0

 Luiz Guterres e seus alunos a favor do Social

Há mais de 15 anos realizando ações sociais na capital maranhense, professor e sociólogo irá realizar ação na comunidade Tajipuru, Zona Rural da capital maranhense

 

Há mais de 15 anos desenvolvendo ações sociais, o professor Luiz Guterres, que é sociólogo por formação, faz questão de envolver seus alunos na parceria.

Dando continuidade aos seus projetos, no próximo dia 21 de maio em parceria com mais de 30 jovens, o docente irá executar no Tajipuru –  comunidade da Zona Rural de São Luís – um projeto, que terá oficina de empreendedorismo, palestras voltadas para carreiras profissionais, distribuição de cestas básicas e lanches para criançada.

Guterres articulou a doação de 130 kg de alimentos à Cruz Vermelha.

Na ação do Tajipuru, ele espera contemplar a maior parte da comunidade.

1

Neto Evangelista distribui alimentos no São Francisco…

Deputado estadual ajudou famílias em situação de vulnerabilidade social em ais uma ação para diminuir os impactos da crise sanitária causada pela pandemia de coronavírus

 

O deputado estadual Neto Evangelista (DEM) realizou forte ação social no bairro do São Francisco, uma de suas bases eleitorais em São Luís.

A ação teve como objetivo reduzir os impactos da pandemia de coronavírus.

– Hoje distribuímos alimentos para algumas famílias do bairro São Francisco, para amenizar a situação de vulnerabilidade social em que se encontram. Essa é mais uma ação com o intuito de ajudar a diminuir os impactos da crise sanitária e econômica que estamos vivendo – declarou o parlamentar.

Evangelista distribuiu cestas básicas e conversou com moradores do bairro e adjacências.

O parlamentar pretende levar a ação para outros bairros da Grande São Luís…

1

Neto Evangelista vai priorizar programas sociais na Prefeitura de São Luís

Candidato do DEM a prefeito diz que a experiência que teve na Secretaria Estadual  de Desenvolvimento Social dá know-how para desenvolver ações que contemplem os que mais precisam na capital maranhense

 

Evangelista fala à jornalista Daniela Bandeira, da Band, sobre sua experiência na área de desenvolvimento social no Maranhão

O candidato a prefeito de São Luís pelo Democratas, Neto Evangelista, disse, nesta quinta-feira (24), ao abrir a série de entrevistas da TV Band, apresentada pela jornalista Daniela Bandeira, que pretende priorizar investimentos em programas sociais.

Neto falou sobre vários temas, a exemplo do início da sua carreira política, como deputado estadual, e da experiência como gestor público no comando da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), no primeiro Governo Flávio Dino.

O candidato do Democratas disse que a experiência como secretário da Sedes estimulou, ainda mais, sua preocupação com temas sociais. “Tivemos oportunidade de criar programas, como o ‘Mais Renda’, que viabilizou a inclusão produtiva de famílias em situação de vulnerabilidade social, por meio da capacitação de trabalhadores e organização de empreendimentos informais dos ramos alimentício e de beleza, onde foram capacitadas mais de duas mil pessoas em São Luís e ampliamos a rede de Restaurantes Populares de 5 para 26, deixando mais vinte aptos a serem inaugurados”.

Neto falou também do primeiro Banco de Alimentos do Estado, localizado na Ceasa, idealizado, construído, equipado e implantado na sua gestão à frente da Sedes. É um equipamento público que tem a missão de combater a fome e o desperdício de alimentos ainda próprios para o consumo, que são doados a asilos e a cerca de 100 creches comunitárias de São Luís.

“Temos experiência como parlamentar e como gestor desenvolvendo políticas públicas sociais, programas de grande alcance social, voltados para as pessoas que mais precisam. Acredito que a política tem que focar nesse cidadão de extrema pobreza que precisa, de verdade, do poder público. Essa experiência na Sedes ampliou esse meu anseio de ajudar essas pessoas”, garantiu.

Ele lembrou ainda que destinou emenda parlamentar para que os alunos de ensino médio de escolas públicas de São Luís adquirissem, por meio do Vale-Livro, obras na Feira do Livro, para aprimorar o conhecimento; e para a realização de um mutirão de cirurgias eletivas, no hospital Carlos Macieira, para agilizar o tratamento de pacientes que estavam esperando há muito tempo por um procedimento cirúrgico, “dando qualidade de vida a essas pessoas, que voltaram a viver normalmente”.

Outro ponto tratado pelo candidato foi a importância da família nessa caminhada.

“A família é a base de tudo, o alicerce, é a fonte de inspiração. Assim é e sempre foi a minha família. O meu saudoso pai, João Evangelista, que foi vereador, deputado estadual, presidente da Assembleia Legislativa, chegou a assumir o governo interinamente é a minha grande inspiração e quero que meus filhos tenham o mesmo em relação a mim, para qualquer coisa: como ser humano, profissional ou homem público. Daria tudo para tê-lo ainda como pai e conselheiro política nessa campanha”, confessou.

0

Fábio Macedo distribui kits de higiene na feira de São José de Ribamar…

Ação do deputado estadual se deu por intermédio do projeto Cuidando de Vidas, coordenado por ele e com atuação em vários municípios maranhenses

 

Fábio Macedo acompanhou pessoalmente a ação do “Cuidando de Vidas” em São José de Ribamar

 

O deputado estadual, Fábio Macedo (Republicanos), através do projeto Cuidando de Vidas realizou neste sábado (18), uma ação de conscientização sobre distanciamento social e distribuição de kits de higiene com álcool gel, máscaras e luvas para os comerciantes e trabalhadores informais da feira e mercadão de São José de Ribamar.
“Nem todos podem ficar em casa, os trabalhadores dos serviços essencias estão nas ruas para garantir a nossa saúde, segurança e abastecimento alimentar, portanto precisamos dar a eles condições seguras de trabalho. Nós escolhemos essa feira por ser um local de grande circulação de pessoas e nossa missão hoje foi para além da distribuição de álcool, máscaras e luvas mas também para levar informações importantes sobre a prevenção do Covid-19 e reafirmar a importância do distanciamos social”, disse Macedo.
Os Kits de higiene distribuídos na manhã deste sábado em Ribamar foram adquiridos com recursos oriundos do projeto Cuidando de Vidas e de 50% do salário abdicado pelo parlamentar republicano para ações de combate ao Coronavírus no estado. 
0

Conheça os CAPS e como eles funcionam em Imperatriz…

Os cuidados com a saúde mental tem sido uma das preocupações da gestão do prefeito Assis Ramos. O que muitas pessoas não sabem é das possibilidades de acesso gratuito ao tratamento, ofertado por meio do Centro de Atendimento Psicossocial, CAPS, de responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde, Semus. O Centro possui uma equipe diversificada de especialistas para atender aos usuários da melhor forma possível.

O CAPS acolhe pacientes com transtornos mentais, estimula a integração social e familiar, como também, apoia os usuários que buscam autonomia. A coordenadora municipal da saúde mental em Imperatriz, Kátia Carvalho, enfatiza que o Centro de Atendimento conta com uma equipe multiprofissional, capacitada para acolher os pacientes e seus familiares.

Ainda, de acordo com a coordenadora, a média de atendimentos nos Centros tem sido de mais de 3000 pacientes por mês. O CAPS Infantojuvenil, por exemplo, acolhe 1122 pacientes mensalmente, enquanto o CAPS AD III Álcool e Drogas recebe 785, CAPS III Renascer 400 e o Ambulatório de Saúde Mental, 700.

O Complexo de Saúde no bairro Parque Anhanguera funciona 24h. (Foto: Patrícia Araújo)
Entre os serviços prestados, o CAPS ainda disponibiliza atendimento individual e em grupo, oficinas terapêuticas, pedagógicas e de alfabetização, atendimento familiar, grupos terapêuticos e visitas domiciliares.

A população ainda pode contar com uma equipe diversificada e especializada. Dentre os profissionais disponíveis, o Centro de Atendimento dispõe de psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, nutricionista, educador físico, farmacêutico, fonoaudiólogo, cuidador, pedagogo, médico psiquiátrico e clínico geral, enfermeiro, oficineiro, cozinheira e higienizador.

Como encontrar o CAPS

A população deve saber qual CAPS procurar para cada situação. O CAPS AD III Álcool e Drogas presta atendimento para as pessoas com transtornos decorrentes do uso de substâncias psicoativas. Funciona 24h, atende todas as faixas etárias, principalmente casos como transtornos causados pelo uso de álcool e outras drogas. Ele fica localizado na Rua Projetada B, no Complexo de Saúde do bairro Parque Anhanguera.

Ainda no Complexo de Saúde no bairro Parque Anhanguera, o CAPS III Renascer, que também funciona 24h, atende pessoas com transtornos mentais graves e persistentes, inclusive pelo uso de substâncias psicoativas. Os pacientes podem contar com oito vagas para acolhimento noturno e observação, voltado para todas as faixas etárias.

Já o CAPS Infantojuvenil é uma unidade de saúde que presta atendimento para crianças e adolescentes, que possuem transtornos mentais graves e persistentes, inclusive por conta do uso de substâncias psicoativas. Pode ser encontrado na Rua Itamar Guará, n. 2223, no bairro Três Poderes.

A estrutura disponibiliza também um Ambulatório de Saúde Mental, que possui uma equipe multiprofissional, responsável pelo tratamento de pacientes que apresentam transtornos mentais. O atendimento ainda acontece com a reunião de consultas e grupo terapêuticos. O Ambulatório está localizado na Rua Amazonas, n. 520, no Centro de Imperatriz.

0

Vereador Dr. Gutemberg realiza ação social no Gapara…

Um dia especial com a oferta de diversos serviços na área de saúde, educação, esporte e lazer. Assim foi a ação social, promovida pelo vereador Dr. Gutemberg Araújo na comunidade do Gapara, na UEB Escola João do Vale, no último domingo (09). 

A ação proporcionou um mutirão de serviços com: assistência jurídica, atendimentos médicos de pediatras, clínico geral, enfermeiros, nutricionistas, serviços de saúde bucal, aferição da pressão arterial, teste de glicemia, distribuição de preservativos, cadastro para cartão do SUS, vacinação humana e animal, entre outras ações.

“Hoje está sendo uma manhã maravilhosa. Meus filhos tiveram atendimento da pediatra, orientação de higiene bucal, ganharam até escova, cortaram o cabelo e ainda brincaram bastante.  E eu também fiz minhas consultas médicas”, celebra Denilles Rodrigues, mãe do Richard William de 6 anos e do Cristian Rafael de 3 anos.

Além da saúde preventiva, os moradores tiveram acesso aos serviços de beleza, com maquiagem, manicure e cortes de cabelo. Teve fila no espaço da barbearia, onde 12 alunos do Senac realizaram os serviços com a orientação da professora Jocilene Amaral.

A dona de casa, Raimunda Pires, 55 anos, é moradora do Gapara há 23 anos. Ela disse que acordou cedo para aproveitar esse dia de beleza. “Acordei cedo para participar do evento. E estou tendo um dia de princesa. Já fiz minhas unhas, consultei com o médico. E trouxe meus netos para brincarem”, disse.

Já a jovem Anacleide Pereira, de 16 anos, adorou a oficina de chaveiros, comandada pela equipe da Defesa Civil. “Adorei aprender a fazer chaveiros com a dona Rosa Maria. Agora que já sei, vou fazer chaveiros para vender na escola”, afirma.

A área de lazer para a garotada também fez sucesso. Na quadra de esportes da UEB João do Vale, teve recreação com palhações, partida de futebol, diversos brinquedos como pula – pula, cama elástica e apresentação de dança country.

“Agradeço ao Dr. Gutemberg por esse dia. Minhas filhas Sophia e Angélica gostaram muito das brincadeiras. Elas também fizeram avaliação com a equipe nutricional. E minha esposa também gostou das outras ações médicas”, agradece Weligton Almeida pai da Sophia Cavalcante, 6 anos, e Angélica de 8 anos.

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho, marcou presença no evento. “É um prazer fazer parte desta ação. Parabéns ao vereador Dr. Gutemberg que é uma referência na Câmara Municipal de São Luís”, elogiou o vereador Osmar Filho.

O vereador Dr. Gutemberg explica que além dos serviços, a proposta da ação é criar um canal de diálogo com as comunidades. “A nossa ideia é levar os serviços para a comunidade e estar mais perto de todos, olhar em seus olhos e ouvir seus anseios. Ag outras edições virão”, afirma Dr. Gutemberg.

A ação social na comunidade do Gapara teve apoio da Prefeitura de São Luís, SESC Serviço Social , SENAC, Liga Acadêmica de Enfermagem, CEUMA Renascença e Anil, CTA – SEMUS, Projeto ‘Seres de Luz’, Defesa Civil.

0

Imperatriz: Bairro Caema recebe a 14ª edição do “A gente Faz Cidadania”

A Prefeitura de Imperatriz, promove, neste sábado, 26, na Escola Municipal São Sebastião, Bairro Caema, o 1ª “A Gente Faz Cidadania” de 2019.

Ação, a partir das 7h, levará diversos atendimentos aos moradores. Projeto, que acontece uma vez por mês,  chega a sua 14ª edição, beneficiando  milhares de pessoas das zonas urbana e rural do  município. 

O assessor chefe de Comunicação da Prefeitura, Sérgio Macedo,  explica que umas das prioridades da gestão do prefeito Assis Ramos é ampliar o atendimento de quem necessita  e aproximar a população da gestão pública.

“A ação é um trabalho voltado exclusivamente para a comunidade do nosso município, ouvir a população, levar serviços e atender o maior número pessoas possível”, afirma.

Dentre os serviços ofertados destacam-se ações de saúde, embelezamento, assistência social, entrega de medicamentos, vacinas, atendimento Bolsa Família, atividades pedagógicas, cadastro de seguro desemprego, processos de titulação de imóveis, distribuição de brindes, práticas esportivas, atendimento veterinário entre outros.

O mutirão “A Gente Faz” já passou pela Praça do Voz, Ouro Verde, Imbiral, Vila Fiquene, Vila Nova, Novo Horizonte, Alto Bonito, Parque do Buriti, Itamar Guará, Planalto, Vila Redenção, Morada do Sol e  Coquelândia.

0

Juscelino faz balanço de atuação em comissão da Câmara…

Em entrevista à TV Câmara, parlamentar elencou todas as ações no primeiro mês como presidente da Comissão de Seguridade Social e Família

 

Juscelino Filho durante entrevista

Em entrevista ao programa Palavra Aberta, da TV Câmara, nesta quarta-feira (9), o deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) fez um balanço deste primeiro mês como presidente da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), da Câmara dos deputados, e falou das estratégias, dos rumos e das prioridades à frente do segundo maior colegiado da Casa.

O parlamentar destacou os próximos temas em discussão na Comissão e enfatizou a importância do debate:

“Neste ano o SUS completa 30 anos no Brasil e este é um tópico permanente na CSSF, tanto que no dia 6 de junho realizaremos um grande Seminário para celebrar a data e para manter o tema em evidência. Na Comissão, também tratamos dos direitos à saúde, à previdência e à assistência social. Buscamos soluções para aperfeiçoar as políticas públicas existentes, todas de extrema importância para o nosso país. Infelizmente, ainda há dificuldades na saúde brasileira, como, por exemplo, o subfinanciamento, que exige de todos nós seguir trabalhando para mudar essa realidade”, afirmou.

Sobre as deliberações, o presidente salientou a distribuição das proposições.

“Nesta semana fizemos mais de 70 distribuições de relatorias, além de estarmos atendendo aos pedidos de inserção de projetos na agenda… Temos mais de mil projetos em estoque, o que nos impõe uma maior dinâmica, mais agilidade, com pautas objetivas e enxutas. Temos um ano curto devido à Copa do Mundo e às Eleições, precisamos acelerar os trabalhos.”.

As reuniões da CSSF são nas manhãs de quarta-feira, têm tido recordes de quórum, assim como as Audiências Públicas ocorrem às terças e quintas-feiras.

Todos esses eventos podem ser acompanhados ao vivo, pela página da Comissão, no site da Câmara dos Deputados.

1

Batista Matos promove jornada de conscientização da saúde da população negra

Palestras e entrega de material de conscientização também estão sendo feitas em escolas públicas e particulares de todo o estado

 

Batista Matos leva a conscientização à população negra sobre os direitos à saúde

O jornalista João Batista Matos promove durante o mês de maio a Jornada de Conscientização da Saúde da População Negra. Segundo o Ministério da saúde, pesquisadores internacionais e demais entidades representativas da área de saúde, negros e negras são mais vulneráveis a algumas enfermidades.

A ação tem o apoio do GDAM, presidido pelo professor Cláudio Adão.

“Existe um mito equivocado de que o negro é mais forte. A realidade não é bem assim e três fatores determinam isso. O racismo, que, por exemplo, gera depressão, em segundo alguns determinantes sociais como o ambiente precário em que a maioria da população negra vive e também o genético, que geram algumas enfermidades que afetam mais a negros do que brancos e índios. Nosso propósito é conscientizar a população negra quanto a essas doenças e a importância de se assumir uma postura mais preventiva com a saúde”, explicou Batista, que tem promovido palestras e entrega de material de conscientização em escolas e bairros de São Luís.

As palestras são levadas também às escolas públicas do Maranhão

Enfermidades
De acordo com o ministério da saúde, enfermidades como anemia falciforme, hipertensão, AVC, glaucoma e diabetes tipo 2, são mais comuns entre pessoas da etnia negra.

“De todas essas, a hipertensão é uma das mais graves, porque a partir dela se desencadeiam outras enfermidades, como infarto e o AVC. 80% dos casos de AVC e 40% dos de infarto são decorrentes da Hipertensão”, observa Batista Matos.

“Esse é um trabalho louvável que o Batista tem feito e nós estamos dando nossa contribuição também”, disse o Dr Xavier de Melo Filho, cardiologista que junto com Batista Matos, ministraram palestra sobre o tema na Vila Natal.

Poder Público

Batista Matos também deve dialogar com os secretários de saúde do estado e município sobre a atenção maior que se deve dar ao tema.

“Vamos provocar o poder público pra que os profissionais de saúde tenham uma postura mais cuidadosa com esse paciente e suas especificidades, da mesma forma que se tem com o paciente branco que apresenta um caso de câncer de pele”, compara.

0

Imperatriz: Ação orienta o combate ao Aedes aegypti…

Equipes da prefeitura e estudantes da Escola Mourão Rangel distribuíram material informativo no setor Mercadinho, a mais tradicional feira livre do Município

 

O Programa Municipal de Saúde na Escola, em parceria com a Vigilância Epidemiológica e estudantes do ensino médio da Unidade Educacional Mourão Rangel, realizou a distribuição de material informativo de combate à dengue na manhã desta segunda-feira, 23, no setor Mercadinho, a mais tradicional feira livre de Imperatriz. A programação faz parte da Semana Nacional de Combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Aproximadamente trinta pessoas percorreram as ruas do setor Mercadinho onde entregaram o material aos feirantes, trabalhadores do setor atacadista e consumidores que estavam no local.

 

Maksandra Silva Dutra, uma dos coordenadores da ação, informou que a escolha do setor Mercadinho foi estratégica por ser uma área da cidade onde há água parada e focos do mosquito.

A concentração dos participantes foi na escola Mourão Rangel onde foi realizada uma palestra aos estudantes. Em seguida, profissionais de saúde e estudantes foram às ruas.

“Além de entregar panfletos e orientar, também, vamos procurar focos juntamente com os agentes de endemias”, anunciou a coordenadora no início da ação, que foi a primeira do programa no setor Mercadinho.

O programa realiza regularmente palestras nas escolas sobre vários temas, como triagem avaliação antropomédica, verificação de peso, altura e triagem oftalmologica.

“Estamos no período que vai começar as chuvas e junto com elas teremos problemas como o aparecimento do mosquito, com a dengue, zika e chikungunya e estamos com esta ação para orientar a população e os feirantes a se prevenirem do mosquito”, disse o professor Gustavo Gonçalves.

A estudante do segundo ano do ensino médio Isis da Rocha Sousa aprovou a realização do trabalho de conscientização e combate ao Aedes.

“Acho que é muito bom conscientizar as pessoas, estamos fazendo a nossa parte que é mostrar como é importante combater o Aedes”, frisou a estudante Isis da Rocha.

Sentada na porta de casa, dona Hilda Ribeiro Dutra foi uma das pessoas que receberam o material informativo. Ela aprovou a iniciativa do Município de Imperatriz em orientar sobre o combate ao Aedes aegypti, mas disse ter aprendido a lição: toda sua família foi acometida por zica e desde então ela esvaziou todos os recipientes que poderiam servir de abrigo para o mosquito.

“Aqui em casa deu a chikungunya em todo mundo, inclusive eu, que, ainda, me recupero”, encerrou.