0

Jeisael quer diálogo com os professores para volta às aulas

O candidato a Prefeito de São Luís pela Rede Sustentabilidade, Jeisael Marx, concedeu entrevista, nesta terça-feira (27), para o jornalista Sidney Pereira, no Jornal da Mirante Primeira Edição (JM1).

Jeisael disse que vai priorizar o retorno às aulas dos alunos da rede municipal que estão até agora com o ano letivo 2020 prejudicado e sem previsão de volta às salas de aulas.

O candidato propõe adotar um modelo híbrido, onde as crianças cumpram o currículo escolar parte presencial e também através de EAD, método já adotado pelo Governo Estadual, que distribuiu chips de internet para que os alunos possam assistir as aulas online.

“Nós temos o exemplo do Governo Estadual que podemos seguir, mas aperfeiçoando. Que seria a distribuição de chips para que as crianças possam ter acesso a internet e ter o ensino remoto”, comentou Jeisael.

O candidato ainda propôs dialogar com os profissionais da educação para discutir e organizar o melhor método para a volta às aulas.

“Fazer tudo com muito diálogo, conversando com professores, chamando todos. Caso esse modelo não seja ainda o ideal, mas que possamos partir desse primeiro passo para encontrar o modelo ideal”, pontuou Jeisael.

3

Ibope confirma segundo turno em São Luís…

Pesquisa divulgada nesta sexta-feira pelo JMTV 2ª Edição aponta para um confronto direto entre Eduardo Braide e Duarte Júnior, com Neto Evangelista no limite do empate técnico pela segunda colocação

 

Braide e Duarte são os que aparecem com mais chances de chegar a um segundo turno, segundo os números do Ibope divbulgados nesta sexta-feira, 23

O instituto Ibope confirmou os números do Instituto DataIlha e apontou para um segundo turno nas eleições para a Prefeitura de São Luís.

Isso se dá por que, pelos números do Ibope, o favorito Eduardo Braide (podemos ) soma 44% das intenções de votos; a soma dos demais candidatos  chega a 46%, dois a mais que o índice do líder.

De acordo com o Ibope, divulgado nesta sexta-feria, 23, pela TV Mirante, se as eleições fossem hoje, Duarte Júnior (Republicanos) disputaria o segundo turno contra Braide; ele tem 19% das intenções de votos.

Neto Evangelista mantém chances de superar Duarte Júnior e garantir a vaga no segundo turno;os dois estão empatados tecnicamente, segundo o Ibope

Mas o Ibope mostrou que Neto Evangelista (DEM), que soma 14%, está empatado tecnicamente com Duarte.

O candidato do Republicanos pode ter entre 16% e 22%; já o o democrata pode ir de 11% a 17%, o que caracteriza o empate.

 

Ao contrário do DataIlha, na pesquisa Ibope Rubens Júnior (PCdoB) se mantém um pouco mais distante dos primeiros colocados, com apenas 6% das intenções de votos; mas aplicando a margem de erro, ele pode chegar aos mesmos 9% encontrados pela pesquisa de quarta-feira, 21.

Ainda de acordo com o Ibope Bira do Pindaré (PSN) soma 3%, Jeisael 2%, Yglésio (PRIOS), Hertz Dias (PSTU) e Franklin Douglas (PSOL) registram 1% cada.

Sílvio Antonio (PRTB) não pontuou.

1

JM 2ª edição vai divulgar pesquisa Ibope…

Levantamento do instituto carioca tem sido esperado por ser o primeiro após início da campanha na TV e realizado logo após números do instituto DataILha, que mostraram tendência de segundo turno em São Luís

 

O pelotão da frente, formado por Braide, Duarte e Neto vivem expectativas diferentes sobre primeiro e segundo turno, que serão avaliados pelo Ibope

Está confirmado para o JMTV 2ª edição, nesta sexta-feira, 23, a pesquisa Ibope/TV Mirante sobre a sucessão municipal em São Luís.

É a primeira pesquisa do instituto após o início da propaganda na TV e o acirramento da campanha de rua; e os primeiros números após levantamento do Instituto DataIlha, primeiro a apresentar tendência de dois turnos em São Luís.

Rubens Júnior ainda aposta na ligação com Lula e Dino para superar os adversários da base e chegar ao segundo turno contra Eduardo Braide

Alguns pontos geram expectativa na pesquisa, que será divulgada faltando pouco mais de 20 dias para o pleito.

  • O favorito Eduardo Braide (Podemos) manterá seus índices acima dos 40% ou confirmará tendência de queda?;
  • Duarte Júnior (Republicanos) tem fôlego para ficar em segundo lugar ou já foi ultrapassado por Neto Evangelista (DEM).
  • Rubens Júnior chega mesmo a disputar vaga num eventual segundo turno ou está fora da disputa?
  • A eleição será decidida em primeiro ou segundo turno?

Todas estas respostas começarão a ser respondidas  a partir das 19h desta sexta-feira.

Tchan, tchan, tchan, tchaaaaaaaannn…

1

Pesquisa Ibope gera expectativa sobre segundo turno em SLZ…

Números do instituto carioca, que devem ser divulgados pela TV Mirante, servirão de baliza para as últimas três semanas da disputa, tendo em vista que, embora já encaminhasse para desfecho em duas rodas, os números do DataIlha chegaram defasados ao eleitor

 

Prevista para esta sexta-feira, 23, a pesquisa Ibope sobre a corrida eleitoral em São Luís – a ser divulgada pela TV Mirante – reveste-se de expectativa quanto à consolidação ou não de um segundo turno.

Embora a pesquisa DataIlha já tenha indicado a realização de dois turnos na capital, seus números chegaram atrasados em uma semana ao eleitor, já que foram colhidos entre os dias 13 e 15 de outubro.

Longe de jogar dúvidas sobre o levantamento, isso significa apenas que a realidade encontrada pelo instituto era a de uma semana atrás; e pela tendência da movimentação de campanha, ela pode já estar em outro nível hoje.

Traduzindo: é possível que o Ibope encontre números ainda mais significativos a respeito de um segundo turno, tendência que vem sendo marcada ao longo das últimas semanas.

Dois movimentos indicam esta possibilidade: o volume de campanha de Neto Evangelista (DEM) e o crescimento exponencial de Rubens Pereira Júnior (PCdoB), já medidos em outras pesquisas.

Se a tendência de movimentação nestas duas campanhas for encontrado também pelo Ibope, é possível que contribuam claramente para a consolidação de uma mudança nos números.

Ibope, portanto, pode ser o assunto principal da eleição por todo o fim de semana.

É aguardar e conferir…

0

Debate da Mirante mantém status de decisivo no processo eleitoral

Encontro com os candidatos, marcado para o dia 12 de novembro, três dias antes do primeiro turno, gera expectativa, sobretudo, pelo fato de alterar cenários em caso de indefinição ou acirramento da disputa

 

Jornalista Clóvis Cabalau, diretor do jornal O Estado, vai coordenar toda cobertura do processo eleitoral, nos veículos do Grupo Mirante

A data do debate da TV Mirante em São Luís – no dia 12 de novembro – manteve o status de decisivo do programa, por ser realizado apenas três dias antes do pleito.

A realização do debate foi confirmada nesta quinta-feira, 17, pela direção da emissora.

Em 2016, o debate da Mirante influenciou diretamente na definição do segundo turno e revelou ao Maranhão a liderança de Eduardo Braide (Podemos), hoje líder em todas as pesquisas de intenção de votos. (Entenda aqui, aqui e aqui)

E ao que tudo indica, este status de decisivo será mantido pelo programa da Mirante, haja vista a indefinição sobre a decisão da eleição – se em primeiro ou segundo turno – e sobre o próprio eventual adversário de Braide.

Estão assegurados no programa todos os candidatos de partidos com representação no Congresso Nacional, além dos que obtiverem ao menos 5% das intenções de voto na pesquisa Ibope que e deve ser divulgada disso antes.

Além do debate, o Grupo Mirante pretende realizar ampla cobertura das eleições, de forma integrada entre seus veículos, com entrevistas, programas, sabatinas e debates, nas rádios, portais e jornal O Estado.

A coordenação jornalística do processo eleitoral no Grupo Mirante é do jornalista Clóvis Cabalau…

0

Pandemia ameaça realização de debates eleitorais

Emissoras de TV e entidades interessadas em ouvir o contraponto de opiniões dos candidatos ainda não têm ideia dos protocolos para realização dos eventos, principal expectativa dos vários postulantes à Prefeitura de São Luís

 

O debate de 2016, na TV Mirante, provocou uma reviravolta na reta final da campanha, levando Eduardo Braide ao segundo turno com Edivaldo Júnior

Tidos como principal trunfo para alguns dos pré-candidatos a prefeito de São Luís, os debates realizados em plenárias de instituições e nas emissoras de rádio e TV podem ficar fora do processo eleitoral de 2020.

Com a pandemia de coronavírus, as emissoras, principalmente, ainda não têm ideia de que protocolo seguir para realização do programa; e esperam que a própria Justiça Eleitoral defina as regras sanitárias.

Em 2016, o debate da TV Mirante, o mais esperado, acabou causando reviravolta no primeiro turno, tirando Eliziane Gama (cidadania) e Wellington do Curso (PSDB), e levando o então azarão Eduardo Braide (PMN) ao segundo turno.

É com base neste histórico que adversários do porte de Neto Evangelista (DEM), Duarte Júnior (Republicanos), Rubens Júnior (PCdoB), Adriano Sarney (PV) e Carlos Madeira (Solidariedade) têm expectativa, agora, de garantir um segundo turno com o mesmo Braide.

Da TV Mirante, o blog Marco Aurélio D’Eça recebeu a informação de que ainda aguardam definição sobre os debates.

– Nada definido – disse a diretoria da emissora.

Outras emissoras, como TV Difusora e TV Guará, até mantêm calendário de debates, mas ainda sem nenhuma orientação ou recomendação da Justiça Eleitoral e do Ministério Público, que podem barrar os programas.

Sem os debates, com restrições de reuniões públicas e caminhadas, as campanhas terão que se fortalecer na internet.

E neste campo minado, vence quem já tem histórico nas redes sociais.

E engajamento, sobretudo…

0

Mirante vai testar para CoVID-19 quem teve contato com Roberto Fernandes…

Afastado desde o dia 20 de março, Jornalista testou positivo para a doença transmitida pelo coronavírus, em contraprova anunciada nesta-quinta-feira, 2, e segue internado no UDI Hospital, onde está desde o dia 23

 

Profissionais do Grupo Mirante que tiveram contato com Roberto Fernandes farão testes para a Covid-19

O Grupo Mirante anunciou na tarde desta quinta-feira, 2, que vai fazer testes de Covid-19 em todos os colaboradores que tiveram contato com o jornalista Roberto Fernandes antes de ele ser afastado, em 20 de março.

Fernandes testou positivo para a Covid-19, em contraprova anunciada nesta quinta-feira.

O jornalista está internado desde o dia 23 de março, no UDI Hospital, com sintomas de pneumonia, e foi testado esta semana para a Covid-19. (Entenda aqui)

De acordo com a Mirante, a empresa mantém seu protocolo para combate ao coronavírus, com equipamentos de proteção individual e isolamento social dos colaboradores considerados em grupo de risco.

Mas mantém a programação jornalística diária, com informações e orientações sobre a pandemia.

11

Flávio Dino mostra serenidade e lucidez no combate ao coronavírus

Em entrevista à TV Mirante, governador passou a segurança necessária que um líder precisa dar à população, mostrou sensatez ao defender a continuidade da atividade econômica e pregou a união de todos no enfrentamento da crise

 

Flávio Dino falou em rede estadual pela TV Mirante e passou segurança à população maranhense

O governador Flávio Dino (PCdoB) mostrou nesta quinta-feira, 19, em entrevista à TV Mirante, por que está sendo considerado um dos líderes mais efetivos do país no combate à pandemia de
Coronavírus.

Na conversa com os jornalistas Alex Barbosa, Júnior Albuquerque e Ana Guimarães, Dino elencou as ações que tem comandado no Maranhão, mesmo sem o registro de nenhum caso no estado.

Além disso, ressaltou a importância de se seguir as recomendações do seu Decreto, que impõe algumas medidas para a contenção do vírus.

Mas foi sensato ao defender que a atividade econômica básica – shoppings, lojas, bares, restaurantes – seja mantida, seguindo as recomendações da OMS.

Até por que não há registro de nenhum caso de Covid-19 no Maranhão.

Desde o início da crise do coronavírus, Flávio Dino assumiu a linha de frente nas ações contra o problema.

Ele ganhou destaque nacional ao mobilizar todo o setor de saúde para a prevenção contra o vírus, mesmo com o Maranhão ainda livre de contaminação.

Na entrevista à TV mirante, o principal destaque da fala do governador comunista foi a segurança passada à população, sem demonstrar negligência com o assunto, mas sem alardes desnecessários.

Sob o comando de Dino, o Maranhão pode, inclusive, ser uma espécie de muro contra o coronavírus.

E suas ações o farão sair da crise bem maior do que entrou…

2

“Não sou candidato do governador; nem sou contra”, diz Jeisael Marx…

Em entrevista ao jornalista Roberto Fernandes, da TV Mirante, pré-candidato da Rede Sustentabilidade assumiu pela primeira vez suas contradições políticas, mostrando coragem para debater até a atual gestão que ele ajudou a eleger

 

Jeisael Marx mostrou contradições políticas, ideológicas e administrativas, pela primeira vez, ao jornalista Roberto Fernandes, mas as enfrentou abertamente

O jornalista e pré-candidato da Rede Sustentabilidade a prefeito de São Luís, Jeisael Marx, assumiu pela primeira vez, em entrevista ao programa “Bom Dia Mirante”, suas contradições como opção de poder em São Luís.

Ao declarar-se do mesmo campo político do governador Flávio Dino (PCdoB), ele afirmou não fazer parte da base de candidatos governistas.

– Minha candidatura é independente. Não sou candidato do grupo do governador, nem sou contra. Quero discutir a cidade sem essa dicotomia – afirmou o pré-candidato.

Jeisael discutiu também suas contradições ideológicas, ao se declarar “nem de esquerda, nem de direita”,  justificando que, ao mesmo tempo que defende avanço de programas sociais (bandeira da esquerda) apoia também a posse e o porte de armas.

– E isto não é estar em cima do muro. É assumir posições claras – afirmou, diante do questionamento do jornalista Roberto Fernandes. 

Ao declarar que São Luís está há pelo menos 18 anos com uma gestão arcaica – assumindo a responsabilidade pelo apoio ao atual prefeito, Edivaldo Júnior (PDT), em 2012 e 2016 –  Jeisael Marx disse que é preciso um representante que entenda os anseios do povo.

– Represento a maioria da sociedade, de famílias pobres, morador da periferia. Por que vamos continuar a eleger a elite? – perguntou.

O pré-candidato da Rede voltou também a criticar a manipulação do espaço político por poucas famílias da elite, que passam o poder como heranças aos seus descendentes.

– A política no Maranhão ainda é feita por um grupinho fechado. É política feita por filhos, netos, sobrinhos de políticos. E alguns fazem questão de usar este fato para se perpetuar. E o pior é que isso ficou no inconsciente coletivo como coisa natural. É hora de mudar e eleger gente do povo, sem sobrenome, sem parentes na política – pregou.

Jeisael deve apresentar oficialmente sua candidatura a prefeito logo no início de 2020…

0

“Nosso objetivo é acabar com a impunidade nesse país”, diz Edilázio …

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD), defendeu na manhã de hoje, em entrevista ao jornalista Roberto Fernandes, no Bom Dia Mirante, da TV Mirante, a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 410/2018 na Câmara Federal, que institui a prisão após condenação em segunda instância. 

Edilázio é o único maranhense na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Legislativo, onde a PEC tramita. Ele explicou que no momento, a discussão se dá no colegiado quanto à constitucionalidade da peça. 

“Trata-se de uma matéria complexa, existem vários pontos de vista, mas não vejo como uma afronta ao Supremo (STF), uma vez que que tem de legislar, de fazer as leis somos nós: Senado e Câmara Federal. O ponto que causa toda essa polêmica em relação à PEC é quanto à constitucionalidade. Há o argumento de que fere o artigo 5 da nossa Constituição. A cláusula pétrea é como se fosse o coração da nossa Constituição. Então, fere de morte de nós mexermos em uma cláusula pétrea”, disse. 

Edilázio revelou, contudo, que nos bastidores há uma proposta alternativa para o tema, que tem sido discutido entre o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, líderes de oposição e da base do Governo.

“Como existe essa polêmica muito grande em relação ao artigo 5 da Constituição, que diz que ninguém pode ser condenado antes do trânsito em julgado da ação, já está se recolhendo assinaturas para uma PEC paralela que vai tratar dos artigos 102 e 105, que tratam do recurso especial e do recurso extraordinário. Com isso, o trânsito em julgado passa a ser no segundo grau”, afirmou.

Edilázio explicou que tanto o recurso especial e o recurso extraordinário deixarão de ser tecnicamente instituídos como recursos, para se tornarem uma espécie de ação autônoma. 

“O jornalista Roberto Fernandes, por exemplo, se sentiu prejudicado com um acórdão do Tribunal de Justiça do Maranhão. Você não vai mais recorrer dessa decisão, vai propor uma ação autônoma, se for uma lei federal, ao SJT e se tratar de constitucionalidade, ao STF. Nessa ação pode-se conseguir uma cautelar, uma liminar, enfim. Mas, no momento da decisão do Tribunal de Justiça já haverá o trânsito em julgado e o condenado já será preso”, disse. 

Edilázio afirmou que já há um entendimento entre a base governista e de oposição entre o tema, com a condição de que a parte cível também seja inserida na regra. Para ele, o tema deve avançar até o período que antecede o recesso parlamentar em Brasília.