2

Aluísio destina emendas para aquisição de viaturas no MA…

Aluísio Mendes contesta declarações de Jefferson Portela

Aluísio Mendes contesta declarações de Jefferson Portela

O deputado Aluísio Mendes (PSDC) informou ontem que apresentou emenda ao Orçamento da União destinando recursos para a aquisição de viaturas policiais no Maranhão.

– É importante que o Governo do Estado tenha o apoio da bancada federal para avançar na segurança pública – justificou o parlamentar.

Aluísio Mendes lembra que, durante a sua gestão, no período de 2010 a 2014, a segurança pública sofreu uma grande reestruturação física e tecnológica, realizou o maior concurso público da história do Maranhão, efetivando mais de 2.300 policiais, adquiriu uma das frotas de viaturas mais modernas da região Nordeste e equipamentos de inteligência policiais só igualados aos da Polícia Federal.

O sistema de segurança pública recebeu R$ 179.415.000,00 do empréstimo do BNDES obtido pelo governo do Maranhão, na gestão de Roseana Sarney.

Desse total, R$ 53 milhões foram destinados à construção de presídios, sob a responsabilidade da Sejap. Aluísio Mendes esclarece que havia a previsão de destinar R$ 120 milhões para investimentos na SSP, “mas até dia 5 de abril de 2014, quando deixei a pasta, foram empenhados e pagos R$ 63.856.037,67, que só foram liberados pelo BNDES após a comprovação da sua aplicação”.

Para Aluísio Mendes, o atual secretário de Segurança do Maranhão está sendo irresponsável e leviano quando afirma que R$ 300 milhões do BNDES foram desviados e que houve fraude no aumento do efetivo policial, durante a sua gestão.

– Os recursos repassados à segurança pública foram devidamente aplicados e todos 1.731 policiais do último concurso público foram nomeados e colocados nas ruas para reforçar o policiamento. Não convocamos excedentes, e nenhum destes sequer passou por curso de formação – esclareceu.

O deputado maranhense finalizou dizendo que, apesar da postura equivocada do secretário Jefferson Portela, que perde tempo com ataques à gestão passada, vai continuar trabalhando em prol do sistema de segurança pública do Maranhão.

3

Eliziane Gama quer instituições no debate sobre maioridade penal…

Deputada diz que é necessário ouvir as representações que tratam da questão do menor para que se tenha dados mais apurados sobre os reflexos da diminuição da maioridade penal. Eliziane reconhece que a maioria da população quer a redução, mas entende ser fundamental ouvir entidades como o Unicef, cujos representantes estiveram hoje na Câmara. Veja o vídeo:

 

2

Juscelino lamenta caos na Saúde, mas acredita em medicina pública….

Juscelino, mais uma vez, reforça crença na saúde pública..

Juscelino, mais uma vez, reforça crença na saúde pública..

O deputado federal Juscelino Filho (PRP), fez importante discurso na tribuna da Câmara Federal, em que ressaltou matéria divulgada em rede nacional sobre o caos da Saúde no país.

De acordo com relatórios do TCU, quase 15 mil leitos foram desativados na rede pública de saúde desde julho de 2010. Naquele mesmo mês, o país dispunha de 336,2 mil deles para uso exclusivo do Sistema Único de Saúde (SUS). Em julho de 2014, o número passou para 321,6 mil – uma queda de quase 10 leitos por dia. As informações foram apuradas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) junto ao Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), do Ministério da Saúde.

– Para corrigir a distorção, é correta a estratégia de ampliar a quantidade de cursos e de vagas de medicina, direcionar a especialização abrindo residência médica onde não tem e mais vagas nas especialidades já existentes nas regiões menos contempladas, assim incentivando que os médicos completem sua formação onde são necessários, não procurando grandes centros como acontece hoje – diz o parlamentar.

Para o parlamentar, uma prova de que o Brasil é capaz de fazer saúde de qualidade são os hospitais de clase mundial que existem no país.

– Este paradigma prova ser possível fazer saúde de qualidade no âmbito da rede pública. A Rede Sarah é exemplo disso, os hospitais dela nos orgulham inclusive no Maranhão – afirmou.

1

Famem se une à bancada na Câmara na defesa dos interesses do MA…

Reunião organizada pelo presidente da entidade, Gil Cutrim, faz parte da programação da XVIII Marcha em Defesa dos Municípios, que terá início na próxima semana em Brasília

Gil Cutrim e o coordenador da bancada, Pedro Fernandes

Gil Cutrim e o coordenador da bancada, Pedro Fernandes

Uma grande reunião de prefeitos maranhense e integrantes da bancada federal ocorrerá em Brasília, no dia 27, coma  rpesença do governador Flávio Dino (PCdoB).

A clase polícia maranhnse – que participa da XVIII Marcha à Brasília em Defesa dos Municípios, evento promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) – vai definir uma pauta comum de reivindicações a ser aprsentadas ao Governo Fderla.

Organizador do evento e presiente da Federação dos Municípios, o prefeito Gil Cutrim diz que o objetivo é unir deptuaos e prefeitos em nome do Maranhão.

– Será um momento importante porque os gestores irão dialogar diretamente com o governador Flávio, que já está trabalhando em parceria com a FAMEM no sentido de fortalecer os municípios – afirmou o presidente da Federação.

Este ano, o diferencial da Marcha dos Prefeitos e Prefeitas à Brasília será a presença dos governadores de todos os estados, que participarão de uma vasta programação organizada pela CNM.

Um dos pontos altos acontecerá também na quarta-feira, a partir das 13h, quando será realizada reunião de trabalho entre os gestores públicos municipais, governadores e a presidenta Dilma Rousseff. 

3

Hildo Rocha conclui relatório do agronegócio…

Hildo Rocha tem importante missão na Câmara Fderal

Hildo Rocha tem importante missão na Câmara Fderal

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) informou a conclusão do Relatório do Livro do Agronegócio, tema que irá compor o novo Código Comercial brasileiro.

O parlamentar enfatizou que o parecer foi elaborado após ampla discussão com representantes desse importante segmento econômico do país.

– Por se tratar de um tema novo, complexo e relevante, o relatório foi elaborado com extraordinária dedicação – afirmou.

Segundo o relator, a estrutura do livro é composta de três capítulos: o primeiro voltado à definição dos conceitos fundamentais do direito do agronegócio; o segundo aborda os contratos do agronegócio; e, finalmente, o último, é dedicado aos títulos do agronegócio.

Hildo Rocha disse que a ideia é rever os comandos legais hoje existentes no Código Civil; examinar outras leis esparsas; e delinear princípios aplicáveis entre empresários.

– Trabalhamos com a definição de agronegócio como uma cadeia integrada de operações estruturadas que liga contratualmente empresários cuja atividade consiste na produção ou comercialização de bens agrícolas; pecuários; de reflorestamento, ou pesca; bem como fornecimento de insumos, financiamentos ou logística – esclareceu.

A proposta do novo Código Comercial tramita na Comissão Especial criada na Câmara para debater o assunto.

O relatório do deputado Hildo Rocha deverá ser apresentado na próxima semana.

0

Em encontro com Temer, Aluísio discute fortalecimento de bloco…

Aluísio, Juscelino e o demais membros do bloco, com Temer

Aluísio, Juscelino e o demais membros do bloco, com Temer

O deputado federal Aluísio Mendes foi recebido em audiência pelo vice-presidente da República, Michel Temer, com o ministro-chefe da Casa Civil, Aluísio Mercadante, para discutir a participação do Bloco Renovação na Administração do Governo Federal.

O Bloco Renovação, composto de 18 deputados, forma junto com o PRB, que dispõe de 20 deputados, a quarta maior bancada na Câmara Federal, com 38 deputados.

Na ocasião, foi discutido com o líder do bloco, o deputado Aluísio Mendes, a ocupação de espaços da Administração Federal nos estados onde o bloco tem representantes.

Segundo Aluísio Mendes, a reunião foi extremamente proveitosa sendo que alguns cargos já estão destinados ao bloco.

Os demais serão definidos em reunião que acontece na próxima segunda-feira (18/5) em Brasília.

13

E a bancada federal continua omissa…

Nenhum membro da bancada federal maranhense se manifestou até agora diante dos novos fatos relativos ao aeroporto de São Luís e à BR-135.

Parte da bancada maranhense: pose pra foto, e só...

Na sexta-feira anterior ao carnaval, este blog revelou que a empresa responsável pela obra estaria à beira da falência; depois, já na quinta-feira, revelou mais: que a Infraero quer do governo maranhense o ônus de bancar a empresa para que a obra não atrase.

Ainda na quinta após a festa de Momo, vários deputados estaduais foram à tribuna para cobrar explicações da Infraero e do DNIT – este por causa do novo caos registrado na rodovia durante o carnaval.

Enquanto isso, no aeroporto...

Mas deputados federais e senadores maranhenses calados estavam e calados ficaram.

E vai continuar assim, dado o histórico de omissão dos seus membros, que dão de ombros às questões maranhenses.

Uma parte da bancada, por exemplo, nem aqui vem.

Muitos não moram aqui e têm poucas ligações com o Maranhão – vivem na Ponte área Rio/Brasília.

A outra parte, por sua vez, torce pelo “quanto pior, melhor”; por que, para ela, o que importa é o desgaste do governo – e as próximas eleições.

Os que sobram são aqueles que sequer sabem o que estão fazendo no Congresso Nacional.

E por causa deles – deputados e senadores – a Infraero e o DNIT debocham do povo do Maranhão.

Simplesmente por que este povo não pode contar com seus representantes.

Eles têm os próprios interesses a cuidar…

5

Sarney Filho continuará na coordenação da bancada maranhense…

Sarney Filho continuará na coordenação da bancada maranhense

O deputado Sarney Filho (PV) foi confirmado hoje, em reunião com a governadora Roseana Sarney (PMDB), como coordenador da bancada maranhense na Câmara Federal.

Ele deve ficar no posto, pelo menos, até o final do ano.

Foi a primeira reunião de Roseana com os parlamentares federais no Palácio dos Leões. Eles discutiram a conjuntura econômica internacional e os impactos no Maranhão.

Coordenador da bancada desde o início da legislatura, Sarney Filho tem a simpatia de todos os colegas – inclusive os membros da oposição. Na semana passada, no entanto, surgiram rumores de que ele poderia deixar o posto.

A história surgiu via gabinete do deputado Waldir Maranhão (PP). Parlamentares presenes à reunião com Roseana disseram que o próprio Maranhão estaria interessado na vaga.

Além de Sarney Filho, participaram da reunião com Roseana Sarney os deputados Chiquinho Escórcio (PMDB), Cléber Vede (PRB), Gastão Vieira (PMDB), Sétimo Waquim (PMDB), Lourival Mendes (PTdoB), Alberto Filho (PMDB) e Zé Vieira (PR).

O senador João Alberto de Souza (PMDB) também participou…

9

Edivaldo Holanda e Lourival Mendes têm 100% de presença na Câmara Federal; Nice Lobão é a mais ausente do país…

Edivaldo Jr.: assiduidade na Câmara

Os deputados Edivaldo Holanda Júnior (PTC) e Lourival Mendes (PTdoB) são os únicos do Maranhão com 100% de presença nas sessões deliberativas da Câmara Federal.

Além deles, apenas Costa Ferreira (PSC) participou de todas as sessões. A diferença é que os dois estão desde o início da legislatura no mandato. Costa Ferreira assumiu em meados de junho – portanto, não foi considerado no levantamento.

A análise do desempenho dos deputados de todo o país foi feita pelo portal G1, do sistema Globo. O site encontrou apenas 35 deputados com 100% de presença nas sessões deliberativas.

Faltosos
A também maranhense Nice Lobão (DEM) é a mais ausente da Câmara Federal dentre todos os deputados do país.

Nice Lobão, novamente a mais faltosa

Ela só participou de 25% das sessões deliberativas no primeiro semestre de 2011.

A própria reportagem explica que a parlamentar justificou as faltas com atestados, já que se encontrava em tratamento médico.

O problema é que Nice Lobão vem se ausentando da Casa semestre após semestre, sempre com a justificativa da licença médica.

Mas nunca se afastou definitivamente para recuperar a saúde…

9

As suplências maranhenses na Câmara Federal…

Escórcio: primeiro suplente, independente de quem saia

É bem simples de entender a questão das suplências de deputado federal.

Não existe suplente de A ou de B. Existe suplente e ponto. De partido, quando este disputa só e elege um representante, ou de coligação, quando várias legendas se juntam em um mesmo grupo.

É tolice, portanto, afirmar que Chiquinho Escórcio (PMDB) seja suplente de Pedro Novais (PMDB) e Costa Ferreira (PSC) suplente de Pedro Fernandes (PTB).

Dizer isso é desinformar o leitor. Ou não saber se expressar.

Ferreira: dois saindo, entra ele

Com a morte de Luciano Moreira (PMDB), Escórcio é, hoje, o primeiro suplente da coligação que elegeu a maioria dos deputados federais em 2010. Costa Ferreira é o segundo.

Portanto, se Pedro Novais deixar o Ministério do Turismo e voltar para a Câmara, quem sai é Costa Ferreira. Se, por outro lado, for Pedro Fernandes a deixar a Secretaria de Cidades, também é Ferreira quem sai.

Chiquinho Escórcio só deixa a Câmara se Pedro Novais e Pedro Fernandes deixarem, os dois, os cargos que ocupam no Executivo. E, se ocorrendo esta hipótese, Fernandes depois voltar ao Executivo, quem assume é Chiquinho e não Ferreira.

Qualquer jornalista político que se preze deve saber disso…