0

Imperatriz: Secretaria de Saúde define ações do Outubro Rosa

Com a pandemia de Covid-19, a Divisão da Saúde da Mulher detectou uma diminuição em mais de 40%, da procura da população por exames de rastreio do câncer. Em virtude disso, a Prefeitura de Imperatriz, por meio da equipe da Secretaria Municipal de Saúde se reuniu para definir cronograma de ações da Campanha Outubro Rosa. Objetivo é reforçar a importância da continuidade do tratamento oncológico e dos exames diagnósticos. 

Este ano, a campanha de conscientização para o controle do câncer de mama e de colo uterino aborda a temática “Câncer de Mama não faz quarentena” e estará com ações descentralizadas nas Unidades Básicas de Saúde, da zona urbana e rural.

A secretária de Saúde do município, Mariana Jales, destaca que “o momento impede a realização de grandes palestras e reuniões, como em anos anteriores, mas os cuidados com a saúde devem ser mantidos, principalmente neste período de pandemia da Covid-19.  Por esta razão, enfatizaremos a Campanha do Outubro Rosa, pois a melhor forma de evitar o câncer ainda é realizando os exames de prevenção da doença”, relata.

A coordenadora do Programa Municipal de Saúde da Mulher e da campanha, Thamisa Fialho, pontua que as ações voltadas à saúde da mulher contam com a participação massiva da mídia. “Este ano houve uma diminuição de mais de 40% da procura dos exames de rastreio de câncer de mama e colo uterino. Contamos com a ajuda massiva da mídia, por meio dos canais oficiais da Prefeitura, grupos de WhatsApp da comunidade e emissoras de TV e rádio da cidade, para divulgarmos a importância dos exames de prevenção”, relata.

A Campanha Outubro Rosa segue com as normas e medidas preventivas para evitar a propagação da Covid-19. Os serviços voltados à saúde da mulher estão disponíveis nas UBS durante todo o ano. Para ter acesso, basta a paciente procurar uma unidade no seu bairro, com os seguintes documentos: cartão do Sistema único de Saúde (SUS), documento de identidade e o comprovante de endereço.

0

Deputado Edilázio testa positivo para CoVID-19…

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) recebeu diagnóstico de CoVID-19.

O anúncio foi feito pela sua assessoria, na tarde destra segunda-feria, 21.

De acordo com a nota, o parlamentar não apresenta sintomas severos e vai permanecer em isolamento domiciliar pelo período exigido pelas autoridades sanitárias.

Abaixo, a nota da assessoria:

Nota

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) informa que foi diagnosticado com o Covid-19. 

Sob a orientação médica, ele está em isolamento domiciliar, ao lado da esposa, Alina Sarney, também diagnosticada com o Covid, conforme determina protocolo de conduta do Ministério da Saúde. 

Sem sintomas severos, salvo alguma indisposição, Edilázio está bem. Alina não apresenta sintomas. 

O parlamentar, presidente estadual do PSD, agradece todas as mensagens de apoio e ligações, e afirma que em breve, finalizado o período de isolamento domiciliar, estará de volta às suas atividades. 

Assessoria

1

Imperatriz: aulas não-presenciais têm efetividade de 70% no primeiro mês

Semed avaliou desempenho das atividades executadas, relatórios por turma, performance dos alunos de forma individualizada, quantitativo de acessos tanto por estudante quanto por professor

 

As autoridades educacionais de Imperatriz analisaram todos os pormenores relativos às aulas não presenciais iniciadas em agosto

Com acompanhamento rotineiro da plataforma virtual desde a implantação em 3 de agosto, no início das aulas não presenciais, o secretário de Administração e Educação, José Antonio Pereira, realizou reunião nesta terça-feira, 15, com representante do sistema e equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação, Semed.

Objetivo foi avaliar o desempenho da ferramenta nesse primeiro mês de uso.

De forma minuciosa, foram apresentados aspectos como: desempenho das atividades executadas, relatórios por turma, performance dos alunos de forma individualizada, quantitativo de acessos tanto por estudante, quanto por professor.

Com efetividade acima de 70% do ambiente virtual, sendo utilizado diariamente pelos estudantes e professores da rede municipal de ensino, a reunião possibilitou conhecer dados importantes.

– Foi possível acompanhar em tempo real o número de acessos à plataforma no horário da consulta, quase 500 estudantes ativos; verificar os dias com maior volume de acessos e até a atuação de cada aluno. Estamos satisfeitos com os números e estamos trabalhando para melhorá-los – observou o secretário.

Pelo ambiente do aluno, os dados quantitativos mostraram que nos últimos sete dias, o ingresso de cada estudante à plataforma ocorreu em 79,2% via aparelho celular; 17,6% em computadores e 3,2% em tablets.

De forma não simultânea, a plataforma recebe mais de 20 mil usuários por dia.

Com o crescente número de utilização da plataforma das aulas não presenciais e como qualquer sistema operacional, foi realizado upgrade no servidor antes da data programada a fim de dobrar a capacidade de processamento computacional e garantir ainda mais qualidade aos usuários.

– Sempre que for necessário vamos realizar os ajustes no sistema, inclusive com adequações que anunciaremos nos próximos dias – frisou.

0

Solidariedade anuncia convenção híbrida com Madeira em videoconferência

O ex-juiz federal José Carlos Madeira terá o seu nome confirmado como candidato do Solidariedade a prefeito de São Luís em convenção híbrida. O partido anunciou nesta terça-feira que a convenção, a princípio anunciada apenas no modelo online, também será presencial, mas obedecendo rigorosamente a todas as recomendações das autoridades sanitárias.

A opção do Solidariedade pelo modelo híbrido é resultado de um entendimento entre Madeira, o presidente do partido, Simplício Araújo, e o pré-candidato a vice-prefeito, Capitão Jeremias. Madeira disse que, mesmo em casa recuperando-se da Covid-19, faz questão de participar da convenção por videoconferência.

“Quero levar a minha palavra de fé e confiança na vitória a todas as nossas lideranças comunitárias e políticas e aos nossos pré-candidatos a vereador”, declarou.

A convenção presencial será realizada nesta quarta-feira, dia 16, às 17h, na Associação dos Oficiais Militares do Maranhão, na rua Armando Vieira da Silva, no 1, no Bairro de Fátima.

“Estamos apenas retomando um compromisso inicial de realizar a nossa convenção no Bairro de Fátima. É o bairro onde nosso pré-candidato nasceu e viveu por muito tempo, onde estão suas origens”, informou Simplício Araújo.   

O pré-candidato a vice-prefeito fez questão de frisar que a convenção será simbólica, sem aglomeração. Segundo o Capitão Jeremias, uma grande festa está sendo preparada para receber Madeira de volta aos compromissos políticos, ao fim do tratamento da Covid-19.

“Aí, sim, nesse momento teremos a oportunidade de oferecer uma grande recepção ao nosso pré-candidato a prefeito”, avisou.

0

Maranhão vive expectativa de novo pico da coVID -19

Autoridades públicas do estado já admitem que um rebote da doença possa ocorrer até o final de 2020 ou no início de 2021; e já tomam providências sanitárias para evitar corrida em massa a hospitais e clínicas

 

Já em ritmo de retomada de vários setores da economia, o Maranhão poderá ter uma nova onda de coVID-19 no final de 2020 ou início de 2021.

A previsão é governador Flávio Dino (PCdoB), que decidiu adiar flexibilização de novos setores da economia até o resultado do inquérito sorológico no estado, que irá indicar o índice de pessoas que já foram contaminadas.

– Tivemos uma diminuição de casos, porém, talvez tenhamos, nos próximos meses, especialmente no limiar do ano de 2021, um ciclo de novo agravamento do coronavírus. Podemos ter – disse Flávio Dino.

Para o governador, o rebote de coVID-19 ocorrerá pela falta de uma vacina contra o coronavírus, embora as notícias apontem esperança de um remédio ainda em 2020.

– Isso significa que devemos prevenir – afirmou o governador.

O secretário de Saúde, Carlos Lula, já tem agendada reunião com os secretários municipais de saúde para tomar medidas de prevenção contra uma nova onda do vírus…

1

“De reconhecimento inquestionável”, diz paciente de Covid-19 sobre doações de respiradores a Bacabal

Jovem recuperado da doença diz que a compra dos 187 aparelhos pela rede solidária montada a partir da Secretaria de Indústria e Comércio, comandada por Simplício Araújo foi fundamental para a sua saúde

 

A fisioterapia respiratória dos pacientes da Covid-19 pôde ser ampliada qualitativamente pelos respiradores adquiridos pelo Governo do Estado. Milhares de vidas foram salvas. Essa assistência respiratória foi e sempre será de vital importância”, conta Pedro Netho dos Santos Amorim, de 29 anos, sobre sua recuperação no Hospital Macrorregional Dra. Laura Vasconcelos, em Bacabal, após diagnóstico do novo coronavírus.

Para o jovem, a compra dos 187 respiradores – uma iniciativa da rede solidária formada por empresários que atenderam às demandas da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) – foi uma decisão importante para a sua saúde e a de milhares de maranhenses.

“A compra desses aparelhos foi uma das maiores aquisições deste governo [estadual], onde mostrou que a ciência, a tecnologia e os cuidados com a saúde da população diminuiram os impactos devastadores da pandemia. O cenário de emergência da saúde pública carece de esforços de todos nós. Quem sofreu como eu sofri, com 80% dos pulmões comprometidos, sabe o que significam estratégias dessa natureza”, comemorou Pedro Netho.

A fala do jovem de 29 anos reforça três características essenciais neste momento de enfrentamento à pandemia da Covid-19: diálogo, solidariedade e saúde. Estas três palavras fazem parte de ações estratégicas executadas pelo secretário de Estado da Indústria, Comércio e Energia do Maranhão, Simplício Araújo.

“Minha família, como tantas outras famílias maranhenses, sabem que um desespero desse só pode ser amenizado pelo poder de Deus e pela responsabilidade dos homens. As ações de aquisições de equipamentos de proteção individuais, qualificação de profissionais da saúde, implantação de hospitais de campanha e testagem foram muito importantes. A habilidade do secretário Simplício Araújo é de reconhecimento inquestionável por ter se desdobrado com alto know-how para aquisição destes respiradores. Foi a perfeita combinação de atitude e trabalho”, acrescentou.

Ao todo, foram 187 respiradores comprados em abril. Além destes equipamentos, comprados na China por meio de doações de empresários que se uniram ao Governo do Estado, também foram adquiridos à Seinc aproximadamente 200 mil máscaras N95, termômetros, álcool 70 e em gel, além de doações de testes rápidos e serviços gratuitos aos profissionais de saúde locais.

A conquista destes materiais, que somados representam uma arrecadação de mais de R$ 20 milhões em doações para a saúde do Maranhão, foram comemorados por agentes da saúde em todo o Estado. “Sem esses equipamentos, seria inviável o atendimento do paciente grave de Covid-19. Nossas equipes vibravam cada vez que conseguíamos montar um leito com respirador, dada a importância para a recuperação do paciente com coronavírus”, analisa Patrícia Mendonça, diretora-geral do Hospital Macrorregional Dra. Laura Vasconcelos, em Bacabal.

A diretora comentou, ainda, que os respiradores foram fundamentais em casos como o de Sebastião Malhao de Brito, de 87 anos. “[Senhor] Sebastião é um exemplo da importância do respirador. Por mais que nossos médicos e toda nossa equipe se empenhassem nos cuidados, se não tivéssemos os respiradores, ele não teria sobrevivido, dado o agravamento do seu caso. Somos gratos ao Governo do Estado pelo comprometimento e cuidado com a nossa unidade, em nos dar condições de atendermos com eficiência e zelo a todos os nossos pacientes”, acrescentou Patrícia.

O secretário Simplício Araújo analisa o impacto deste ato de solidariedade das empresas em prol do fortalecimento da rede pública de saúde e do enfrentamento ao coronavírus. “A parceria entre poder público e iniciativa privada reforça nosso objetivo de combater a pandemia da Covid-19 de forma estratégica, sempre pensando nos melhores resultados para a sociedade civil. Seguiremos trabalhando de forma incansável, sob o comando do governador Flávio Dino, para que todos os compromissos firmados sejam cumpridos”, pontuou.

Doações

As doações foram feitas por empresas como Ômega Energia, Alumar, Eneva, Grupo Mateus, EDP Linhas de Transmissão, Suzano, Gera Maranhão Energia, Universidade Ceuma, Heineken, Lavronorte, Fribal, Grupo Maratá, Comercial Rofe, Centro Elétrico, Potiguar, Roque Aço Cimento, Revest Com. e Serviços, COC, Dínamo Engenharia, Faculdade ISL Wyden, Vale, Canopus, Sinduscon, Silveira Engenharia, Dimensão Engenharia, Construtora Escudo, Lua Nova Engenharia, Alfa Engenharia, RJ distribuição, RBC Construçoes e Constans. 

Outras empresas, como Agro Serra, Ambev, Grupo Maratá, FC Oliveira, Guaraná Psiu e Solar Coca-Cola, se uniram e doaram mais de 600 mil litros de álcool para unidades de saúde do Estado.

Imperatriz

Em julho, a Seinc articulou a entrega de mais dez respiradores ao Maranhão, equipamentos destinados ao auxílio no tratamento de pacientes na cidade de Imperatriz, doados pela empresa Suzano Papel e Celulose.

Os aparelhos fazem parte da ação estratégica do Governo do Estado para fortalecer o combate ao coronavírus na Região Tocantina.

1

Carlos Lula desautoriza Flávio Dino sobre vacina russa…

No mesmo dia em que o governador do Maranhão anuncia adesão ao protocolo do uso do medicamento contra a coVID-19, secretário de Saúde critica a pressa no que chamou de Vale Tudo e diz que as autoridades “alimentam uma falsa” esperança que pode resultar em tragédia

 

O governador Flávio Dino anunciou neste fim de semana a adesão do Maranhão aos protocolos de uso da vacina desenvolvida pela Rússia contra o coronavírus. Segundo o presidente russo Vladimir Putin, a nova “arma” será testada em massa a partir de outubro.

Mas, a julgar por artigo de sua autoria publicado em jornais, o secretário de Saúde Carlos Lula não dá o apoio à decisão do governador.

Fazendo um paralelo histórico das pandemias, Lula criticou a pressa com que autoridades – não apenas russas, mas de todo o mundo – forçam a barra pela vacina contra o coronavírus e lembra o exemplo dos Estados Unidos, nos anos 70, quando a gripe suína assolou o povo americano e uma vacina anunciada às pressas levou muitos à morte ao invés de proteção.

– A vacina é uma possibilidade quase palpável, mas há um percurso que não deve ser interrompido por interesses que sobreponham a segurança e a eficácia cientificamente comprovadas – alertou o secretário, lembrando, inclusive, que a pressa da vacina levou à derrota de Gerald Ford nas eleições dos EUA.

E alertou:

– A história é uma eterna repetição. Já no final do século 19 Karl Marx fazia o alerta, que permanece atual: Hegel havia dito que fatos de suma importância tendiam a se repetir duas vezes. Marx completou: “a primeira como tragédia, a segunda como farsa”

A postura crítica de Carlos Lula em contraponto ao anuncio entusiasmado de Flávio Dino faz lembrar o então ministro da Saúde, Henrique Mandetta, logo no início da Pandemia de coronavírus, em contraponto ao negacionismo do presidente Jair Bolsonaro.

A postura de Mandetta custou-lhe o cargo de ministro…

Leia abaixo o artigo do secretário:

 

2

“Quanto o Brasil está perdendo por falta de planejamento?”, questiona Simplício

Reconstrução do varejo, posicionamento dos negócios na retomada das atividades e tempo de planejamento estratégico. Esses foram alguns dos pontos discutidos pelo secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, durante sua participação na live ‘Conexão ACM Especial’, em comemoração aos 166 anos da Associação Comercial do Maranhão.

Na live, o secretário pontuou as ações viabilizadas pela Seinc, como a entrega de 187 respiradores, a arrecadação de mais de R$ 20 milhões em doações para a saúde do Maranhão e a participação da classe empresarial na doação de máscaras, termômetros, álcool 70 e em gel, testes rápidos e serviços gratuitos para profissionais de saúde locais. Contudo, reforçou que o momento ainda é delicado e é preciso seguir enfrentando conjuntamente neste período de crise sanitária.

“Ainda estamos vivendo com um grau de imprevisibilidade muito grande. Apenas coloco [a vocês]: em que ponto nós estamos da doença? Em que ponto nós estamos na economia como um todo?”, perguntou Simplício Araújo, ao ponderar sobre as adaptações e perdas dos empresários na pandemia causada pelo coronavírus.

Simplício Araújo ressaltou, também, que o Maranhão foi o único estado que dialogou com toda a classe empresarial. “Consideramos ali até 95% das sugestões que vieram da classe [empresarial], dependendo do que veio de cada segmento. O que precisamos num momento como esse é o diálogo. Precisamos estar ouvindo e buscando a convergência para assuntos tão complexos como esses”, pontuou.

O secretário acrescentou, ainda, que são necessárias mais ações conjuntas entre os 27 estados da federação, assim como uma preocupação por todo o Brasil – e não apenas regional, estadual ou municipal. “Hoje, quem está nos salvando é o agronegócio. O quanto que não estamos perdendo por falta de planejamento? De agora para frente, não podemos continuar em dualismos. (…) Temos que discutir em âmbito de país e não de paróquia”, destacou Simplício Araújo.

Prazos sobre licenças

Questionado sobre a possibilidade de adiamento dos prazos sobre licenças neste período de pandemia, Simplício Araújo afirmou que irá dialogar com as entidades e sugeriu que todas elas façam uma proposta à Seinc, com medidas exequíveis e fundamentadas, para que o Governo do Estado possa executá-la.

“Contem com a minha contribuição sobre esta postergação das licenças. Façam a proposta para que a Seinc possa estudar formas desta viabilidade”, reforçou o secretário.

Conexão ACM Especial

Além do secretário Simplício Araújo, também participaram da live os empresários Marcelo Vieira Brasil (Grupo Potiguar), José Gonçalves dos Santos (Centro Elétrico), Leopoldo Santos (Presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Maranhão – Sindcombustiveis) e Pedro Robson Holanda (VP da ACM para Assuntos do Comércio, Indústria e Serviços), com mediação do VP da ACM, Fernando Duailibe Mendonça.

3

Após a flexibilização da pandemia, Eudes imprime ritmo acelerado de obras

Prefeito de São José de Ribamar iniciou maratona de ações que segue pela semana e entra em todos os finais de semana do município

A maratona de obras e ações, iniciada pelo prefeito Eudes Sampaio (PTB), em São José de Ribamar, seguiu por todo o último final de semana e continuou nesta segunda-feira (10) durante todo o dia.

No sábado (08), ele deu início a mais uma importante obra que irá melhorar exponencialmente a qualidade de vida, mobilidade e deslocamento de milhares de moradores da região do Jussatuba. No domingo (09), deu uma palavra aos pretendes às vagas no cursinho Pré-Vestibular Municipal e nesta segunda deu Ordem de Serviço para pavimentação de várias ruas na Mata e Matinha.

O prefeito Eudes Sampaio falou do intenso trabalho que vem desenvolvendo à frente da Prefeitura e da alegria de estar iniciando a realização desse sonho da comunidade.

“A melhor forma de começar a semana é trabalhando. Aqui a gente começa e termina assim. Foi assim no sábado, quando demos início a pavimentação em Jussatuba e agora aqui na Matinha, onde todas as obras realizadas são do nosso grupo político. Estou muito feliz de poder realizar o sonho dessas comunidades”, disse, emocionado.

Presente nas solenidades, o deputado federal Hildo Rocha, autor das emendas parlamentares que garantirão as obras, falou forma transparente e eficaz que o prefeito trata os recursos da cidade.

“É sempre uma honra trabalhar pela vinda de recursos para São José de Ribamar, principalmente porque tenho a certeza que os recursos próprios ou o que o prefeito consegue são manejados com honestidade, seriedade e transparência. Eudes é um homem sério e sempre me disse que queria trabalhar para realizar o sonho dessas comunidades em terem suas vias pavimentadas”, lembrou o parlamentar.

Jussatuba

Com os serviços de infraestrutura que incluirão pavimentação asfáltica, drenagem superficial, meio-fio e sarjeta, sinalização vertical e horizontal, a região estará entre os mais de 20 bairros do município que estão recebendo benefícios na área. Todas as obras têm sido realizadas com recursos próprios da Prefeitura, através de um amplo e minucioso planejamento que observou a necessidade de trabalhos, especialmente em pontos bastante atingidos e danificados pelas fortes chuvas do ano anterior.

Para o senhor José Ribamar, famoso Cocada, como é conhecido, a recuperação da Estrada do Jussatuba irá trazer renovação não apenas nos quesitos mobilidade e trafegabilidade, mas muito mais para a beleza da região. 

“Isso aqui vai ficar muito bonito, além de diminuir a poeira, depois que colocar esse asfalto essa estrada vai ficar mais bonita. Eu fico muito feliz dessas obras estarem chegando aqui pra a gente. Vai ficar melhor para andar, o ônibus não vai ter risco de quebrar e nossa região vai ser mais valorizada”, disse.

Mata e Matinha

Mata e Matinha são dois importantes bairros de São José de Ribamar. A maratona de obras e serviços que vem sendo executada na cidade chegou até a região.

Na Matinha, os asfalto novo vai chegar nas ruas do Cemitério, do Cema, Belo Horizonte, da Vitória e Travessa Nosso Senhor do Bonfim. No total, serão quase 1,5 quilômetros de pavimento.

A Estrada dos Agricultores, na Mata, e as ruas Jerusalém, Nova e Raimundo Silva também serão contempladas. As obras são de aproximadamente 2 quilômetros de pavimentação.

0

Ecoturismo pode ser saída para recuperação do setor…

Por Gastão Vieira

ão estamos todos no mesmo barco nessa crise gerada pela pandemia do novo coronavírus. Vivemos sim uma mesma tempestade, mas com condições bem distintas. Pessoas, empresas e setores foram atingidos de forma particular. Enquanto uns dispõem de um iate para enfrentar a tormenta, outros estão largados no mar sem nenhuma boia para se agarrar. O turismo foi, sem sombra de dúvidas, uma das atividades mais atingidas, possivelmente será uma das últimas a se recuperar e, por isso, precisa de atenção especial para fazer a travessia.

Composto em mais de 90% por micro e pequenas empresas, o mercado de viagens está, no momento, focado em sobreviver. Todo o apoio do governo nesse sentido é bem-vindo e salutar. Ajudar o turismo significa ajudar mais de 50 atividades e seus respectivos trabalhadores que, de alguma forma, têm uma relação com o setor. Estamos falando, por exemplo, do garçom, do taxista, do artesão.

O momento exige cautela. O foco deve ser todo em preservar vidas e salvar empregos na medida do possível. É hora também de reorganizar e aglutinar as forças para transformar potencial em realidade. Setor produtivo, as diversas esferas de governo, o Legislativo e a academia precisam trabalhar de forma articulada para desenvolver o turismo no país.

A retomada do turismo ocorrerá necessariamente pelas viagens domésticas, no ecoturismo.

Atrativos não nos falta para darmos aos brasileiros uma experiência memorável. Com a articulação dos agentes envolvidos, é possível o turismo fazer a travessia do momento desafiador que vivemos e retomar a trajetória de crescimento que vinha experimentando pré-pandemia.