0

“Nosso objetivo é acabar com a impunidade nesse país”, diz Edilázio …

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD), defendeu na manhã de hoje, em entrevista ao jornalista Roberto Fernandes, no Bom Dia Mirante, da TV Mirante, a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 410/2018 na Câmara Federal, que institui a prisão após condenação em segunda instância. 

Edilázio é o único maranhense na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Legislativo, onde a PEC tramita. Ele explicou que no momento, a discussão se dá no colegiado quanto à constitucionalidade da peça. 

“Trata-se de uma matéria complexa, existem vários pontos de vista, mas não vejo como uma afronta ao Supremo (STF), uma vez que que tem de legislar, de fazer as leis somos nós: Senado e Câmara Federal. O ponto que causa toda essa polêmica em relação à PEC é quanto à constitucionalidade. Há o argumento de que fere o artigo 5 da nossa Constituição. A cláusula pétrea é como se fosse o coração da nossa Constituição. Então, fere de morte de nós mexermos em uma cláusula pétrea”, disse. 

Edilázio revelou, contudo, que nos bastidores há uma proposta alternativa para o tema, que tem sido discutido entre o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, líderes de oposição e da base do Governo.

“Como existe essa polêmica muito grande em relação ao artigo 5 da Constituição, que diz que ninguém pode ser condenado antes do trânsito em julgado da ação, já está se recolhendo assinaturas para uma PEC paralela que vai tratar dos artigos 102 e 105, que tratam do recurso especial e do recurso extraordinário. Com isso, o trânsito em julgado passa a ser no segundo grau”, afirmou.

Edilázio explicou que tanto o recurso especial e o recurso extraordinário deixarão de ser tecnicamente instituídos como recursos, para se tornarem uma espécie de ação autônoma. 

“O jornalista Roberto Fernandes, por exemplo, se sentiu prejudicado com um acórdão do Tribunal de Justiça do Maranhão. Você não vai mais recorrer dessa decisão, vai propor uma ação autônoma, se for uma lei federal, ao SJT e se tratar de constitucionalidade, ao STF. Nessa ação pode-se conseguir uma cautelar, uma liminar, enfim. Mas, no momento da decisão do Tribunal de Justiça já haverá o trânsito em julgado e o condenado já será preso”, disse. 

Edilázio afirmou que já há um entendimento entre a base governista e de oposição entre o tema, com a condição de que a parte cível também seja inserida na regra. Para ele, o tema deve avançar até o período que antecede o recesso parlamentar em Brasília.

1

Osmar Filho mostra que já é nome decidido no PDT…

Ao dizer que “eleitor deixa para decidir durante a campanha”, presidente da Câmara Municipal acabou revelando ao jornalista Roberto Fernandes que sua candidatura é irreversível, o que praticamente fecha portas em seu partido para outros nomes

 

OSMAR FILHO REAFIRMOU CANDIDATURA A PREFEITO, independentemente de estar com 1% ou com 10% nas pesquisas de intenção de votos

Uma declaração do pré-candidato do PDT a prefeito de São Luís, vereador Osmar Filho, ao jornalista Roberto Fernandes, na manhã desta terça-feira, 29, selou a irreversibilidade de sua candidatura.

Ao justificar seu baixo desempenho nas pesquisas, Osmar ponderou que “o cidadão deixa para manifestar sua preferência durante a campanha”.

E ainda apontou como pretende reverter a baixa nas pesquisas:

– E o que fazer para modificar isso? Elaborar um bom plano de governo, boas propostas para a cidade, e buscar a identificação do eleitorado.

Em outras palavras, Osmar Filho disse em alto e bom som que sua candidatura já está decidida no PDT. E que, neste caso, não há possibilidades para outros nomes na legenda; e muito menos fora dela.

O deputados Yglésio Moyses (PDT) e Neto Evangelista (DEM) ainda apostavam que pudessem ter o PDT na campanha de 2020. Achavam que o fraco desempenho de Osmar Filho faria os pedetistas mudar de rumo e buscar novas alternativas.

O presidente da Câmara encerrou esse debate e mostrou que será mesmo o candidato do PDT, com 1% ou com 10% nas pesquisas.

E já está até elaborando o seu plano de governo.

Simples assim…

0

Edilázio destaca acordo que rende recursos do pré-sal ao Maranhão

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) destacou, na edição de hoje do Bom Dia Mirante, em entrevista concedida ao jornalista Roberto Fernandes, a votação de projeto de lei na Câmara Federal, que garantiu ao Maranhão mais de R$ 1 bilhão de recursos do mega-leilão do pré-sal, que será realizado em novembro. 

Pelo rateio, o estado ficou com R$ 560.083.866,00 milhões e os municípios ficaram com R$ 443.969.218,24 milhões.

Edilázio explicou que, pelo acordo, o Maranhão acabou beneficiado, uma vez que uma mobilização das bancadas das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste tinha por objetivo mudar as regras de divisão, para a proporcionalidade populacional, o que prejudicaria o estado.

“Na verdade conseguimos chegar a um equilíbrio, porque o que os estados do Sul e do Sudeste queriam fazer ia prejudicar muito mais as regiões Norte e Nordeste, uma vez que, o que havia sido acordado é que essa divisão dos 15% para os estados e 15% aos municípios, daria-se através do FPE e FPM. Neste caso, como temos os municípios mais pobres do país, sairíamos ganhando com o rateio. Pela proposta das bancadas do Sul, uma divisão proporcional à população seria lançada e eles seriam os grandes beneficiados. Nós os prejudicados. Houve um acordo, um equilíbrio e o Maranhão saiu ganhando no fim”, explicou.

Edilázio também esclareceu que, com os recursos, o Governo do Maranhão poderá honrar com o pagamento da previdência, que está numa situação alarmante no estado.

“O Governo vai poder aplicar os recursos na previdência, que está praticamente quebrada. Não se sabia nem se o Executivo iria conseguir pagar os aposentados até o final do ano. Agora, com esses recursos, de mais de R$ 500 milhões, vai ter de, primeiramente, chegar ao equilíbrio fiscal da previdência no estado, e se sobrar um montante, é que vai poder ser investido em obras”, pontuou.

Edilázio também falou da limitação de investimentos por parte da União e assegurou compromisso na apreciação de matérias que dizem respeito ao desenvolvimento do estado.  

3

Parceria Prefeitura/Rede Globo pode mostrar São Luís na transmissão de Brasil X Bélgica…

Gestão do prefeito Edivaldo Júnior garantiu a estrutura para que a torcida acompanhe a partida da Copa do Mundo no Centro Histórico, que pode ser mostrado em transmissão nacional da Rede Globo/TV Mirante

 

Prefeitura faz propaganda da transmissão em seu perfil no instagram

Uma parceria entre a Prefeitura de São Luís e a Rede Globo/TV Mirante pode garantir a exibição de imagens do Centro Histórico de São Luís durante a transmissão do jogo Brasil X Bélgica, pelas quartas-de-final da Copa do Mundo.

Desde o início da copa, a Globo tem usado imagens de torcedores em pontos turísticos do país durante os jogos do Brasil.

Embora não esteja garantida a exibição de imagens do Centro Histórico de São Luís, a prefeitura fez sua parte, montando a estrutura necessária.

– Vamos torcer juntos pela nossa seleção no jogo Brasil X Bélgica. Vamos instalar telões na Rua Portugal, no Centro Histórico para todo mundo ficar ligadinho em cada lance da partida – diz mensagem do perfil da prefeitura no Instagram.

Para acompanhar a transmissão foram convidados DJs e grupos de Bumba-Meu-Boi.

A transmissão especial da Rede Globo começa logo pela manhã, no Bom Dia Brasil e vai até depois do jogo, que começa as 15h…

2

Advogado explica Indenização por Abandono Afetivo…

Professor de Direito Márcio Almeida Filho fala, em entrevista ao programa Bom Dia Mirante, de um dos temas mais polêmicos hoje no Direito de Família

 

O professor de Direito e advogado Márcio Almeida Filho deu entrevista na última sexta-feira, 1º, sobre o tema Indenização por Abandono Afetivo, cunhado por ele no Maranhão.

Basicamente, o termo abrange crianças que crescem e se tornam adolescentes sem a presença de afeto de um dos pais ou responsáveis e, depois, vão buscar na Justiça uma reparação por danos morais.

Da entrevista aos jornalistas Soares Júnior e Janaina Bordalo, participou também o diretor de Abrigo para Crianças do Poder Judiciário, Abel Lima Santana.

Veja o debate no vídeo acima…

9

Eduardo Braide venceu o debate da Mirante, revela pesquisa Escutec..

Levantamento exclusiva para medir o impacto do programa, realizado neste sábado, mostra que o candidato do PMN foi o melhor para 43% dos entrevistados

 

escuta

O candidato do PMN, Eduardo Braide, foi o vencedor do debate da TV Mirante, transmitido na noite desta sexta-feira, 28.

De acordo com o instituto, 43% dos entrevistados consideraram que Braide foi o melhor, contra 33% de Edivaldo Júnior (PDT).

Outros 14% disseram que nenhum dos dois venceu, e 10% não quiseram ou não souberam responder.

Mais preparado que Holandinha, Eduardo Braide foi o vencedor do debate para 43% dos eleitores

Mais preparado que Holandinha, Eduardo Braide foi o vencedor do debate para 43% dos eleitores

A pesquisa Escutec sobre a repercussão do debatem, registrada no TRE sob o número MA-06053/2016, ouviu 400 eleitores, com três perguntas básicas:

1 – você assistiu o debate?

2 – Você assistiu o programa de forma completa?

3 – Quem ganhou o debate?

A resposta sobre quem venceu o confronto direto foi dada de forma espontânea, mas a pergunta foi feita apenas para os 72% de entrevistados que declararam ter assistido a todo o programa.

A pesquisa Escutec mostra que o debate deve mesmo ter forte influência na decisão do eleitor…

6

Despreparado, Holandinha desrespeita até a memória de Jackson Lago em debate…

Num dos do pontos mais absurdos de sua participação robotizada n programa da TV Mirante, prefeito pedetista chegou a afirmar que os secretários do ex-prefeito João Castelo mantidos em sua gestão foram indicações do líder pedetista; ora, o ex-governador morreu em 2011 e Edivaldo só assumiu em 2013

 

Tesno na maior parte do tempo, Holandinha desrespeitou até Jackson Lago

Tesno na maior parte do tempo, Holandinha desrespeitou até Jackson Lago

Evidentemente treinado à exaustão para repetir frases feitas durante o debate da TV Mirante, nesta sexta-feira, 28, o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) saiu do script robotizado ao tentar enquadrar o adversário Eduardo Braide (PMN), sobre sua participação na gestão do ex-prefeito João Castelo (PSDB).

Braide respondeu na mesma moeda e lembrou que o pedetista mantém nas principais áreas de gestão – Educação, Saúde e Transporte – os mesmos auxiliares que eram de João Castelo.

Foi então que o despreparado Holandinha saiu-se com esta:

– Os secretários foram indicação do ex-governador  Jackson Lago.

Respeite Jackson Lago, Holandinha!

O governador e principal líder do PDT na história do partido morreu em 2011; Edivaldo só assumiu em 2013. Como Jackson poderia ter indicado alguém dois anos depois de sua morte?

O despreparo do prefeito e o desrespeito à memória de Jackson Lago causou reações imediatas nas redes sociais ainda durante o debate. o que só tem aumentado ao longo desta sábado, 29.

Não há como saber se a resposta do prefeito foi fruto de má-fé ou do seu evidente despreparo. Ou os dois.

O fato é que a história teve a maior repercussão entre os temas do debate…

3

Escutec: 9% ainda podem mudar voto…

Pesquisa divulgada neste sábado pelo jornal O EstadoMaranhão revela que 85% dos eleitores já estão definidos quanto ao seu candidato nas eleições deste domingo

 

escut

A última pesquisa Escutec de intenção de votos, divulgada neste sábado, 29, pelo jornal O EstadoMaranhão, revela que 85% dos eleitores já estão definidos quanto ao seu candidato a prefeito de São Luís.

Outros 9% admitem que podem mudar o voto até a eleição deste domingo, 30; e 6% não quiseram responder à pesquisa.

O total de eleitores ainda volúveis é 2 pontos percentuais maior que a diferença entre Edivaldo Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN), que é de 7 pontos percentuais – 49% a 42%.

O Escutec não mediu o impacto do debate da TV Mirante, transmitido na noite desta sexta-feria, 28.

Para isso, o instituto registrou pesquisa específica, que será levantada por todo este sábado, com divulgação prevista para o início da noite.

É aguardar e conferir…

66

O debate só mostrou una coisa: Eduardo é bem melhor que Holandinha…

Treinado à exaustão nos últimos três dias, candidato do PDT conseguiu apenas repetir, nervoso,  frases feitas por marqueteiros, o que evidenciou seu despreparo diante do adversário do PMN

 

Edivaldo "olhando nos olhos" de Eduardo: a diferença é abissal entre os dois candidatos

Edivaldo “olhando nos olhos” de Eduardo: a diferença é abissal entre os dois candidatos

O debate da TV Mirante, último ato antes da eleição deste domingo, 30, abriu um abismo gigantesco entre candidatos Eduardo Braide (PMN) e Edivaldo Júnior (PDT). 

Sereno, frio e bem articulado, Eduardo mostrou-se preparado para o problemas e seguro em suas respostas.

Nervoso, tenso, irritadiço, Edivaldo mostrou os frutos do seu treinamento intensivo dos últimos três dias: repetir à exaustão frases feitas por marqueteiros e chegou a criar um chavão, claramente decorado – “olhando nos seus olhos” – para se referir ao adversário.

O que se tira do programa é que a campanha é mesmo, como definiu Braide, uma disputa entre um candidato fraco, mas com a estrutura  da máquina da prefeitura por trás de si; e um candidato que mostrou-se pronto para  a gestão, mas isolado e enfrentando a resistência da própria classe política.

Mas está claro quem é quem entre Eduardo e Edivaldo.

O eleitor decide o que quer para São Luís.

Simples assim…

11

Debate: especialistas alertam que treinamento pode deixar Holandinha “robotizado”…

Com histórico sofrível neste tipo de programa, candidato do PDT trancou-se desde terça-feira com fonoaudiólogos e marqueteiros em busca de uma melhor performance na TV Mirante; mecanização, porém, pode torná-lo artificial na tela

 

Em 2012, postura de robô e Holandinha já era evidetne

Em 2012, postura de robô e Holandinha já era evidente

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) está trancado desde a última terça-feira com fonoaudiólogos, marqueteiros e especialistas em linguagem de TV, todos vindos de São Paulo.

O objetivo é melhorar seu desempenho no debate da TV Mirante, na noite desta sexta-feira, 28.

Com desempenho historicamente sofrível neste tipo de evento, Holandinha sabe que vai precisar ser bom para consolidar vitória no segundo turno, sobretudo após resultado do Ibope, que apontou empate técnico entre ele e Eduardo Braide (PMN).

Mas o treinamento também pode ser um risco para Edivaldo Júnior.

Especialistas apontam que o preparo para o debate é inerente ao candidato; e que é impossível “treinar” para este tipo de evento.

O risco, é transformar o candidato em uma espécie de robô, com frases feitas e gestual mecânico. (Saiba aqui detalhes sobre postura em debates)

O mau desempenho de Edivaldo Júnior em debates já era conhecido desde 2012, quando ele já dotava postura robotizada, fruto de treinamento artificial.

Ocorre que, naquela eleição, ele disputou na condição de oposicionista, escorado pela proposta de “mudança” criada pelo hoje governador Flávio Dino (PCdoB). Além disso, enfrentou um prefeito desgastado política e administrativamente, o que não comprometeu seu desempenho.

Hoje, porém,  Holandinha é prefeito, com grandes pendências em sua gestão.

E enfrenta um adversário com preparo já conhecido.

E isto faz a diferença…