3

Ao vivo na TV, Edinho lança Paulinha prefeita…

Ex-senador aproveitou o aniversário da mulher, no programa Algo Mais, transmitido pela TV Difusora, e falou da possibilidade de ela disputar uma eleição na capital maranhense

 

EDINHO PARTICIPOU DO PROGRAMA DA MULHER, PAULINHA; e apresentou seu nome para a prefeitura de São Luís

O ex-senador e ex-candidato a governador Edinho Lobão (MDB) defendeu neste sábado a possibilidade de sua esposa, a apresentadora Paulinha Lobão, disputar a prefeitura de São Luís.

– Você sempre fez tão bem tudo que administra que eu vejo que seria uma excelente prefeita de São Luís – disse o ex-senador, que participou do programa de aniversário da mulher.

Em seguida, e ao vivo, no programa Algo Mais, na TV Difusora, Edinho explicou que a mulher nunca sequer foi filiada a partido político, mas que tem fortes chances de ser uma opção do povo.

– Nós somos de uma família de políticos; e como tal, não posso deixar d fazer um comentário desse – disse Edinho, sob aplausos da plateia presente ao aniversário da esposa.

Há quase 20 anos comandando o programa local de maior audiência na TV maranhense, Paulinha Lobão já foi cogitada outras vezes para a prefeitura – e até para o governo – mas nunca se envolveu diretamente na política.

Agora é o próprio marido quem a apresenta à população…

1

Alexandre denúncia ameaça de Edinho Lobão à Polícia Federal…

Candidato a senador pelo PSDB disse que se sentiu ameaçado pelo suplente após divulgar em sua propaganda, críticas ao senador Edison Lobão e pede proteção policial durante a campanha

 

Alexandre Almeida exibe representação contra Lobão Filho no protocolo da Polícia Federal

As críticas do candidato a senador pelo PSDB, deputado estadual Alexandre Almeida, ao adversário do MDB, senador Edison Lobão, foi parar na polícia.

O tucano apresentou à Polícia Federal nesta terça-feira, 18, Representação contra o suplente de senador Edinho Lobão, filho de Edison Lobão, por ameaças à sua integridade física.

Na segunda-feira, 17, o programa do PSDB no horário eleitoral passou a denunciar que Lobão era investigado por várias acusações e já estaria há quase 40 anos na Câmara, o que teria irritado Edinho. (Relembre aqui)

– Em vim pedir proteção policial porque eu fui ameaçado pelo candidato [Edinho], pois divulguei no programa eleitoral na TV a notícia de que o candidato [Lobão] está sendo investigado por corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa e formação de quadrilha. Eu confio que a Polícia Federal vai dar proteção a mim, a minha esposa e ao meu filho de dois anos nessa luta contra a velha política, aquela em que os políticos profissionais corruptos se utilizam de ameaças para continuar no poder as custas do sofrimento da população – afirmou o deputado ao jornalista Gláucio Ericeira. (Leia aqui)

A ao titular deste blog, Alexandre Almeida revelou que, em mensagens de WhatsApp, Edinho Lobão afirmou que pretendia encontrá-lo na rua para resolver essa questão. E afirmou que o tucano “ganhou um inimigo para toda a vida”.

Edinho Lobão manteve contato com o jornalista Gilberto Léda, a quem classificou de “uma piada” a atitude de Alexandre Almeida…

8

Ele já fez o mais difícil…

Em meio à falta de nomes dispostos a encarar o desafio de disputar contra o governador Flávio Dino, Lobão Filho volta a ganhar corpo numa parcela do seu grupo político como alternativa ao pleito

 

Edinho na convenção de 2014: o mais difícil foi entrar em cima da hora

O suplente de senador Lobão Filho (PMDB) teve uma das missões mais difíceis da história política do Maranhão nas eleições de 2014.

Em condições absolutamente adversas ele encarou uma disputa com o então favoritíssimo candidato a governador Flávio Dino (PCdoB).

À época, Edinho estava em pleno hospital, convalescendo de cirurgia;

À época, Edinho não tinha sequer jingle, material ou estrutura de campanha para se candidatar.

Sem falar que, à época, o peemedebista jamais tinha disputado uma eleição diretamente.

Mesmo assim, ele aceitou o desafio do seu grupo, que jazia sem rumo e desestimulado, diante da força política demonstrada pelo adversário.

E foi nestas condições – repita-se: absolutamente adversas – que Edinho Lobão foi para a disputa.

Praticamente sem chances, ele conseguiu, mesmo assim, entusiasmar os que se aproximaram dele; e levou a campanha no peito e na raça até às vésperas da eleição.

Saiu do pleito com votação de quase 35% e mais de 1 milhão de votos.

Lobão Filho já fez o mais difícil, portanto.

Por tudo isso, diante da claudicância da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) e da falta de outras lideranças com peso político no seu grupo, há se perguntar:

Por que não, de novo, em 2018?!?

3

“Fábio Câmara não está sozinho”, garante senador João Alberto…

Crise política no PMDB reforça também uma reaproximação entre o vereador e o deputado estadual Roberto Costa: “comigo, ele tem 95% dos votos da convenção”, diz o parlamentar

 

 

João Alberto com Roberto Costa e Fábio Câmara: busca de unidade e reconciliação

João Alberto com Roberto Costa e Fábio Câmara: busca de unidade e reconciliação

A crise política no PMDB maranhense gerou uma, até bem pouco tempo atrás, improvável reconciliação.

O deputado estadual Roberto Costa e o vereador Fábio Câmara ensaiam uma espécie de “armistício”, uma aliança pelo fortalecimento da legenda na capital maranhense.

Sob as bênçãos do senador João Alberto de Sousa, os dois parlamentares – duas das principais lideranças peemedebistas na capital – podem se unir para reforçar o projeto de candidatura própria do partido.

Apesar de lideranças do PMDB estarem abrindo diálogos e articulações com outros candidatos – como a deputada Elziane Gama (PPS), que se reuniu hoje com João Alberto e o suplente de senador lobão Filho – é Fábio o presidente da legenda em São Luís e Roberto Costa o líder da maioria dos votos do diretório.

– Eu vejo a movimentação de lideranças, mas todos esquecem quem tem a articulação dos votos. E comigo, Fábio tem 95% dos votos da convenção – disse Roberto Costa.

Eliziane com o senador: mais uma reunião infrutífera

Eliziane com o senador: mais uma reunião infrutífera

A reunião com Eliziane Gama mais uma vez acabou sem definição, por falta de ajustes no que quer a deputada e o que querem os peemedebistas.

E João Alberto reafirmou, pela enésima vez, a candidatura de Fábio Câmara.

– O Fábio não está sozinho. Ele é o candidato do PMDB. E ele vai decidir que caminho seguir – garantiu o senador.

E assim segue o PMDB rumo a convenção em São Luís…

0

“Minha candidatura vem do povo, de onde o poder público não chega”, afirma Fábio Câmara…

Em discurso na Câmara Municipal, vereador do PMDB diz lamentar que não tenha recebido o apoio das lideranças do partidos, mas reafirma que, ainda que sem eles, irá para a disputa em nome das populações mais carentes de São Luís

 

O vereador Fábio Câmara disse ontem, em discurso na Câmara Municipal, que o apoio das lideranças do PMDB é importantíssimo para sua candidatura a prefeito, mas não é condicional para isso.

Apesar de esperar que lideranças como Roseana Sarney e Edinho Lobão estejam com ele na campanha, ov ereador garantiu que irá para a disputa mesmo sem eles.

– Bom se nós tivéssemos o apoio da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB); mas, se não tivermos, não tem problema. Bom, se tivermos o apoio do deputado Roberto Costa, do senador Edison Lobão Filho; mas se não tiver, não tem problema. seremos candidato mesmo assim – garantiu o vereador.

para Câmara, sua candidatura se mantém por que nasceu no ventre do povo, de onde o poder público não vai.

– Essa candidatura não foi gestada no ventre do poder ou do PMDB, ela foi gerada no útero das camadas populares, onde o poder público não chega – garantiu, para afirma.

– Minha candidatura está mantida, a menos que haja uma arbitrariedade no partido…

4

“Não há hipótese de o PMDB apoiar Edivaldo”, afirma Lobão Filho…

Suplente de senador reconhece dificuldades de viabilização do vereador Fábio Câmara, mas diz que a possibilidade de aliança com Holandinha, aberta pelo deputado Roberto Costa, só existe numa lógica do absurdo

 

Para Lobão Filho, só a lógica do absurdo pode abrir possibilidade de apoio do PMDB a Holandinha

Para Lobão Filho, só a lógica do absurdo pode abrir possibilidade de apoio do PMDB a Holandinha

O suplente de senador e ex-candidato a governador Edison Lobão Filho descartou, peremptoriamente, qualquer discussão no PMDB com vistas a um eventual apoio à reeleição do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

– De todos os candidatos, Edivaldo Júnior é o único que não existe para o PMDB. Não há hipótese de aliança com Edivaldo, por tudo que ele representa e por tudo que ele deixou de fazer em São Luís – afirmou Lobão Filho.

Edinho diz ver na fala do deputado estadual Roberto Costa, que admite a aliança com o prefeito, o que chamou de “excesso de democracia”.

– A fala do Roberto – que não é dono do partido, é preciso deixar claro – só pode ser entendida como obra do excesso de democracia. Ele próprio usa o “até Edivaldo” para mostrar o absurdo desta possibilidade. É algo que só acontece dentro de uma lógica absurda, por isso o até – afirmou o senador.

Fábio Câmara

Lobão Filho, no entanto, reconhece a impossibilidade de viabilização do vereador Fábio Câmara, pré-candidato peemedebista.

– O Fábio Câmara é um vereador aguerrido, corajoso e faz um excelente trabalho, mas sua candidatura não tem a menor condição eleitoral. E as pesquisas deixam claro isso – atesta.

Para o suplente de senador, a estas alturas, a candidatura própria do PMDB é uma hipótese que existe, mas parece remota.

Sua opinião é que o PMDB busque uma aliança com outro candidato,m desde que seja de oposição a Edivaldo.

– O Edivaldo não tem um aspecto de sua gestão que seja reconhecido. Ele não fez nada em São Luís., Não faz sentido algum que o PMDB venha apoiar este projeto – descartou.

6

Edinho Lobão defende candidatura de Andrea Murad no PMDB…

Senador diz que partido deve repensar o nome da deputada, que já havia anunciado desistência em favor do vereador Fábio Câmara

 

Edinho quer que o PMDB repense seu projeto com Andrea em São Luís

Edinho quer que o PMDB repense seu projeto com Andrea em São Luís

O suplente de senador Edison Lobão Filho defendeu ontem o nome da deputada estadual Andrea Murad como candidata do PMDB à Prefeitura de São Luís.

– Andrea pode ser uma alternativa por ser uma parlamentar combativa – ressaltou Edinho, que deve assumir o mandato no Senado ainda este mês.

Andrea Murad desistiu oficialmente de sua candidatura há duas semanas, em favor do vereador Fábio Câmara, como forma de fortalecer a candidatura própria do PMDB e evitar que a legenda siga como linha auxiliar do grupo do governador Flávio Dino (PCdoB).

Para Lobão Filho, no entanto, essa desistência não deve ser levado em conta.

– Como ela não era pré-candidata não teve como ser avaliada nesta última pesquisa – afirmou, referindo-se à pesquisa Econométrica, que mostrou a parlamentar com 1,3% no cenário em que apareceu…

2

Para Lobão Filho, Flávio Dino fragilizou o Maranhão com ataques a Michel Temer…

Ex-candidato a governador defende uma posição conjunta dos senadores maranhenses, a favor do impeachment, para tentar reconstruir as pontes com o virtual novo presidente, para evitar isolamento do estado no cenário nacional

 

Lobão Filho entende que postura de Flávio Dino atrapalha

Lobão Filho entende que postura de Flávio Dino atrapalha

O suplente de senador Lobão Filho mostrou preocupação com a situação do Maranhão perante o virtual novo governo brasileiro, encabeçado pelo atual vice presidente Michel Temer (PMDB).

Para Lobão Filho, que concorreu ao Governo do Estado em 2014, o governador Flávio Dino (PCdoB) prejudicou a relação do Maranhão com sua postura de ataque a Temer, a quem classificou de golpista.

É pensando no futuro do Maranhão que os senadores deverão sim votar unidos pelo impedimento da presidente. O governador do estado nos deixou em uma posição desfavorável e acredito que os senadores poderão equilibrar a situação se unindo e votando a favor do impeachment”

Para Lobão Filho, os três senadores maranhenses deveriam iniciar articulações para votação conjunta, como bancada do estado, a fim de reconstruir as pontes com Temer, já que Flávio Dino mostra-se incapaz de um gesto.

Entendemos que nesse momento precisamos pensar no Maranhão. Ainda esta semana estaremos com o senador Edison Lobão para prosseguir no debate a respeito dessa votação no Senado e a posição que os maranhenses tomarão”

O suplente defende reunião com os senadores João Alberto, Edison Lobão (ambos do PMDB) e Roberto Rocha (PSB) para definir um posicionamento comum.

Que, na sua opinião, deve ser a favor do impeachment…

7

“A crise somente terá fim com a saída de Dilma”, afirma Edinho Lobão…

Ex-candidato a governador  diz que seguirá a decisão do PMDB, de se afastar do governo do PT, e vai além, defendendo o impeachment da presidente

 

Edinho Lobão mostrou-se claramente favorável à queda do governo Dilma

Edinho Lobão mostrou-se claramente favorável à queda do governo Dilma

O senador Lobão Filho, ex-candidato a governador do Maranhão pelo PMDB, foi duro ao defender a decisão do partido, de deixar a base do governo Dilma Rousseff (PT).

– Sou favorável à decisão do partido por que não acredito no governo Dilma, que deixou o Brasil em uma crise econômica – disse Edinho, à jornalista Carla Lima, de O EstadoMaranhão.

Diferentemente da ex-governadora Roseana Sarney, que se mostrou favorável à decisão peemedebista, mas disse ainda não ter posicionamento sobre o impeachment, Lobão Filho deixou claro que quer o afastamento da presidente.

– A crise só terá fim com a saída da presidente. Ela não fez um bom governo; nem para o Brasil, nem para o Maranhão – afirmou.

Lobão Filho é o primeiro membro do PMDB maranhense a assumir publicamente a defesa do impeachment de Dilma…

2

Vídeo do dia: é assim que deve ser…

Políticos tendem a esquecer suas promessas e compromissos de campanha; e boa parte da população também não se importa de cobrar. O vídeo acima mostra o exemplo do senador Lobão Filho (PMDB), que voltou a se encontrar com um eleitor, mais de um ano após se encontrarem na campanha eleitoral. Detalhe: ele não havia feito promessa alguma, mesmo assim resolveu fazer no que entendeu ser preciso. O gesto de Edinho mostra por que ele fez a diferença na disputa de 2014, mesmo entrando na briga em condições totalmente desiguais