0

Com Zé Antonio, PDT aposta em segundo turno em Imperatriz

Partido que prepara lançamento de candidatura em São Luís e tem forte atuação também em Timon, será representado pelo atual secretário de Educação, que terá o apoio do prefeito Assis Ramos e do grupo do ministro de Comunicações Juscelino filho, apostando em uma vaga no segundo turno

 

Weverton com Zé Antonio pereira, no lançamento da candidatura em Imperatriz, prestigiada por uma multidão de eleitores

O senador Weverton Rocha apresentou nesta quinta-feira, 16, o candidato do PDT a prefeito de Imperatriz; o partido terá como representante na disputa o atual secretário de Educação do município, Zé Antonio Pereira, que terá o apoio do prefeito Assis Ramos (União Brasil).

A candidatura pedetista reforça a aliança entre Weverton Rocha e o ministro das Comunicações Juscelino Filho, cujo grupo no partido União Brasil estará presente na campanha, ao lado do prefeito Assis Ramos; a aposta é chegar ao segundo turno em Imperatriz.

Juscelino faz dobradinha com Weverton também em Timon, onde a prefeita Dinair Veloso (PDT) concorre à reeleição.

Em São Luís, o PDT tem como candidato a prefeito o ex-vereador Fábio Câmara, cuja candidatura será apresentada oficialmente em convenção no dia 14 de junho; embora o União Brasil em São Luís esteja na base do governo Brandão (PSB) – com o deputado federal Pedro Lucas Fernandes e o estadual Neto Evangelista – o grupo que se articula com Juscelino deve seguir a candidatura pedetista.

Weverton Rocha e Juscelino Filho fazem dobradinha em diversos outros municípios maranhenses nestas eleições.

E devem formar um forte grupo municipalista para as eleições de 2026…

0

PDT confirma convenção estadual em junho…

Partido deve reunir dirigentes e militância no dia 14 do próximo mês para escolher o novo comando estadual – que confirmará o senador Weverton Rocha na presidência – e lançar oficialmente a candidatura do ex-vereador Fábio Câmara à Prefeitura de São Luís

 

PDT vai reunir sua militância com Weverton Rocha e Fábio Câmara, para confirmar o projeto eleitoral de 2024 na capital maranhense

O PDT deve realizar no dia 14 de junho a sua convenção estadual, que será marcada por dois momentos distintos:

  • o senador Weverton Rocha será reconduzido à presidência estadual do partido;
  • o ex-vereador Fábio Câmara será apresentado oficialmente à prefeitura de São Luís.

A convenção pedetista estava marcada para o dia 10 de maio, mas foi adiada por causa da morte da mãe do deputado federal Márcio Honaiser.

Com a permanência do senador Weverton Rocha à frente do partido, o PDT quer manter a sua força eleitoral na capital maranhense, onde elegeu todos os prefeitos – com candidato próprio ou em aliança – desde as eleições 1988.  

O nosso candidato é Fábio Câmara; a cidade precisa de um jovem como ele, igual à maioria dessa população, não só na cor da pele, de ser um negro, um preto, mas de conhecer os problemas e saber o que a população realmente precisa”, ressaltou Weverton, em entrevista à TV Mirante, no início da semana.

 

Em 2020, o PDT apoiou a candidatura do deputado Neto Evangelista (União Brasil), que alcançou cerca de 18% dos votos; no segundo turno, o apoio pedetista foi fundamental para a vitória do atual prefeito Eduardo Braide.

É com essa certeza de uma base de votos histórica que o PDT entende suas chances de ir ao segundo turno na capital maranhense…

0

Imperatriz deve inaugurar segundo turno já em 2024…

Pesquisas já divulgadas no município sobre a corrida eleitoral de outubro apontam para um acirramento entre o deputado federal Josivaldo JP e o deputado estadual Rildo Amaral; cidade se habilitou a realizar dois turnos com o alcance de mais de 200 mil eleitores, anunciados nesta segunda-feira, 29

 

Rildo Amaral e Josivaldo JP são os favoritos para disputar um segundo turno pela primeira vez nas eleições de Imperatriz

É bem provável que o município de Imperatriz, segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, realize pela primeira vez em sua história um segundo turno para prefeito já nas eleições de outubro; o município já alcançou a cota de 200 mil+1 eleitores, o que garante a prerrogativa de realizar eleições em duas rodadas.

As pesquisas de intenção de votos já divulgadas sobre a disputa em Imperatriz – quando ainda não havia a exigência de registro na Justiça Eleitoral – mostram um acirramento entre o deputado federal Josivaldo JP (PSD) e o deputado estadual Rildo Amaral (PP).

Se nenhum deles alcançar 50% mais um dos votos válidos em 6 de outubro, haverá nova rodada entre o primeiro e o segundo colocado semanas depois.

É a primeira vez que Imperatriz pode ter segundo turno nas eleições municipais; embora o TRE-MA ainda prefira consolidar os números oficiais, o município já superou os 200- mil eleitores habilitados para o pleito de outubro.

Além de Josivaldo JP e Rildo Amaral, disputam a Prefeitura de Imperatriz os pré-candidatos Mariana Carvalho (Republicanos), Marco Aurélio (PCdoB), Nilson Takashi (Novo), Fábio Hernandes e José Antônio.

0

A lição de Braide em 2016 que Fábio Câmara executa com perfeição em 2024

Há oito anos, atual prefeito de São Luís iniciou seu projeto de vencer as eleições na capital maranhense e chegou ao segundo turno – “quando ninguém acreditava que tinha chances” – andando a pé nos bairros e mantendo contato direto com a população nas comunidades, exatamente o que o candidato do PDT faz nesta campanha

 

A rotina de Fábio Câmara nas comunidades mais necessitadas – como o Braide de 2016 – dá a base para consolidar seu plano de governo em São Luís

Pensata

Este blog Marco Aurélio d’Eça publicou em 4 de maio de 2016 o post “O fator Eduardo Braide…”; tratava-se de uma análise sobre as chances do então recém-lançado candidato a prefeito que aparecia com apenas 2% de intenção de votos e ninguém apostava qualquer centavo no cabimento de sua candidatura.

– Braide é desses políticos contidos no que diz respeito a aparições midiáticas, mas com forte poder de penetração quando fala, por que fala com propriedade; dentre todos os candidatos, Eduardo Braide é o mais profissional, mais centrado politicamente e o mais eficiente na articulação de bastidores”, afirmava este blog, único a acreditar no potencial do então deputado estadual, que foi chamado de terceira via no texto antes mesmo do início da campanha eleitoral.

 

Nestas eleições de 2024, este blog Marco Aurélio d’Eça tem apostado – também solitariamente – em outro personagem com perfil de terceira via, o ex-vereador Fábio Câmara (PDT); o pedetista tem executado com maestria a lição ensinada por Braide há oito anos. (Entenda aqui, aqui, aqui e aqui).

Fábio Câmara é único dos candidatos já apresentados a fazer reuniões diárias nas comunidades mais afastadas e na zona rural, que sentem na pele o abandono do poder público às suas necessidades mais básicas; ao seu modo, o ex-vereador pedetista vai construindo uma base que, a exemplo do que fez Braide em 2016, pode fazer a diferença em outubro.

Naquelas eleições de oito anos atrás, o então prefeito Edivaldo Júnior (PDT) enfrentava uma forte candidata, a então deputada federal Eliziane Gama (Cidadania), que registrava 65% das intenções de votos; Eliziane ficou pelo caminho e a mídia tratou de construir um novo adversário para Edivaldo, o deputado estadual Wellington do Curso (então no PP).

Mas este blog Marco Aurélio d’Eça insistiu na força de Eduardo Braide, apontou que ele surpreenderia no debate da TV Mirante, o que de fato ocorreu e foi registrado no post “‘O sentimento já é de vitória’, afirma Eduardo Braide apostando no segundo turno”:

– Vencedor do debate da TV Mirante, segundo opinião de 65% dos eleitores, conforme revelado na pesquisa Escutec, Eduardo Braide tem sentido nas ruas a sensação de virada, e diz acreditar que pode mesmo ir para um confronto direto com o prefeito Edivaldo Júnior (PDT)”, afirmou este blog, no dia do 1º turno, em 2 e outubro de 2016.

 

Esta eleição de 2024 também tem um prefeito bombardeado por diversos candidatos, a exemplo de 2016, e um candidato favorito para ser derrotado por ele, o deputado federal Duarte Jr. (PSB), exatamente como Eliziane Gama em 2016.

E tem num candidato que vem das bases, sem maiores atenções da mídia, mas com foco na campanha e trabalho diário, o ex-vereador Fábio Câmara, que este blog Marco Aurélio d’Eça vai insistir – ainda que solitariamente – em apontar como terceira via.

Para entender a história, é preciso relembrar pontos do discurso do próprio Braide no debate do segundo turno de 2016:

  • “Nessas eleições nós temos um prefeito, candidato à reeleição com uma campanha milionária. De outro um candidato, que mesmo quando ninguém acreditava que tinha chances de ir para o segundo turno, andava a pé, com o programa de governo para mostrar como São Luís será uma cidade melhor”.
  • “(…) o candidato, que acaba de falar já teve a oportunidade dele. Ele teve quatro anos para mostrar o que pode fazer por São Luís. Tudo que fez deixou para fazer na véspera da eleição. Eu não quero ser um prefeito de quatro meses, quero ser um prefeito de quatro anos”;
  • “(…) E dizer, se você me der essa oportunidade, o primeiro ano de governo será muito mais importante que a véspera de eleição. A partir do ano que vem, 1º de janeiro de 2017, se você me der uma oportunidade, São Luís será uma cidade muito melhor.”

A lição de Eduardo Braide em 2016 foi toda contada neste blog Marco Aurélio d’Eça.

E ela pode se repetir oito anos depois, por um outro personagem.

É aguardar e conferir…

0

Imperatriz deve chegar a 200 mil eleitores nesta semana….

Previsão é que ainda nesta quarta-feira, 24, município alcance a habilitação para poder realizar eleições em dois turnos, possibilidade levantada em primeira mão neste blog Marco Aurélio d’Eça ainda em junho de 2023

 

Sob a coordenação do TRE-MA local, toda a sociedade de Imperatriz se mobilizou para que o município alcançasse os 2000 mil eleitores antes do dia 8 de maio

A campanha “Imperatriz 200 mil votos”, capitaneada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, alcançará seu objetivo antes de 8 de maio, prazo final para inscrição dos eleitores habilitados a votar na eleição municipal de 2024.

A expectativa é que já nesta quarta-feira, 24, a cidade supere os 200 mil eleitores, o que lhe permitirá ingressar no seleto rol de municípios com direito a realizar segundo turno quando, na votação de primeiro turno, nenhum candidato alcançar 50% mais um dos eleitores.

A campanha pelos 200 mil eleitores, coordenada pelo juiz da 33ª Zona Eleitoral Delvan Tavares, contou com a adesão de entidades classistas e da sociedade civil; a classe política, acostumada ao modelo de campanhas em turno único, não demonstrou comprometimento com o esforço.

Este blog Marco Aurélio d’Eça foi o primeiro do Maranhão a levantar a hipótese de uma eleição com dois turnos em Imperatriz, ainda em junho de 2023, no Ensaio “Com mais de 182 mil eleitores, Imperatriz está prestes a ter segundo turno pela primeira vez em sua história…”.

Imperatriz será o segundo colégio eleitoral do estado com direito ao segundo turno.

A novidade a ser inaugurada no pleito que se avizinha mudará o perfil do processo eletivo local; o segundo turno favorece a celebração de alianças, o debate de ideias, a formatação de projetos e o respaldo da maioria ao vencedor.

Quem for vitorioso no segundo turno terá o voto da maioria e, portanto, mais legitimidade para administrar.

Nas duas últimas eleições locais, o eleito venceu com menos de 30% dos votos…

0

“O PDT já alcançou um objetivo: garantir o 2º Turno”, diz Raimundo Penha…

Presidente municipal do partido em São Luís destaca que a candidatura do ex-vereador Fábio Câmara tem o objetivo de tirar os adversários da zona de conforto e das redes sociais ampliando o debate sobre a cidade; o vereador acredita que a chapa de candidatos pedetistas à Câmara também fará a diferença na campanha eleitoral

 

Ao lado de Fábio Câmara, Raimundo Penha atuou para viabilizar a chapa do PDT e atua diretamente pela reeleição à Câmara Municipal

O vereador  Raimundo Penha, presidente municipal do PDT em São Luís, mostra-se satisfeito com o desempenho do partido na montagem de sua chapa para a disputa eleitoral de outubro e diz não ter dúvidas de que a legenda fará a diferença na campanha; em sua avaliação o PDT já cumpriu um primeiro papel na pré-campanha: ajudar a garantir o segundo turno na disputa pela prefeitura.

– Desde o início de sua candidatura, Fábio Câmara teve consciência de um importante papel: garantir o segundo turno em São Luís, quando se terá oportunidade de discutir mais profundamente os problemas da cidade. A candidatura do PDT tem também esse papel, tirar os adversários da zona de conforto e da campanha de internet e fazê-los discutir a cidade real, das ruas e das comunidades – ressaltou o vereador.

Com forte articulação de Penha e de Câmara, o PDT conseguiu montar sua nominata e se apresentará ao eleitor de São Luís com chapa completa de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador.

– O Fábio comigo na linha de frente e o senador Weverton Rocha na retaguarda; temos uma chapa pronta para a disputa, com nomes importantes nas comunidades. Cito por exemplo o Zé Carlos da Enfermagem, forte liderança na categoria; o Charles dos Carrinhos, que já assumiu mandato na Câmara e o professor Carlinhos, líder na Cidade Operária e Região – ressaltou Raimundo Penha, ele próprio um dos principais nomes do PDT na disputa pela reeleição.

Novidade no PDT, o Coletivo Diversidade reúne representantes de todas as raças, idades, orientações sexuais e credos

Um dos destaques da campanha por vagas na Câmara Municipal é o Coletivo Diversidade, que apresentará uma opção diferenciada ao eleitor ludovicense, mantendo a tradição pedetista de abraçar as minorias e estimular as diferenças.

Vencida a etapa da formação das chapas, o partido segue agora para organização da campanha e os primeiros passos para participação na propaganda eleitoral e nos debates.

Etapa em que a população terá maior conhecimento das propostas de Fábio Câmara e dos  vereadores pedetistas.

0

“Quero ser a melhor via para o eleitor”, diz Wellington sobre disputa em São Luís…

Pré-candidato do Novo rechaça rótulo de “terceira via”, diante de outros pré-candidatos já postos, diz que está pronto para enfrentar as máquinas da Prefeitura de São Luís e do Governo do Estado que embalam as candidaturas que tentam polarizar a eleição na capital maranhense, e compara a batalha eleitoral à “luta de Davi contra Golias”

 

Wellington reconhece a força das máquinas que embalarão as candidatura de Braide e de Duarte, mas entende que chegará ao segundo turno

O deputado estadual Wellington do Curso, pré-candidato do Partido Novo em São Luís, declarou nesta quarta-feira, 27, que vê a disputa na capital maranhense como “uma luta de Davi contra Golias”; ele se referia, sobretudo, às duas máquinas que embalam os principais candidatos, da Prefeitura de São Luís e do Governo do Estado.

– É uma luta de Davi contra Golias; mas estou pronto para enfrentar as máquinas da prefeitura, comandada pelo prefeito Eduardo Braide (PSD), e do Governo do Estado, que embala campanha do deputado Duarte Júnior (PSB); e confio no eleitor para chegar à vitória – disse Wellington, em entrevista ao jornalista, Alberto Leitão, a rádio Esperança FM e do Blog do Leitão. (Veja aqui)

Nesta batalha, Wellington não quis se declara, no entanto, como “terceira via”, diante de outras candidaturas que estão postas na capital maranhense.

– Nós temos a candidatura do ex-vereador Fábio Câmara (PDT), que é um excelente candidato; e eu o saúdo como candidato. Entre ser terceira via, eu prefiro ser a melhor via para o eleitor – disse, o parlamentar, rejeitando o rótulo.

Wellington foi lançado pré-candidato semana passada pelo Novo e trabalha agora para evitar a polarização entre Braide e Duarte Jr., apostando em chegar ao segundo turno.

Para ele, é fundamental a participação do eleitor para evitar a disputa em turno único…

0

Brandão quer mesmo apenas Duarte enfrentando Braide….

Mesmo diante da ponderação de lideranças partidárias que compõem a base governista, governador entende que a polarização entre o seu candidato e o prefeito Eduardo Braide é o melhor caminho para a vitória nas eleições de outubro

 

Aliados de Brandão ouviram do governador q eu a candidatura única de Duarte Jr. na base é a melhor solução para o grupo

Mesmo após análise dos números de pesquisas qualitativas que apontam os riscos de um enfrentamento cara-a-cara do prefeito de São Luís Eduardo Braide (PSD), o governador Carlos Brandão (PSB) reuniu os partidos da base nesta segunda-feira, 25, para afirmar, mais uma vez, que quer a polarização entre Braide e o seu candidato, Duarte Jr. (PSB).

A informação é do jornalista Gilberto Léda.

O posicionamento de Brandão vai de encontro também ao que pregam os principais líderes partidários da base governista, como já mostrado por este blog Marco Aurélio d’Eça, no post “Base governsita já repensa candiadtura única de Duarete Júnior…”.

Há suas semana, o publicitário Manoel Canabarro reuniu Duarte e a cúpula de sua campanha – incluindo o próprio Brnadão – para mostrar o que dizem os números de uma pesquisa qualitativa sobre a corrida em São Luís, fatos também registrados com exclusividade neste blog Marco Aurélio d’Eça, nos posts “Pesquisa quali desaconselha candidatura única de Duarte Júnior” e no post “Marquetólogo desaconselha aliança de Duarte com PL bolsonarista…”.

De certa forma, a teoria do governador não terá riscos uma vez que, independentemente de sua vontade, a corrida eleitoral em São Luís já tem pelo menos dois pré-canddidatos com participação efetiva na disputa, além de Braide e Duarte; são candidatos já confirmados pelos seus partidos os deputado Wellington do Curso (Novo) e Fábio Câmara (PDT).

E a performance destes dois já ajuda a garantir o segundo turno.

Fracasse ou não Duarte Jr em seu embate…

0

Com Wellington e o Novo, Lahésio quer fazer Braide descer do pedestal…

Numa conversa pessoal com o titular deste blog Marco Aurélio d’Eça – a primeira desde o seu surgimento na política estadual – o ex-candidato a governador defendeu várias candidaturas em São Luís, “para Braide entender que não se faz política sozinho”,  diz que seu partido terá candidatos não apenas na região metropolitana, mas na maioria dos principais colégios eleitorais; e aposta no segundo turno na capital maranhense

 

Lahésio chancelou a filiação de Wellington no Novo, mas espera que outros candidatos consigam partidos para forçar o segundo turno nas eleições de São Luís

O ex-candidato a governador do Maranhão e atual embaixador do Partido Novo, Dr. Lahésio Bonfim, deu nesta sexta-feira, 21, uma panorâmica de como será a atuação da legenda nas eleições de outubro no Maranhão; foi a primeira conversa pessoal do político com o titular deste blog Marco Aurélio d’Eça desde o seu surgimento na política estadual.

Lahésio e o Novo trabalham para apresentar candidaturas fortes não apenas em São Luís e Região Metropolitana, mas em todos os principais colégios eleitorais do Maranhão.

– Nós temos um candidato forte em Imperatriz; estamos trabalhando um candidato em Balsas com amplas chances de vencer as eleições; estaremos em  Açailândia, Bacabal; o Novo vai disputar bem as eleições em todas essas cidades – garantiu o ex-candidato; ele apontou dificuldades apenas em Caxias e Timon, mas reconheceu que as duas cidades são desafios históricos do seu grupo.

 

Lahésio surgiu para a política estadual a partir de 2016, quando venceu as eleições no pequeno município de São Pedro dos Crentes, quando este blog Marco Aurélio d’Eça – o mais antigo em atividade no estado – já tinha 10 anos de atividade na blogosfera maranhense.

Ele ganhou projeção, sobretudo, a partir da campanha pela reeleição, em 2020, quando começou a fazer contraponto ao então governador Flávio Dino, até consolidar-se como candidato a governador e superar o pedetista Weverton Rocha, ficando em segundo lugar nas eleições de 2022; mas o contato pessoal com o titular deste blog Marco Aurélio d’Eça nunca havia ocorrido, até esta sexta-feira, 22.

– Impressionante! eu te conhecia apenas de ouvir falar; agora te vejo com meus próprios olhos – frisou ele, parafraseando passagens bíblicas, para completar: “já me fez muita raiva; mas também teve alguma alegria”.

  • Todos contra Braide em São Luís 

No ato de filiação do deputado Wellington do Curso ao Novo, Lahésio mostrou convicção de um segundo turno em São Luís, sobretudo com o número de candidatos hoje na disputa; e chegou a defender outras candidaturas como fundamentais para garantir o segundo turno na capital maranhense.

– É importante que o Yglésio saia candidato, o Edivaldo também. Até o pessoal da cozinha de Braide torce pelo segundo turno. O segundo turno é fundamental para Braide entender que não é absoluto, que não se faz política sozinho, isolando-se de todo mundo – ponderou.

 

Lahésio não falou sobre 2026, mas deixou nas entrelinhas que é preciso quebrar o estilo isolacionista do prefeito de São Luís – que esnoba a classe política, desdenha da imprensa e ignora partidos – criando uma agenda de rede social, convicto de que não precisa de mais nada eleitoralmente.

Além de Wellington em São Luís, que Lahésio espera levar ao segundo turno, o Novo recebeu os pré-candidatos Francisco Neto, de Paço do Lumiar, e Guilherme Mulato, de São José de Ribamar…

0

Duarte Jr. quer “laranja” para salvar disputa contra Braide…

Deputado federal até aceita dividir a base governista entre outros candidatos, mas apenas se tiver alguém que sirva para atacar o prefeito, deixando-o livre para seguir campanha propositiva, almejando chegar ao segundo turno

 

Duarte foi apresentado aos números de uma pesquisa que mostra os riscos e sua polarização com o prefeito Braide; agora tenta convencer Brandão a criar um laranja na disputa

Há um impasse na relação do pré-candidato do PSB a prefeito de São Luís Duarte Júnior com a cúpula do governo Carlos Brandão (PSB); o Palácio dos Leões mostrou a ele dados de uma pesquisa qualitativa que mostra os perigos da polarização com Braide, mas o deputado federal resiste em dividir a base com outros candidatos.

Reunidos nesta sexta-feira, 15, como revelou este blog Marco Aurélio d’Eça, com exclusividade, a cúpula do governo mostrou a Duarte Júnior duas realidades:

  • 1 – ser trucidado por Braide no primeiro turno se for polarizar sozinho, ou;
  • 2 – dividir a base entre vários candidatos, para tentar o segundo turno, mas correndo o risco de ser ultrapassado por alguém,

A contraproposta de Duarte Júnior ao seu grupo político é achar um candidato-laranja, que aceite partir pra cima do prefeito Eduardo Braide enquanto ele navega em águas claras, propositivo, para garantir o segundo turno.

Na verdade, essa ideia de Duarte Júnior vem sendo tratada desde o ano passado, como ja revelou este blog Marco Aurélio d’Eça, no post “A espera de um ‘laranja’, Duarte finge que denúncia contra Braide não lhe diz respeito…”.

Com esta proposta alaranjada, o deputado já procurou diversos pré-candidatos, dentro e fora da base do governo, mas ninguém aceita fazer papel de espantalho de sua campanha.

Os números dos levantamentos apresentados nesta sexta-feira, 15 pelo publicitário Manoel Canabarro foram minimizados por um fato novo na campanha: o surgimento da candidatura do deputado estadual Wellington do Curso, que se filiará ao Partido Novo.

Com a candidatura Wellington chegam a quatro os candidatos já oficializados pelos partidos; além dele, de Duarte  e de Braide, já tem também o ex-vereador Fábio Câmara, que disputa pelo PDT; e nas próximas semanas deve ser confirmada também a candidatura de Yglésio Moyses (ainda no PSB).

Com vários candidatos, analisaram, os governistas, aumentam as chances de um segundo turno.

Mesmo assim, Duarte ainda quer um laranja para fazer o “trabalho sujo”…