0

Júnior Vieira volta à prefeitura, agora como titular da Semcas…

 

Ex-secretário de Segurança Alimentar, atual suplente de deputado estadual retorna à gestão de Eduardo Braide consolidando o apoio do PRB, do deputado federal Aluisio Mendes

 

Braide entre Aluisio e Júnior Vieira; apoio do Republicanos

O partido Republicanos ampliou seu espaço na gestão do prefeito Eduardo Braide (PSD) e vai comandar a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas); o indicado para o posto é o suplente de deputado estadual Júnior Vieira.

A indicação de Vieira consolida o apoio do PRB a Braide; o partido pé comandado no Maranhão pelo deputado federal Aluisio Mendes.

– É uma honra voltar para a gestão do prefeito Eduardo Braide. Já fui secretário dele na SEMSA, e juntos fizemos o maior trabalho já visto na secretaria. Agradeço a confiança do prefeito e do deputado Aluísio Mendes. Assim como me dediquei na SEMSA, buscarei da o meu melhor para fazer da SEMCAS uma das maiores secretarias do nosso prefeito. Que Deus nos abençoe – disse Júnior vieira.

A  Semsa a que se refere o novo secretário é a pasta da Segurança Alimentar, que ele comandou no primeiro ano da gestão de Braide.

Júnior Vieira é também ligado ao vereador  Gutemberg Araújo (PSC), que também apoia Braide…

0

Temendo segundo turno com Neto Evangelista, Eduardo Braide tenta apoio do MDB

Candidato do União Brasil mantém forte relação com os deputados federais Roseana Sarney e Aluísio Mendes, e mantém a disposição de diálogo com todos os pré-candidatos na capital maranhense, à exceção do atual prefeito

 

Roseana recebeu Neto Evangelista e mantém boa relação com o deputado estadual

O titular deste blog Marco Aurélio d’Eça teve acesso exclusivo a pesquisas realizadas por dirigentes de partidos que apontam O deputado estadual Neto Evangelista (União Brasil) como o candidato que pode tirar a Prefeitura de São Luís de Eduardo Braide (PSD).

dentre os nomes até agora avaliados em pesquisas, Neto é o candidato mais bem avaliado em uma hipótese de segundo turno nas eleições de 2024.

Neste cenário, as pesquisas indicam uma alta rejeição do deputado federal Duarte Júnior (PSB), se comparado com outros candidatos. Vale destacar que Duarte ainda não recebeu aval do seu partido, o PSB, para oficializar sua pré-candidatura.

O deputado é o único pré-candidato da base governista que já tem o aval dos eu partido, o União Brasil, para concorrer em São Luís

Aliado do governador Carlos Brandão, Evangelista é o único pré-candidato oficial a prefeito de São Luís, já anunciado pelo próprio partido.

O deputado tem se movimentado na classe política e demonstrado boa relação com figuras importantes como os deputados federais Roseana Sarney (MDB) e Aluísio Mendes (Republicanos).

Neto Evangelista chegou a afirmar que existe possibilidade de aliança com todos os candidatos que disputam a Prefeitura de São Luís, com exceção do atual prefeito. Ele chegou a divulgar em suas redes sociais reunião com o presidente da Câmara de São Luís, vereador Paulo Victor (PSDB), que já anunciou a retirada da sua candidatura.

Aluísio mendes também já recebeu Neto Evangelista para conversas políticas relacionadas às eleições de 2024

Nas eleições de 2020, Neto Evangelista obteve mais de 83 mil votos para prefeito de São Luís, ficando em terceiro lugar na disputa.

O parlamentar foi fator decisivo na vitória do atual prefeito Eduardo Braide, quando o apoiou na disputa do segundo turno com Duarte Júnior.

0

Aluísio Mendes faz as pazes com Braide e deve voltar a ter aliados na prefeitura…

Após desgastes e consequente afastamento relacionados às eleiçoes de 2022, deputado federal conversou com o prefeito de São Luís e deve indicar o comando da Educação ou da Saúde

 

Aluisio Mendes volta a ter nomes na prefeitura administrada por Eduardo Braide

O deputado federal Aluisio Mendes, que comanda o PRB no Maranhão, deve voltar a ter aliados na Prefeitura de São Luís.

Ele recebeu o prefeito Eduardo Braide (PSD) dias atrás, numa conversa que não foi fácil, mas acabou selando a paz entre os dois, segundo apurou este blog Marco Aurélio d’Eça.

Aluisio e Braide se desentenderam no decorrer das eleições de 2022, o que resultou no afastamento do deputado.

Antes das eleiçoes ele tinha na Secretaria de Segurança Alimentar o aliado Júnior Vieira (PSC), que foi candidato a deputado estadual, mas não retornou à pasta.

Ainda segundo apurou este blog Marco Aurélio d’Eça, Aluísio deve indicar um novo secretário em São Luís.

Seu indicado deve ocupar a Secretaria de Educação ou mesmo a pasta da Saúde.

É o que se saberá nos próximos dias…

0

Caso Décio Sá: um crime sem solução…

Numa das mais escandalosas manipulações da história do Maranhão, polícia, Ministério Público e Judiciário se uniram para criar uma narrativa que agradasse aos poderosos de plantão, muitos dos quais o próprio jornalista dedicava devoção absoluta

 

Décio Sá: injustiçado esquecido por aqueles que ele aplaudia

A morte do jornalista Décio Sá é, até hoje, passados 11 anos, um crime com corpo e sem cabeça.

A polícia, o Ministério Público e o próprio Judiciário se juntaram para criar uma teia que agradasse aos poderosos de plantão, muitos aplaudidos em vida pela própria vítima, hoje esquecida até por pessoas próximas, a quem ele dedicou anos de sua existência.

Sob a tutela do hoje deputado federal Aluisio Mendes, a investigação do assassinato de Décio Sá foi montada claramente para livrar o mandante, apontando um bode expiatório chamado Gláucio Alencar, a quem muitos poderosos deviam e precisavam tirar de circulação.

Mas o agenciador do pistoleiro Jhonatan de Souza, foi Junior Bolinha, que trabalhava, bebia e vivia em volta do empresário Marcos Túlio Regadas.

A arma usada pelo assassino pertencia ao capitão da PM Fabio Aurélio, o Fábio Capita, que era segurança de… Marcos Túlio Regadas.

E a rota de fuga do assassino foi montada a partir do Jeep Clube de São Luís, à época coordenado pelo próprio Capita.

O próprio Júnior Bolinha escreveu carta em que aponta Regadas como mandante do assassinato, fato totalmente ignorado por policiais, juízes e promotores que cuidaram do caso.

Empresário poderoso, dono da Franere, do Golden Shopping e do Rio Anil Shopping, Regadas era sogro de ninguém menos que Tati Lobão, neta do então senador Edson Lobão. Era um homem que frequentava as altas rodas, financiava campanhas eleitorais e tinha relações com clãs poderosos do Maranhão, tanto no Executivo quanto no Judiciário.

Gláucio era um empresário da construção, mas sua atividade principal era a agiotagem; financiava prefeitos, vereadores, deputados, juízes, promotores, policiais e criminosos de toda sorte.

Muita gente o devia; muita gente ganhou com sua prisão pela morte de Décio.

A história contada por Aluísio Mendes agradou aos poderosos, beneficiou empresários e tirou de circulação o incômodo chamado Gláucio Alencar.

Hoje, Décio Sá é assunto proibido na roda de conversas até de gente que se dizia próxima.

E o crime segue sem solução…

1

No comando do PRB, Aluisio Mendes não se sente contemplado na gestão de Braide…

Deputado federal disse em entrevista que a única pasta que seria do partido na Prefeitura é a de Esportes, cuja indicação é da cota pessoal do também deputado federal Cléber Verde; “Temos que sentar e rediscutir. Pelo tamanho e importância do Republicanos tem que ser em níveis diferentes”, afirmou o parlamentar

 

Braide vai ter que rediscutir com Aluisio a participação do PRB em sua gestão e o apoio nas eleições de 2024

O deputado federal Aluisio Mendes, agora presidente do partido Republicanos no Maranhão, mandou ontem, em entrevista ao programa Ponto Continuando, da rádio 92,3 FM, um claro recado ao prefeito de São Luís, Eduardo Braide (PSD).

O parlamentar mostrou não se sentir contemplado na gestão do prefeito, mesmo com o PRB tendo o controle da Secretaria de Esportes e Lazer; segundo ele, essa indicação é pessoal do deputado Cléber Verde, e pode continuar com ele. 

– Se o acordo da Secretaria de Esportes foi com o partido Republicanos este acordo não existe mais. Se foi com o Cléber Verde, que tem legitimidade, este acordo com ele pode seguir – afirmou o deputado.

Lembrando que o Republicanos é um dos poucos partidos fora do arco de controle do Governo Carlos Brandão (PSB) – e único que pode, efetivamente, estar com Braide em 2024 – Aluisio quer rediscutir a participação na Prefeitura de São Luís.

– Temos que sentar e rediscutir. Pelo tamanho e importância do Republicanos tem que ser em níveis diferentes – afirmou.

O PRB tem um dos maiores tempos de propaganda eleitoral no rádio e na TV e dispõe também de forte cota no Fundo Partidário e no Fundo Eleitoral, o que é um atrativo para qualquer candidato.

– E eu tenho muitos defeitos, mas uma das minhas qualidades é que quando eu dou minha palavra eu não volto atrás – sinalizou Aluisio Mendes.

0

Aluisio Mendes será presidente do PRB maranhense…

Deputado federal reeleito deixou o PSC após fusão do partido com o Podemos e ingressou no Republicanos a convite da direção nacional, garantindo a presidência do diretório estadual no lugar do colega Cléber Verde

 

Aluisio Mendes com Marcos Pereira, presidente nacional do Republicanos, que o deputado maranhense vai presidir no estado a partir de agora

O deputado federal reeleito Aluísio Mendes será o presidente do Republicanos no Maranhão.

Ele anunciou sua saída do PSC, que se fundiu ao Podemos na semana passada.

A convite da direção nacional, o parlamentar entrou no PRB e vai substitui o colega Cléber Verde no comando da legenda.

– Fiquei muito honrado com o convite para ingressar e presidir o Republicanos no estado. Sei do grande desafio que temos pela frente pois nossa meta será transformar o Republicanos em um dos maiores partidos do estado. Agradeço a acolhida dos deputados Cleber Verde e Gil Cutrim e tenho certeza que irei contar com o apoio de ambos nessa missão – disse Aluísio.

O Republicanos tem a 6ª maior bancada da Câmara dos deputados e a 8ª maior bancada no Senado. A sigla elegeu 41 deputados federais, 76 deputados estaduais, 2 senadores, 1 governador e 2 vice-governadores.

5

Aluisio Mendes reafirma apoio do PSC a Roberto Rocha e “convida” Lahésio a deixar o partido…

Um dia depois de o candidato a governador da legenda voltar a hostilizar a candidatura do senador petebista e declarar apoio ao Pastor Bel, deputado federal que preside a legenda diz que tem a melhor escolha para o Maranhão, o que põe em risco o futuro da própria candidatura do ex-prefeito de São Pedro dos Crentes

 

Em café da manhã com com Roberto Rocha e Edilázio Júnior, Aluisio Mendes deu duas opções a Lahésio Bonfim: apoiar a reeleição do senador do PTB ou deixar o PSC

O presidente regi9onal do PSC, deputado federal Aluisio mendes, reafirmou nesta quarta-feira, 13, apoio integral do partido à reeleição do senador  Roberto Rocha (PTB).

A declaração de Aluisio, que se reuniu em Brasília com Rocha em um café da manhã do qual participou também o deputado federal Edilázio Júnior, presidente do PSD, se deu menos de 24 horas depois de o candidato do seu partido, Dr. Lahésio Bonfim, voltar a hostilizar e desdenhar da candidatura do senador petebista.

– Como presidente do PSC Estadual, não só em nome da minha pessoa, mas de todos os filiados do PSC, reafirmo apoio integral a pré-candidatura à reeleição do nosso Senador Roberto Rocha, que é sem dúvida nenhuma a melhor opção para o nosso Maranhão – afirmou Aluisio, em post nas suas redes socais.

O curioso é que a reação de Lahésio contra Roberto Rocha se deu menos de uma semana depois de o próprio Aluísio tentar articular um reforço à sua candidatura, defendendo a renúncia de Edivaldo Júnior, candidato do partido de Edilázio.

Não apenas a reafirmação do apoio a Roberto Rocha, mas também a declaração seguinte de Aluisio põem em risco a candidatura do próprio Lahésio Bonfim no PSC.

– Aqueles filiados do PSC que não se sentirem confortáveis com a decisão da executiva estadual, estão liberados para procurar outro partido – declarou, num recado direto a Lahésio Bonfim.

Com a postura beligerante e quase sempre atrelada aos interesses do Palácio dos Leões, o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes põe em risco a própria candidatura, já que não tem mais prazo legal para trocar de partido. 

Mas esta é uma outra história…

2

Aluisio prega renúncia de Edivaldo em favor de Lahésio e abre crise na oposição bolsonarista…

Presidente do PSC, deputado federal diz que existe uma articulação para apoio do ex-prefeito de São Luís ao colega de São Pedro dos Crentes, mas é desmentido pelo presidente do PSD e também deputado federal Edilázio Júnior

 

Ambos ligados à base de Bolsonaro, os deputados Edilázio e Aluisio não se entendem sobre aliança entre Edivaldo Júnior e Lahésio Bonfim

 

Análise da notícia

Uma tentativa de articulação do deputado federal Aluisio Mendes em favor do candidato do PSC ao Governo, Dr. Lahésio Bonfim, acabou por gerar uma crise na oposição ligada ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

Em entrevista ao blog do jornalista Diego Emir, Aluisio revelou a existência de um diálogo – “ainda em forma embrionária” – para que o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PSD) desista da disputa em favor do colega de São Pedro dos Crentes.

De acordo coma  última pesquisa do Instituto Exata, divulgada em junho pelo jornal O Imparcial, Lahésio ocupa hoje a terceira posição, com 14% das intenções de votos, seguido por Edivaldo Júnior, com 11%; a soma dos dois chega a 25%, mais que as intenções de votos do governador-tampão Carlos Brandão, que tem 24%.

A aliança entre Lahésio e Edivaldo, portanto, tiraria Brandão do segundo turno contra o senador Weverton Rocha (PDT), que lidera a disputa, com 29%.

Mas a resposta do PSD foi dura.

– Chance zero – afirmou o deputado federal Edilázio Júnior (PSD) ao blog do jornalista John Cutrim.

As articulações, portanto, podem até render alianças.

Caminha mais para uma crise, porém…

0

Dr. Lahésio resolve diminuir até o controlador do seu próprio partido…

Ex-prefeito, que peregrinou por diversas legendas até encontrar abrigo partidário no PSC de Aluísio Mendes agora dá sinais de que não segue orientação partidária em seu projeto de se transformar candidato ao governo para se viabilizar na região tocantina em 2024

 

Lahésio agora desautoriza o próprio presidente do partido que lhe deu abrigo para ser candidato a governador

Empolgado com o apoio moral de bastidores que recebe do Palácio dos Leões à sua pré-candidatura ao governo, o Dr. Lahésio Bonfim (PSC) dá sinais de que parece mesmo que a força leonina subiu-lhe a cabeça.

Filiado ao PSC do deputado federal Aluisio Mendes, Lahésio agora desautoriza até mesmo o próprio Aluísio a falar em nomes da candidatura.

A princípio, o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes tinha um objetivo nas eleições e 2022: fortalecer seu nome na região tocantina para se viabilizar candidato a prefeito de Imperatriz já nas eleições de 2024; a princípio, a articulação vinha dando certo, com grande espaço para ele na região.

A dificuldade era apena viabilizar um rumo partidário; peregrinou pelo Podemos, tentou o PL, foi para o PTB, articulou o Agir36, tentou voltar ao PTB até chegar ao PSC, abrigado por Aluisio Mendes.

Mas parece que o chamado dos Leões subiu-lhe mesmo a cabeça.

– O Aluisio não tem procuração para falar pelo Lahesio Bonfim – disse, ao uma emissora do interior, para desdenhar das articulações de aliança feitas pelo presidente do seu partido.

Estimulado nos bastidores pelos agentes ligados à candidatura do governador-tampão Carlos Brandão (PSB), o pré-candidato do PSC já entende que está acima do próprio PSC.

Há um, único problema para Dr. Lahésio: ele não pode mais trocar de partido e corre o risco de perder a legenda do PSC,.

O que o tira definitivamente das eleições de 2022.

Pelo menos ele pode esperar 2024 em Imperatriz…

0

Aluisio Mendes vive drama para viabilizar reeleição…

Sem nominata no PSC capaz de atingir o coeficiente partidário nas eleições de 2022, deputado federal apostava na filiação ao mesmo partido de Bolsonaro para ganhar peso eleitoral no Maranhão; só não esperava que o presidente seguiria para o PL, do seu arqui-inimigo Josimar Maranhãozinho

 

Aluisio apostava sua reeleição na filiação ao mesmo partido de Bolsonaro, mas não esperava que fosse o PL, de Josimar Maranhãozinho

Até então tranquilo quanto ao futuro de sua reeleição, o deputado federal Aluisio Mendes (PSC ) passou a se preocupar, de fato, com o risco de acabar não conseguindo legenda suficiente para garantir novo mandato em 2022.

O parlamentar tem o controle absoluto do PSC, mas não tem uma chapa forte de candidatos a deputado federal que possa somar a ponto de o partido garantir o coeficiente partidário – algo em torno de 160 mil votos – que garanta ao menos uma vaga na Câmara Federal.

A solução que vinha sendo esperada por Aluisio era a entrada no mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro, o que garantiria a ele musculatura tanto para atrair candidatos quanto para ter legenda suficiente e entrar no rateio das vagas.

O problema é que Bolsonaro deve mesmo se filiar ao PL, que, no Maranhão, é controlado pelo arqui-inimigo de Mendes, o também deputado federal Josimar Maranhãozinho.

Numa ação já meio que desesperada, Aluisio ainda tentou reforçar o senador Roberto Rocha (sem partido) na tentativa de tomar o PL, via Bolsonaro, o que foi vetado pelo presidente nacional da sigla, Valdemar Costa Neto.

Agora, o deputado federal terá que buscar uma reconciliação com Maranhãozinho ou encontrar outras formas de fortalecer o seu PSC.

Caso contrário, verá o sonho da reeleição ir por água abaixo…