0

André Fufuca sobre eleições 2022: “não fechei com ninguém”

Deputado federal que preside o PP no Maranhão declarou-se surpreso com informações de que estaria na relação de aliados do vice-governador Carlos Brandão; e disse que só definiu dois votos para eleições do ano que vem: o dele próprio, na reeleição, e o do Senado, para Flávio Dino

 

André Fufuca e seu PP têm compromisso apenas com ele próprio e coma candidatura a senador de Flávio Dino; para o governo, nada definido

Presidente do PP no Maranhão, o deputado federal André Fufuca desmentiu nesta terça-feira, 13, que já tenha declarado apoio para candidatos a governador nas eleições de 2022.

– Até o momento no Maranhão dois votos eu já tenho definição que vou dar: um é no deputado federal André Fufuca; e o  outro para o candidato a senador Flávio Dino. Quanto a governador, eu não fechei nem dei palavra a ninguém – afirmou o parlamentar.

Nas últimas semanas, aliados do vice-governador Carlos Brandão têm incluído o PP de Fufuca na lista da provável aliança com o PSDB.

O deputado tem espaços importantes no governo Flávio Dino, com o qual já assumiu compromisso, mas se mantém neutro em relação às eleições para o governo.

– Só quem fala por mim sou eu mesmo. Nunca falei pra ninguém que está fechado com ele,  nem a ele mesmo [Brandão]. Se estão falando, estão falando por pensamento deles, não o meu. Nunca assumi compromisso com ninguém para governador – concluiu o deputado.

Com grande espaço na propaganda eleitoral, relação consistente de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores no interior, o PP é visto como importante aliado nas eleições de 2022.

Mas se depender de André Fufuca, essa decisão não se dará agora…

3

Quatro deputados maranhenses votaram a favor de Daniel Silveira

O emedebista Hildo Rocha, o liberal Pastor Gil, Aluísio Mendes, do PSC, e o recém-empossado Josivaldo JP, do Podemos, posicionaram-se contra a manutenção da prisão do deputado que atacou o STF, defendeu o AI-5 e a Ditadura Militar e agrediu a Constituição

 

Os quatro deputados maranhenses que entenderam errada a decisão do STF contra o colega Daniel Silveira

Os deputados Hildo Rocha (MDB), Aluisio mendes (PSC), Pastor Gil (PL) e Josivaldo JP (Podemos) foram os três únicos maranhenses a votar contra a continuidade da prisão do colega carioca Daniel Silveira (PSL) preso desde terça-feria, 16, por crimes contra a Nação.

Silveira foi levado para a cadeia após defender o Ato Institucional nº 5, o AI-5 – que cassou as liberdades individuais na época da ditadura militar – ofender ministros do STF e atacar a Constituição brasileira.

Mas para os quatro parlamentares maranhenses, ele é quem está certo.

A Câmara Federal confirmou a prisão de Silveira por ampla maioria; e vai abrir processo de cassação contra o parlamentar.

Veja abaixo como votou cada deputado maranhense:

  • André Fufuca (PP) – votou Sim (MANUTENÇÃO DA PRISÃO)
  • Aluyísio Mendes (PSC) – votou Sim
  • Bira do Pindaré (PSB) – votou Sim
  • Cleber Verde (REPUBLICANOS) – votou Sim
  • Dr. Gonçalo (REPUBLICANOS) – votou Sim
  • Edilazio Junior (PSD) – votou Sim
  • Gastão Vieira (PROS) – votou Sim
  • Gil Cutrim (PDT) – votou Sim
  • Hildo Rocha (MDB) – votou Não (CONTRA MANUTENÇÃO DA PRISÃO)
  • João Marcelo S. (MDB) – votou Sim
  • Josimar Maranhãozinho (PL) – votou Sim
  • Josivaldo JP (PODE) – votou Não
  • Junior Lourenço (PL)
  • Juscelino Filho (DEM) Abstenção
  • Marreca Filho (PATRIOTA) – votou Sim
  • Pastor Gil (PL) – votou Não
  • Pedro Lucas Fernandes (PTB) -votou Sim
  • Zé Carlos (PT) – votou Sim
3

De volta ao mandato, Gastão destaca confiança de Flávio Dino

O deputado federal Gastão Vieira (Pros) reassume o mandato na Câmara dos Deputados em substituição ao deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) que assumiu a Secretaria de Cidades, no governo Flávio Dino.

Nas redes sociais, o deputado Gastão Vieira disse que não será fácil a missão de substituir o deputado Márcio Jerry em Brasília.

Para Gastão Vieira , o seu retorno à Câmara é uma grande demonstração de confiança do governador Flávio Dino

“Não será nada fácil substitui—lo, não apenas pela sua participação no projeto de Flávio Dino, como pela sua incansável forma de fazer política. Sua ação de valorização do SUS, educação, e, o mais importante, defesa da democracia, terão minha voz. Volto num momento de grandes exigências, sanitárias, econômicas e democráticas. Teremos a mais importante eleição para a presidência da Casa.”, afirmou Gastão Vieira.

O deputado federal Márcio Jerry que tomou posse na Secid destacou em entrevista ao Bom Dia Mirante, na TV Mirante, o papel que será desempenhado novamente pelo deputado Gastão Vieira e lembrou que Gastão continuará uma agenda em prol do Maranhão na Câmara dos Deputados.

“O deputado Gastão Vieira, como sabemos todos é ex-ministro de Estado tem uma larga experiência e muito respeito no Maranhão e no Parlamento brasileiro, não é do mesmo partido que eu, mas tem uma outra agenda para tratar na Câmara e seguramente uma agenda de vinculação às demandas do Maranhão, de apoio ao governador Flávio Dino, de defesa permanente à educação que é uma bandeira do deputado Gastão Vieira, da democracia e dos direitos, enfim, eu acho que em grande medida, a pauta que eu estava defendendo na Câmara dos Deputados seguirá sendo levada à frente pelo deputado Gastão Vieira”, disse.

2

Acossado pela PF, Josimar de Maranhãozinho sai do foco

Com forte batalhão de deputados federais, estaduais, prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, em São Luís e no interior, deputado federal pego na Operação Descalabro – que investigou desvio de emendas parlamentares – frustrou os que esperavam as milionárias festas de fim de ano que demonstravam a força política e econômica do seu grupo

 

Josimar com parte do seu grupo político: recolhimento após operação da Polícia Federal que flagrou desvio de emendas em São Luís

Acostumado a promover mega-eventos em São Luís e no interior do estado durante as festas e fim de ano, o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) está recolhido desde a operação da Polícia Federal que desbaratou esquema de desvio de recursos de emendas parlamentares no Maranhão.

Ele também orientou sua base e seus aliados a mergulhar neste fim de ano.

Controlador das ações  de três deputados federais – Marreca Filho (Patriotas), Júnior Lourenço (Avante) e Pastor Gyldenemir (PL) – Maranhãozinho tem poder também sobre o suplente Paulo Marinho júnior (PL), formando verdadeira sub-bancada na Câmara Federal.

Além disso, controla diretamente três deputados estaduais – Detinha, Leonardo Sá e Hélio Soares (todos do PL) – os vereadores de São luís Aldir Júnior (PL) e Daniel Oliveira (PL),; e centenas de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

Este batalhão inteiro resultaria em festas de peso, tanto na capital quanto no interior, que mostraria força política de Josimar de Maranhãozinho; e daria cacife para suas pretensões de disputar o governo em 2022.

Mas veio a operação da Polícia Federal e agora a sua perspectiva é outra.

Por isso a decisão de fechar-se em copas…

2

O incansável trabalho de Pedro Lucas em favor de todo o Maranhão

 

O deputado federal, Pedro Lucas Fernandes, tem se destacado ao longo dos últimos dois anos na bancada federal maranhense, como um dos deputados mais atuantes da atual legislatura. Desde 2019, quando tornou-se líder do PTB na Câmara, participou ativamente das principais decisões do país.

O deputado petebista, tem desempenhado um papel fundamental de apoio aos municípios maranhenses na busca por recursos para saúde, com atenção a pandemia do novo coronavírus, para a educação, com recursos para infraestrutura e transporte escolar, para infraestrutura dos municípios, com recursos para asfaltamento de ruas e avenidas, estradas vicinais, para agricultura, com patrulhas agrícolas e assistência social com kits para os conselhos tutelares.

O trabalho desenvolvido pelo deputado federal tem beneficiado os maranhenses de todas as regiões do estado e dá continuidade a destacada atuação como vereador de São Luís e Secretário da AGEM, cargos ocupados por Pedro Lucas, antes da chegada à câmara federal.

Em sua fala, o presidente do PTB Maranhão, reafirma o compromisso com a população. “A nossa maior contribuição ao povo do Maranhão é o trabalho. Vamos seguir trabalhando incansavelmente para corresponder à confiança da população em mim depositada nas eleições. É o que tenho feito desde o dia que cheguei a Câmara dos Deputados”, destacou.

Ao todo, já foram entregues ao longo desses dois anos por intermédio do deputado, Pedro Lucas, 22 ônibus escolares, 11 kits conselho tutelar, 20 patrulhas agrícolas, 20 pontos de internet. É com essa disposição para o trabalho que Pedro Lucas Fernandes chega a esse novo ano de 2021.

1

Te cuida Josimar!!! PF deflagra operação contra desvio de emendas…

Assim como adiantou o blog Marco Aurélio D’Eça, policiais federais estão realizando busca e apreensões em endereços ligados ao esquema que supostamente desviou cerca de R$ 15 milhões em emendas que deveriam ser usadas na saúde

 

Josimar e seu grupo de “corretores de emendas; Polícia Federal pode desbaratar quadrilha que já desviou milhões dos cofres públicos”

Policiais federais estão desde cedo nas ruas do Maranhão cumprindo mandados de busca e apreensão em endereços vinculados a um esquema de desvio de recursos de emendas federais para a área da Saúde.

Embora sem dar nomes, a própria PF revela que há um deputado federal como alvo da operação, acusado de desviar os recursos de suas emendas.

A operação acontece quatro dias depois de o blog Marco Aurélio D’Eça revelar, com exclusividade, que o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) controla as emendas dos colegas Pastor Gyldenemir (PL), Júnior Lourenço (Avante) e Marreca Filho (Patriota).

Na semana passada, a Polícia Federal prendeu o agiota Josival Cavalcante , o Pacovan, apontado como “corretor” do esquema de desvio das emendas. Ele tentava extorquir o prefeito de Ribamar, Eudes Sampaio (PTB), com quem Gyldenemir negociou emendas.

O esquema de compra e venda de emendas vem sendo denunciado pelo blog Marco Aurélio d’Eça desde o início de 2019.

Mas o escândalo é bem mais antigo,. e vem desde 2011, como comprova posts deste blog.

Agora, a PF começa a desbaratar as quadrilhas que roubam o dinheiro que deveria ser investido nos municípios…

3

“Prefeitos, comecem fazendo o básico”

Por Gastão Vieira

Na campanha são muitas as propostas inovadoras. Sentado na cadeira de prefeito, contudo, é melhor “copiar” o que já deu certo em outros municípios e começar a trabalhar de fato.

Em quatro anos, o prefeito vai perder muito tempo à procura de uma inovação que funcione. Por isso, não tenha medo, copie e adapte à sua realidade.

Quando Secretário de Educação, copiei e adaptei os projetos mais inovadores que pude conhecer em todo o país: Escola Ativa, Matricula Bem Fácil, Professor Presente, Dinheiro Direto na Escola, e tive muito êxito.

Então, senhores prefeitos, estabeleçam prioridades. Comecem fazendo o básico. Calçadas e ruas e avenidas sem buracos,  prevenção de enchentes, iluminação pública, coleta e destinação do lixo, professores ensinando e alunos aprendendo em escolas limpas e organizadas (reiniciar o ano letivo de 2021 até março), postos de saúde abertos e materiais suficientes, transporte coletivos pontuais e rotas racionais.

Na pressa de resolver problemas individuais e imediatos dos cidadãos, e fugir das cobranças, e da perda “aparente” da popularidade do pós-eleições, a tendência é criar ações de atenção aos mais necessitados.

Mas deixar o básico de lado também prejudica os mais pobres, como nas chuvas de fevereiro/março/ abril e suas enxurradas e nas horas perdidas em ônibus lotados.

A prefeitura pode ser grande parceira e executora das politicas compartilhadas com a União e governos estaduais.

Por exemplo , cabe aos municípios registrar as famílias no Cadastro Único de Políticas Sociais, que permite o pagamento do Bolsa Família e dos demais programas sociais.

Buscar os que ainda não estão cadastrados, ou não recebem, traz receita e nenhuma despesas.

No Maranhão mais de um milhão de famílias dependem do Bolsa Familia, e quase 600 mil casas não recebem o benefício social das contas de luz.

A Equatorial tem um cadastro completo desses beneficiários..é so trabalhar em conjunto. A maioria dos  municípios pode complementar com recursos próprios essa renda.

Boa gestão descentralizada do SUS e das medidas assistenciais federais via educação (merenda, material e transporte escolar) combina o fazer básico com atenção social.

Vamos digitalizar os serviços. Contador a distância, morando na capital, traz MPF, MPE, TCE, TCU. A execução Fiscal e a prestação de contas tem legislação exigente e complexa.

Para não perder seu tempo com tanta burocracia, digitalize e integre as informações de arrecadação, orçamento, gastos e controle. Quem tem as informações nas mãos administra melhor e evita punições.

Cuide da folha de pessoal e da Previdência. Os municípios são grandes provedores de mão de obra. Errar ao contratar e fixar salários quebra a prefeitura. Previdência municipal desequilibrada leva o dinheiro todos junto com as cobranças do INSS.

Não é verdade que os municípios vivem de pires na mão. Nossos municípios se destacam por terem grande participação na receita.

Município quebrado no Brasil, no Maranhão, é má gestão, e não falta de recursos. Gaste tempo trabalhando no seu município e menos tempo reclamando em Brasilia.

Enfim,  passada a euforia da vitória, é  hora de trabalhar e trabalhar muito pra honrar cada voto recebido.

Boa sorte a todos!

*Gastào Vieira é deputado federal (PROS-MA)

3

Josimar controla emendas de três deputados maranhenses

Pastor Gyldenemir, Marreca Filho e Júnior Lourenço atuam sob o co,mando do deputado apontado como “papão de emendas” no Congresso, em um esquema que começou a ser desbaratado semana passada pela Polícia Federal

 

Josimar recebe seus pontas-de-lança para café da manhã em família; deputados estaduais e vereadores também fariam parte do “grupo de corretores”,

A prisão na semana passada do agiota Josival Cavalcante, o Pacovan – em uma operação da Polícia Federal envolvendo o prefeito de Ribamar, Eudes Sampaio (PTB) – foi um alerta a um grupo de deputados federais maranhenses que seguem as ordens do colega Josimar de Maranhãozinho (PL).

Dono do PL no Maranhão, Josimar controla outros dois partidos – o Patriota e o Avante – que têm os também deputados federais Marreca Filho (Patriotas) e Júnior Lourenço (Avante) como seus pontas-de-lança.

Ao lado do Pastor Gyldenemir (PL) – citado na operação da PF envolvendo Pacovan – os parlamentares se transformaram no que é chamado nos bastidores da bancada por “corretores de emendas”, com escritórios montados para operacionalizar a compra e venda de “certificados” que garantam a liberação de recursos federais no Maranhão.

Os depoimentos já colhidos pela investigação têm conteúdo explosivo para esses “corretores”. 

Josimar ficou milionário depois que entrou na política, como mostrou o blog Marco Aurélio D’Eça no post “Josimar de Maranhãozinho: R$ 1 milhão em patrimônio a cada ano na política…”

Mas viu seu poder de fogo multiplicar-se após chegar a Câmara Federal, a ponto de ser classificado em matéria o jornal O Estado de S. Paulo, como o ‘papão de emendas” na era Bolsonaro.

Pacovan seria o financiador dessas compras, liberando o dinheiro para prefeitos e parlamentares; e depois cobrando a faturas, como vinha tentando com Eudes Sampaio.

A prisão do agiota – mais uma ao longo dos últimos 10 anos – põe Josimar de Maranhãozinho e seu grupo de  “corretores de emendas” – que pode ser ainda maior, envolvendo, inclusive deputados estaduais e vereadores – em estado de alerta na Polícia Federal.

Por que, ao que tudo indica, o fio da meada começou a ser desenrolado…

3

Esquema que atraiu PF para Ribamar pode envolver deputado federal

Pastor Gyldenemir chegou a negociar com o prefeito Eudes Sampaio recursos de emendas da área da Saúde, indicando o agiota Pacovan como intermediário, num esquema que vem se arrastando há anos na Câmara Federal e envolve parlamentares de vários partidos no estado

Gyldenemir é um dos canais de Josimar de Maranhãozinho na movimentação de emendas parlamentares; ele chegou a Ribamar, onde o agiota Pacovan foi preso por extorsão

No início de 2020, o deputado federal Pastor Gyldenemir (PMN) teve um encontro a sós com o prefeito de São José de Ribamar, Eudes Sampaio (PTB).

Os dois, que não tinham qualquer tipo de relação, trataram sobre liberação de emendas na área da Saúde para a prefeitura de Ribamar. Mas Gyldemenir fez uma exigência: era preciso tratar a movimentação dos recursos diretamente com o agiota o Josival Cavalcante, o Pacovan.

Estaria aí o fio da meada da operação que levou Pacovan para a cadeia, nesta quinta-feira, 3, sob acusação de chantagem e extorsão a prefeitos, incluindo Eudes Sampaio.

O blog Marco Aurélio D’Eça já tratou do esquema de compra e venda de emendas parlamentares em diversos posts ao longo de 2020; mostrou, por exemplo, como recursos das emendas para combate à coVID-19 estavam sendo desviadas em vários municípios.

E o caso não vem de hoje, como revela post publicado neste blog em julho de 2011, sob o título “Suposta agiotagem de emendas desperta interesse da mídia nacional…”

Gyldenemir é hoje a parte mais frágil desse esquema, que envole outros deputados federais, a maior parte ligada aos partidos PL, Patriotas e Avante, todos controlados pelo controvertido Josimar de Maranhãozinho – ele próprio um dos conhecidos negociadores dessas emendas.

Josimar foi destacado em reportagem de O Estado de S. Paulo como o “Papão de emendas”.

O caso envolvendo Eudes Sampaio pode ser só o primeiro de uma série de ações da PF para coibir a prática de compra e venda de recursos públicos envolvendo agiotas como Pacovan.

Outros parlamentares, inclusive, procuraram o mesmo Eudes Sampaio para tratar do assunto…

0

Edilázio intensifica agenda de campanha em municípios do MA

O presidente estadual do PSD, deputado federal Edilázio Júnior,  intensificou no último fim de semana a sua agenda de participação na campanha eleitoral em municípios do interior do estado. 

Edilázio passou por Santa Luzia do Paruá, Codó, Nova Olinda e Mata Roma.

Em Santa Luzia do Paruá, o presidente do PSD foi recepcionado pela Dra. Eunice, candidata a prefeita, que tem o apoio do parlamentar para um trabalho em conjunto com a Câmara Federal. Lá, ele participou de um grande comício e pediu votos para o seu eleitorado no município, à candidata.

Em Nova Olinda, ele participou de outro grande ato de campanha pela reeleição da prefeita Iracy Weba. “O povo já escolheu. É Iracy Weba por mais 4 anos em Nova Olinda para dar continuidade a este grande trabalho que está sendo feito no município. Conte comigo”, enfatizou.

Em Codó, Edilázio participou de uma carreata e um comício ao lado do candidato a prefeito, Dr. Zé Francisco.

Já em Mata Roma ele destacou a recepção calorosa que recebeu do eleitorado, ao lado do deputado estadual Paulo Neto, em ato que marcou a reta final da campanha de Carmem Neto, candidata a prefeita daquele município. 

“A população do município pode contar comigo. Irei lutar lá em Brasília para garantir recursos e benefícios para todos”, pontuou. 

Edilázio percorreu ainda os municípios de Brejo e Timon. Em Brejo, ele participou de ato pela eleição de Olivia Caldas, candidata a prefeita pela coligação “Juntos faremos mais”.

Em Timon, ele reuniu os candidatos a vereador do PSD e definiu com eles a reta final de campanha.   

As eleições municipais serão realizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em todo o Brasil, no próximo domingo, dia 15.