0

Luciano antecipa 13º de Pinheiro para esta quarta-feira…

Luciano garantiu antecipação do 13º salário dos servidores de Pinheiro

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), anunciou nesta terça-feira, 10, que autorizou o  pagamento do 13º salário dos servidores públicos municipais para esta quarta-feira,  11.

Os efetivos do município já poderão sacar logo cedo os seus proventos.

– Ganham os servidores, que terão mais tempo para as compras de Natal, e a economia pinheirense, que se manterá aquecida – pontuou o prefeito Luciano.

 – Queremos movimentar o nosso comércio e também garantir mais fôlego para nossa receita no final do ano, para conseguir cumprir todos os compromissos assumidos. Mesmo diante de dificuldades orçamentárias, nossa prioridade continua sendo o compromisso com o servidor público – destaca o prefeito Luciano Genésio.

O prefeito Luciano vem trabalhando para contornar o período econômico de grandes turbulências, mas com planejamento e organização o município deve fechar o ano com todas as contas pagas para começar 2020.

1

André Fufuca quer 13º salário para beneficiários do BPC

O deputado federal André Fufuca (Progressistas) propôs na Câmara Federal a criação do 13º salário para beneficiários do Benefício de Prestação Continuada, o BPC. Segundo Fufuca, o mesmo já acontece com uma série de programas sociais.

“O presidente Bolsonaro acertou ao proporcionar o 13º para o Bolsa Família. Agora vamos tentar empreitar a mesma situação para as pessoas que precisam do BPC”, disse.

O BPC é um benefício de renda no valor de um salário mínimo para pessoas com deficiência de qualquer idade ou para idosos com idade de 65 anos ou mais que apresentam impedimentos de longo prazo, de natureza física, mental, intelectual ou sensorial e que, por isso, apresentam dificuldades para a participação e interação plena na sociedade. Para a concessão deste benefício, é exigido que a renda familiar mensal seja de até ¼ de salário mínimo por pessoa.

Neste ano foi cogitada uma diminuição do BPC na reforma da previdência. André Fufuca foi um dos parlamentares mais ativos na retirada da proposta.

“Lutamos para que o benefício não sofresse alteração e conseguimos. Entendi a necessidade de uma reforma, mas não poderia aceitar que ela se desse em detrimento dos mais pobres e necessitados”, disse o deputado.

A proposta do deputado pelo 13º do BPC deve ser apresentada em breve.

0

Prefeitura de Santa Rita paga de forma antecipada o 13º dos servidores…

Hilton Gonçalo: distante do Palácio

A Prefeitura de Santa Rita concluiu nesta quinta-feira (13), o pagamento do 13º salário de todos os servidores da administração municipal. A medida é mais uma demonstração do comprometimento do prefeito Hilton Gonçalo com o funcionalismo público e também honrando os direitos trabalhistas.

A data limite para pagamento do 13º é no dia 20 de dezembro, porém a administração municipal antecipou em uma semana, iniciando na quarta-feira (12) e concluindo nesta quinta-feira.

O objetivo do prefeito Hilton Gonçalo também é garantir injeção de dinheiro na economia local, garantindo a circulação monetária e o fluxo normal do comércio.

Desde que assumiu a Prefeitura de Santa Rita, o prefeito Hilton Gonçalo tem antecipado os salários dos servidores bem como todos os direitos trabalhistas estão sendo pagos, como férias e 13º salário.

0

Prefeitura de Paço do Lumiar antecipa segunda parcela do 13°..

Mesmo diante de um cenário econômico nacional desfavorável, a Prefeitura de Paço do Lumiar já pagou a segunda parcela do décimo terceiro salário aos servidores ativos, inativos e pensionistas na primeira semana de dezembro. Os vencimentos foram creditados desde o dia 6.

Conforme previsto em Lei, o pagamento da segunda parcela do 13º salário deveria ser paga até 20 de dezembro. Mas a atual gestão, que já havia pago a primeira parcela em julho, quitou o 13° salário logo no início de dezembro.

Segundo o prefeito Domingos Dutra (PCdoB), o pagamento do 13° está movimentando a economia local.

O servidor foi pego de surpresa com esses recursos antes do previsto. Assim, ele poderá colocar suas contas em dia e realizar as compras de Natal com mais calma. Além disso, vai contribuir também com o comércio local e a atividade econômica da cidade. Em um momento difícil da economia do país, em que vários estados e municípios vêm encontrando problemas para cumprir suas obrigações, com toda certeza esse é um grande feito e isso só foi possível graças a muito planejamento e esforço fiscal”, informou o prefeito.

A iniciativa segue na contramão da situação de outras cidades e até mesmo de grandes capitais, a exemplo do Rio de Janeiro que nem sequer tem previsão para efetuar o pagamento.

A folha do funcionalismo municipal é uma das prioridades da atual gestão e desde o início de 2017 vem sendo paga em dia, ou seja, dentro da data estipulada em cronograma e muita das vezes até mesmo de forma antecipada.

1

Tema solicita repasse integral do Fundeb para garantir pagamento do 13º nos municípios

Mais de R$ 373,8 milhões de recursos da educação deste ano serão pagos somente em 2019 pelo governo federal

 

O presidente da Federação dos Municípios (Famem), Cleomar Tema, preocupado com as constantes quedas nos repasses de recursos para as prefeituras e prevendo dificuldades na maioria dos municípios em pagar o 13º salário dos seus servidores, principalmente da educação, solicitou, através de ofício ao Governo Federal, a antecipação do crédito da décima terceira e última parcela da complementação da União para investimentos em educação referente a 2018.

A citada parcela tem previsão de repasse para o final de janeiro do próximo ano, mas corresponde ao exercício financeiro do ano em curso.

Caso o governo atenda a solicitação da Famem, as prefeituras contarão com o crédito de R$ 373,8 milhões, que se somará ao repasse mensal de R$ 222 milhões a ser creditado também em dezembro de 2018, o que possibilitaria o pagamento da folha e do décimo terceiro, cumprindo assim, todas as obrigações com os servidores dentro do ano de 2018.

“Os municípios praticamente tem conseguido pagar somente a folha dos professores com os recursos do Fundeb. Quando chega o mês de dezembro, a situação se agrava com a obrigação do 13º salário. O governo federal tem que voltar a creditar a sua parte dentro do exercício financeiro para que possamos cumprir as nossas obrigações, evitando que sejamos responsabilizados judicialmente por eventuais atrasos”, afirma Cleomar Tema.

Para que se possa entender o pleito da Federação, a parte referente ao financiamento do governo federal a educação dos estados e municípios passou a ser dividida, a partir de 2011, em 13 parcelas e não mais em 12, indo de janeiro do exercício financeiro a janeiro do ano subsequente. Com isso, os entes tiveram que adequar seus gastos, tendo sempre que deixar uma parte dos pagamentos inscritos em restos a pagar para serem quitados com esse resíduo no ano posterior.

Ocorre que, com a aprovação da lei salarial do piso do professor, que tem como parâmetro de correção anual o mesmo percentual de aumento do valor da per capta do custo aluno, os municípios tiveram um aumento considerável na folha de pagamento da educação. Este problema poderia ter sido evitado, caso a União tivesse implantando o Custo Aluno Qualidade inicial – CAQi, visto que traria um incremento nos recursos da educação dos municípios. Sem esta implantação, e que tem previsão legal desde agosto de 2016, os municípios continuarão passando por graves dificuldades financeiras, e consequentemente, o atraso de folhas de pagamento.

Tema afirma que levará mais essa demanda para a reunião dos prefeitos com o presidente Michel Temer, que acontecerá no dia 19/11, na sede da CNM. Além desta, o presidente da entidade já havia solicitado que se colocasse em pauta a cobrança da implantação do CAQi e também do pagamento dos precatórios do antigo Fundef, via acordo extrajudicial com a AGU.

5

Mesmo com queda de FPM, Edivaldo antecipa parcela do 13º…

Municípios tiveram redução nas cotas do Fundo de Participação, o que levou algumas prefeituras a não conseguir adiantar a primeira parte do abono; Com perda de quase 40% dos recursos, São Luís confirma o pagamento para o dia 20

 

O prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior (PDT) já anunciou para a próxima sexta-feira, 20, o pagamento da primeira parcela do 13º salário do servidor municipal.

A antecipação do pagamento se dá mesmo em meio à perda de arrecadação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), o que levou muitas prefeituras a cancelar o abono.

São Luís, segundo dados da prefeitura, perdeu algo em torno de 40% do FPM em comparação ao ano passado. Mesmo assim, Edivaldo manteve a cota do 13º, o que vai injetar algo em torno de R$ 42 milhões na economia.

Para efeito de comparação, o município do Rio de Janeiro, por exemplo, já anunciou que não vai poder pagar o abono dos seus servidores.

De acordo com o Decreto nº 50.181, de 31 de janeiro de 2018, o pagamento do 13º do servidor de São Luís estava previsto para o dia 20 de dezembro, em cota única.

Garantindo a antecipação da primeira parcela, Edivaldo Júnior aumenta também o volume de dinheiro circulando na capital maranhense neste período de férias…

2

Com parcela do 13º, Edivaldo injeta R$ 42 milhões na economia de SL…

Em momento de crise pela qual passa o país, aporte de recursos reforça o caixa de empresas e cidadãos, e garante a circulação de bens e serviços no período de férias

 

Edivaldo: ponto positivo para gesto do prefeito

Nada menos que R$ 42 milhões a mais em recursos passaram a circular nesta sexta-feira, 21, na economia de São Luís, com a liberação da primeira parcela do 13º do funcionalismo municipal.

Num momento em que diversos estados passam por crises financeiras – inclusive com salários do ano passado ainda atrasados – o gesto do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) mostra também o equilíbrio das contas da prefeitura.

Pela lei, a prefeitura poderia pagar a primeira parcela até o dia 20 de novembro, o que reforça ainda mais o caráter de importância do gesto do prefeito.

Para se ter ideia do momento delicado na economia do país, capitais como Teresina (PI), Recife (PE) e Salçvador (BA) não conseguiram fazer a antecipação. Já o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), anunciou que só vai pagar a primeira parcela na data definida por lei, 20 de novembro.

Os R$ 42 milhões injetados na economia deve movimentar o período de férias em São Luís.

Ponto para Edivaldo Júnior…

0

Imperatriz: Prefeitura injeta mais de R$ 31 milhões na economia com antecipação do 13º…

Pela primeira vez, metade do abono de fim de ano cai no mês de junho na conta do servidor, e será pago antes do feriado de Corpus Christi

 

 

ECONOMIA. Com 13º, injeção será de mais de R$ 31 milhões

Salários corrigidos pela maior referência inflacionária do período anterior, vale alimentação nivelado por cima e, pela primeira vez da história, a antecipação da metade do 13º salário no mês de junho.

Com tudo isso, através da conta do servidor, a Prefeitura de Imperatriz, sozinha, injeta R$ 31, 3 milhões neste mês de junho na economia da cidade.

Serão depositados nas contas bancárias dos servidores municipais R$ 9, 5 milhões referentes à metade do 13º salário de 2017; pela primeira vez na história de Imperatriz feito no decorrer do mês de junho.

Há registros de isso já ter ocorrido num mês de julho.

Os valores referentes ao vale alimentação do mês, de R$ 1,8 milhão, foram depositados dois dias antes, agora num valor unificado, de R$ 240,00 para todos os efetivos.

– Foi uma determinação do prefeito Assis Ramos, considerando a universalidade não só dos direitos, mas também das necessidades – observa o secretário da Administração José Antonio Pereira.

REAJUSTES. Antonio Pereira destaca esforços da prefeitura para beneficiar servidores

A folha do mês, a ser paga, como determina o prefeito, “dentro do mês trabalhado”, deverá ser de R$ 20.017.100,00 – já incorporadas as correções da ordem de 6,29%, mesmo para aquelas que tinham data-base em meses cujo índice de correção era da casa dos 4%.

– Foi uma determinação nossa, muito embora estejamos atravessando período de crise, mas as economias já postas em prática, a austeridade em todos os setores, nos permite aliviar o servidor e animar o mercado, colocando mais dinheiro na economia local, aquecendo o comércio e gerando mais emprego. Sei que a prefeitura é a principal indutora das finanças regionais, por isso temos essa responsabilidade – observou o prefeito Assis Ramos, no momento em que determinou o depósito da parcela do décimo terceiro salário antes do feriadão.

Outra conta recebido pelo trabalhador é do do terço de férias, que tinha mais de mil funcionários da prefeitura com esses direitos atrasados.

– O prefeito mandou que quitássemos essa conta e já estamos finalizando isso. A partir de agosto não haverá um só terço de férias pendente – garante José Antonio.

1

Othelino determina antecipação do 13º para o dia 15 na Assembleia…

Em comum acordo com o presidente Humberto Coutinho, presidente em exercício determinou que a primeira parcela do abono seja paga antes do pagamento do salário de junho

 

DINHEIRO NA CONTA. Humberto concordou com decisão de Othelino

O presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), determinou nesta segunda-feira, 5, o pagamento antecipado da primeira parcela do 13º salários dos servidores.

O dinheiro estará na conta no próximo dia 15.

A decisão de Othelino foi tomada em comum acordo com o presidente licenciado da Casa, Humberto Coutinho (PDT).

Geralmente, a primeira parcela do 13º era paga junto com o salário do mês de junho.

A antecipação vai garantir um melhor planejamento orçamentário do servidor neste período do ano.

1

Mirinzal: Amaury mantém política de valorização e antecipa 13º dos servidores…

Amaury: valorização do servidor é prioridade

Amaury: valorização do servidor é prioridade

Seguindo a política de valorização do servidor público adotada pelo prefeito Amaury Almeida (PDT) desde o inicio de sua gestão, a Prefeitura de Mirinzal antecipa para a próxima segunda-feira, 20, o pagamento da primeira parcela do 13º.

Durante todo o ano realizamos um planejamento organizado e, mesmo com a queda de arrecadação, nossa programação financeira nos possibilitou não só honrar, mas antecipar os pagamentos”, declarou Amaury.

Essa é mais uma determinação do prefeito, mesmo com toda a dificuldade  nesse momento de crise que assola todo o país.

– Estamos valorizando o nosso servidor, e com isso movimentando a economia da cidade – completa o prefeito