1

Fábio Macedo entrega mais de 1 tonelada de leite para o Hospital Nina Rodrigues

Produto foi arrecado no evento Dialogando sobre a Depressão, que faz parte do projeto Cuidando de Vidas e marcou o Dia Estadual de Combate à Depressão

 

O deputado estadual, Fabio Macedo (PDT), realizou nesta terça-feira (18), a entrega dos leites arrecadados no evento Dialogando sobre a Depressão que faz parte do projeto Cuidando de Vidas e marcava o Dia Estadual de Combate à Depressão. Mais de mil pacotes de leite foram encaminhados para o Hospital Estadual psiquiátrico Nina Rodrigues.

“Este é um momento muito especial, onde entregamos com muita alegria o que foi arrecadado na bilheteria do nosso evento. Cuidar de Vidas é o nosso objetivo, e tenho certeza que esse leite vai ajudar muito as pessoas que são atendidas aqui no Nina Rodrigues. Para além disso, essa entrega coroa o engajamento de todos aqueles que acreditam e atuam na prevenção e combate à depressão no Maranhão”, disse Fábio Macedo.

O secretário estadual de Saúde, Carlos Lula chamou atenção as iniciativas de apoio ao público que sofre com as doenças emocionais e mentais. “Temos de discutir os problemas de saúde mental, sabemos que a depressão é a doença do século 21. Temos de discutir, sobretudo, com a juventude. Toda iniciativa é válida, que possa angariar fundos para ajudar na manutenção nas nossas residências terapêuticas e com os cuidados com os pacientes que necessitam desse cuidado”, disse o secretário.

Nina Rodrigues

O Hospital Nina Rodrigues é um complexo de saúde especializado no atendimento à pessoas com transtorno de saúde mental e conta com vários ambientes e equipe multiprofissional composta por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas.

Atende como urgência e emergência psiquiátrica 24h e pensão onde ficam abrigados pacientes que foram abandonados pela família. Além disso abriga o Centro de apoio psicossocial (CAPS – Bacelar Viana) onde são oferecidas oficinas terapêuticas e atividades que visam promover socialização e cidadania; e CAPS – AD com atendimento especializado aos usuários de álcool e drogas

O leite recebido, será divido entre o hospital e as residências terapêuticas que acolhem, ex-pacientes do Nina.  A diretora geral do hospital, Anna Gabrielle Romanhol destacou a importância da doação para a instituição.

“O projeto Cuidando de Vidas é de extrema importância para o Nina Rodrigues, justamente pelo fato do deputado olhar para esta instituição, tendo está possibilidade de nós dar o seu apoio para que possamos prestar serviços cada vez mais serviços adequados e humanizado para a população maranhense”, afirmou.

1

De como Fábio Macedo mudou o eixo de sua vida e valorizou seu mandato

Deputado estadual saiu de um ciclo de alcoolismo e depressão – que o expôs publicamente em situações vexatórias – e transformou o problema em uma causa que está movimentando toda a sociedade

 

FÁBIO MACÊDO EM AÇÃO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA; respeito pelo mandato popular e honra em causas nobres

Até o início da atual legislatura, o deputado estadual Fábio Macêdo (PDT) era um dos vários filhos de papai que ganharam mandato pela força do poder econômico da família.

E gerava fatos notórios – não necessariamente bons – mais fora do que dentro da Assembleia Legislativa.

Tudo começou a mudar em março, quando o parlamentar se envolveu em uma confusão em um bar de Teresina (PI).

Criticado duramente – inclusive pelo blog Marco Aurélio D’Eça – Macêdo teve a coragem de assumir o alcoolismo, declarou-se doente e saiu em busca de tratamento.

E a partir de então mudou o eixo de sua vida, melhorando o próprio mandato parlamentar.

Desde então, as notícias relacionadas ao deputado – incluindo as deste blog – são todas positivas, nobres, honradas. (Relembre aqui, aqui, aqui, aqui e também aqui)

EM AÇÃO PÚBLICA EM DEFESA DE DOENTES DE DEPRESSÃO, CONTRA O ALCOOLISMO e na luta por melhores condições de vida ao maranhense

Fábio Macedo é hoje um dos parlamentares mais ativos da Assembleia e assumiu uma luta pública contra a depressão, em alerta contra o alcoolismo e está na linha de frente do combate ao suicídio.

Tanto que suas ações já ganharam eco na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. (Releia aqui)

Fábio Macedo é hoje na Assembleia o exemplo vivo de que qualquer um pode mudar e melhorar sua vida.

Influenciando também – e para melhor – a vida de outros.

É simples assim…

0

Imagem do dia: Thaynara OG e uma fortuna para o Unicef…

Digital Influencer arrecadou nada menos que R$ 217 mil para obras assistenciais do Fundo da ONU, além de divulgar a cultura maranhense por intermédio do São João da Thay

 

A digital influencer maranhense Thaynara OG entregou nesta quinta-feira, 18, um cheque de R$ 217,1 mil à representação maranhense do Unicef.

O recursos foram arrecadados durante o São João da Thay promovido pela influenciadora e que atrai para São Luís celebridades de todo o país.

Os dois gestos de Thaynara são louváveis em todos o seus aspectos: tanto o fato de usar seu prestígio para divulgar o São João do Maranhão a partir da própria São Luís quanto o fato de usar esse evento para arrecadar fundos sociais.

É um gesto que deveria ser seguido por diversas outras personalidades maranhenses…

0

Pedro Lucas Fernandes, assina ordem para o Plano de Acessibilidade Metropolitano

Pedro Lucas assinou a ordem de serviço em solenidade no Palácio dos Leões

“Um dia para ficar na história”. Assim classificou o presidente da Agência Executiva Metropolitana (Agem), Pedro Lucas Fernandes, ao assinar a ordem de serviço para a elaboração do Plano de Acessibilidade Metropolitano, durante solenidade realizada no Salão de Atos, do Palácio dos Leões.

A partir deste Plano, será feito um diagnóstico de toda a região metropolitana, construído por pessoas que vivem esta realizada – portadores de deficiências, como ressaltou o presidente.

“Essas pessoas que realmente sabem as dificuldades do dia a dia e elas que vão apontar as soluções. Estou muito feliz em representar o Governo do Maranhão, neste ato tão importante”, disse.

O secretário ao lado de representantes de segmentos beneficiados com a medida

Será a primeira vez que um plano metropolitano será elaborado e executado no Brasil. Serão três importantes etapas, com a capacitação dos servidores, consultas a entidades, para conhecimento das necessidades locais e apontar as alterações que deverão ser feitas e por fim, as demandas de transporte público da Região Metropolitana, que atenda às pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, observando as regras de acessibilidade.

Para o presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana (Mob), Lawrence Melo, “é mais uma prova material que o governador Flávio Dino dá pra sociedade e pro Brasil, no tocante a responsabilidade das políticas públicas voltadas para a inclusão social no país”. Assim que o trabalho for concluído, o documento será encaminhado a Mob.

Ivo Diniz, que é membro do Fórum Metropolitano de Acessibilidade, acompanhou a assinatura da ordem de serviço.

“Foi uma grande vitória pra gente, um começo pra quem tem mobilidade reduzida, cadeirante e com deficiência visual”, comemorou.

O promotor de Defesa da Pessoas Idosa, José Augusto Cutrim Gomes, também participou da solenidade e destacou a importância do plano.

“Isso é fundamental para as pessoas com deficiência, inclusive pessoas idosas, que muitas vezes tem mobilidade reduzida e assim garantir o direito de ir e vir. Parabenizo o presidente Pedro Lucas e tenho a certeza de que isso terá efeitos práticos. Esperamos que todos os municípios se envolvam nessa construção”.

Isabelle Passinho tem uma deficiência física, é vice presidente do Conselho da Pessoas com Deficiência e diretora comercial da empresa que venceu a licitação para desenvolver o plano. Ela destaca que já começou a execução do trabalho, dentro do processo de construção, que vai trabalhar a partir de etapas que já estão definidas.

“A perspectiva da metropolização vem da ideia daquilo que é de interesse comum, como diz a Lei. Vamos apontar as intervenções necessárias, para nivelamento das demandas das cidades para que tenham duas necessidades atendidas”, concluiu.

A elaboração do Plano de Aacessibilidade Metropolitano faz parte das ações planejadas e diretrizes estratégicas, de acordo com o campo de atuação do órgão, definido em Lei Complementar Estadual nº 174/2015, que dispõe sobre a Região Metropolitana de São Luís.

0

Eduardo Braide garante mais uma emenda para o Hospital Aldenora Bello…

Braide observa a instalação de equipamento comprado com recursos de suas emendas parlamentares

O deputado Eduardo Braide anunciou a destinação de mais uma emenda parlamentar para o Hospital do Câncer Aldenora Bello. O comunicado foi feito durante reunião, nesta quarta-feira (31), com a diretoria da Fundação Antônio Dino, entidade mantenedora do hospital. O recurso deverá ser utilizado para a aquisição da pastilha de cobalto, que é a fonte de energia utilizada na máquina de tratamento por radioterapia.

O parlamentar também entregou à direção a autorização para a compra do Mamógrafo Digital e visitou as obras de construção da UTI Pediátrica e de instalação do Mamótomo – frutos de três outras emendas também de sua autoria. 

O Hospital Aldenora Bello é referência no tratamento de câncer no Maranhão. Anualmente são realizados mais de 220 mil atendimentos, 4.714 cirurgias, 31.612 quimioterapias e 5.711 sessões de radioterapia.

O deputado Eduardo Braide destacou que, desde o início do seu mandato, em 2011, tem destinado, anualmente, emendas parlamentares para atender às necessidades mais imediatas do hospital. Os recursos já garantiram a aquisição de microscópio cirúrgico, aparelhos para a realização de biópsias, mamótomo, mamógrafo digital e equipamentos para a UTI Pediátrica. 

Agora, o parlamentar destinará R$ 1 milhão em emenda, deste ano, para a compra da pastilha de cobalto.

Segundo a direção do hospital, existe atualmente uma fila de aproximadamente 1 ano de espera pela radioterapia, principal tratamento para o câncer.

“Uma das maiores dificuldades que se tem hoje no tratamento do câncer é a radioterapia. Esse é um aparelho, por exemplo, que funciona inclusive no período da madrugada, e que tem uma pastilha que está acabando a sua vida útil. Por conta disso, nós decidimos destinar a emenda deste ano para a compra de uma nova pastilha da bomba de cobalto, que faz exatamente a radioterapia. Esperamos que esse procedimento possa ser realizado o mais rápido possível, para que essa nova parte do equipamento chegue e coloque à disposição do povo maranhense um tratamento de melhor qualidade”, assinalou o deputado Eduardo Braide.

“Essa iniciativa é muito importante, pois somos um hospital que atende majoritariamente pelo SUS, e esse recurso é todo revertido para ajudar realmente quem precisa. Todas as emendas que foram destinadas pelo deputado foram muito importantes. Agora, a substituição da pastilha de energia do cobalto, que vai possibilitar que a gente continue com esse equipamento tratando os pacientes”, destacou Antônio Dino Tavares, vice-presidente da Fundação Antônio Dino.

1

Júnior Verde busca criação da Política de Desenvolvimento da Carcinicultura…

Encontra-se nas mãos do governador Flávio Dino uma Indicação de autoria do deputado estadual Júnior Verde (PRB) para elaboração de um Projeto de Lei que disponha sobre a Política Estadual de Desenvolvimento e Expansão da Carcinicultura e Meliponicultura. A proposição foi aprovada pelo Plenário da Casa para que seja elaborado pelo Executivo Estadual e visa beneficiar os produtores maranhenses de camarão e mel.

“Trata-se de uma iniciativa da qual não poderíamos fugir. Temos prerrogativas que nos permitem dar atribuições ao Poder Executivo, por isso enviamos essa Indicação. O Maranhão é um grande produtor de mel, o que muitos talvez desconheçam, e precisa de incentivo também em outras culturas como Aquicultura e Agricultura Familiar”, justificou.

A atividade da Apicultura abrange a Meliponicultura, que é a criação racional de abelhas sem ferrão, e se destaca principalmente na região Alto Turi, gerando muitos empregos e renda. Júnior Verde já formalizou estudos e análises por meio de audiências públicas que servirão de base para a elaboração de um Plano Estadual.

É um documento com objetivos, metas e instrumentos que disponibilizam formas compatíveis e viáveis para o crescimento e a solidificação da atividade apícola e meliponícola.

“Tivemos o cuidado de integrar o meio ambiente, o desenvolvimento da tecnologia, a comercialização, a circulação e o aumento de emprego e renda no setor primário no Estado. Direcionamos nossos esforços para melhorar a qualidade de vida do nosso povo”, completou o parlamentar, que no ano passado criou um Fórum para discutir a problemática da apicultura migratória no Maranhão. Membro da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia, Júnior conduziu uma reunião com membros da Federação Maranhense dos Produtores de Mel (FEMAMEL) para iniciar as discussões sobre o tema.

2

Zé Inacio entrega cestas básicas no Natal no interior..

Parlamentar beneficiou cerca de 600 famílias nos municípios de Bequimão, Alcântara e Itinga

 

Inácio com famílias beneficiadas no município de Bequimão

O deputado Zé Inácio esteve no último dia 24, no município de Bequimão entregando cestas básicas para famílias carentes.

Cestas também foram entregues nas cidades de Alcântara e Itinga.

No total foram 620 cestas distribuídas.

“Essa é uma ação gratificante e que traz alegria não só para essas famílias, mas para nós que estamos aqui fazendo as entregas, ajudando essas pessoas a terem uma ceia de Natal”, disse ele.

A entrega das cestas já é feita há vários anos pelo deputado e sua família no município de Bequimão.

O vice prefeito de Bequimão, Magal, também participou da entrega das cestas…

0

Andrea Murad repercute caso raro de paciente com linfoma que está sem assistência do governo…

A deputada estadual Andrea Murad levou para a tribuna da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (21) a situação da paciente Ariadne Weba, portadora de um câncer raro, Linfoma Não Hodgkin, que no caso da Ariadne atinge a pele. Só existem 2 casos em todo o Brasil e um deles é o da maranhense de 32 anos e mãe de dois filhos. A luta tem se tornado mais difícil sem a assistência mínima do Governo, através da Secretaria de Estado da Saúde, pedido que já foi negado várias vezes à paciente.

“No governo passado, essa mesma paciente recebia auxílio da Secretaria de Saúde para passagens, medicamentos, o que fosse preciso. Agora, na gestão do governador Flávio Dino, ela simplesmente não recebe mais passagem nem ajuda para medicamentos. Em 2015, ela finalmente recebeu o diagnóstico da doença, é um tratamento que custa muito caro, R$ 100 mil por mês a medicação. Ela não pode trabalhar, tem dois filhos pequenos, não tem como arcar com essa despesa mas o governador Flávio Dino e o secretário Carlos Lula não se sensibilizam com essa situação tão triste. O que a Ariadne quer é pelo menos lutar pela sua vida. Então, eu queria que o secretário Lula olhasse com atenção esse caso porque, se ele quisesse, arcaria com os custos dessa medicação, mesmo não sendo obrigação do SUS, mesmo que o SUS não pague. Mas o que se quer ao menos que assumam as despesas dela em São Paulo, as passagens, as diárias, isso seria o mínimo”, discursou Andrea.

Uma vez por mês, Ariadne precisa estar em São Paulo para a quimioterapia e todo o custeio vem da paciente com ajuda da família, amigos e seguidores nas redes sociais. Na semana passada, ela passou por mais uma sessão de quimioterapia que está causando fortes reações e nos últimos dias agredindo fortemente a pele, parte do corpo mais atingido pela doença. A deputada Andrea Murad criticou fortemente os altos gastos do Governo Flávio Dino com publicidade enquanto pacientes têm assistência negada pela Secretaria de Estado da Saúde.

“Isso é mais um exemplo do que acontece no governo Flávio Dino, assim como o caso Márcio Ronny, o rapaz que teve o corpo todo queimado tentando salvar uma criança de um ônibus incendiado e hoje o governo entra na Justiça para não cobrir mais o tratamento dele em Goiânia. Então, eu peço aqui hoje tanto pela continuidade do auxílio ao tratamento do Márcio como para a Ariadne Weba, que se tenha piedade. Para Comunicação tem muito dinheiro, para a propaganda enganosa tem muito, mas para tratar o povo não fazem o menor esforço. Realmente é muito triste”, disse Andrea.

 

0

Produção de “Glamour…” atua em ações sociais…

Agentes responsáveis pelo filme maranhense trabalham diretamente com doação de alimentos, roupas e recursos a famílias que participaram diretamente nas gravações

 

 

Atores, produtores e diretores de “Glamour…” em frente à casa da família, uma das principais locações do filme

A produtora executiva Lêda Lima, do filme “Glamour – Glória e Tragédia”, esteve durante o feriadão, mais uma vez, levando doações para a família da dona Deirlange, que mora às margens do trecho de novo da avenida Litorânea.

Foi mais uma ação social envolvendo a produção do curta maranhense, que está em fase de pós-produção.

A casa da família foi uma das locações do filme; serviu de cenário para a família de Pandora, uma das protagonistas da história, toda gravada em São Luís.

– Nós precisávamos de uma locação que identificasse o perfil da Pandora e a família cedeu a casa de forma muito prestativa. Temos trabalhado desde então para dar uma assistência a ela – frisou Lêda Lima.

Pais e mães de atores da produção totalmente maranhense também têm auxiliado a família de dona Deirlange

Além dela, familiares de atrizes e atores que participaram do filme – todos selecionados no Maranhão – também têm feito doações e ações sociais, como parte das atividades da agência Produtores Associados no Maranhão.

– Nosso trabalho é estimular essas crianças, jovens, adolescentes e adultos da importância que é para o ator a responsabilidade social. E o trabalho em São Luís tem sido fantástico – ressaltou Carlão Limeira, presidente da Produtores Associados e diretor-geral do filme.

“Glamour – Glória e Tragédia” tem estreia marcada para o dia 18 de outubro, no Cine Praia Grande…

1

Projeto Aprendendo Música já atendeu mais de 3 mil alunos em Timon…

 

Na última sexta-feira, 11, o projeto Aprendendo Música inaugurou sua segunda unidade física em Timon, no bairro Parque Piauí, onde serão ministradas aulas de iniciação musical com flauta doce e aulas de violão. A unidade do Parque Piauí, na sede do Instituto Vida e Ação, se une à unidade do bairro Parque Alvorada, na sede do Instituto Cocais, realizador do Projeto, para ampliar a oferta de cursos e vagas à população timonense, cursos inteiramente gratuitos.

Desde a implantação do projeto Aprendendo Música em Timon, ainda em 2014, mais de 3 mil alunos já foram contemplados, somando as matrículas de todos os semestres letivos, com cursos de iniciação musical com flauta doce, violão, violino, clarinete, teclado, canto e bateria. O presidente do Instituto Cocais, José dos Santos Oliveira, destacou que os alunos matriculados têm acesso a instrumentos musicais novos e de qualidade, além de receberem farda e material didático de forma gratuita.

“Outro ponto que destacamos no projeto é a qualidade dos nossos professores, todos eles têm a formação superior em Música e grande parte fazem ou já fizeram pós-graduação”, informou.

O idealizador do Aprendendo Música, deputado estadual Alexandre Almeida, classifica o projeto com “uma verdadeira fábrica de cidadania” e parabeniza o empenho de todas as pessoas envolvidas no projeto para oferecer o melhor para os alunos.

“Este mês de agosto vamos completar três anos de funcionamento do projeto e esta é uma escola que dá bons frutos. Muitos grandes talentos já foram revelados aqui e esse também é um de nossos objetivos. Nosso primeiro objetivo é dar cidadania e a oportunidade à população timonense de aprender essa arte tão nobre que é a música”, pontuou.

O projeto Aprendendo Música foi implantado em 2014 e atualmente possui 625 alunos matriculados na unidade do Parque Alvorada e mais 60 alunos na unidade do Parque Piauí. O projeto é incentivado pela Lei Rouanet (Lei Federal de Incentivo à Cultura) e conta com o patrocínio das Drogarias Globo.

O presidente do Instituto Cocais informa ainda que para 2018 a perspectiva é que a oferta de vagas e de cursos na unidade do Parque Piauí sejam ampliadas e o instituto também está trabalhando para abrir mais uma unidade, na rua 100, estando assim, cada vez mais próximo da população.