7

A força nacional de Eliziane Gama…

Senadora maranhense tem destaque na cobertura da grande imprensa com a sua postura independente no Congresso; e ganha ainda mais espaço ao defender maior participação feminina nas instâncias de decisão do Senado

 

Governista tentaram calar a voz de Eliziane Gama, que se impôs, buscando espaço para as mulheres na CPI da CoVID-19

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) tem ocupado a grande mídia desde o início do seu mandato, sempre com discussões de relevância na pauta nacional. 

O debate desta quarta-feira, 5, em pleno Jornal Nacional, é apenas mais uma das pautas em que a líder do Bloco Independente no Senado tem aparecido ao longo dos últimos dois anos e meio.

Eliziane é uma árdua defensora do maior destaque à presença feminina nas decisões do Senado e do Congresso Nacional. Ela conseguiu abrir espaço para as mulheres como bloco com direito a voto.

Agora, tem lutado pela presença de uma mulher na CPI da CoVID-19, por isso a participação efusiva na audiência do ex-ministro da Saúde, Nelson Teich.

É a parlamentar m,aranhense com maior presença na mídia nacional, sempre em assuntos de nteresse da nação, como este blog já mostrou no post “Eliziane Gama e a mídia nacional…”

E já começa a ser voz também na questão da disputa presidencial de 2022…

3

Marlon Botão propõe a criação da Secretaria Municipal das Mulheres

A violência contra as mulheres ainda é uma chaga que assola o nosso país. No Maranhão, de acordo com dados do Monitor da Violência, a taxa de feminicídios supera a média nacional, e o abismo salarial ainda é uma realidade. Para combater essas e outras violências, além de incentivar a geração de emprego e renda, o vereador Marlon Botão (PSB) apresentou requerimento, na Câmara Municipal de São Luís, propondo a criação da Secretaria Municipal das Mulheres.

O requerimento Nº 411/2021, de autoria do vereador, tem o objetivo de fomentar as políticas públicas voltadas para as mulheres em São Luís, visando a proteção, equidade de direitos, e a geração de emprego e renda.

“Friso que a nossa proposta é para a criação da Secretaria Municipal das Mulheres, no plural, pois reconheço a nossa diversidade: a mulher negra, a mulher quilombola, a mulher do campo, a mulher trans etc. E nós queremos que todas sejam assistidas pela secretaria e tenham seus direitos garantidos”, disse o vereador Marlon Botão.

Na proposta do vereador, a Secretaria Municipal das Mulheres de São Luís terá papel estratégico para coordenar as ações políticas relativas à condição de vida da mulher e ao combate aos mecanismos de subordinação e exclusão que sustentam a sociedade discriminatória, visando buscar a promoção da cidadania feminina e da igualdade entre os gêneros. Além disso, a Secretaria Municipal das Mulheres de São Luís, seguindo o exemplo do município de Teresina, promoverá meios para o desenvolvimento de atividades profissionais, com qualificação teórica e capacitação para o trabalho – garantindo independência financeira para todas as mulheres.

“É nosso dever garantir os direitos e a dignidade das mulheres. É sabido que muitas vivem submissas, em relacionamentos violentos, por causa da dependência financeira. Com a Secretaria Municipal das Mulheres em São Luís nós levaremos acolhimento a essas mulheres e mostraremos que existe saída, que elas não precisam se submeter a nenhum tipo de violência. Políticas públicas voltadas para a geração de emprego e renda, para o fomento do empreendedorismo feminino, serão prioridade da Secretaria”, afirmou Marlon Botão.

Luta histórica

Marlon Botão destacou, ainda, as lutas históricas que as mulheres travaram ao longo dos anos.

“As mulheres brasileiras tiveram que ir à luta para conquistar direitos básicos, como o de frequentar instituições de ensino superior, o de trabalhar e ter seus próprios depósitos bancários; o direito ao voto, e mais recentemente o direito ao nome social e à equidade salarial. Nada disso foi dado às mulheres. Elas tiveram que lutar para conquistar. O que queremos com a criação da Secretaria Municipal das Mulheres é garantir um mecanismo institucional para fortalecer ainda mais todas essas legítimas lutas”, pontuou Marlon Botão.

Inspiração dos pais

O vereador Marlon Botão também falou sobre o importante papel que seus pais exerceram e exercem na sua luta por justiça social.

“Se hoje eu sou o vereador mais jovem da história de São Luís, e levanto a bandeira da justiça social trazendo propostas como essa, é porque fui moldado para essa luta desde muito cedo dentro de casa, vendo o exemplo de meu pai Marlon Botão, de quem herdei o nome, e o de minha mãe Luana Carla”, disse o vereador. “Meu pai tem toda uma vida de envolvimento em causas sociais, em luta por igualdade e oportunidades para os que mais precisam. Minha mãe, dona Luana, também é referência de toda uma vida de ativismo social, de lutas pelas causas feministas, pelos direitos das mulheres, dos mais pobres, e que é também uma margarida”.

Mandato popular

Em seu pronunciamento, Marlon Botão ressaltou que o seu mandato é mais uma trincheira de resistência para os movimentos sociais.

“Nosso mandato é democrático e popular, e está alinhado com todas as lutas contra as desigualdades sociais. Somos, na Câmara Municipal de São Luís, mais uma trincheira neste combate por justiça social na nossa cidade”, disse o vereador. “Estamos do lado dos que querem equidade de gênero, dos que lutam pelos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras, pelos direitos da pessoa LGBT+; lutamos juntos daqueles que querem uma São Luís mais sustentável e justa, com oportunidades para todos”, disse Marlon Botão.

Proposta aprovada

De autoria do vereador Marlon Botão (PSB), o requerimento Nº 411/2021, que solicita a criação da Secretaria Municipal das Mulheres, foi aprovado na Câmara Municipal de São Luís e será encaminhado ao prefeito Eduardo Braide (Podemos).

Segundo o vereador, mais uma vitória na luta contra as desigualdades na cidade de São Luís.

“Fico muito satisfeito com a aprovação do nosso requerimento, e confio que a gestão do prefeito Eduardo Braide, que tem se mostrado atenta a todas essas questões, o analisará com muita seriedade, presenteando a nossa capital com mais esse instrumento de proteção e incentivo às mulheres ludovicenses”, finalizou Marlon Botão.

Da assessoria

1

Mulheres no comando do Orçamento; Eliziane Gama será vice da CMO

Pela primeira vez na história da democracia brasileira, a composição da CMO (Comissão Mista de Orçamento) terá presidente e vice-presidente mulheres. A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), líder do Bloco Parlamentar Senado Independente (Cidadania/PDT/Rede/PSB), foi aclamada vice-presidente da CMO na manhã desta quinta-feira (25).

Para a parlamentar, que também será relatora setorial de Cidadania e Esporte, a conquista é muito simbólica.

“A bancada feminina está galgando posições importantes num momento crucial da nossa democracia. Me sinto honrada por ocupar esse cargo justamente na semana em que comemoramos 89 anos da conquista do voto feminino”, destacou Eliziane Gama.

A senadora disse que vai trabalhar para que sejam alocados ‘recursos ideais’ nos programas sociais e de saúde, e em projetos para beneficiar estados e minicípios.

“Um bom orçamento é decisivo para se garantir a retomada do crescimento econômico, com mais justiça social”, afirmou.

A CMO é presidida pela deputada federal Flávia Arruda (PL-DF).

3

A força da mulher na campanha de Braide e Octávio Soeiro

Atualmente as mulheres são protagonistas do seu próprio espaço de poder, e isso é notório nessa esfervência eleitoral, que tem sido as campanhas eleitorais nas ruas de São Luís.

Três presenças femininas, em especial se pontua, como a vereadora Bárbara Soeiro, a esposa do candidato a prefeito Braide, a Doutora Graziela e a vice Esmênia.

Vale destacar que elas estão ativamente em campo, na busca de apoios e adesões. Neste sábado (24), elas participaram ativamente de uma caminhada no bairro do Coroadinho, ao lado de Braide e Octávio Soeiro.

“Com toda a nossa militância feminina, vamos ter a cidade que queremos. A professora Esmênia e a Dr. Graziela são duas mulheres que engrandecem a campanha do nosso prefeito. Tenho certeza que a nossa São Luís será bem representada pelo próximo prefeito da capital, Eduardo Braide.”, ressaltou Bárbara Soeiro, vereadora e Procuradora da Mulher da Câmara Municipal de São Luís.

Bárbara que este ano, não é candidata à reeleição, além de firmar um compromisso com o prefeituravél Braide, entrou com força total na campanha do seu filho, Octávio Soeiro, para ocupar uma vaga na Câmara de Vereadores.

Essas mulheres não param e têm fortalecido o projeto de Braide e Octávio, em favor da vitória desses dois candidatos do Podemos.

1

Movimento Mulheres 14 é lançado em São José de Ribamar

Em uma manhã de festa, centenas de mulheres ribamarenses se uniram para declarar apoio às pré-candidaturas a prefeito de Eudes Sampaio (PTB) e a vice-prefeito de Tiago Fernandes.

O movimento Mulheres 14 surgiu do interesse das mulheres apoiadoras da pré-campanha de Eudes Sampaio em fortalecer a participação feminina e ampliar as ações voltadas para o público na cidade.

O lançamento aconteceu na Chácara Nossa Senhora da Conceição, no bairro Piçarreira, e contou com a participação de mulheres de todas as regiões da cidade. O mulheres 14 é coordenado por Nádia Quinzeiro, Joana Marques, Sonia Menezes e Adriana Mota e conta com uma rede de mulheres que desempenharão papel de destaque durante o período eleitoral.

Durante o seu discurso, o prefeito Eudes Sampaio destacou a valorização e as ações voltadas paras mulheres da cidade.

“Damos importância sim à inteligência, à capacidade, a sensibilidade que as mulheres têm, a prova é o nosso secretariado. Das nossas 39 unidades de saúde, apenas um homem é diretor, nas escolas a maioria dos gestores são mulheres, porque nós confiamos na força, na honestidade, na capacidade que as mulheres têm para administrar”, disse Sampaio.

Ele completou dizendo que “foi por isso que no meu governo criamos o Serviço de Referência a Assistência à Saúde da Mulher e muitas outras políticas afirmativas direcionada a vocês, mulheres. Estamos aqui reunidos com as mulheres porque sabemos a importância da mulher no contexto político e social da cidade.”

Presente no evento, o ex-prefeito Luis Fernando Silva falou da capacidade de administrar de Eudes Sampaio, ressaltou qualidades do petebista e conclamou as mulheres a percorrerem a cidade com o movimento mulheres 14.

“Se tem uma pessoa que entende de administração pública, essa pessoa é Eudes Sampaio. Aqui nós temos um político que não mente. Temos um pré-candidato à reeleição que é sincero, que trabalha, que trabalha com a verdade. Nós temos um pré-candidato a vice-prefeito que representa a renovação política de São José de Ribamar. E se vocês mulheres continuarem conosco percorrendo essa cidade por esse projeto, não tem pra ninguém”, afirmou Luis Fernando.

Pré-candidato a vice-prefeito, o ex-secretário municipal de saúde, Tiago Fernandes, falou da força que as mulheres representam no cenário político de São José de Ribamar.

“Nenhum grupo político de São José de Ribamar tem essa força feminina. E isso é fruto de um grupo liderado pelo ex-prefeito Luis Fernando e pelos trabalhos apresentados pelo prefeito Eudes Sampaio. De mãos dadas com vocês, mulheres 14, é que nós iremos levar a verdade para as casas da cidade e mostra que esse é o único grupo político que tem trabalho comprovado no município”, garantiu Fernandes.

2

Jornalista diz que polícia já liga Carlos Bolsonaro a assassinato de Marielle…

Kennedy Alencar, um dos mais respeitados analistas do Brasil, diz que já existe esta linha de investigação na Polícia Civil do Rio de Janeiro, mas caso está sendo mantido em absoluto sigilo

 

Carlos Bolsonaro e Marielle Franco viviam às turras na Câmara do Rio; o filho do presidente Jair Bolsonaro se recusava a dividir elevador coma colega

O jornalista kennedy Alencar, comentarista do Sistema Globo de Rádio, informou nesta quarta-feira, 20, uma linha de investigação da Polícia Civil do Rio de Janeiro que aponta ligação do vereador Carlos Bolsonaro (PSC) ao assassinato da também vereadora Marielle Franco.

De acordo com Alencar, a polícia levanta hipóteses de participação do filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a partir das suas relações com Ronnie Lessa, apontado como assassino de Marielle.

Lessa mora no mesmo condomínio de Bolsonaro e do filho.

Em, outubro, a polícia vazou informação de que um porteiro do condomínio afirmou em depoimento ter recebido autorização “do seu Jair” para que outro acusado, Anderson Gomes, entrasse no condomínio. 

Como o presidente estava em Brasília no dia do crime, foi descartada que a autorização tenha partido dele.

Desde então, no entanto, Carlos Bolsonaro passou a se recolher.

Há duas semanas, cancelou suas contas nas redes sociais, onde era ativo desde a campanha do pai.

A hipótese da participação do vereador na morte da colega está mantida em sigilo pela polícia..

0

DEM fortalece atuação feminina durante seminário em São Luís

AUXILIADA POR NETO EVANGELISTA, ANDRÉA REZENDE DISCURSA NO SEMINÁRIO, ao lado de Juscelino Filho, Daniela Tema e Stênio Rezende

Um verdadeiro sucesso. Assim pode ser considerado o “Seminário Mulher Democratas”, evento realizado nesta sexta-feira (8), no Rio Poty Hotel, em São Luís. Organizado pelo Mulher Democratas Nacional em parceria com o Mulher Democratas do Maranhão o ciclo de palestras e oficinas reuniu centenas de lideranças femininas de todo o Estado com o objetivo de fortalecer a atuação política de mulheres a nível estadual e nacional.

Em seu discurso, a deputada Andreia Rezende reforçou a importância de a mulher possuir mais representatividade na política.

“Precisamos ter mais representatividade na política, nos diversos espaços de poder. Precisamos ocupar os espaços sociais, econômicos, acadêmicos, mas, principalmente, precisamos ocupar esses espaços políticos. Muito feliz com o sucesso do Seminário Mulher Democratas. Obrigada a todos que marcaram presença e que também estão conosco em busca do fortalecimento da atuação política feminina”, disse a presidente do Mulher Democratas no Maranhão.

Pré-candidato a prefeito de São Luís, o deputado estadual Neto Evangelista também destacou a participação feminina no Seminário Mulher Democratas. “2020 é um ano importante para o crescimento do Mulher Democratas, não apenas em quantidade, mas em qualidade. E este evento de hoje está qualificando as nossas lideranças políticas femininas para que, no ano que vem, tenhamos um quadro político perfeito do DEM em todo o Maranhão”, destacou Neto.

PRESIDENTE ESTADUAL DA LEGENDA, JUSCELINO FILHO FAZ DISCURSO FORTALECENDO A PRESENÇA DA MULHER DO DEM; e fala sobre as eleições de 2020

A solenidade de abertura contou com a presença do presidente estadual do DEM-MA, deputado federal Juscelino Filho, da presidente do Mulher Democratas no Estado, deputada estadual Andreia Rezende, dos deputados democratas Neto Evangelista, Daniella Tema, Antonio Pereira e da prefeita de Vitorino Freire, Luanna Bringel.

“Hoje, as mulheres podem e devem estar participando ativamente da política. O Democratas quer aqui dar a oportunidade para que as mulheres venham para o partido, para que se sintam parte desse projeto, porque aqui elas sempre terão espaço para poder estar contribuindo para termos uma sociedade cada vez mais justa. O Democratas Maranhão vai continuar esse processo de fortalecimento da atuação feminina na política para que, no ano que vem, possamos colher os frutos com a participação mais ativa das mulheres na nossa política”, afirmou Juscelino Filho, presidente do DEM-MA.

Valorização da mulher

OS REZENDE, QUE HOJE COMANDAM O DEMOCRATAS NO MARANHÃO, reunidos para foto durante o seminário

Duas jovens lideranças femininas do Democratas, a deputada estadual Daniella Tema e a prefeita de Vitorino Freire, Luanna Bringel, aproveitaram o seminário para elogiar a atuação do partido, que sempre tem se dedicado para valorizar a mulher.

“Com muito orgulho, aos 28 anos fui eleita a primeira prefeita de Vitorino Freire. Eu ingressei na política pelo DEM por confiar, acreditar e, acima de tudo, por saber que este é um partido que valoriza a mulher”, disse a Luanna.

“Tenho uma imensa alegria em fazer parte do Democratas, de um partido que sempre me deu todo o suporte. Muito me alegra hoje essa iniciativa do partido, de fazer esse seminário, de trazer mais informação e mostrar que política é lugar de mulher sim”, afirmou a deputada Daniella Tema.

Palestras

A programação do Seminário Mulher Democratas foi composta por palestras e oficinas com o intuito de sensibilizar mulheres filiadas e não-filiadas sobre a importância da sua atuação política, contribuindo com a profissionalização de suas campanhas e ampliando as chances de sucesso eleitoral. A advogada e servidora pública federal, Danielle Gruneich, e o publicitário Aryovaldo Azevedo Júnior foram os palestrantes do dia.

“Iniciativas como essa do Mulher Democratas, com todo o esforço do Mulher Democratas do Maranhão, é importante para que as mulheres sejam acolhidas dentro do partido como forma de estratégia de fortalecer suas atuações políticas e potencializar as lideranças dessas mulheres”, explicou Danielle Gruneich.

0

São Luís sediará Seminário Mulher Democratas…

Na próxima sexta-feira (8 de novembro), São Luís receberá o “Seminário Mulher Democratas”, evento organizado pelo Mulher Democratas Nacional em parceria com o Mulher Democratas do Maranhão. O encontro será realizado no Rio Poty Hotel a partir das 9h e tem como objetivo fortalecer a atuação política de mulheres tanto no Maranhão como em todo o país.

Na oportunidade, serão realizadas palestras e oficinas com o intuito de sensibilizar mulheres filiadas e não-filiadas sobre a importância da sua atuação política, contribuindo com a profissionalização de suas campanhas e ampliando as chances de sucesso eleitoral.

“O Seminário será um evento muito importante. Nossa intenção é fortalecer a mulher politicamente. É preciso discutir e incentivar o protagonismo feminino. Tenho certeza de que será um momento muito especial”, destacou o presidente do Democratas no Maranhão, deputado federal Juscelino Filho.

Para a presidente estadual do Mulher Democratas, deputada estadual Andreia Rezende, o seminário da semana que vem mostra o quanto o DEM está disposto a incentivar o ingresso de mulheres na política.

“Como presidente estadual do Mulher Democratas, estou com uma expectativa bastante positiva para o seminário. Acredito que este evento, como parte da estratégia nacional de formação política das mulheres democratas e sendo composto por uma série de ações que buscam a preparação para as eleições de 2020, viabilizará candidaturas femininas com maior chance eleitoral nos Estados”, afirmou.

Programação

9h – Mesa de Abertura

10h – Palestra: “A Mulher na Política – Avanços e Desafios”

12h – Almoço

14h – Oficina I: “Construindo capital político e mobilizando redes de apoio”

16h30 – Oficina II: “Explorando as potencialidades da comunicação para uma candidatura”

18h – Encerramento

2

Damares evita São Luís e manda secretária receber homenagem na Assembleia

Ministra da Cidadania receberia a Medalha do Mérito de Manuel Beckman, ofertada pela deputada estadual Mical Damasceno, mas a repercussão de usa presença foi levada em conta a substituição da agenda

 

MICAL TENTOU, MAS NÃO CONSEGUIU CONVENCER A MINISTRA A VIR AO MARANHÃO receber homenagem da Assembleia Legislativa

A ministra dos Direitos Humanos e da Cidadania, Damares Alves, cancelou a agenda que teria nesta terça-feira, 24, em São Luís.

Envolta em polêmica por declarações no posto, Damares viria à capital maranhense para receber a Medalha do Mérito Manuel Beckman, ofertada pela deputada Mical Damascento.

A homenagem será recebida por uma auxiliar da ministra.

Mical chegou a mobilizar a classe política – e sobretudo os evangélicos – para receber a polêmica ministra, mas não conseguiu convencê-la a vir ao Maranhão.

0

Eliziane e Damares discutem políticas para mulheres maranhenses

Senadora e ministra da Família, juntamente com a  secretária Ana Mendonça e a deputada Mical Damasceno (PTB) estiveram reunidas em Brasília

 

A líder do Cidadania no Senado, Eliziane Gama e a Secretária de Estado da Mulher, Ana Mendonça se reuniram, nesta terça-feira, 28, com a ministra da Família, Mulher e dos Direitos Humanos, Damares Alves, para discutir o fortalecimento das políticas públicas para as mulheres maranhenses.

A deputada estadual Mical Damasceno acompanhou o encontro que aconteceu em Brasília.

Um dos objetivos da reunião foi o pedido de ampliação do convênio com o governo federal para a Casa da Mulher Brasileira, que faz atendimento humanizado e especializado às mulheres vítimas de violência doméstica.

“Estou muito feliz com a receptividade da ministra. Nós pedimos que o governo federal renove o convênio de manutenção da Casa da Mulher Brasileira que faz um trabalho extraordinário de atendimento às mulheres maranhenses”, esclareceu a senadora Eliziane Gama.

Durante o encontro, Eliziane Gama destacou a importância de iniciativas como o Observatório da Mulher contra a violência (OMV) criado pelo Senado em 2016.
Na semana passada, a senadora maranhense solicitou a implantação do Observatório no Maranhão. A plataforma de referência nacional e internacional em dados, pesquisa, análise e intercâmbio entre as principais instituições atuantes no tema da violência contra as mulheres.

“A partir dessa iniciativa, queremos compartilhar com o estado as ferramentas desenvolvidas pelo Senado, para auxiliar no aprimoramento de políticas de enfrentamento à violência contra mulheres maranhenses”, disse, ao ressaltar que a parceria será feita com a secretaria estadual da Mulher.