0

Deputados apontam “incompetência da comunicação de Brandão”…

Sem planejamento, secretaria comandada pelo publicitário Sérgio Macedo errou mais uma vez na falta de divulgação dos projetos de adequação da pista de Atletismo do Castelão e deixou o governador apanhar desnecessariamente, além de deixar os parlamentares sem as informações necessárias para a explicação à opinião pública

 

Até um vídeo já foi produzido sobre as obras da pista do castelão; só a Secom não teve a informação necessária

A evidente incapacidade geracional do publicitário Sérgio Macedo à frente da Secretaria de Comunicação do governo Carlos Brandão (PSB) foi exposta mais uma vez nesta quarta-feira, 29, agora na Assembleia Legislativa.

O deputado estadual Dr. Yglésio Moyses (PRTB) culpou a Secom pelas críticas sofridas há uma semana por Brandão, por causa das obras de construção de uma arena junina na pista de atletismo do Castelão.

Iniciada há duas semanas, a obra – que já resultou até na morte de um atleta amador – pegou de surpresa a classe política e a opinião pública por que pareceu ser feita de supetão, destruindo a pista de atletismo histórica do Complexo apenas por causa das festas juninas; mas não foi.

A obra foi planejada, trabalhada e organizada pela Secretaria de Esportes (Sedel), não apenas para abrigar a arena junina, mas para recuperar a própria pista de atletismo e todo o seu entorno.

O projeto de reforma e ampliação da pista de atletismo Professor Furtado será composto por:

  • pista de atletismo para corridas de curta, média e longa distancia com ou sem barreira;
  • arena para salto em altura, salto com vara, salto em distância e salto triplo;
  • arena para lançamento do disco, do martelo, do peso e do dardo
  • arquibancada coberta, da cabine de telecomunicações
  • salas de apoios, banheiros, vestiários, depósitos

A área já iria precisar ser terraplanada novamente; o que o governo vai fazer é apenas aproveitar a terraplanagem para montar a arena, obra que servirá para construção da nova pista. Ou seja: o governo está fazendo certo o negócio, mas não tem capacidade de ganhar uma batalha de comunicação. E está apanhando”, disse Yglésio, na tribuna.

Uma das maquetes eletrônicas das novas áreas de atletismo que serão construídas no Castelão; mas a Secom não divulgou nada…

Este blog Marco Aurélio d’Eça já mostrou em diversos posts, desde o início do governo Brandão, a incapacidade da atual gestão da Secom de se adaptar às novas mídias e à nova realidade de Comunicação, insistindo em modelos arcaicos e ultrapassados. (Releia aqui, aqui, aqui e aqui).

No caso específico da Pista de Atletismo, houve a abertura de licitação, montagem de projeto e anúncio da obra, sem que a Secom tratasse do assunto antecipadamente – e nem mesmo depois da pancadaria em Brandão.

A crítica de Yglésio à Secom levou a um aparte do também deputado Othelino Neto (PSB), surpreendido com a desinformação em torno dessas ações do governo.

Se esse projeto existe, é o exemplo maior da incompetência, da incapacidade de se comunicar. Como um projeto desse existe e ninguém sabe?”, completou.

0

Famem e Eliziane Gama reúnem dezenas de prefeitos em Brasília

Coordenadora da bancada federal, senadora presidiu a reunião de parlamentares e ministros maranhenses do governo Lula  com os gestores municipais que estão na capital federal e apresentaram suas prioridades

 

Eliziane Gama preside a reunião com Ivo Rezende, a representante da CNM e os ministros Juscelino Filho e André Fufuca

A senadora Eliziane Gama (PSD) presidiu nesta terça-feira, 21, reunião da bancada federal do Maranhão com prefeitos em Brasília.

O ato teve a presença de dois ministros de Estado (André Fufuca, do Esporte, e Juscelino Filho, das Comunicações) e foi realizado pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) em conjunto com a coordenação da bancada.

“É com muita honra e alegria que presido esta bancada com o objetivo de atender os interesses para desenvolvimento do nosso estado. Nosso mandato tem atenção voltada à causa municipalista, cuja lista de reivindicações é extensa, por isso, esse encontro é um grande passo para avançarmos na direção de atender os pleitos”, destacou Eliziane Gama.

É a primeira vez que a bancada do Maranhão é coordenada por uma senadora da República.

A Famem e a Confederação Nacional dos Municípios apresentaram durante o encontro no Senado a pauta de prioridades das entidades.

Entre os pontos de interesse dos municípios estão a criação da autoridade climática interfederativa com fonte definida de recursos e a aprovação de emenda que estabelece acordo de desoneração da folha, parcelamento de dívidas previdenciárias e novo regime de precatórios.

A Federação que representa os municípios maranhenses também informou que é reivindicação dos munícipes a aprovação de uma PEC que estabelece adicional de 1,5% ao FPM.

Da Assessoria

0

Assembleia prorroga prazo da CPI do Futebol

Pedido aprovado nesta quarta-feira, 13, foi feito pelo presidente da comissão, deputado Osmar Filho, para que sejam ouvidas novas testemunhas; prazo final encerra em fevereiro

 

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou nesta terça-feira (12), a prorrogação do prazo em mais 60 dias, da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instalada para apurar supostas manipulações nos resultados de jogos de futebol do Maranhão. A decisão é resultado de um requerimento do deputado Osmar Filho (PDT), presidente da Comissão.

“Foi prorrogada a CPI, para que a gente possa ouvir novas testemunhas, que vão surgindo a cada depoimento, para que possam falar sobre fatos que foram mencionados nas oitivas realizadas. Também estamos aguardando documentações importantes solicitadas para outros órgãos”, justificou o parlamentar.

Iniciada em setembro, a comissão foi criada para investigar apostas ilegais e irregularidades relacionadas ao cenário do futebol maranhense; identificar os envolvidos, incluindo jogadores, dirigentes, clubes e outros atores, nas apostas ilegais; avaliar o impacto destas no desempenho esportivo, integridade e credibilidade do futebol maranhense; e, por fim, propor recomendações para combater e prevenir apostas ilegais no esporte.

A CPI das Apostas de Futebol Maranhense foi proposta pelo deputado Yglésio Moyses (PSB), membro titular, após a divulgação de denúncias de irregularidades nas partidas.

Além de Osmar Filho, integram a comissão os deputados Ricardo Rios (PCdoB) e Davi Brandão (PSB), respectivamente, vice-presidente e relator, Zé Inácio (PT), Roberto Costa (MDB), Ricardo Arruda (MDB) e Leandro Bello (Podemos).

0

Felipe Camarão vive intensa programação com comitiva maranhense na China

Vice-governador comanda a delegação do Maranhão na província de Hubei, em eventos ligados aos investimentos chineses pelo mundo a fora; com estada e transporte garantidos pelo governo chinês, os maranhenses apresentam as oportunidades de negócios e a estrutura do estado para investimentos

 

Na Universidade de Hubei com a delegação do Maranhão, Felipe Camarão conheceu os projetos de intercâmbio

Em viagem pela China desde a última quarta-feira, 11, o vice-governador Felipe Camarão (PT) vive intensa programação para conhecer os negócios do país e apresentar as potencialidades do Maranhão.

Camarão lidera uma comitiva de secretários e deputados estaduais que ficarão na China até esta terça-feira, 17, com base na província de Hubei.

Neste fim de semana, Camarão e comitiva estiveram na cidade de Shivan, na China Central, parte noroeste de Hubei, em fábricas de veículos que produzem caminhões, ônibus escolares e automóveis. A Dongfeng Caminhões é uma das maiores fabricantes de veículos comerciais da China.

– A empresa utiliza ampla mão de obra. Ou seja, emprega a população. São esses investimentos que precisamos para o Estado do Maranhão: tecnológicos, inteligentes e sustentáveis e que garantam emprego e renda para a nossa população – comentou o vice-governador em suas redes sociais.

Em reunião na última sexta-feira, 13, em umas das empresas do polo agrícola de Hubei, com projetos também para o Maranhão

Mas a visita de Camarão à China começou ainda na quarta-feira, 11, com uma reunião no Palácio do Governo Popular da Província de Hubei, com a vice-governadora da Província, Chen Ping.

– Hubei tem muito interesse em estreitar relações comerciais, institucionais, transferências tecnológicas, além de ações na área de agricultura, cultura e turismo do Maranhão. Obrigado pela receptividade – explicou Camarão.

O representante maranhense conheceu ainda empresas nas áreas agrícolas e de telecomunicações, além de universidades, com as quais buscou parcerias acadêmicas com o Maranhão.

– Conhecemos o Campus da 1ª Universidade de Medicina Tradicional Chinesa, que tem interesse em fazer termo de cooperação técnica com nossos cursos de medicina da UEMA e UFMA – explicou.

O vice-governador do Maranhão foi presentado com uma camiseta do Lula por um representante do núcleo chinês do PT

Além dos eventos oficiais, o vice-governador conheceu brasileiros que vivem naquela região da China; recebeu, por exemplo, uma camiseta do núcleo do PT local, que deu votação expressiva a Lula nas eleições de 2022.

Sem falar no maranhense Ildemberg, natural de Bacuri, no interior do estado.

– Agora mora e estuda na província de Hubei. Tem maranhense em todo lugar. Prazer te conhecer, IldemBerg! – brincou o vice-governador.

Felipe Camarão, deputados e secretários que o acompanham na China devem desembarcar em São Luís no próximo sábado, 21.

Após longa viagem de retorno…

0

Ana Paula Lobato lidera audiência entre presidente do Senado e deputados estaduais sobre Reforma Tributária

A senadora Ana Paula Lobato (PSB) mediou audiência, nesta terça-feira, 29, entre o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e uma comitiva de deputados estaduais do Maranhão. O objetivo do encontro foi apresentar propostas que buscam aprimorar o texto da Reforma Tributária, já aprovado na Câmara Federal e que será submetido a votação no Senado.

“A população brasileira há muito tempo anseia por essa reforma, e é nosso dever assegurar que ela seja implementada de maneira a beneficiar a todos. Estamos cientes dos desafios que enfrentamos em um país marcado por desigualdades, e é por isso que essa reforma é tão crucial”, afirmou a senadora Ana Paula Lobato, que desempenhou um papel fundamental ao mediar o encontro.

“Acredito que as propostas apresentadas na audiência têm o potencial de influenciar significativamente o resultado final”, completou a senadora.

O presidente Rodrigo Pacheco demonstrou interesse e o compromisso em avaliar as propostas apresentadas.

“Receber essa contribuição da Assembleia Legislativa do Maranhão é um passo notável em direção a uma reforma tributária mais sólida e abrangente. As propostas apresentadas serão cuidadosamente consideradas”, garantiu.

Relevância

A iniciativa dos deputados Othelino Neto, Rodrigo Lago, Zé Inácio, Glalbert Cutrim, Florêncio Neto, Fernando Braide, Cláudio Cunha e Francisco Nagib ganha ainda mais relevância por ser a primeira contribuição formal de uma Casa Legislativa brasileira para a Reforma.

Os parlamentares estavam acompanhados do secretário-adjunto de Fazenda do Maranhão, Magno Vasconcelos, e dos auditores fiscais Gustavo de Souza e Ronaldo Oliveira.

Também estiveram na reunião o senador Weverton Rocha e o ex-deputado federal Gil Cutrim.

Da assessoria

0

Famem fortalece relações políticas com presença forte em Brasília…

Liderados pelo presidente da entidade, Ivo Rezende, prefeitos maranhenses tiveram participação efetiva nos debates coma  Confederação Nacional dos Municípios, estabeleceram uma nova sede na capital federal e discutiram questões específicas dos municípios do estado com os senadores Weverton Rocha, Ana Paula Lobato e Eliziane Gama, além do deputado federal Rubens Pereira Júnior

 

Junto com o diretor da Famem Hamilton Aragão, o presidente da entidade Ivo Rezende esteve com a senadora Eliziane Gama

A participação histórica da Federação dos Municípios do Maranhão durante a mobilização em Brasília, na terça-feira, 15, foi um marco na articulação dos prefeitos maranhenses na capital federal.

Presidente da Famem, o prefeito Ivo Rezende (PSB) destacou-se como líder no encontro promovido pela Confederação Nacional dos Municípios, inaugurou a nova sede da entidade maranhense na capital federal e discutiu temas fundamentais para as gestões municipais, como a reforma tributária, a busca por soluções diante da queda da arrecadação e a preocupante redução nos repasses dos governos federal e estadual às prefeituras.

– Foi uma oportunidade única de trocar experiências, discutir pautas nacionais e locais, e fortalecer ainda mais a unidade que caracteriza a Famem, atualmente com todos os prefeitos e prefeitas maranhenses filiados. Nosso objetivo não era apenas marcar presença, mas sim interagir de forma propositiva e eficaz – explicou Ivo Rezende.

Os dirigentes da Famem reuniram-se também com os senadores Weverton Rocha e Ana Paula Lobato, e com o secretário Othelino Neto

Com a nova sede instalada em Brasília, os prefeitos maranhenses, que compareceram de forma expressiva no evento da CNM, agora têm espaço para contatar os membros da bancada maranhense e representantes de ministérios. O próprio Ivo Rezende reuniu-se com membros da bancada maranhense.

Elçe esteve com os senadores Eliziane Gama (PSD), Weverton Rocha (PDT) e Ana Paula Lobato (PSB). O apoio do deputado federal Rubens Junior também foi destacado como uma peça fundamental na articulação em prol dos interesses municipais.

– Estivemos com senadores e deputados, levando a eles as demandas municipais, especialmente aquelas ligadas à reforma tributária e às perdas nos repasses – revelou o rpesidente da Famem.

Um dos focos principais das discussões foi a reforma tributária, cujos desdobramentos podem ter impactos significativos nas finanças municipais. Ivo Rezende e os prefeitos maranhenses se empenharam em assegurar que quaisquer mudanças no sistema tributário nacional considerem as necessidades e realidades dos municípios, visando uma distribuição justa e equilibrada das receitas.

O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, ressaltou o empenho da entidade em estender os termos da reforma previdenciária realizada pela União aos municípios, reconhecendo a importância de soluções abrangentes para todas as esferas governamentais.

Outra iniciativa destacada pela CNM foi a busca pelo aumento de 1,5% no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), por meio da aprovação da PEC 25/2022, que tramita na Câmara dos Deputados e propõe um adicional ao fundo, a ser entregue anualmente no mês de março.

4

Othelino já parte com 11 votos na disputa da Assembleia…

Atual presidente da Casa já recebeu declarações de apoio dos deputados Carlos Lula (PSB), Júlio Mendonça (PCdoB), Florêncio Neto (PSB), Mical Damasceno (PSD), Rildo Amaral (PP), Rodrigo Lago (PCdoB), Daniella (PSB) e Wellington do Curso (PSC); já conversou também com Francisco Nagib (PSB) e Guilherme Paz (Patriota); Ariston Gonçalo é o único nome posto até agora como possível adversário

 

Othelino Neto já tem apoios declarados de colegas deputados e pode disputar o comando da Assembleia contra Ariston Gonçalo

Uma semana após o resultado das urnas, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB) já recebeu de 10 deputados declarações de apoio a uma eventual nova candidatura à presidência da Casa.

Apoiam publicamente a nova candidatura do presidente os colegas Carlos Lula (PSB), Mical Damasceno (PSD), Rildo Amaral (PP), Rodrigo Lago (PCdoB), Júlio Mendonça (PCdoB), Florêncio Neto (PSB),  Wellington do Curso (PSC) e Daniella (PSB).

Embora ainda não declarados, também já conversaram com Othelino os deputados Francisco Nagib (PSB) e Guilherme Paz (Patriotas).

Até o momento, apenas o deputado Ariston Gonçalo (PSB) declarou interesse em também concorrer à presidência da Assembleia.

Embora a movimentação na Casa já esteja com forte intensidade, o Palácio dos Leões já declarou que só pretende entrar no debate após o segundo turno da eleição presidencial.

Nos bastidores, aliados do governo falam também de uma possível candidatura do ex-presidente Arnaldo Melo (PP), decano da Casa.

Mas esta é uma outra história…

2

Mesmo com pressão do Palácio dos Leões, Josimar anuncia apoio a Weverton

Deputado federal confirmou o assédio de aliados do governador Carlos Brandão aos prefeitos do PL e dos demais partidos do seu grupo político, mas disse que sentiu no compromisso do senador pedetista mais segurança para desenvolver o Maranhão

 

Josimar e Detinha vão entrar no time do “Maranhão Mais Feliz” ao lado do senador Weverton Rocha

O deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) confirmou nesta segunda-feira, 23, o apoio à candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) ao Governo do Estado.

– Nosso candidato ao governo é o meu amigo senador Weverton Rocha – afirmou Josimar, após mais de uma hora de live, da qual participaram quase 10 mil internautas.

Josimar confirmou a unidade do seu grupo e revelou também uma forte pressão do governo Carlos Brandão (PSB) para tentar cooptar prefeitos aliados.

Esta tentativa de compra de prefeitos foi revelada pelo blog Marco Aurélio D’Eça ainda na sexta-feira, 20, no post “Palácio dos Leões tenta convencer prefeitos oferecendo a eles o que daria a Josimar”.

Mas ele deixou claro a unidade e o apoio dos prefeitos; e garantiu:

– O que faltar aqui para os nossos municípios eu vou buscar em Brasília.

Além de Josimar, participaram da live o deputado federal Júnior Lourenço (Avante) e os estaduais Vinícius Louro e Detinha 9ambos do PL).

Lourenço revelou ainda que o Avante, com seus 10 prefeitos, também deve seguir com Weverton.

O senador deverá particiapar da próxima live ao lado de Josimar e Detinha…

9

“Preciso do apoio de vocês”, apela Flávio Dino, em jantar de Othelino com prefeitos e deputados

Após quase oito anos de maus tratos e tratamento autoritário – e sentindo o golpe da candidatura do senador Roberto Rocha – ex-governador diz agora que sempre prestigiou a classe política maranhense

 

Juntos e misturados: dinistas, petistas, comunistas, othelinistas e sarneysistas abraçados com Flávio Dino, que apela à “classe política” por sua eleição de senador

O ex-governador Flávio Dino acusou mesmo o golpe do lançamento da candidatura do senador Roberto Rocha (PSB) à reeleição.

Em jantar promovido pelo presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB), com deputados e prefeitos, Dino nem de longe parecia o autoritário governante que maltratou a classe política em quase oito anos de mandato.

– Faço questão de ressaltar o meu compromisso com aquilo que a gente convencionou chamar de classe política. Quantas vezes andaram comigo, ao meu lado, inaugurando obras? Eu sempre prestigiei a classe política – afirmou o ex-governador, com a cara mais cínica, falando de obras no municípios e da relação do seu governo com as prefeituras.

Quem acompanhou o encontro conta que Dino chegou tentando ser engraçado, fazendo piada e brincando – até mesmo com o deputado Adriano Sarney (PV), neto do ex-presidente José Sarney (MDB), que decidiu apoiar o grupo de Dino nestas eleições.

Flávio Dino vem dando sinais cada vez mais claros de preocupação com a candidatura de Roberto Rocha; desde que o senador decidiu concorrer à reeleição, o ex-governador começou a se movimentar mais fortemente em busca do apoio – que até então ele achava ser obrigação dos prefeitos e deputados de sua base.

Dino fez questão de dizer que sempre prestigiou a classe política; como? levando-a nos lançamentos e usas obras e serviços no interior

A nomeação de Othelino Neto como seu coordenador de campanha – o presidente da Assembleia indicou a esposa como primeira suplente na chapa dinista – também foi uma forma de tentar se reaproximar da classe política, que ele sempre tratou com desdém e desprezo.

Sentindo na pele os riscos de perder a eleição de senador, o ex-governador não se fez de rogado em apelar aos convidados do jantar.

– Eu preciso do apoio de vocês. E mais uma vez estou pedindo o apoio de vocês – frisou o ex-governador.

Uma mudança e tanto para alguém que tinha certeza de ser Deus…

3

Sem pulso, Brandão enfrenta crises sucessivas entre sua base e secretários

Em menos de 30 dias no posto, governador-tampão viu estourar confusões com secretários e ex-secretários e com os deputados Duarte Junior, Márcio Jerry, Rubens Pereira Junior, Zé Inácio e Dr Yglesio; em todas, um personagem se destaca: o chefe da Comunicação Ricardo Capelli, homem de confiança de Flávio Dino que controla aliados, imprensa e o próprio inquilino do Palácio dos Leões

 

Homem de confiança de Dino, Capelli controla a imprensa alinhada – dinista e sarneysista – enquadra deputados e secretários e tenta se impor sobre o próprio Brandão, gerando crise atrás de crise

Análise da notícia

Em apenas 25 dias de mandato, o governador-tampão Carlos Brandao (PSB) já experimentou crises em sua base envolvendo os deputados Duarte Junior (PSB), Zé Inácio (PT), Rubens Pereira Junior (PT) e Dr. Yglésio (PSB), além da polêmica de supostas demissões em Imperatriz, envolvendo o chefe da Casa Civil, Sebastião Madeira, e aliados do deputado Márcio Jerry (PCdoB).

Duarte encarnou duas crises: a primeira quando chegou a procurar dirigentes partidários para trocar de partido, insatisfeito por não ter sido atendido em seus pleitos; depois, criticou duramente a bancada federal, sendo respondido por Márcio Jerry e obrigado a se retratar publicamente.

Pouco tempo depois surge o petista Zé Inácio anunciando-se pré-candidato a vice pelo PT, desafiando a autoridade do ex-governador Flávio Dino (PSB) – que impôs o nome de Felipe Camarão (PT) – e e abrindo mais um racha na já rachada base petista.

Rubens Júnior foi alvo de desgaste após ter curtido uma ironia contra o governo Dino/Brandão feita pelo oposicionista Edilázio Júnior (PSD) nas redes sociais.

Por último, veio o Dr. Yglésio, que partiu pra cima do governo cobrando recursos do futebol e acusando diretamente secretários por perseguição.

E a lista e tretas governistas no já enfraquecido governo-tampão nem precisa incluir a indireta pública do ex-secretário Rodrigo Lago, que mostrou insatisfação após não ter conseguido emplacar prepostos na Secretária de Agricultura Familiar. 

No meio ou por trás de praticamente todas essas crises uma figura se destaca: o secretário de Comunicação Ricardo Capelli, ele próprio já envolvido em disputa interna com o chefe da comunicação de campanha de tampão, o sarneysista Sérgio Macedo.

Mantido no cargo por imposição do ex-governador Flávio Dino, o carioca Capelli praticamente comanda o governo: mantém com mão de ferro a relação com a imprensa alinhada ao Palácio dos Leões – dinista e sarneysista – enquadra deputados e outros secretários e tenta influenciar na própria comunicação de campanha.

Homem de confiança de Dino, Capelli tenta se impor sobre o próprio governador-tampão, que se sustenta na resistência dos aliados do palácio, gerando mais crises internas.

O resultado de todo esse imbróglio é um governador fraco, sem pulso e sem comando do próprio governo.

E ele só tem mais 65 dias de governo efetivo, até se tornar candidato.

Se é fraco como governador, como será na pele de candidato?!?