1

Eduardo Braide é contra remanejamento de comunidades de Alcântara…

Deputado federal entende que o acordo com os Estados Unidos deve manter apenas a área já utilizada pelo centro de lançamento, sem necessidade de ampliação, o que prejudica a população

 

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) defendeu nesta terça-feira, em encontro para discutir o acordo Brasil Estados Unidos para uso do Centro de Lançamento de Alcântara, que apenas a área atual seja usada.

– Depois que as comunidades perceberem o avanço que está chegando na área social, depois que se perceber a importância que é a utilização do CLA, aí sim, a gente pode discutir isso, mas lá na frente – pregou o parlamentar.

O encontro, na Câmara Federal, reuniu deputados federais maranhenses, membros da Comissão de Ciência e Tecnologia e representantes do Ministério da Ciência e Tecnologia.

O acordo entre Brasil e EUA para exploração de Alcântara foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), em março, em Washington…

0

Para Gastão, uso comercial do Centro de Lançamento de Alcântara vai gerar benefícios econômicos ao MA…

O plenário da Câmara dos Deputados deve iniciar nesta terça-feira,09, a análise da Medida Provisória 858/18, que extingue a empresa binacional Alcântara Cyclone Space (ACS), criada após um acordo entre Brasil e Ucrânia, de 2003, para o uso da base de lançamentos de Alcântara (MA) no lançamento de satélites comerciais.

A medida, que “tranca” os trabalhos da Casa, foi aprovada no Senado Federal no dia 26 de março, porém, precisa ser aprovada pelos deputados, uma vez que o prazo de validade expira no dia 24 de maio.

Caso seja aprovada na Câmara, a MP permitirá que o governo brasileiro avance no novo acordo de Salvaguarda Tecnológicas assinado no dia 18 de março, em Washington, com os norte-americanos, para uso comercial do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão.

Ao solicitar agilidade no debate da Medida Provisória, o deputado federal Gastão Vieira (PROS-MA) reforça que o uso comercial do Centro de Lançamento de Alcântara, poderá trazer benefícios econômicos em vários setores do município, que está localizado na região metropolitana de São Luís do Maranhão.

“Somente depois dessa discussão é que poderemos seguir com a análise do Acordo com os Estados Unidos. Precisamos definir como será distribuída a receita com os lançamentos, saber qual a parte dos royalties caberá ao governo federal e ao Maranhão”, explicou.

Gastão defende ainda, a transferência de renda para todos os moradores e quilombolas de Alcântara, possibilitando desta forma, melhorias na qualidade de vida das comunidades no entorno da Base.

“Estamos trabalhando para saber como isso seria possível. A princípio seria nos moldes do Bolsa Família, mas tudo depende dos estudos que solicitei à consultoria legislativa da Câmara para formular um projeto. Mas é bom lembrar que tudo depende, primeiramente, da aprovação do Acordo Brasil/Estados Unidos pelo Congresso”, explicou o parlamentar.

No entanto, o deputado alerta sobre o interesse de outros Estados do Nordeste na execução do tipo de operação que os americanos procuram.

“Não é só o Maranhão que está na disputa, o Ceará e o Rio Grande do Norte também têm potencial para o tipo de operação que os americanos procuram. O nosso diferencial estaria na profundidade do mar no norte do Maranhão. O que permitiria mais segurança nos lançamentos e facilitaria a chegada de equipamentos e insumos em navios”, argumentou.

1

Eliziane quer direitos fundamentais preservados em Alcântara….

Senadora faz uma cruzada no Congresso Nacional para garantir no acordo Brasil/Estados Unidos para exploração do centro de lançamento de foguetes, qualidade de vida e dignidade aos moradores da cidade

 

ELIZIANE COM REPRESENTANTES DE ALCÂNTARA E O DEPUTADO MÁRCIO em debate sobre o centro de lançamento

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) assumiu definitivamente a bandeira da população mais carente do município de Alcântara, que pode correr riscos em suas condições de sobrevivência e dignidade com o acordo entre Brasil e Estados Unidos para uso do centro de lançamento.

Eliziane lamenta, por exemplo, que o acordo tenha sido assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) lá nos EUA, sem qualquer consulta às comunidades de Alcântara.

– É preciso defender a dignidade das pessoas, bem como a moradia das comunidades quilombolas que sempre estiveram morando e preservando Alcântara. É preciso desenvolvimento, claro, mas também a garantia de direitos fundamentais e da soberania nacional – reflete a senadora.

Em sua nova investida sobre o tema, a parlamentar maranhense reuniu colegas de bancada em Brasília, e representantes de vários órgãos – Defensoria Publica da União, Federação Estadual dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Fetraf), Movimento de Atingidos pela Base de Alcântara (MABE), moradores da cidade e o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB).

A senadora pretende mobilizar toda a sociedade nesta cruzada…

0

A correta defesa do Maranhão feita por Ricardo Murad…

Pré-candidato a governador criticou o apresentador de TV Luciano Huck, que gravou um de seus fotógrafos classificando Alcântara de fim de mundo pelo fato de ser longe da cidade onde eles vivem

 

Com o silêncio do governador Flávio Dino (PCdoB), coube ao pré-candidato do PRP ao Governo do Estado a defesa do município de Alcântara, classificada de “fim do mundo” por um dos fotógrafos do apresentador Luciano Huck.

Para Ricardo Murad, como pessoa pública, Huck – que chegou a cogitar candidatura a presidente – nem deveria postar tal vídeo.

Mesmo porque, o próprio apresentador disse que “Alcântara é longe, muito longe”. (Veja o vídeo)

– Passam 13 horas num voo para Paris e não acham “fim de mundo”. Do Rio para cá são apenas 3 horas para se chegar a um dos lugares mais belos do mundo – frisou o ex-secretário.

O fotógrafo – que sequer foi identificado – ignorou a importância histórica de Alcântara e a proximidade do Maranhão dos grandes centros da Europa e dos Estados Unidos.

– Triste ver como ainda tem gente com essa imagem da nossa terra – lamentou Murad, marcando o próprio Luciano Huck no Facebook.

0

“Alcântara garantiria R$ 6 bilhões ao Brasil”, revela Pedro Fernandes…

Ao falar da visita do presidente Michel Temer ao Centro de Lançamento no Maranhão, deputado desmente que o Brasil esteja entregando a base para os Estados Unidos e diz que o país tem como lucrar tudo o que hoje gasta no mercado espacial

 

O deputado federal Pedro Fernandes (PTB) fez uma explanação, na Câmara Federal, da vista do presidente Michel Temer (PMDB) ao Centro de Lançamento de Alcântara, na semana passada.

E revelou que a base maranhense pode garantir entrada de cerca de US$ 6 bilhões ao país.

– O mercado aeroespacial, hoje, é de US$ 330 bilhões. O Brasil gasta, lá fora, US$ 6 bilhões neste mercado. Só a Base de Alcântara entraria esses mesmo US$ 6 bilhões – apontou Fernandes.

O deputado desmentiu também o que chamou de opositores de Alcântara, e disse que o Brasil não está querendo entregar a base aos Estados Unidos.

– Temos que tirar esse mito que está sendo pregado por opositores de Alcântara que nós estamos querendo entregar a base. É uma mentira. O que queremos é um acordo de salvaguardas de tecnologias,que todos países pedem para lançar foguetes a partir da base de Alcântara – explicou.

Veja o vídeo acima…

4

Flávio Dino e Odebrecht: a conexão Alcântara…

Dossiê da Procuradoria-Geral da República montado a partir da delação do ex-diretor José de Carvalho Filho cita visitas do governador comunista à base de Alcântara, logo nos primeiros dias do seu governo, para discutir futuro da base, alvo da empreiteira desde 2010

 

Dino em Alcântara
Viagens coincidiram com período de crise no consórcio firmado entre Brasil e Ucrânia

Há no dossiê da Procuradoria-Geral da República relativo ao pagamento de caixa 2 de R$ 200 mil ao governador Flávio Dino (PCdoB) – para atender a interesses da Construtora Odebrecht – registros de visitas do comunista à Base de Lançamento de Alcântara.

O documento cataloga matérias de jornais e informações sobre o interesse do governador comunista no CLA. Para tentar entender os motivos dos registros da PGR, é preciso relembrar no tempo a relação de Dino com Alcântara.

A primeira visita do comunista se deu logo nos primeiros dias do seu governo, em 21 de janeiro de 2015.

O objetivo, segundo matéria da própria assessoria, era garantir a manutenção de investimentos em tecnologia no CLA. (Veja aqui)

O site do Ministério da Ciência e Tecnologia registra nova visita de Flávio Dino a Alcântara em 25 de novembro de 2015. Desta vez, o governador chamou o então ministro da Defesa, Celso Pansera, para tratar “dos rumos do programa espacial brasileiro“, após o rompimento do acordo Brasil/Ucrânia. (Leia a íntegra da matéria aqui)

Definição de rumos
Dino recebe o então ministro Pansera para discutir futuro de Alcântara após rompimento da Cyclone Space

A princípio, a visita do governador a Alcântara não aparenta nada de mais extraordinário.

É preciso voltar ainda mais no tempo, porém, para se chegar a um indício do que quer a PGR com os recortes de informações sobre a presença do comunista na base espacial.

Chega-se a 2010, mesmo ano em que, segundo a delação do ex-executivo José de Carvalho Filho, Flávio Dino recebeu R$ 200 mil em caixa 2 para sua primeira campanha ao governo. (Relembre aqui)

Naquela época, a Odebrecht disputava licitação, em consórcio com a Andrade Gutierrez, para construção de uma nova base para a empresa Cyclone Space, formada pelos governos do Brasil e da Ucrânia.

Mas em maio de 2010 o Conselho de Defesa Nacional decidiu encerrar a licitação, alegando necessidade de pressa na definição do calendário para a obra.

A revista Exame escreveu sobre o assunto. E disse o seguinte:

– Segundo EXAME apurou, o consórcio formado por Odebrecht e Andrade Gutierrez é o que está em negociações mais avançadas com a Agência Espacial Brasileira e os representantes ucranianos para o início da obra. (Leia a íntegra aqui)

Odebrecht em Alcântara
Torre Móvel de Integração feita para a construtora pela RCO soluções para indústrias

De fato, o consórcio Odebrecht/Andrade Gutierrez foi escolhido para tocar o projeto Cyclone 4.

Tanto que, em 19 de abril de 2012, o site da empresa RCO, especializada em equipamentos para indústrias, noticiou a entrega de uma Torre Móvel de Integração, de sua fabricação, para expansão da base de Alcântara, então sob a responsabilidade da Odebrecht. (Leia aqui)

Ocorre que, a partir de 2014, quando Dino disputava o governo maranhense pela segunda vez – agora com doação legal de R$ 200 mil da mesma Odebrecht – a parceria Brasil/Ucrânia em Alcântara começou a fazer água.

O acordo bilateral foi oficialmente rompido em julho de 2015. (Saiba mais aqui)

E provavelmente esteja exatamente aí a relação entre as duas visitas de Dino ao Centro de Lançamento, já na condição de governador.

Mas isto só poderá ser esclarecido pelo Ministério Público…

0

Ufma recebe apoio da prefeitura para implantação de campus em Alcântara…

Araken assina convênio com a Ufma

Araken assina convênio com a Ufma

Com apoio da Prefeitura, a Universidade Federal do Maranhão (Ufma) iniciará as atividades acadêmicas na Unidade Avançada de Alcântara em agosto. Vinculada ao Campus de Pinheiro, a unidade dispõe de prédios doados pela Prefeitura, com aprovação da Câmara Municipal.

Em reunião recente com o prefeito Domingos Araken, dirigentes da Ufma definiram estratégias para iniciarem o funcionamento da nova unidade.

O prefeito Araken também formalizou em comunicado oficial, encaminhado à Assessoria de Interiorização da instituição, o interesse e a demanda do município para o Programa de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor/Ufma), tanto para a primeira como para a segunda licenciatura, nos cursos de História, Biologia, Filosofia e Educação Física, para funcionamento no município de Alcântara.

Na solicitação, a Prefeitura formaliza ainda que disponibilizará estrutura e espaço físico para sediar as salas de aulas aos referidos cursos e que aguarda instruções da Ufma para consolidar o Parfor no município.

Araken afirmou que “a Prefeitura dará o apoio necessário a instituição de ensino para efetivar ações protocoladas no Termo de Cooperação Técnica, já consolidado entre a Ufma e Alcântara”.

Participaram da reunião os professores do Campus de Pinheiro, Arckley Bandeira, Itálo Santirocchi, Victor Coelho, Rickley Marques e do Campus/Codó, Liliane Corrêa Lima; vereadores, secretários e dirigentes municipais e estudantes da Ufma de Pinheiro. Diretor do Campus de Pinheiro, Rickley Marques, disse que em agosto a instituição iniciará o funcionamento em Alcântara com a aquisição de móveis e equipamentos, material de expediente e atividades de ensino, pesquisa e extensão.

0

Prefeitura apoiará V Festival de Música Barroca de Alcântara…

prefeito Arakén com promotoras do evento

prefeito Arakén com promotoras do evento

A Prefeitura de Alcântara é parceira do V Festival de Música Barroca de Alcântara, que será aberto no dia 21, seguindo ate o dia 27 deste mês, nas cidades de Rosário, Bacabeira, Alcântara e São Luís. Os melhores grupos internacionais de música barroca apresentarão concertos grátis, ações didáticas, conferências sobre música erudita e integração social com os melhores especialistas latino-americanos do gênero. Um evento internacional inédito.

Aberto ao público, o Festival conta desde 2013 com o apoio da Prefeitura de Alcântara. Em reunião com as produtoras Selina Sell e Tatiana Coelho, da Equinox do Brasil, o prefeito Domingos Araken definiu o apoio da Prefeitura, que ficará responsável pela mobilização e transporte dos alunos e educadores em ônibus escolares dos povoados para a sede, onde assistirão os concertos musicais e participarão das atividades de formação musical.

A ação acontecerá no domingo, 24, à tarde, no Centro histórico de Alcântara.

Grupos de todo o mundo participarão do festival

Grupos de todo o mundo participarão do festival

A Prefeitura também viabilizará em parceria com a organização do Festival a confraternização com jornalistas no sábado (23) e promoverá uma ação didática com alunos da rede municipal. O Festival de Música Barroca de Alcântara é uma iniciativa da produtora Equinox do Brasil, e chega a sua quinta edição com o tema “Diálogos musicais entre Oriente e Ocidente”.

O festival celebrará a música antiga e proporá rica interação cultural. Os concertos, oficinas didáticas, ações sociais e workshops serão realizados nas cidades de Rosário (21), Bacabeira (22), Alcântara (23 e 24) e São Luís (25, 26 e 27). Estão previstas 12 apresentações ao longo de sete dias, além das ações pedagógicas, sociais e workshops com estudantes e pessoas de comunidades das cidades envolvidas.

Serviço

O quê: V Festival de Música Barroca de Alcântara

Quando: De 21 a 27 de julho

Onde: Rosário (21), Bacabeira (22), Alcântara (23 e 24) e São Luís (25, 26 e 27)

Entrada franca

0

Reforma dos últimos cinco prédios decretará o fim das escolas precárias em Alcântara…

escola3

Depois de conquistar recordes históricos na segurança pública do município, com a implantação do Complexo de Segurança Pública (CSI), que vem inibindo a violência e diminuindo o número de ocorrências policiais em Alcântara, o prefeito Domingos Araken (PT) garante mais uma grande conquista à população.

O mais novo resultado veio na área da educação, com a reforma e modernização dos prédios da rede municipal de ensino.

escola

53 escolas de Alcântara já foram reformadas, modernizadas e entregues pela atual gestão. As escolas ganharam novas instalações elétricas e hidrosanitárias, telhados, pisos, pinturas, acessibilidade e área completa para alimentação escolar.

“Alcântara conquista mais essa importante vitória”, disse Araken.

Neste mês, a Prefeitura concluirá a reforma e adequação de toda a rede escolar, com o início das obras nas cinco últimas escolas em funcionamento.

escola2

Ainda este ano, todas as escolas do município serão modernizadas pela Prefeitura.

“Alcântara não terá mais nenhuma escola precária funcionando. Todos os prédios escolares vêm sendo reformados e adequados em nossa administração para oferecer educação de qualidade em um ambiente escolar digno”, garante Araken. Em Oitíua e Cujupe, a Prefeitura entregará ainda duas novas escolas, construídas com alto padrão de qualidade educacional.

escola4

Para o município conquistar essa nova vitória na educação, a Prefeitura investiu forte na recuperação e construção de mais de 400 km de estradas, realizando um dos maiores investimentos da atual gestão na educação, e que garantiu o acesso de ônibus escolares para transportar alunos em todas as localidades.

O prédio histórico da Escola Inácio de Viveiros Raposo também foi restaurado e a Prefeitura realizou ainda concurso público e dois seletivos, efetivando novos professores.

É a maior revolução na Educação municipal.

Da Ascom/Alcântara
0

Presidente da Câmara de Vereadores de Alcântara desrespeita a Justiça…

presO enrolado e dono de extensa ficha corrida de malfeitos à população de Alcântara, vereador Ivan Ferreira, presidente da Câmara Municipal, mais uma vez infringe o regimento interno da casa e desrespeita leis municipal, estadual e federal.

O vereador também desobedece todas as decisões judiciais, usando de má fé para perseguir e prejudicar o município e a gestão do prefeito Domingos Araken.

Denunciado por improbidade administrativa por causar graves prejuízos a população de Alcântara, Ivan Ferreira, tem ficha suja também na própria casa por já ter rasgado atestado de saúde na cara de colega vereador, ter desrespeitado o regimento interno da Câmara e não pagar o salário dos próprios vereadores, conforme determina resolução, ficando inadimplente e sujo com a Receita Federal.

A cada nova sessão, Ivan faz manobras para tentar prejudicar o prefeito. A última do enrolado vereador foi usar de banditismo político para tentar aprovar na marra uma tal CPI da Previdência, já considerada ilegal pelo Tribunal de Justiça do Maranhão por não ter provas consistentes. Ivan também desrespeitou prazos e resoluções previstas por Lei.

Pela resolução, a Comissão Processante não poderia ser prorrogada, tendo prazo máximo de 60 dias e a pendenga já vai para o quinto mês. Capacho de adversários do prefeito, o vereador tentará nova jogada nesta terça-feira (05), desrespeitando a lei. Mesmo sabendo da nova decisão do Tribunal de Justiça que determinou suspender de imediato a CPI e todos os efeitos dela, Ivan resolveu passar por cima da Justiça e colocará a CPI fajuta em nova votação. Pelo jeito quer mandar até na Justiça.