1

Saúde do pai mantém Rubens Júnior mais distante da campanha…

Candidato do PCdoB já ficou isolado por mais de duas semanas por contaminação pela coVID-19; agora tem que acompanhar o estado grave do ex-deputado Rubens Pereira, que está entubado por causa da mesma doença

 

Onipresente na campanha do filho candidato, agora é o pai, Rubens Pereira – vítima da coVID-19 – quem precisa da atenção de Rubens Júnior

Não está sendo fácil a vida do candidato comunista a prefeito de São Luís, Rubens Pereira Júnior.

Sem conseguir alavancar nas pesquisas de intenção de votos, ele foi obrigado a se afastar da campanha por mais de 15 dias, por ter contraído a coVID-19.

Praticamente recuperado da doença, o candidato, agora, se vê obrigado a dividir a agenda de campanha com a atenção ao pai, Rubens Pereira, também vítima da coVID-19 e internado em estado grave, inclusive com entubação.

A situação do ex-deputado já gerou, inclusive, novas especulações sobre uma possível desistência do filho candidato.

No PCdoB, a campanha de prefeito segue sendo conduzida pelo candidato a vice, Honorato Fernandes (PT) e pelos coordenadores, senadora Eliziane Gama (Cidadania) e deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), que aguardam os números das pesquisas esperadas para esta semana.

Estes levantamentos podem selar o futuro de Rubens Júnior na disputa…

1

Gastão revela preocupação com nova onda da Covid-19…

Com Europa mergulhada em um rebote da doença, deputado federal maranhense estima que o Brasil também possa mergulhar neste segundo estágio; ele lamenta que o país viva como se nada estivesse acontecendo

 

O deputado federal Gastão Vieira (PROS-MA) revelou, preocupação nas redes sociais com uma onda da Covid-19.

A Europa já mergulhou na segunda onda e o Brasil deve embarcar nela também, segundo Gastão.. “O Brasil vive como se a crise do Covid tivesse acabado. Deus diga amém. A crise veio do oriente para o ocidente, e a Europa mergulha na segunda onda, e é muito provável que o Brasil embarque nela também”, disse.

Ainda segundo Gastão, o estado de calamidade no país será prorrogado em janeiro. “Estado de calamidade será prorrogado em primeiro de janeiro, pela simples razão que a calamidade, sanitária, social e econômica, estará ainda maior que hoje”, afirmou.

Gastão disse que no momento ninguém quer encarar a nova realidade. “Pessoalmente, me limito a torcer para que esteja errado… Do governo ao congresso, ninguém quer encarar a realidade… É certo que medidas mais radicais virão. Ninguém quer chegar a parar tudo de novo… Mas, muito terá que ser parado”, finalizou.

0

Secretaria de Saúde monitora aplicação de testes rápidos de Covid-19

Secretaria Municipal de Saúde, Semus, em parceria com a empresa Brado, recebeu 500 testes rápidos de Covid-19, para demanda espontânea da população. Ação descentralizada pela coordenação da Atenção Básica organizou o fluxo de atendimentos, para as Unidades Básicas de Saúde, UBS´s, referência para o novo coronavírus; Milton Lopes, Cafeteira e Vila Nova.

Representantes da empresa Brado, secretária de Saúde do município, Mariana Jales, e secretária adjunta de Saúde, Doralina Marques visitaram as Unidades referências para monitorar a aplicabilidade da ação.

A secretária Mariana Jales, pontua que isso não descarta o cuidado que a população precisa ter em relação ao vírus. “A Prefeitura já realiza o trabalho de testagem da população, de acordo com a janela imunológica de cada paciente. A doação dos testes rápidos pela Brado é um reforço que auxilia na proteção de todos, mas a população deve continuar com os cuidados necessários, praticando as medidas de higiene e de distanciamento social, pois ainda estamos em pandemia”, diz a gestora.

A secretária adjunta Doralina Marques, explica que “para enfrentar a disseminação do novo coronavírus, testar a população é o caminho ideal para proteção, além do distanciamento social. A única maneira para achatar a curva de disseminação do vírus é massificar a testagem para diagnóstico da Covid-19”, relata.

Pacientes identificados com caso suspeito ou confirmado devem ser isolados para evitar a contaminação de outras pessoas, além de monitorados pela Vigilância em Saúde. Vale ressaltar que nas últimas semanas as Unidades de Saúde referências para Covid-19 têm apresentado uma diminuição da procura por atendimento. Os testes foram distribuídos de acordo com o fluxo de atendimento e estão disponíveis no horário das 8 às 17h, de segunda à sexta-feira.

1

CoVID-19 pode paralisar campanha em São Luís…

Confirmação da doença no candidato do PCdoB, Rubens Júnior, logo após participação em debate com todos os adversários – além do reaparecimento de sintomas em Carlos Madeira – obriga todos os postulantes a suspender campanha, sob risco de espalhamento da doença

 

Rubens Júnior (no círculo amarelo) estava no debate da Band três dias antes de ser confirmado com coVID-19; no local, ele tirou e pôs a máscara inúmeras vezes

Se forem obrigados a seguir o protocolo recomendado pela Organização Mundial de Saúde para enfrentamento da CoVID-19, os candidatos a prefeito de São Luís terão que paralisar as atividades de campanha.

Todos eles participaram do debate da TV Band, na última quinta-feira, 1º, apenas três dias antes de o comunista Rubens Pereira Júnior confirmar contaminação pela coVID-19.

O comunista conviveu normalmente com os 10 adversários em um estúdio fechado, em que sempre tiravam a máscara na hora das perguntas e respostas.

Em tese, há um risco real de que ele possa ter contaminado todos os postulantes, além do apresentador, jornalistas,  técnicos e convidados que participaram do programa na TV Band.

Além, disso, o pai do candidato do PCdoB, o Rubão, que acompanhou o filho no debate, também foi confirmado com coVID-19. 

Na segunda-feira, 5, o candidato do Solidariedade, Carlos Madeira, que já havia sido diagnosticado com coVID-19, voltou a sentir fortes sintomas da doença, e também cancelou atividades.

Todos os demais candidatos, no entanto, mantiveram a agenda de campanha normalmente nos dias seguintes ao debate.

O que pode ter provocado um espalhamento do vírus nos últimos dias…

0

Imperatriz: Secretaria de Saúde define ações do Outubro Rosa

Com a pandemia de Covid-19, a Divisão da Saúde da Mulher detectou uma diminuição em mais de 40%, da procura da população por exames de rastreio do câncer. Em virtude disso, a Prefeitura de Imperatriz, por meio da equipe da Secretaria Municipal de Saúde se reuniu para definir cronograma de ações da Campanha Outubro Rosa. Objetivo é reforçar a importância da continuidade do tratamento oncológico e dos exames diagnósticos. 

Este ano, a campanha de conscientização para o controle do câncer de mama e de colo uterino aborda a temática “Câncer de Mama não faz quarentena” e estará com ações descentralizadas nas Unidades Básicas de Saúde, da zona urbana e rural.

A secretária de Saúde do município, Mariana Jales, destaca que “o momento impede a realização de grandes palestras e reuniões, como em anos anteriores, mas os cuidados com a saúde devem ser mantidos, principalmente neste período de pandemia da Covid-19.  Por esta razão, enfatizaremos a Campanha do Outubro Rosa, pois a melhor forma de evitar o câncer ainda é realizando os exames de prevenção da doença”, relata.

A coordenadora do Programa Municipal de Saúde da Mulher e da campanha, Thamisa Fialho, pontua que as ações voltadas à saúde da mulher contam com a participação massiva da mídia. “Este ano houve uma diminuição de mais de 40% da procura dos exames de rastreio de câncer de mama e colo uterino. Contamos com a ajuda massiva da mídia, por meio dos canais oficiais da Prefeitura, grupos de WhatsApp da comunidade e emissoras de TV e rádio da cidade, para divulgarmos a importância dos exames de prevenção”, relata.

A Campanha Outubro Rosa segue com as normas e medidas preventivas para evitar a propagação da Covid-19. Os serviços voltados à saúde da mulher estão disponíveis nas UBS durante todo o ano. Para ter acesso, basta a paciente procurar uma unidade no seu bairro, com os seguintes documentos: cartão do Sistema único de Saúde (SUS), documento de identidade e o comprovante de endereço.

0

Deputado Edilázio testa positivo para CoVID-19…

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) recebeu diagnóstico de CoVID-19.

O anúncio foi feito pela sua assessoria, na tarde destra segunda-feria, 21.

De acordo com a nota, o parlamentar não apresenta sintomas severos e vai permanecer em isolamento domiciliar pelo período exigido pelas autoridades sanitárias.

Abaixo, a nota da assessoria:

Nota

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) informa que foi diagnosticado com o Covid-19. 

Sob a orientação médica, ele está em isolamento domiciliar, ao lado da esposa, Alina Sarney, também diagnosticada com o Covid, conforme determina protocolo de conduta do Ministério da Saúde. 

Sem sintomas severos, salvo alguma indisposição, Edilázio está bem. Alina não apresenta sintomas. 

O parlamentar, presidente estadual do PSD, agradece todas as mensagens de apoio e ligações, e afirma que em breve, finalizado o período de isolamento domiciliar, estará de volta às suas atividades. 

Assessoria

1

Convenção de Madeira é exemplo de respeito às normas sanitárias

A convenção do Solidariedade, que homologou na noite de quarta-feira no nome de José Carlos Madeira como candidato do partido à Prefeitura de São Luís, foi alvo de vários elogios por cumprir com rigor as normas sanitárias em relação aos riscos do Coronavírus.

Realizada na Associação dos Oficiais Militares do Maranhão, no Bairro de Fátima, a convenção foi planejada para seguir à risca todas as medidas de segurança, por orientação do próprio candidato Madeira, que ainda se recupera em casa dos efeitos da Covid-19.

Controlada por uma equipe de brigadistas, a convenção do Solidariedade contou com medidores de temperatura à entrada do evento, acesso limitado de pessoas, uso obrigatório de máscaras e álcool em gel e distanciamento protocolar das cadeiras.

“Os candidatos devem ser os primeiros a dar o exemplo de que respeitam as medidas sanitárias”, afirmou Madeira, ao argumentar que recomendou aos organizadores que fizessem “uma convenção sóbria, sem aglomeração ou qualquer excesso”.

Segundo Madeira, a convenção conseguiu alcançar o objetivo do partido, ao promover uma grande festa democrática, com a participação efetiva de lideranças políticas e comunitárias, além de uma militância comprometida com os ideais de justiça social, eficiência e transparência na gestão pública.

Sem qualquer sinal de aglomeração, a convenção do Solidariedade durou pouco mais de uma hora e meia e homologou os nomes de José Carlos Madeira e Capitão Jeremias, como candidatos a prefeito e vice-prefeito, e mais cerca de 40 nomes de candidatos a vereador.

“Procuramos fazer um evento equilibrado, demonstrado a força e a capacidade de vitória das nossas candidaturas e ao mesmo tempo respeitando as normas de segurança em tempos de pandemia”, declarou o presidente do Solidariedade, Simplício Araújo.

0

Solidariedade anuncia convenção híbrida com Madeira em videoconferência

O ex-juiz federal José Carlos Madeira terá o seu nome confirmado como candidato do Solidariedade a prefeito de São Luís em convenção híbrida. O partido anunciou nesta terça-feira que a convenção, a princípio anunciada apenas no modelo online, também será presencial, mas obedecendo rigorosamente a todas as recomendações das autoridades sanitárias.

A opção do Solidariedade pelo modelo híbrido é resultado de um entendimento entre Madeira, o presidente do partido, Simplício Araújo, e o pré-candidato a vice-prefeito, Capitão Jeremias. Madeira disse que, mesmo em casa recuperando-se da Covid-19, faz questão de participar da convenção por videoconferência.

“Quero levar a minha palavra de fé e confiança na vitória a todas as nossas lideranças comunitárias e políticas e aos nossos pré-candidatos a vereador”, declarou.

A convenção presencial será realizada nesta quarta-feira, dia 16, às 17h, na Associação dos Oficiais Militares do Maranhão, na rua Armando Vieira da Silva, no 1, no Bairro de Fátima.

“Estamos apenas retomando um compromisso inicial de realizar a nossa convenção no Bairro de Fátima. É o bairro onde nosso pré-candidato nasceu e viveu por muito tempo, onde estão suas origens”, informou Simplício Araújo.   

O pré-candidato a vice-prefeito fez questão de frisar que a convenção será simbólica, sem aglomeração. Segundo o Capitão Jeremias, uma grande festa está sendo preparada para receber Madeira de volta aos compromissos políticos, ao fim do tratamento da Covid-19.

“Aí, sim, nesse momento teremos a oportunidade de oferecer uma grande recepção ao nosso pré-candidato a prefeito”, avisou.

0

Campanha de Madeira mantém mídia forte mesmo com ele internado

Candidato do Solidariedade está em tratamento de coVID-19, mas seus perfis oficiais nas redes sociais mantêm postagens diárias, com aspectos da campanha e informações sobre os bastidores do seu comitê eleitoral

 

A agenda inadiável de campanha de Carlos Madeira está sendo cumpria pelos seus coordenadores, como Alan Ramalho, que dirigiu esta reunião nesta quinta-feria, 10

Determinado em seu projeto de chegar ao segundo turno, o candidato do Solidariedade a prefeito de São Luís, Carlos Madeira, mantém forte agenda de campanha, mesmo em recuperação de coVID-19.

Seu perfil no Instagram mantém postagens diárias, com aspectos da campanha e com imagens de bastidores no comitê eleitoral.

O próprio Madeira chegou a comentar na rede social nesta quinta-feira, 10.

– Eu ainda estou recebendo cuidados médicos, mas, mesmo distante, fico acompanhando as ações de nosso grupo em prol de São Luís – disse o candidato, com foto de reuniões de seus coordenadores de campanha.

Para manter a página do instagram em movimento, são publicados também #TBT’s, como este, em que o candidato participa de reunião ao lado do vereador Afonso Manoel

Mais tarde, um #TBT com foto dele ao lado do vereador Afonso Manoel. 

Para a coordenação de campanha, a manutenção das ações de Madeira mesmo durante sua recuperação, é importante para manter a militância unida e aguerrida.

– Em breve estaremos juntos! – concluiu… 

0

Maranhão vive expectativa de novo pico da coVID -19

Autoridades públicas do estado já admitem que um rebote da doença possa ocorrer até o final de 2020 ou no início de 2021; e já tomam providências sanitárias para evitar corrida em massa a hospitais e clínicas

 

Já em ritmo de retomada de vários setores da economia, o Maranhão poderá ter uma nova onda de coVID-19 no final de 2020 ou início de 2021.

A previsão é governador Flávio Dino (PCdoB), que decidiu adiar flexibilização de novos setores da economia até o resultado do inquérito sorológico no estado, que irá indicar o índice de pessoas que já foram contaminadas.

– Tivemos uma diminuição de casos, porém, talvez tenhamos, nos próximos meses, especialmente no limiar do ano de 2021, um ciclo de novo agravamento do coronavírus. Podemos ter – disse Flávio Dino.

Para o governador, o rebote de coVID-19 ocorrerá pela falta de uma vacina contra o coronavírus, embora as notícias apontem esperança de um remédio ainda em 2020.

– Isso significa que devemos prevenir – afirmou o governador.

O secretário de Saúde, Carlos Lula, já tem agendada reunião com os secretários municipais de saúde para tomar medidas de prevenção contra uma nova onda do vírus…