6

Weverton tem propostas para ressocialização de adolescentes…

Destaque do parlamentar maranhense foi aprovado na Comissão Especial que aprovou redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, em caso de crimes violentos

Contrário à redução da maioridade penal, Weverton busca alternativas à punição tradicional

Contrário à redução da maioridade penal, Weverton busca alternativas à punição tradicional

Apesar de criticar a forma atropelada como o Projeto da Mioridade Penal foi posto em votação na Comissão Especial que trata do assunto, o deputado Weverton Rocha (PDT-MA) conseguiu incluir no texto um destaque, que prevê a criação de políticas públicas e programas destinados ao atendimento socioeducativo e à ressocialização dos adolescentes em conflito com a lei.

O destaque ao relatório prevê, ainda, que os recursos específicos para essas finalidades não poderão ser contingenciados pela União, nem os estados.

– A aprovação deste destaque é uma grande conquista, pois as medidas socioeducativas previstas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) não vêm sendo cumpridas pelo governo, que tem contingenciado recursos orçamentários destinados à ressocialização e construção de novas unidades de internação de menores infratores no país. Temos que responder à sociedade com políticas públicas que, verdadeiramente, punam e com ações de educação e ressocialização do jovem. Temos que discutir as causas e não o efeito – disse Weverton.

A comissão aprovou o projeto que reduz de 18 para 16 anos a maioridade penal, mas apenas para casos de crimes violentos. O texto segue para votação no plenário da Câmara, provavelmente no próximo dia 30.

Para ser aprovado, é preciso o apoio de 60% dos deputados (308 de 513).

Caso isso ocorra, segue para o Senado…

5

Weverton Rocha precisa provar que tem o apoio da militância do PDT…

Militância vai ou não vai ao encontro do PDT?

O encontro do PDT, neste sábado, será o primeiro grande teste para o agora deputado federal Weverton Rocha.

Para provar que tem liderança interna no PDT, ele vai precisar reunir a militância do partido, que os antigos aliados dizem estar em outro projeto.

– Eles estão fazendo tudo isso para levar a legenda para o deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC). Apenas a sigla PDT, mas não a militância, pois essa ficará com o prefeito João Castelo – é o que afirma o castelista Júlio França.

Rocha: hora de provar liderança

Alçado à condição de deputado federal ao mesmo tempo em que será presidente municipal do PDT, Rocha ainda é visto como incógnita pelos militantes.

Se não conseguir reunir boa parte deles no encontro de hoje, mostrará que seus adversários internos têm razão.

É um desafio para o parlamentar mostrar que está levando para o grupo de oposição ao prefeito não apenas a legenda, como acredita o ex-aliado França.

Mas, sobretudo, a militância…

13

Weverton assume vaga na Câmara e comando do PDT…

O suplente Weverton Rocha assume hoje a vaga do deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC). Ainda esta semana, assumirá, também, o comando do diretório municipal do PDT em São Luís.

Apesar de os dois evitarem relacionar uma coisa com a outra, a posse de Rocha na Câmara Federal praticamente consolida o apoio do PDT à candidatura de Edivaldo Júnior a prefeito.

É o diretório municipal quem decide, em primeira instância, a política de alianças das eleições municipais. Como Rocha é abertamente favorável ao apoio pedetista a Holanda Júnior, subtende-se que o partido seguirá mesmo com ele.

Para garantir a aliança – que espera contar também com PPS, PSB, PCdoB e PP – foi necessária a destituição do presidente Ivaldo Rodrigues, indicado pelo próprio Weverton Rocha há menos de um mês.

Declaradamente aliado do prefeito João Castelo, Rodrigues tentava convencer a base pedetista a manter o apoio ao tucano.

Weverton Rocha será empossado sábado no comando partidário, em evento com a presença do presidente nacional, Carlos Lupi.

4

Posse de Weverton na Câmara consolida oposição do PDT a Castelo…

 

Weverton: forte na Câmara e no PDT

A volta do deputado federal Weverton Rocha (PDT) à Câmara, consolida a aliança do PDT de São Luís com os partidos da oposição ao prefeito João Castelo (PSDB).

Rocha é o principal avalista do apoio do PDT à candidatura do deputado Edivaldo Holanda Júnior (PTC), que abre vaga para ele.

Como também goza de forte prestígio no PDT nacional, o parlamentar afasta todas as possibilidades de aliança com Castelo.

Nem que para isso tenha que  sufocar os dirigentes pedetistas em São Luís, ainda alinhados à administração municipal.

Um deles já perdeu o posto: ontem à noite, o vereador Ivaldo Rodrigues foi destituído da presidência municipal pedetista, que havia assumido menos de um mês antes.

Aos demais, restará dois caminhos:

Deixar o partido ou ficar, resignados…

15

Ivaldo Rodrigues pode perder comando do PDT em São Luís…

Ivaldo é visto como problema no comando do PDT

Menos de dois meses após ter sido nomeado presidente municipal do PDT, o vereador Ivaldo Rodrigues já está ameaçado de perder o cargo.

Ecolhido pelo grupo do deputado federal Weverton Rocha, que convenceu o presidente regional Julião Amin a nomeá-lo, Rodrigues tinha a missão de convencer os militantes ludovicenses a seguir a orientação nacional, de aliança com os partidos de oposição ao prefeito João Castelo (PSDB).

Ao contrário disso, usou a estrutura partidária para forçar a manutenção do apoio a Castelo.

Pelas regras pedetistas, n0s municípios onde os diretórios são comandados por comissões provisórias, caso de São Luís, as instâncias superiores do partido têm prerrogativa para nomear ou desfazer qualquer diretoria.

Amin acha que Ivaldo trabalha contra os interesses do PDT e Rocha sente-se traído pelo aliado vereador.

Ivaldo Rodrigues já deixou claro que, mesmo afastado da direção, vai manter o apoio ao prefeito.

– Tenho compromisso pessoal com o prefeito Castelo – justifica…

10

Intransigências pessoais podem levar ao racha no grupo que controla o PDT maranhense…

O presidente do PDT maranhense, Julião Amin, e o secretário-geral da legenda, Weverton Rocha, perderam o controle do grupo que comandam no debate interno do partido.

Os vereadores Ivaldo Rodrigues e Barbosa Lages, além dos secretários Clodomir Paz (SMTT), Júlio França (Abastecimento) e Pavão Filho (Orçamento), não aceitam a imposição de ter que deixar o governo Castelo.

Weverton com pedetistas: dificuldades para conciliar interesses

Neste ponto do debate, os interesses pessoais têm pesado mais que os interesses estratégicos da legenda – incluindo o projeto eleitoral de cada um.

Na reunião de ontem, os pedetistas pró-Castelo deixaram claro que não pretendem se afastar do prefeito. Uma nova reunião está prevista para hoje, quando tentarão buscar solução definitiva.

Weverton e Amin ganharam a queda-de-braço com o grupo de Clay e Igor Lago pela fidelidade que demonstraram ao projeto do diretório nacional.

Demonstrando força, eles conseguiram o apoio de Clodomir Paz, Júlio França e Ivaldo, inclusive com a perspectiva de que Clodomir seria o presidente municipal do PDT.

Trunfo do PDT, Clodomir pode ficar fora do debate eleitoral

Ocorre que a direção nacional só aceita dar a Executiva ao secretário se ele deixar a administração Castelo.

Para os pedetistas maranhenses, esta exigência demonstra clara falta de confiança.

Carlos Lupi e Manoel Dias, comandantes nacionais do PDT, não querem a aliança com Castelo – e são seguidos por Julião Amin e Weverton Rocha.

Mas os dois líderes maranhenses já enfrentam dificuldade para convencer os aliados de que a melhor opção é a aliança com a base do governo Dilma Rousseff (PT).

7

Julião Amin no comando do PDT…

Julião Amin comandará PDT

Do blog de Jorge Aragão

8h – O Blog conseguiu com exclusividade a confirmação que o presidente da Direção Nacional do PDT, o ex-ministro Carlos Lupi, já definiu os novos comandantes do partido no Maranhão.

Conforme o Blog já antecipava o grupo de Weverton Rocha saiu vitorioso e Lupi definiu que a Comissão Provisória Estadual passará a ser presidida pelo ex-deputado federal, Julião Amin (foto) e caberá ao secretário da SMTT de São Luís, Clodomir Paz, comandar a Comissão Provisória Municipal.

Além de definir os comandantes do partido no Maranhão, Lupi encaminhou a decisão para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que deverá até a sexta-feira (10), informar a decisão para o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão.

Com a decisão, a probabilidade maior é que o PDT coligue com o PSDB nas eleições municipais de São Luís. O partido terá inclusive a prerrogativa de indicar o candidato a vice na chapa encabeçada pelo prefeito João Castelo.

Nesse caso a disputa parece ser entre dois secretários municipais, Júlio França e Clodomir Paz.

5

Weverton Rocha propõe anistia a militares grevistas do Maranhão…

Militares na Assembléia, durante a greve...

Já começou a tramitar na Câmara Federal o Projeto de Lei que propõe anistia aos policiais e bombeiros militares maranhenses que entraram em greve por melhorias salariais em outubro do ano passado.

A proposta é do deputado federal Weverton Rocha (PDT).

O deputado maranhense quer que os militares do Maranhão também sejam beneficiados pela Lei nº 12.505/11, que concedeu anistia a militares grevistas de Alagoas, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rondônia e Sergipe.

Deputado Weverton Rocha

Policiais e bombeiros militares da Bahia, Ceará, Mato Grosso, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina, Tocantins e Distrito Federal também já foram beneficiados pela Lei.

– Nosso projeto visa garantir igual tratamento aos policiais militares maranhenses que, de forma íntegra e legítima, participaram de movimentos para melhorar os próprios salários e condições de trabalho – justificou Weverton Rocha.

Antes de ir a plenário, o projeto será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Relações Exteriores e de Defesa Nacional; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

A votação deve ocorrer ainda neste semestre…

10

“Igor Lago não tem vínculo político, partidário e cultural com o Maranhão”, afirma Weverton Rocha…

Rocha e Lago: a guerra agora é pública

O deputado federal Weverton Rocha assumiu hoje, oficialmente, que trabalha contra a permanência do médico Igor Lago na presidência do PDT maranhense.

E justificou publicamente os motivos de tomar tal posição:

– Igor Lago não tem vínculo político-cultural com o Maranhão, nem com a militância do PDT – afirmou Rocha, em entrevista coletiva, hoje à tarde, em seu escritório pessoal de São Luís.

Filho de Jackson Lago, Igor Lago nunca participou da vida partidária e nem das campanhas do pai, que foi prefeito de São Luís e governador do

Feitosa: PDT só para seus interesses

Maranhão. Desde a conclusão do Ensino Médio, mora em São Paulo e só vem à capital maranhnse para compromissos profissionais.

– A verdade é que o Igor não conhece nosso estado e não contempla mais as várias correntes do partido – comentou Wevberton Rocha.

Amin deve presidir o partido

A posição do parlamentar pedetista é uma resposta ao ex-presidente do PDT municipal, Moacir Feitosa, que o acusou de estar usando o partido para fazer negócio.

– Quem tem histórico de negociação com o partido é o Moacir – rebateu o deputado.

Nas eleições de 2008, Feitosa tentou ganhar a indicação de candidato do partido para, em seguida, segundo seus adversários internos, negociar para ser vice de João Castelo.

Na época, apoiado pelo então prefeito Tadeu Palácio (hoje no PP), o ex-deputado Clodomir Paz ganhou a indicação e disputou a eleição, alcançando cerca de 10% dos votos.

Weverton Rocha deve apoiar a indicação do ex-deputado Julião Amin para o comando pedetista maranhense e o Clodomir Paz para o diretório de São Luís.

Amin deve se reunir neste fim-de-semana com a cúpula nacional do PDT.

São grandes as chances de sair de lá pesidente regional…

10

Acordo pró-Weverton inclui aliança PDT/PSDB em São Luís, Imperatriz e Paço do Lumiar…

Weverton: rumo ao comando pedetista

Tem dois objetivos a posse do suplente Weverton Rocha (PDT) na vaga do deputado federal Carlos Brandão (PSDB).

O pimeiro: garantir o apoio do PDT às candidaturas tucanas de João Castelo, em São Luís, Sebastião Madeira, em Imperatriz, e Pinto Itamaraty, em Paço do Lumiar.

Mas o primeiro objetivo só deverá se consolidar após alcance do segundo: o controle do PDT por Rocha, via presidente nacional pedetista, ministro Carlos Lupi.

Toda a história foi contada pelo deputado federal Hélio Santos, que trocou o PSDB pelo PSD após a posse de Rocha. Segundo Santos, o acordo foi selado em um almoço com a presença de Brandão, Weverton e os três candidatos do PSDB.

Brandão: saída em nome do PSDB

Ainda segundo Hélio Santos, Brandão neociara com o próprio Lupi sua licença na Câmara.

Um semana após assumir, o novo deptuado federal pedetista esteve com o deputado estadual Carlinhos Amorim, que estava cotado para disputar a Prefeitura de Imperatriz pelo PDT. Aliado do próprio Madeira, Amorim poderá compor sua chapa.

Em São Luís, o processo de adesão do PDT está ainda mais encaminhado.

É aguardar e conferir…