2

Secretário de Cultura: Madeira é o melhor nome para São Luís

Anderson Lindoso declarou apoio ao candidato do Solidariedade, o que ampliou o número de membros da base do governo alinhados à sua candidatura; o ex-juiz recebeu o apoio também de representantes do Bumba-meu-boi de São Luís

 

Entre Simplício Araújo e Carlos Madeira, Anderson Lindoso é o terceiro auxiliar do governo a declarar apoio ao candidato do Solidariedade

O pré-candidato do Solidariedade a prefeito de São Luís, Carlos Madeira, recebeu nesta terça-feira, 7, o apoio do secretário de Estado da Cultura, Anderson Lindoso, o que ampliou sua base entre os membros do governo Flávio Dino (PCdoB).

Para Lindoso, Madeira é melhor nome para a cultura da capital maranhense.

– Ele tem grandes ideias para ajudar a transformar a nossa política cultural, com projetos assertivos voltados para o fazedor de cultura, para que ele possa ter meios de se manter e valorizar cada vez mais a cultura de nossa cidade –  destacou o secretário.

O apoio de Anderson Lindoso é, para Madeira, emblemático, tendo em vista seu projeto de valorização e prestígio à cultura do Maranhão.

– Como um homem da cultura, Lindoso compreendeu o projeto de quem gosta e acredita na cultura e vai atuar para ela seja respeitada e valorizada. É um apoio seguramente que me deixa feliz e orgulhoso. Faremos uma boa caminhada – afirmou o candidato.

 

Representantes de grupo de Bumba-meu-boi também fecharam apoio ao ex-juiz Carlos Madeira, ampliando os segmentos que estão com seu projeto

Presidente do Solidariedade no Maranhão e articulador da campanha do ex-juiz federal, o secretário Simplício Araújo lembrou que o ex-juiz já tem também o apoio do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, além da deputada estadual Helena Duailibe e do vereador Afonso Manoel, e também de segmentos como o trade turístico.

– A vinda do secretário Anderson Lindoso soma com o perfil de Carlos Madeira que é o melhor para gerir a cultura de um município como o de São Luís, que tem um vasto acervo cultural – frisou.

O candidato do Solidariedade recebeu também o apoio de representantes dos grupos de Bumba-Meu-Boi de São Luís, entre eles do Boi Brilho da Ilha e do Boi da Maioba.

1

Após decisão contra perfis fake, Roseana volta a interagir no Instagram

Ex-governadora publicou no perfil  @roseanasarneym vídeo em que conta um pouco do seu dia dia na pandemia e fala das suas expectativas, sobretudo com as festas juninas, que espera ver efetivamente a partir de 2021

 

Roseana com o marido e as filhas na praia; postagem no Instagram após decisão que fortaleceu seu perfil oficial

A ex-governadora Roseana Sarney voltou esta semana a publicar imagens e vídeos em seu perfil na rede social Instagram, após a Justiça determinar a exclusão de perfis não-oficiais relacionados ao seu nome. 

Há dois dias, ela publicou vídeo em que canta para um dos netos e fala de sua paixão pelo bumba-meu-boi. Ontem, Roseana publicou foto ao lado do marido, da filha e da neta em uma praia de São Luís.

Nesta quinta-feira, 2, a ex-governadora voltou ao insta, com um vídeo em que explica sua ausência, fala de suas expectativas pós-pandemia e afirma que vai continuar a interagir.

– Hoje acordei precisando conversar, ver gente. Mas, estamos em casa, já tenho mais de 60 anos e estou respeitando a minha idade. Só queria dar um abraço. Se deus quiser vamos sair mais rápido dessa pandemia chata – disse a ex-governadora, de cara limpa.

A última vez que Roseana havia postado em seu perfil @roseanasarneym foi em 14 de março de 2019: um #TBT de quando inaugurou a primeira escola de tempo integral, na época do governo.

Até então, ela fazia postagens esporádicas na rede, sempre com grandes intervalos entre uma e outra – mas sempre com centenas de comentários e curtidas.

Ao blog Marco Aurélio D’Eça ela garantiu que, a partir de agora, vai estar mais presente nas redes sociais, interagindo com o povo maranhense, “não apenas sobre política, mas todos os aspectos do nosso estado”. 

A decisão que obrigou o Facebook a retirar perfis fakes relacionados a Roseana foi tomada pelo juiz federal Sebastião Lima Bom,fim, em ação movida pela advogada Anna Graziella Neiva.

Ao todo, foram retirados 11 perfis desta rede social…

0

Maioba, Ribamar, Santa Fé, Maracanã e Meu Tamarineiro em live…

Grupos de bumba-meu-boi participarão da segunda edição do projeto “Festança Junina”, com transmissão ao vivo pelo Facebook, Instagram e Youtube, na próxima sexta-feria, a partir das 20h30

 

Diante desse período de pandemia as pessoas estão tendo a oportunidade de assistir os shows dentro de suas casas. Pensando nisso, a produção da Festança Junina entendeu que o público maranhense merece uma segunda edição especial do evento.

Por isso, na próxima sexta-feira (05), a partir das 20h30, a Festança Junina fará a transmissão ao vivo Instagram, Facebook e o canal do YouTube da festa.

O evento será totalmente digital e reunirá os cantadores consagrados dos grupos de peso do Maranhão. No palco as conhecidas vozes de ouro dominarão a programação, entre eles; Marcos (Boi da Maioba), Chagas (Boi de Ribamar), Ribinha de Maracanã (Boi de Maracanã), Zé Olhinho (Boi de Santa Fé) e Régis (Boi Meu Tamarineiro).

A Festança é comandanda pelo produtor cultural Mário Jorge, que segundo ele, a expectativa para essa segunda festa é a das melhores.

“A nossa primeira live foi um sucesso.Estamos ansiosos por mais essa edição”, disse Jorge.

A programação conta com a parceria da TVN, Feijão de Corda, Marcial Lima e o projeto Mesa Cheia.

A apresentação será comandada pelo jornalista e apresentador, Davi Max.

SERVIÇO

O quê? Live Festança Junina

Onde? Instagram, Facebook e no YouTube da Festança.

Horário: A partir das 20h30

0

Boi de Sonhos e de Axixá são homenageados com prêmio Cultural

Foi realizado no último final de semana, no centro histórico de São Luís, a entrega do Prêmio Pai Chico e Catirina. A solenidade contou com a presença de grupos folclóricos maranhenses.

O Boi de Sonhos, que é comandado pela presidente de honra, Cileninha, ganhou na categoria “Melhor Indumentária do ano de 2019”.

A votação ocorreu através das redes sociais da premiação.

“Muito Feliz por esse título que o Boi de Sonhos ganhou. Isso é o reconhecimento pelo nosso trabalho”, disse.

Já o Boi de Axixá, que é comandado por Leila Naiva, presidente do grupo, levou o Prêmio em duas categorias “Índia Destaque” e “Toada do Ano”.

“Quero agradecer cada pessoa que votou na gente. O Axixá se sente muito engrandecido por esse prêmio”, destacou.

Segundo o organizador do evento, Mathias Neto, o ato visa incentivar ainda mais os grupos folclóricos do Maranhão.

“Fizemos essa premiação com tanto amor e carinho. Tenho certeza, que cada grupo tem o seu brilho e todos estão de parabéns pelo trabalho que realizam”, disse.

FEIRINHA SÃO LUÍS

No mesmo ato, a Ferinha São Luís, também foi homenageada pela sua história com a cultura popular do Maranhão. Representando o Secretário da SEMAPA e Idealizador, Ivaldo Rodrigues, o produtor e assessor Tony Mota recebeu o prêmio destacando o compromisso da feirinha com a cultura.

“A feirinha São Luís sempre deu oportunidade aos artistas da terra. Sempre deu oportunidade à nossa cultura”, declarou.

0

“Vamos guarnicê e comemorar”, diz Roseana sobre Bumba-Meu-Boi…

Ex-governadora, dedicada a fortalecer a cultura popular, diz que a escolha da expressão cultural maranhense como Patrimônio da Humanidade se deve ao trabalho de todo batalhão e aos que dedicam a vida a essa atividade

 

Genuinamente “boieira”, Roseana dedicou sua atividade política a fortalecer o Bumbe-Meu-Boi como expressão cultura, agora reconhecida pela Unesco

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) mostrou-se ontem “extremamente feliz e orgulhosa” com o título de Patrimônio Cultural da Humanidade dada pela Unesco ao Bumba-Meu-Boi do Maranhão.

Em conversa exclusiva com o titular do blog Marco Aurélio D’Eça, por telefone, Roseana dedicou a vitória da expressão cultural maranhense aos que dedicam sua vida a esta atividade.

– Devemos esse título ao trabalho incansável de todo o batalhão, de amos, bordadeiras, músicos e compositores, cantadores, brincantes e aos que dedicam sua vida a essa atividade cultural – comemorou.

Desde o primeiro mandato de governadora, ainda em 1995, Roseana dedicou sua influência política a valorizar as expressões culturais do Maranhão, elevando o Bumba-Meu-Boi e o São João do Maranhão á condição de destaque nacional nas festas juninas.

– Dediquei grande parte do meu trabalho como política para fortalecer a cultura popular maranhense – disse.

Para a ex-governadora, é motivo de felicidade e orgulho ver uma das mais importantes manifestações da cultura popular ter o reconhecimento mundial da Unesco.

– Vamos guarnicê e comemorar – concluiu, usando uma das expressões típicas do Bumba-Meu-Boi…

0

Incentivador da cultura, Ivaldo Rodrigues compõe comitiva brasileira em Bogotá

Representante do prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior, no evento da Unesco que elegeu o bumba-meu-boi do Maranhão Patrimônio Cultural da Humanidade, secretário mostrou-se pé-quente na reunião em Bogotá

 

Ivaldo e a comitiva do Brasil na reunião da Unesco, em Bogotá; bumba-meu-boi como Patrimônio Cultural da Humanidade

 

Pé-quente, o secretário municipal de Abastecimento, Ivaldo Rodrigues, representou o prefeito Edivaldo Junior (PDT), em Bogotá, na Colômbia, compondo a comitiva do Brasil, durante a 14ª Reunião do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, da Unesco, que consagrou o Bumba Meu Boi do Maranhão como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

– Muita alegria em poder fazer parte desse momento histórico para o Brasil e especialmente para o Maranhão. O Bumba Meu boi é uma manifestação cultural e folclórica genuinamente maranhense, rica em multiplicidade de grupos e variedade de estilos e sotaques, reunindo fé e arte em uma grande festa – destacou Ivaldo.

Aspecto do Bumba-meu-boi do maranhão, uma das expressões culturais mai autênticas do Brasil

A entrada do Bumba Meu Boi na lista da Unesco fortalece as ações já desenvolvidas pela comunidade e busca promover mais ações de educação patrimonial, realizar nova documentação, além de ampliar pesquisas e a valorização do bem cultural.

O Complexo Cultural do Bumba Meu Boi é o sexto bem cultural brasileiro a integrar a lista internacional.

O secretário em evento de São João, quando a manifestação cultural do Maranhão aflora em todos os cantos do estado

Já haviam sido consagrados a Arte Kusiwa – Pintura Corporal e Arte Gráfica Wajãpi (2003), o Samba de Roda no Recôncavo Baiano (2005), o Frevo: expressão artística do carnaval de Recife (2012), o Círio de Nossa Senhora de Nazaré (2013) e Roda de Capoeira (2014).

A inscrição da expressão folclórica maranhense foi feita pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)…

2

Bumba-meu-boi pode virar patrimônio cultural da humanidade…

Expressão folclórica do Maranhão será analisada no dia 6 de dezembro, em evento da Unesco, a Colômbia, e pode ser a sexta manifestação brasileira a ter este título

 

Expressão cultural do Maranhão, o Bumba-meu-boi pode virar patrimônio da humanidade pela Unesco

O Bumba-meu-boi do Maranhão poderá ser considerado Patrimônio Cultural da Humanidade, em solenidade marcada para o dia 6 de dezembro, em Bogotá, na Colômbia.

A candidatura da manifestação folclór5ica do estado foi feita em Brasília, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Se aprovado pela Unesco, o Bumba-meu boi se junta a outras cinco manifestações brasileiras: o Círio de Nazaré, a Roda de Capoeira, o Samba de Roda, o Frevo e a Arte Gráica Wajãpi.

E o Maranhão ganha o segundo título de patrimônio da Humanidade.

O primeiro é da Cidade de São Luís, alcançado em 1997…

0

Boi de Sonhos: Uma festa pra ficar na história da cultura maranhense

O próximo ano promete marcar as homenagens em comemoração às bodas de prata pela passagem dos 25 anos do Bumba meu Boi de Sonhos, um dos principais grupos de sotaque de orquestra do Maranhão. Para isso, uma mega festa será realizada no dia 19 de outubro, na Casa das Dunas.

O ato promete selar a maturidade e jovialidade de um grupo cultural em constante transformação no estado.

A programação completa será disponível nas redes sociais da brincadeira: @boidesonhosoficial.

Presidente de honra

Cileninha é uma das mulheres de destaque que comandam o grupo que majoritariamente é envolto por homens que gerenciam os grupos culturais na cidade. Foi de um encanto de criança que nasceu no berço do bairro do São Cristóvão, um grupo de sotaque de orquestra, em 1º de maio de 1995, na Rua da Pedreira, nº 90, pela então menina alcunhada por “Cileninha”, mas que na verdade tem o nome de origem, Leocilene Silva dos Santos.

A garota que tinha como maior sonho brincar num bumba-meu-boi de orquestra bem animado, formado com jovens e adolescentes, que tivesse indumentárias bonitas, coreografias diferentes e adequadas às músicas, que agradasse ao público e botasse todo mundo para dançar com toadas animadas e poesia fácil do povo aprender, conseguiu consolidá-lo.

Tudo começou quando passou a reunir na porta de casa, as crianças entre 08 e 12 anos, e outras ruas de localidades vizinhas, formando um grupo com 10 vaqueiros, 10 vaqueiras e 08 índias, todos mirins e que começaram a ensaiar, passando a confeccionar suas próprias fantasias a partir de retalhos de tecidos e chapéus velhos, tendo apoio de seus pais que o ajudaram.

Foi então que o Boi de Sonho se tornou realidade e hoje é um dos grupos mais esperados nas noites do São João do Maranhão com diversas apresentações durante os meses juninos.

Para ela, um dos desafios em exercer o papel feminino em uma brincadeira é a abertura para negociações das apresentações itinerantes, e a confiança na credibilidade de um Boi dirigido por uma mulher.

Por Davi Max

3

São João do Maranhão recupera prestígio nacional…

Embora ainda sem o apelo turístico necessário à atração de público de outros estados e países, festas juninas no estado ganha destaque na imprensa e passa a ser considerado um dos mais ricos do Brasil

 

A CARACTERIZAÇÃO DA DECORAÇÃO, TANTO NO CENTRO HISTÓRICO COMO A DOS ARRAIAIS, GANHOU ATENÇÃO DO PÚBLICO, como se deu com o Arraial do Ipem, que montou uma réplica do Centro Histórico

O São João do Maranhão teve neste 2019 uma espécie de virada para recuperação do seu carisma nacional, que durou até o final dos anos 90.

Hoje, as festas juninas do estado voltaram a ser consideradas uma das mais ricas culturalmente do país, com destaque em diversos telejornais, reportagens de revistas e jornais e abordagem em programas de variedades na TV.

É claro que o São João do Maranhão ainda não se firmou como destino turístico nesta época do ano no país; mas o fato de chamar a atenção da mídia nacional mostra que os organizadores do evento estão no caminho certo.

Assim como por toda a década de 90, o sucesso do São João 2019 se dá por um conjunto de fatores, que inclui investimentos na recuperação do Centro Histórico, aposta na caracterização de São Luís, com decoração farta e de qualidade, e aposta nas expressões folclóricas que são únicas do Maranhão nesta época do ano, como Bumba-Meu-Boi, Cacuriá, e Tambor de Crioula, sobretudo.

NA PRAÇA MARIA ARAGÃO, OS SHOWS POPULARES LEVARAM MILHARES DE PESSOAS, formando belas imagens que ganharam o país

A festa junina maranhense ainda durará até o próximo domingo, com o Tributo a São Marçal, no João Paulo.

Até lá, as várias expressões culturais maranhenses estarão em destaques na imprensa nacional chamando atenção para o público que viaja nesta época do ano.

E que, em 2020, a cultura possa ser conjugada ao turismo para o São João do Maranhão como o melhor e mais rico do Brasil.

0

Aprovado projeto que elege São Luís como a capital nacional do Bumba Meu Boi

A cidade de São Luís (Ma) pode ser reconhecida como a capital nacional do Bumba Meu Boi. É o que determina o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 3/2018, aprovado na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), nesta terça-feira (21). A proposta segue com pedido de urgência para análise em Plenário, e se lá for aprovada, vai à sanção presidencial.

Desde o século XVIII a festa do Bumba Meu Boi, ou boi-bumbá, é comemorada em São Luís, especialmente nos meses de junho e julho, em homenagem ao auto de São João. É uma dança do folclore que gira em torno da ressurreição de um boi e envolve personagens humanos e animais fantásticos. Possui ligações com tradições indígenas, africanas e europeias, e também com elementos de celebrações religiosas católicas.

Mas os festejos acontecem durante todo o ano, com participação dos mais de 100 mil grupos de Bumba Meu Boi que se expressam por meio de música, coreografias, vestimentas e instrumentos. Trata-se de uma expressão da cultura, da fé, da devoção e das relações socioeconômicas que remontam aos tempos coloniais da região, lembrou o autor da proposição, deputado Hildo Rocha (MDB-MA).

O relator na CE, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), lembrou que os primeiros registros da celebração do boi-bumbá remontam a Pernambuco, e que a manifestação cultural em torno da figura do boi é tradição em diversos estados brasileiros. Mas a festa tornou-se mais popular no Maranhão, tanto que em 2012, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) outorgou ao Bumba Meu Boi maranhense o título de Patrimônio Cultural do Brasil.

– Pelo amplo significado cultural do desenvolvimento dessa importante tradição no interior do Nordeste brasileiro, manifestada em sua plenitude e inteireza na capital maranhense, somos favoráveis à concessão do título de Capital Nacional do Bumba Meu Boi à cidade de São Luís – defendeu o relator na CE, senador Roberto Rocha (PSDB-MA).