1

Arraial do Viva terá Boi do Maracanã e Diel França na Cidade Operária…

Em seu 18º ano, evento realizado pelo Conselho Cultural e Comunitário reúne artistas e comunidade em um evento único, com atrações para todos os públicos

 

O arraial do Viva Cidade Operária chega à sua maioridade em 2018, com uma vasta programação neste sábado, 16.

O Boi de Maracanã será uma das principais atrações, além do cantor Diel França & Forró Esfregue dance, num dia que começa as 16 horas, sem hora para terminar.

– Chegamos aos 18 anos com sucesso de público ano após anos, que esperamos se repetir nesta programação do sábado, 16 – comentou o coordenador geral do evento, Elizeu Matos.

passarão pelo Arraial do Viva Cidade Operária, também, o Tambor de Crioula do Laborarte, Cia Batuk e o Boi do Oriente.

O arraial tem apoio cultural do vereador Raimundo Penha e do ex-secretário de Agricultura Márcio Honaiser (ambos do PDT)

0

Assembleia realiza treinamento com responsáveis pelas barracas do ‘Arraiá do Povo’

A Assembleia Legislativa, por meio do Gabinete Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, realizou, nesta sexta-feira (8), um treinamento sobre medidas de segurança contra acidentes e incêndios com os responsáveis pelas barracas do ‘Arraiá do Povo’. A festança, aberta ao público, acontecerá nos dias 14, 15 e 16 de junho, no estacionamento.

O tenente-coronel Marcelo Jinkings, subchefe do Gabinete Militar da Casa, explicou que o objetivo é garantir que todos os barraqueiros estejam aptos a manusear um extintor de incêndio, bem como orientar sobre a prevenção de possíveis sinistros. Jinkings destacou, ainda, que o treinamento servirá, sobretudo, para garantir que o ‘Arraiá do Povo’ transcorra dentro de todas as normas de segurança.

“Já estamos com o nosso pessoal alinhado, temos bombeiros na Casa, que vão atuar na prevenção. O nosso pessoal também tem curso de brigadista e, acima disso, vamos preparar os responsáveis pelas barracas, para que eles possam saber usar o extintor. A grande problemática não é só saber colocar o extintor no local, mas saber utilizá-lo. Quem mais vai estar próximo, caso aconteça algum tipo de sinistro, são os próprios barraqueiros”, completou.

Antino Noleto, diretor Administrativo da AL, ressaltou que a preocupação da organização com o evento é ampla e atinge vários aspectos, entre eles, a garantia de um ambiente seguro para o público.

“A estrutura que estamos montando é para proporcionar muito conforto, mas, também, para ter muita segurança. Sabemos que a questão da prevenção é fundamental e, por isso, estamos trabalhando esse treinamento, com o apoio do Gabinete Militar e do Corpo de Bombeiros, inclusive ensinando as pessoas como manusear um extintor de incêndio. Toda essa parte de segurança está sendo objeto de preocupação da Assembleia, para garantir que o evento seja um sucesso total em todos os aspectos”, afirmou.

Para os responsáveis pelas barracas, a iniciativa foi importante para esclarecer dúvidas e orientar como devem agir em casos de eventualidades.

“A prevenção sempre é bem-vinda, em todas as questões. Prevenir e saber manusear o extintor para qualquer eventualidade é muito importante, sobretudo, para nós que estaremos nas barracas, que teremos energia, equipamentos. Então, se tivermos alguma questão, estaremos habilitados a tomar as primeiras providências”, disse Marinalva Garcia.

O ‘Arraiá do Povo’ é uma realização da Assembleia Legislativa, por meio do Grupo de Esposa de Deputados do Estado do Maranhão (Gedema), com apoio do Governo do Estado.

1

Arraial Pertinho de Você mantém sucesso dos anos anteriores…

Estrutura, boa localização, atrações de peso e entrada franca garantem presença maciça de público no evento organizado pelo vereador Astro de Ogum

 

As atrações que fizeram a festa agradeceram a presença maciça do público no “Pertinho de Você”

Inaugurado no fim de semana passado, o Arraial Pertinho de Você já é o mais movimentado de São Luís e repete o sucesso dos anos anteriores.

O espaço, organizado pelo vereador Astro de Ogum (PR), presidente da Câmara Municipal de São Luís, reúne atrações de peso, boa localização, estrutura e entrada franca, ganhando público noite após noite.

Vereador Astro de Ogum agradeceu a presença do público e prometeu festa de qualidade durante todo o período junino

A abertura, na sexta-feira, 1º, teve como principal atração a banda Limão com Mel e várias outras atrações da cultura maranhense.

Várias bandas vão se revezar durante os dias de arraial, até o final de junho, na Cohama

O arraial Pertinho de Você, já em sua terceira edição, funcionará durante todo o mês de junho, sempre aberto a partir das sexta-feiras.

A entrada é absolutamente franca…

12

É uma questão de gosto…

Em pleno mês de junho – sob o signo de governantes pouco afeitos ao São João – o que se vê no Maranhão é um arremedo de festa junina, se comparada aos períodos de outros governos, em São Luís e no estado

 

Pouco afeito à cultura popular, um desengonçado Dino usou apetrechos do boi em pleno Carnaval; fora de contexto

Um desengonçado Flávio Dino usou apetrechos do boi em pleno Carnaval; fora de contexto

Desde que o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) assumiu a prefeitura, em 2013, o São João de São Luís simplesmente deixou de existir.

O que se via da festa na capital maranhense eram iniciativas promovidas pelo governo, então chefiado pela peemedebista Roseana Sarney.

Mas aí veio o governo Flávio Dino (PCdoB), em 2014, outro que não tem qualquer tipo de identidade com as festas juninas, muito menos com a cultura maranhense e com o folclore das camadas mais populares.

É tudo uma questão de gosto.

A praça Maria Aragão na mesma época de junho de 2015; este ano, nem assim está...

A praça Maria Aragão na mesma época de junho de 2015; este ano, nem assim está…

O fato é que nem Flávio Dino, nem Edivaldo Júnior gostam ou têm qualquer relação com os festejos juninos. Os dois nunca foram vistos em qualquer evento do gênero, em qualquer tempo, e são muito pouco afeitos a festas populares de qualquer tipo.

A presença do governador e do prefeito nestes eventos segue apenas normas protocolares, sem qualquer emoção vinculada aos festejos. E muitos de seus auxiliares que poderiam atuar no setor têm preferências, diga-se… mais eruditas.

O resultado é que o São João do Maranhão tem sido nos últimos anos – e se repete em 2016 – um arremedo do que foi o festejo até cinco anos atrás.

Leia também:

“Flávio Dino acabou com o São João”, diz Sousa Neto

Governo anuncia São João depois do São João…

São João de Menos…

Hoje, o que se tem de festa junina em São Luís são tentativas da iniciativa privada, como os arraiais do Shopping da Ilha – promovido em parceria com o Grupo Mirante – e o da Batuque Brasil, iniciativa bem-sucedida do presidente da Câmara, Astro de Ogum (PMN).

Para quem não se lembra, o próprio Astro foi vítima do desprezo de Dino com a cultura popular.

Em 2015, o governador cassou a cessão do Parque Folclórico da Vila Palmeira, que realizava um dos grandes arraiais da capital, para fechar as portas desde então. (Relembre aqui)

São cada vez mais frequentes manifestações como esta nas redes sociais de internet

São cada vez mais frequentes manifestações como esta nas redes sociais de internet

Chega-se ao meio do mês de junho sem nenhuma iniciativa oficial que remeta às festas juninas.

Evangélico, o prefeito Holandinha pouco se importa com o planejamento de uma festa popular como o São João; e nem tem auxiliar na área da Cultura vinculado às coisas populares.

Pouco afeito a festas, Flávio Dino também despreza eventos culturais como Carnaval e São João, relegando ao ostracismo um dos períodos mais significativos da cultura maranhense. 

Manfiestação de paixão de Roseana pela festa é dada espontaneamente; não dá para imitar

Manfiestação de paixão de Roseana pela festa é dada espontaneamente; não dá para imitar

Passados quase quatro anos de mandato de Holandinha e 18 meses do mandato de Flávio Dino, a população já começa a perceber que o Maranhão e sua cultura não têm espaços nos governos da mudança.

E são cada vez mais frequentes comentários nas redes sociais como o da imagem acima.

Infelizmente, é o que se tem…