2

Fantasmas da Ditadura Militar já rondam o país…

A ameaça aberta do general Villas Boas é apenas uma das várias movimentações do Exército para trazer de volta o anos sombrios ao Brasil – agora com estímulo aberto de setores empresariais e políticos da elite brasileira

 

DE PRONTIDÃO. General Villas Boas e sua tropa de oficiais-generais; uma ameaça militar sobre a nação

A mensagem do comandante do Exército, general Villas Boas, divulgada nesta terça-feira, 3, é uma ameaça aberta – e não mais velada – de que os militares estão na espreita pelo poder no país.

E isso é gravíssimo.

A ditadura militar, os anos de chumbo – ou a revolução, como alguns queiram chamar – foi o que de pior ocorreu na história do país. E só ocorreu porque a elite brasileira não aceitou ser governada por alguém de esquerda.

A fala tresloucada do general se deu exatamente no momento em que o Supremo Tribunal Federal decide o destino de outro home de esquerda, que as elites também não querem mais ver no comando do país.

– Nessa situação que vive o Brasil, resta perguntar às instituições e ao povo quem realmente está pensando no bem do País e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais?  – disse o general.

TROGLODITA REACIONÁRIO. Jair Bolsonaro e seus gestos, sempre ameaçadores, sempre truculentos

Não cabe a qualquer militar – e muito menos ao general Villas Boas – fazer um questionamento desses como cidadão comum. Sua voz ecoará como sendo a de um agente de guerra; de alguém que sonda o terreno para atacar, princípio básico do Exército.

Pior: uma loucura militar dessas ainda encontra eco no seio da sociedade.

E encontra por que se trata da mesma sociedade que hoje põe nas cabeças das pesquisas um brutamontes ignorante, arcaico e descontrolado como o deputado federal Jair Bolsonaro.

Fantasmas da ditadura militar já rondam o país de norte a sul.

E as ameaças deles são cada vez mais claras…

0

OAB intervém e vereador que ameaçou advogado é preso

A atuação da Seccional Maranhense da Ordem junto à Secretaria de Segurança Pública foi determinante para a prisão do parlamentar

 

Ciente do seu papel da defesa intransigente da advocacia é que a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão (OAB/MA), através do firme e responsável empenho do Conselheiro Estadual Sérgio Aranha, interveio junto à Superintendência da Secretaria de Segurança Pública do Estado, e passou a acompanhar de perto o caso do advogado ameaçado de morte pelo presidente da Câmara Municipal de São Luís Gonzaga, o vereador Danilo (PDT).

“A OAB Maranhão recebeu a denúncia do advogado Bismarck Salazar e prontamente fui orientado pelo presidente da Ordem, Dr. Thiago Diaz a acompanhar o caso de perto, para garantir a segurança do profissional”, disse o Conselheiro Estadual da Seccional Maranhense da Ordem, Sérgio Aranha.

Assim que recebeu a denúncia, a Ordem passou a acompanhar o caso e a apoiar as ações desenvolvidas pela Secretaria de Segurança Pública através da Superintendência do Interior por meio do delegado Dicival Gonçalves.

A pronta ação da OAB/MA junto à Polícia Civil permitiu que o presidente da Câmara de São Luiz Gonzaga fosse convidado a comparecer à Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos sobre o ocorrido. Após busca no veículo do vereador, foi encontrada uma arma de fogo, tipo revólver, calibre 38 que, por não possuir registro, foi apreendida e não tendo, o vereador autorização para portá-la foi de imediato preso em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo.

A OAB Maranhão não tem medido esforços para garantir os direitos dos advogados em exercerem livremente a advocacia como determina a própria Constituição Federal ao afirmar em seu artigo 133 que “o advogado é indispensável à administração da Justiça…”.

Assim, a Seccional Maranhense da Ordem tem buscado por meio de uma gestão integrada com as Subseções, com os seus Conselheiros Federais, com os Conselheiros Estaduais e com todas as suas Comissões agir para que cada profissional da advocacia que atua no Estado do Maranhão, tenha seus direitos respeitados e possam livremente exercer seu trabalho sem ameaças.

5

Hildo Rocha pede solução imediata para problemas no Estreito dos Mosquitos…

Rachadura já toma quase toda a estrutura da ponte

Rachadura já toma quase toda a estrutura da ponte

 

Após tomar conhecimento da existência de rachaduras na ponte Marcelino Machado, que liga a ilha de São Luís ao continente, o deputado federal Hildo Rocha (PMDB) esteve no local com o objetivo de examinar a gravidade do caso.

“De fato, há uma enorme rachadura e isso é preocupante. Vou levar as imagens para o diretor-geral do Dnit, com quem terei uma audiência esta semana, e também ao ministro dos Transportes. Algo tem que ser feito, irei cobrar soluções imediatas, para evitar que ocorra uma tragédia”, declarou Rocha.

O deputado conversou com moradores do bairro da Estiva que mostraram muita preocupação.

Eles disseram que a rachadura aumentou passando de um lado a outro da ponte e que o DNIT mandou uma empresa jogar apenas asfalto sobre a rachadura na parte superior da mesma.

Hildo Rocha fez vistoria pessoal na estrutura do Estreito

Hildo Rocha fez vistoria pessoal na estrutura do Estreito

Como se não bastasse à lentidão na obra de duplicação da BR-135, surge agora mais um problema que poderá causar ainda mais problemas à população. Sem dúvida, é mais um caso que exige o empenho dos órgãos diretamente ligados ao caso e também autoridades de todas as esferas de governo.

Em 2005, a ponte Marcelino Machado ficou interditada por mais de dois anos, pelo mesmo problema.

“O governo investiu muitos recursos na recuperação e agora, novamente, nos deparamos com o mesmo problema. Alguma coisa está errada e se está errada deve-se consertar”, declarou Hildo Rocha.

17

Seria intimidação ou ameaça?!?

ameaça

Este blog recebeu hoje o comentário acima, já devidamente moderado e publicado. Trata-se de cidadão qualquer que faz uma afirmação grave: o governo Flávio Dino estaria pronto a usar a polícia para intimidar o titular deste blog? O jornalista Marco Aurélio D’Eça vai procurar os advogados e denunciar o caso na Câmara Federal, na Assembleia e às entidades jornalísticas, por que não se admite que um estado seja usado para intimidar – ou mesmo eliminar, quem sabe?!? –  aqueles que não rezam na cartilha do governador

29

As ameaças do procurador Cláudio Pavão…

A governadora Roseana Sarney (PMDB) está encurralada.

As ameaças do procurador José Cláudio Pavão Santana, reveladas no twitter – e divulgadas em primeira mão por Gilberto Léda – tiram dela a possibilidade de optar pela indiferença na crise com a Procuradoria-Geral do Estado.

Ou Roseana toma uma decisão dura ou ficará refém do órgão.

É exatamente isso que diz Cláudio Pavão, em uma das ameaças mais abertas já feitas no Maranhão.

Ou Roseana a mantém (a procuradora-geral Helena Haickel) ou não governará. escrevam o que eu digo – detona ele, dando a entender, também, ser detentor de um absoluto poder no órgão.

Seria chantagem, recado, bravata ou surto do procurador? Caberá a Roseana dizer o que é.

E só o fará mostrando quem é que manda…