5

Absurdo!!! Margem de erro do Ibope pode variar até 16 pontos percentuais…

Instituto admitiu que a margem aplicada no levantamento de São Luís é de 8 pontos percentuais, para mais ou para menos, o que significa dizer que os índices dos candidatos podem ser descontados até oito pontos para baixo e oito pontos para cima; coligação vai denunciar fraude explícita

 

Flávio Dino e Roseana podem ter diferença-monstro. Mas ele pode estar coladinho no segundo turno

O Instituto Ibope de Pesquisas  admitiu oficialmente nesta sexta-feira, 5, o que pode ser um das mais absurdas irregularidades das campanhas eleitorais já vistas no Brasil. (Releia aqui)

De acordo com o instituto, sua amostragem na capital maranhense, onde o governador Flávio Dino (PCdoB) aparece com 59% e Roseana Sarney (MDB) com 32% das intenções de votos válidos, é de nada menos que 8 pontos percentuais.

Ora, se a margem de erro admitida pelo Ibope para um levantamento com 168 eleitores é de 8 pontos, significa dizer que os índices dos candidatos podem variar oito pontos para frente e oito para trás.

Neste caso, a margem é, na verdade de absurdos 16 pontos.

Aplicando-se os 8 pontos ao índice de Flávio Dino, significa dizer que ele pode estar com incríveis 67% ou com apenas 51%, no limite da vitória em primeiro turno.

Roseana, por sua vez, pode estar liquidada, com apenas 24% das intenções em São Luís; mas também pode ter exatos 40%, o que se aproxima bem mais da realidade avaliada até agora.

Os números de São Luís, com margem de oito pontos admitida pelo Ibope; variação gigantesca

Perceba que, neste caso específico da capital maranhense, a diferença entre os dois principais candidatos foi medida pelo Ibope em 27 pontos percentuais.

E pode ser ainda maior, de nada menos que 43 pontos.

Mas pode ser bem menos, de apenas 11 pontos.

Basta, para isso, aplicar o “mais ou menos” de 8 pontos percentuais, como ensinam as regras estatísticas.

Prova de que o Ibope pode ter cometido um crime contra o Maranhão.

É simples assim…

6

Ibope se enrola todo pra explicar pesquisa com 8 pontos de margem de erro…

Instituto foi cobrado indiretamente pela coligação “O Maranhão quer Mais” – sobretudo pelos números de São Luís -, reconheceu que o debate da TV Mirante pode não ter sido alcançado no levantamento e chegou a usar como parâmetro para reforçar seus dados pesquisas montadas pelo próprio Palácio dos Leões e já denunciadas por suspeita de fraude

 

Cobrado enfaticamente pela coligação “O Maranhão quer Mais”, pela pesquisa que divulgou na quinta-feira, 4, o instituto Ibope de pesquisas se enrolou mais ainda nas explicações.

Em primeiro lugar, chegou a admitir uma curiosa e estratosférica “margem de erro de 8 pontos percentuais” na amostragem de São Luís, feita com apenas 168 pessoas.

– Em São Luís temos apenas 168 entrevistas, o que não é suficiente para estimar as intenções de votos na capital, uma vez que a margem de erro amostral é de 8 pontos percentuais para mais ou para menos. O cruzamento foi fornecido apenas como um indicativo – tenta explicar o instituto, na troca de correspondência com a TV Mirante.

TODO ENROLADO. Mensagem em que o Ibope justifica o estratosférico resultado de São Luís

Assinado pela analista de atendimento e planejamento Camila Camargo Passarelli, o documento do Ibope admitiu também que uma parte do levantamento foi  feito antes do debate da TV Mirante, na última terça-feira, 2.

– Ou seja, a pesquisa pode não ter pego um possível efeito do debate na capital – admitiu.

SOB SUSPEITAS. Para dar aval aos seus número, Ibope utiliza-se de pesquisas tão suspeitas quanto a dela

Curiosamente, a analista usou dados das pesquisas encomendadas pelo próprio Palácio dos Leões – Exata e Econométrica – para justificar seus números, mesmo diante de todas as suspeitas já oficializadas contra os dois institutos.

O estrago da pesquisa sem critério do Ibope pode interferir diretamente no resultado das eleições.

Um crime eleitoral, portanto…

2

As pesquisas e as ruas…

Indiferente ao que dizem os números do Ibope, Roseana mantém sua agenda de campanha, mobilizando multidões em todo o estado, confiante na confirmação do segundo turno no domingo, 7

 

Roseana com Lobão e Sarney Filho em Açailândia

A ex-governadora Roseana Sarney esteve nesta quinta-feira, 4, em Açailândia, onde fez campanha ao lado dos candidatos a senador Sarney Filho (PV0 e Edison Lobão (MDB).

Em carreata pela cidade, ela foi seguida por centenas de veículos, entre carros e motos.

E no palanque, reafirmou o compromisso de recriar os programas Viva Luz, Viva Água, o programa do leite e o Viva Meu Primeiro Emprego. E anunciou a criação do Viva Gás.

“Essas são ações que contemplam as pessoas e governar é ter uma atenção especial para quem mais precisa. Precisamos dar oportunidade aos jovens, por exemplo, de se inserirem no mercado de trabalho. Vamos retomar todas essas iniciativas e beneficiar nossa comunidade”, assinalou a candidata.

Roseana mantém campanha no interior até sexta-feira, quando retorna a São Luís para se preparar para a votação…

5

Eliziane mostra incontestável liderança em São Luís…

Desempenho da deputada federal na capital maranhense é maior até do que a do próprio Flávio Dino; e confirma o que sempre disse este blog: sua performance desastrosa na disputa pela prefeitura, em 2016, foi apenas o resultado de um forte aparato montado para desconstruir sua imagem

 

FORÇA PESSOAL. Performance como candidata a senadora resgata todo o potencial eleitoral de Eliziane em São Luís, fruto de seu carisma incontestável

A deputada federal Eliziane Gama (PPS) lidera com absoluta folga todos os cenários da disputa pelo Senado em São Luís.

Mas ela vai além: com 43% das intenções de votos, a parlamentar é maior até mesmo que o próprio governador Flávio Dino (PCdoB), que alcança apenas 40% dos votos no mesmo eleitorado.

A performance incontestável da candidata a senadora prova o que este blog diz desde 2016: seu desempenho desastroso na disputa pela Prefeitura de São Luís foi apenas fruto de uma orquestração político-midiática para desconstruí-la.

Aparato este que teve a participação do próprio Flávio Dino, hoje embalado nas asas evangélicas da deputada.

Não há nenhuma liderança política hoje na capital maranhense com tanta força eleitoral quanto Eliziane Gama – e os índices maiores que os do governador provam isso.

Seu desempenho aponta também que ela continua a ser o principal nome para uma nova disputa municipal, independentemente de vencer ou não a eleição ao Senado.

Mas esta é uma outra história…

0

Flávio Dino a um passo de ganhar em primeiro turno…

Fraco desempenho do tucano Roberto Rocha – apesar da gigantesca estrutura de campanha – aliada à força do uso aberto do governo ampliam a possibilidade de vitória comunista em 7 de outubro; Roseana e Maura Jorge fazem os seus papeis e podem desequilibrar o jogo nos últimos 15 dias de campanha

 

Flávio Dino está próximo de garantir mais quatro anos à frente do Palácio dos Leões; apenas Roseana e Maura Jorge ainda mostram forças para impedi-lo

Editorial

A pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira, 19, encerrou três verdades sobre o atual processo eleitoral maranhense.

A primeira delas: o senador João Alberto de Souza (MDB) explicava, assim, o favoritismo dos governadores em reeleição, qualquer que seja ele: “esses leões do Palácio são imbatíveis”.

De fato, o uso aberto da estrutura de governo pelo comunista Flávio Dino tem ampliado suas chances de vencer a eleição no primeiro turno.

Roberto Rocha demonstra a mesma falta de carisma do seu candidato presidencial Geraldo Alckmin: discurso burocrático e pouca empatia popular travam o desempenho tucano

A segunda verdade é o total desligamento da dita capacidade administrativa e do tido preparo do senador Roberto Rocha (PSDB) com o carisma e a capacidade de conseguir votos pela própria força pessoal.

O fraquíssimo desempenho eleitoral do senador tucano – agora com apenas 2% de intenções de voto – acaba dando razão aos seus críticos.

Para  esses críticos, Rocha só é capaz de se eleger montado no carisma de outros, assim como foi em 2006, com Jackson Lago e José Reinaldo; e  em 2014, com o próprio Flávio Dino.

Mas tem que se levar em conta, também, o momento familiar difícil do senador, que o faz dividir a campanha com a tarefa de cuidar do filho em São Paulo.

Sem dúvida uma dupla batalha.

A terceira verdade que a pesquisa Ibope encerra é o fato de que, apenas as mulheres Roseana Sarney (MDB) e Maura Jorge (PSL), têm condições de impedir a vitória de Dino em primeiro turno.

A força pessoal incontestável de Roseana a faz poderosa mesmo diante dos “Leões”; foco no legado pode fazer a diferença na reta final

Roseana tem mostrado sua força eleitoral própria, mesmo disputando contra um máquina na qual ela mesma já esteve à frente e conhece a força descomunal. E consegue, mesmo assim, polarizar a disputa contra os “leões do Palácio” apontados por João Alberto.

Maura Jorge, por sua vez, já alcançou 5% das intenções de voto, mesmo praticamente fora da propaganda eleitoral.

A ex-prefeita de Lago da Pedra mostra que, com a estrutura comandada por Roberto Rocha, iria muito mais longe do que o próprio tucano, a quem já superou, aliás, na corrida.

Carismática e corajosa, Maura Jorge é um dos candidatos que podem comemorar a pesquisa Ibope: isolada e sem tempo de TV, superou o poderoso PDSB e já ocupa o terceiro lugar

Roseana e Maura Jorge têm praticamente 15 dias para tirar votos de Flávio Dino, contrapondo seu governo, no caso da ex-governadora, ou apostando na força eleitoral de Jair Bolsonaro, no caso de Maura.

A Roberto Rocha, com um excelente tempo de TV – pouco ou nada aproveitado – cabe garantir, ao menos, um saldo eleitoral honrado.

Só isso evitará que saia menor do que entrou da disputa.

É simples assim…

2

Ibope aponta crescimento de Flávio Dino…

Governador comunista aparece com 49% das intenções de voto na disputa pelo governo, seguido de Roseana Sarney, que aparece com 32%; Maura Jorge superou Roberto Rocha e agora chega a 5%, ocupando a terceira posição

 

Flávio Dino lidera corrida no Maranhão, seguido por Roseana Sarney

A pesquisa do Instituto Ibope, divulgada nesta quarta-feira, 19, registrou o governador Flávio Dino com 49% das intenções de votos no Maranhão, seguido da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), agora com 32%.

A posição de Dino indica, pela primeira vez no Ibope, a possibilidade de a eleição no Maranhão se decidir no primeiro turno.

O Ibope mostrou ainbda crescimento da ex-prefeita Maura Jorge (PSL), que superou o adversário do PSDB, Roberto Rocha (2%) e agora tem 5% das intenções de votos.

O ibope ouviu 1008 eleitores no Maranhão, entre os dias 13 e 19 de setembro. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral, sob o número 06667/2018.

3

Para o Ibope, Bolsonaro é ninguém no Maranhão…

Candidato do PSL a presidente fica nada menos que 51 pontos percentuais atrás do ex-presidente Lula; e perde também para Marina Silva quando o petista é substituído por Fernando Haddad

 

Bolsonaro perde para Lula, para marina e para Ciro no Maranhão

A pesquisa Ibope divulgada ontem pela TV Mirante mostrou que o deputado federal Jair Bolsonaro, candidato do PSL no Maranhão, é praticamente inexistente no Maranhão.

De acordo com o levantamento, o ex-presidente Lula reina absoluto, com nada menos que 63% das intenções de voto; Bolsonaro aparece em um distante segundo lugar, com 12%.

E mesmo quando o cenário mostrado tira Lula da disputa, substituindo-o pelo ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o candidato dos militares perde para Marina Silva (REDE) e para Ciro Gomes (PDT).

O Ibope ouviu que 17% dos eleitores votariam em Marina, contra 14% em Ciro Gomes e em Bolsonaro.

O fraco desempenho de Bolsonaro no Maranhão pode ser a razão do desempenho da candidata do seu partido ao governo, ex-prefeita Maura Jorge (PSL).

Ela aparece com 3% das intenções de votos…

11

Ibope desmente comunistas e confirma polarização entre Flávio Dino e Roseana…

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira, pela TV Mirante/Rede Globo mostra Flávio Dino com 43% das intenções de voto, apenas nove pontos percentuais à frente de Roseana Sarney; Roberto Rocha e Maura Jorge mantêm-se abaixo dos dois dígitos

 

POLARIZADOS. Flávio Dino e Roseana polarizam disputa pelo Governo do Estado, bem distantes dos demais candidatos

A pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira, 23, pelo JMTV-2ª Edição, da TV Mirante, desmentiu pesquisas dos institutos Exata e DataIlha, vinculados ao governo comunista.

De acordo com o levantamento, Flávio Dino tem apenas 43% das intenções de voto, contra 34% de Roseana Sarney, uma diferença de apenas 9 pontos percentuais – e não os mais de 30% apontados pelos governistas.

Por estes levantamentos, há uma tendência de que a disputa pode mesmo ir para um segundo turno, levando em consideração a margem de erro, que é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Ibope também mostrou que existe uma consolidada polarização entre Flávio Dino e Roseana. Essa polarização faz com que os candidatos Roberto Rocha (PSDB) e Maura Jorge (PSL) não consigam decolar.

Essa polarização entre Flávio Dino e Roseana – que pode, inclusive, ser fator de decisão em primeiro turno – já vem sendo prevista pelo blog desde o início do ano. (Releia aqui e aqui)

De acordo com a pesquisa, os dois estão rigorosamente empatados, cada um com 3% das intenções de votos, bem distantes da disputa por vaga em um eventual segundo turno.

Ramon Zapata, do PSTU marcou 1% na pesquisa; Odívio Netto, do PSOL, não pontuou.

O Ibope achou ainda 8% de eleitores que declararam votar nulo ou em branco e outros 7% de eleitores que não souberam ou não quiseram responder, o que totaliza 15% de “indecisos”.

O instituto ouviu 1008 eleitores, entre os dias 17 e 23 de agosto. A pesquisa foi registrada no TRE-MA sob o número 0052/2018.

 

4

A vez do Ibope…

Instituto carioca também deve fazer pesquisa sobre a corrida eleitoral no Maranhão antes do fim do ano; Flávio Dino que se vire para encontrar números da Exata para contrapor a realidade

 

Dino vai ter um natal para nunca esquecer

Se pensava em passar um fim de ano vermelho, com seus amigos comunistas na praia, ao som da também comunista Leci Brandão – que levará mais R$ 50 mil dos cofres públicos maranhenses, a exemplo de 2016 – o governador Flávio Dino (PCdoB) tem motivos de sobra para uma virada de ano difícil, cheio de preocupações e tentativas de acertos.

Não bastasse a pesquisa do Instituto Vox Populi, que mostrou a realidade da corrida eleitoral maranhense – bem diferente das pesquisas da Exata, contratadas pelo Palácio dos Leões – e apontou para uma vitória da oposição em 2018, Dino terá que se preparar para números ainda mais tradicionais, como os do Ibope.

O instituto do Rio de Janeiro deve realizar pelo menos uma pesquisa de intenção de votos antes do dia 31 de dezembro, o que deve dar maior chancela nacional aos números da disputa no Maranhão, já com forte repercussão na mídia nacional.

Para tentar neutralizar os efeitos da pesquisa Vox Populi, o comunista que ora ocupa o Palácio dos Leões usou novamente a Exata, divulgando pesquisa dias antes. Mas a população, já ressabiada, nem sequer ligou para os números vermelhos.

Além disso, a acertada estratégia da contratante do Vox Populi, a Jakarta Publicidade, gerou ainda mais expectativa nos meios políticos.

O Ibope poderá dar a chancela final à realidade eleitoral maranhense, mostrando exatamente como está a sucessão do comunista Flávio Dino na virada do ano pré-eleitoral para o eleitoral.

E Dino terá um réveillon para não esquecer…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão