0

Fim do PL 6159: a articulação de Braide em favor das pessoas com deficiência

Deputado foi um dos articuladores da pressão que levou à retirada de pauta do Projeto de Lei que previa vários retrocessos na inclusão social e profissional de pessoas com algum tipo de dificuldade física

 

O deputado federal Eduardo Braide marcou o Dia Internacional de Luta da Pessoa com Deficiência, dia 3 de dezembro, com uma grande conquista: a retirada de pauta do PL 6159/2019, que prevê vários retrocessos na política de inclusão das pessoas com deficiência.

“Jamais deixaria passar um projeto que, por exemplo, diminui o número de vagas no mercado de trabalho para as pessoas com deficiência, além de dificultar o recebimento do auxílio-inclusão. Esse PL representa um verdadeiro retrocesso a todas as conquistas de movimentos e entidades das pessoas com deficiência”, destacou o deputado.

Ainda no dia de ontem, foi realizada uma audiência pública na Câmara dos Deputados para tratar da problemática do PL 6159.

“O que é mais grave é que esse projeto foi elaborado sem ouvir as entidades e os movimentos da pessoa com deficiência. Eles têm um lema importantíssimo que foi desrespeitado: ‘nada sobre nós sem nós’. Os movimentos e entidades da pessoa com deficiência precisam ser respeitados e foi justamente isso que buscamos durante todo o dia”, acrescentou Eduardo Braide.

No fim do dia, acompanhado de representantes de movimentos e entidades da pessoa com deficiência, Braide foi recebido pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que assumiu o compromisso de não votar o PL 6159.

“Junto com vários representantes de movimentos e entidades, conseguimos do presidente Rodrigo Maia, o compromisso de não votar o PL 6159. Os direitos de tantos anos de luta não podem ser acabados numa única medida. Em uma data histórica, com essa importante vitória, fizemos – sem dúvidas – jus ao Dia Internacional de Luta da Pessoa com Deficiência”, finalizou Eduardo Braide.

3

Projeto de Roberto Rocha institui passe livre estudantil no transporte coletivo…

Proposta feita em parceria com a senadora Lídice da Mata, cria também o Fundo Federal do Passe Livre, e é uma das várias medidas parlamentares para baixar o custo do transporte no Brasil

 

Projeto visa garantir acesso universal ao transporte

O senador maranhense Roberto Rocha (PSB), ora licenciado, é autor do Projeto de Lei 353/2016, que institui o passe livre a estudantes de baixa renda no transporte coletivo em todo o país.

De acordo com a proposta – criada em parceria com a senadora Lídice da Mata, do PSB da Bahia – o estudante de baixa renda terá transporte público gratuito entre a residência e a escola.

Roberto Rocha articula nas comissões a aprovação de sua proposta

O projeto de Roberto Rocha cria também o Fundo Federal do Passe Livre,m que garantirá o custeio do transporte gratuito para estudantes em todo o Brasil.

A proposta já foi aprovada na Comissão de Educação do Senado e está sob análise da Comissão de Assuntos Econômicos…