1

De como Fábio Macedo mudou o eixo de sua vida e valorizou seu mandato

Deputado estadual saiu de um ciclo de alcoolismo e depressão – que o expôs publicamente em situações vexatórias – e transformou o problema em uma causa que está movimentando toda a sociedade

 

FÁBIO MACÊDO EM AÇÃO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA; respeito pelo mandato popular e honra em causas nobres

Até o início da atual legislatura, o deputado estadual Fábio Macêdo (PDT) era um dos vários filhos de papai que ganharam mandato pela força do poder econômico da família.

E gerava fatos notórios – não necessariamente bons – mais fora do que dentro da Assembleia Legislativa.

Tudo começou a mudar em março, quando o parlamentar se envolveu em uma confusão em um bar de Teresina (PI).

Criticado duramente – inclusive pelo blog Marco Aurélio D’Eça – Macêdo teve a coragem de assumir o alcoolismo, declarou-se doente e saiu em busca de tratamento.

E a partir de então mudou o eixo de sua vida, melhorando o próprio mandato parlamentar.

Desde então, as notícias relacionadas ao deputado – incluindo as deste blog – são todas positivas, nobres, honradas. (Relembre aqui, aqui, aqui, aqui e também aqui)

EM AÇÃO PÚBLICA EM DEFESA DE DOENTES DE DEPRESSÃO, CONTRA O ALCOOLISMO e na luta por melhores condições de vida ao maranhense

Fábio Macedo é hoje um dos parlamentares mais ativos da Assembleia e assumiu uma luta pública contra a depressão, em alerta contra o alcoolismo e está na linha de frente do combate ao suicídio.

Tanto que suas ações já ganharam eco na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. (Releia aqui)

Fábio Macedo é hoje na Assembleia o exemplo vivo de que qualquer um pode mudar e melhorar sua vida.

Influenciando também – e para melhor – a vida de outros.

É simples assim…

2

Fabio Macedo tem sancionado projeto de Política de Atenção ao Alcoolismo

O Governador Flávio Dino sancionou o Projeto de Lei proposto pelo deputado estadual, Fábio Macedo que institui a Política de Atenção, acompanhamento e tratamento do alcoolismo entre homens e mulheres. Com a nova política, serão desenvolvidas medidas de prevenção, controle e assistência às pessoas com dependência alcoolismo.

“O alcoolismo é um problema de saúde grave, que atinge homens e mulheres no Maranhão, e hoje tivemos uma vitória importante no que se refere a políticas públicas para o tratamento e combate. Nossa lei sancionada pelo Governo do Estado implementa uma rede de atenção cuidados aos dependentes do álcool, através de ações de educação, proteção, recuperação da saúde e prevenção de danos”, disse Fábio Macedo.

Com ações das Secretárias Estaduais da Saúde, Educação, Trabalho e Economia Solidária, Mulher, Segurança Pública e Ciência, Tecnologia e Informação, a política pública compreenderá três níveis de atenção: Básica, Média e Alta complexidade.

A atenção básica, inclui ações de cunho individual ou coletivo, voltadas para a promoção da saúde, para a prevenção e a identificação precoce dos problemas, bem como ações dirigidas à informação, à educação e à orientação familiar.

Já a média complexidade terá triagem e o monitoramento da atenção diagnóstica e  terapêutica especializada, com exames clínicos e laboratoriais para avaliar desenvolvimento do tratamento até a recuperação da paciente e na
Alta complexidade, diagnóstico e terapêutica especializada com internação para o tratamento.

21

Só mais um assassino protegido pela lei…

Cara de playboy, duplo-assassino

Nome do assassino: Rodrigo Araújo Lima, 22 anos.

Matou duas pessoas ao mesmo tempo, mas pagou R$ 6 mil de fiança e vai ficar solto – provalvemente para o resto da vida.

Talvez matando de novo, mesmo sem carteira de motorista.

E quem perdeu foram as vítimas, mortas por um playboyzinho destes que andam nas madrugadas cheios de cana e sem responsabilidade alguma.

Se pagou R$ 6 mil de fiança é de família rica. Talvez por isso, aprendeu a irreponsabilidade no trânsito, se achando acima da lei.

Infelizmente, seu crime será apenas estatística, como o dos Demócritos, os Regadas, os Medeiros da vida.

Todos assassinos protegidos pela lei…

8

Alcoolismo no trânsito pode ser crime hediondo, defende Edivaldo Jr….

Holanda Jr.: Punição rigorosa para embiagruêz no trânsito

O deputado Edivaldo Júnior (PTC) defendeu hoje, no plenário da Câmara Federal, o aumento do rigor em relação aos crimes relacionados ao alcoolismo no trânsito.

A sociedade espera de nós, legisladores, um posicionamento sobre o assunto. Não é possível que verdadeiros criminosos, cientes e tranquilos da garantida impunidade saiam por aí a matar e o Estado não seja capaz de tratá-los como sua conduta criminosa exige – pregou o parlamentar maranhense.

Ele defende que o crime passe a ser considerado hediondo.

Edivaldo Júnior apresentou Projeto de Lei à Cãmara, endurecendo as penas. Na avaliação do parlamentar, isso pode reduzir o número de mortes no trânsito e inibir o consumo de alcóol.

Minha proposta é que seja dispensada à conduta de dirigir sob efeito de álcool a gravidade que ela exige. O indivíduo tem o direito de optar por beber o quanto quiser, mas, se o fizer, não poderá dirigir. Se dirigir, põe em risco sua vida e da sociedade em geral, logo, em caso de homicídio, responderá na forma qualificada e sua conduta será tida por hedionda –  opina.