cinco diárias

Ainda de acordo com Aluisio Mendes, seus gastos com deslocamento e hospedagem estão amparados pela lei.

Abaixo, a íntegra da nota do deputado:

A respeito de notícia veiculada sobre gasto com hospedagem em São Luís, o deputado Aluisio Mendes tem a esclarecer que:

– O uso de verba indenizatória para deslocamento e hospedagens no exercício do mandato parlamentar é totalmente legal;

– A informação divulgada pelo Bom Dia Brasil foi equivocada quando afirma que o valor refere-se a apenas UMA diária no Hotel Luzeiros, quando na verdade é referente ao custo de cinco dias de hospedagem, conforme consta na discriminação dos serviços na nota fiscal divulgada (em anexo).

– Ressalta que utiliza a verba indenizatória de forma rigorosamente legal, sendo um dos parlamentares que menos gasta e inclusive tem gastos inferiores aos limites estabelecidos pelo Legislativo, como o que se refere à contratação de pessoal (é um dos três deputados federais que não usa 100% da cota de pessoal).

– Conclui que utiliza a verba indenizatória com total respeito às exigências legais e com o único intuito de desempenhar da melhor forma possível o mandato parlamentar, sempre atuando pelo desenvolvimento do Maranhão.

Aluísio Mendes

Deputado federal

4

As diárias na Assembléia Legislativa…

Plenário da Assembléia

Do blog de Itevaldo Júnior

A Assembleia Legislativa do Maranhão gastou R$ 95.360,00 com diárias em 2010. O parlamento estadual tem uma previsão anual – ano passado foi de R$ 137.580,00 – de quanto gastará com diárias para parlamentares e servidores da Casa.

Dos R$ 135 mil a Assembleia gastou cerca de 69,31%. Desse total R$ 38.200,00 foram com diárias pagas para deputados. O restante da grana foi gasta com diárias para 30 servidores do parlamento.

No ano passado, apenas 12 parlamentares requisitaram diárias do parlamento estadual.

Os deputados que receberam diárias foram: Antonio Bacelar; Alberto Franco, Tatá Milhomem, Domingos Paz, Edivaldo Holanda, Pavão Filho, Marcelo Tavares, Penaldon Jorge, Raimundo Cutrim, Rigo Teles, Stenio Resende e Valdinar Barros.

O ex-presidente da Casa, Marcelo Tavares (PSB) com R$ 11.400,00; Raimundo Cutrim (DEM) com R$ 4.800,00; Antonio Bacelar (PV) e Edivaldo Holanda (PTC) com R$ 3.600,00… Continue lendo aqui