0

Pedro Lucas enxerga “líderes do futuro” entre os jovens…

O deputado federal Pedro Lucas Fernandes (União Brasil) repercutiu a recente parceria firmada entre o partido, a Fundação Índigo e o Instituto Ibmec que lançaram o curso “Líderes do Futuro”, voltado à formação de jovens lideranças na política.

Trata-se de uma importante iniciativa cujo objetivo é capacitar gestores públicos, a partir de conceitos e ferramentas de gestão pública e liderança, com o intuito de contribuir para o desenvolvimento do país.

“O curso Líderes do Futuro é voltado para pessoas de 18 a 35 anos que querem ampliar o conhecimento, atuar na administração pública e também na política, sendo totalmente gratuito. Serão 210 vagas para jovens de todo o Brasil e as inscrições seguem até o dia 26”, disse o parlamentar.

Aprendizado

O curso “Líderes do Futuro” tem por objetivo desenvolver e capacitar jovens líderes e gestores públicos, a partir de conceitos e ferramentas de gestão pública e liderança atuais e comprovadamente eficazes adotados por instituições como a Harvard Business School e o próprio Ibmec, com mais de 50 anos de história no mundo acadêmico.

Ao todo, serão 120 horas de aulas online, com 80 horas de conteúdo comum e, ao final, o estudante deverá escolher entre 40 horas de Gestão Pública ou Gestão Política. A metodologia envolve, por exemplo, estudo de casos, aprendizagem baseada em problemas e projetos, simulações.

Da Assessoria

0

Brandão cada vez mais próximo de Lula…

Governador do Maranhão consolida a aproximação com o presidente da República e já tem até agenda prevista para o Maranhão; com canal próprio em Brasília, socialista pode trabalhar pessoalmente as articulações para as eleições de 2026, sem a necessidade de interlocutores entre ele e o líder petista

 

O olhar de Lula a Brandão, exibido nesta imagem, mostra um presidente bem mais afeto ao governador maranhense

Análise da notícia

O governador  Carlos Brandão (PSB) teve nesta quarta-feira, 22, sua segunda reunião pessoal com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em menos de um mês; Brandão praticamente consolidou sua relação com Lula sem a necessidade de interlocutores comuns, como ele próprio admitiu na postagem do instagram.

Estamos cada vez mais estreitando os laços entre nosso governo e o governo do Brasil. Uma forte parceria! Temos um líder que olha com atenção e sensibilidade para o nosso estado”, declarou o governador, para ilustrar foto reproduzida neste blog Marco Aurélio d’Eça, uma imagem significativa da aproximação entre os dois.

 

Desde que assumiu o governo do Maranhão, ainda em substituição ao agora ministro do STF Flávio Dino, Brandão sempre necessitou do próprio Dino para suas conversas com Lula, que não o conhecia diretamente.

Nesta nova articulação ele trabalha dois objetivos prioritários:

  • neutralizar a influência do senador Weverton Rocha (PDT) no governo Lula para as eleições 2026;
  • mostrar ao presidente sua lealdade, inclusive para garantir a sucessão com o vice, Felipe Camarão (PT). 

Essas duas prioridades têm ficado cada vez mais claras nas conversas entre os dois, em Brasília;

Alinhamos também sua vinda ao Maranhão para entregar obras e ainda falamos sobre o cenário político partidário do Brasil”, revelou Brandão.

 

Os efeitos dessas conversas sobre “o cenário político-partidário do Brasil”, devem ficar mais claras quando da vinda de Lula ao Maranhão.

É aguardar e conferir…

0

Dr. Julinho denuncia Eduardo Nicolau por uso político do cargo de procurador…

Prefeito de São José de Ribamar que concorre à reeleição pede providências contra o chefe do Ministério Público maranhense – que já responde a outras ações no mesmo CNMP – por fazer campanha política sistemática em favor dos seus adversários no município

 

Petição de Julinho contra Eduardo Nicolau foi protocolada nesta segunda-feira, 13, no CNMP

O Conselho Nacional do Ministério Público recebeu nesta segunda-feira, 13, o Pedido de Providências nº 01002796/2024, contra o procurador-geral de Justiça do Maranhão, Eduardo Jorge Hiluy Nicolau, acusado de usar seu cargo público para fazer campanha política em favor dos adversários do prefeito Dr. Julinho Matos (Podemos), que concorre à reeleição.

No documento, Julinho ressalta que esta pratica vem sendo usada desde as eleições de 2020, quando o procurador agiu pessoalmente para tentar tirá-lo daquele páreo eleitoral.

Basta verificar o teor do Mandado de Segurança com Pedido Liminar objeto do processo de nº 0816569-92.2020.8.10.0000, assinado e protocolado pelo DR. EDUARDO NICOLAU, na qualidade de Procurador-Geral de Justiça, que a sua intenção foi, de forma clarividente, retirar do páreo eleitoral o candidato DR. JULINHO”, afirma o prefeito, citando trechos do Mandado assinado por Nicolau.(Leia a íntegra aqui)

Julinho conseguiu derrubar na Justiça aquela tentativa do procurador de Justiça e elegeu-se com mais de 36% dos votos, derrotando o então prefeito Eudes Sampaio; as intervenções políticas de Eduardo Nicolau em São José de Ribamar, porém, não ficaram por aí.

Em janeiro de 2023, ele publica em seu perfil no Instagram foto ao lado de Eudes Sampaio, Beto das Vilas, Jota Pinto e Edson Júnior, exatamente os mesmos adversários de Julinho.

Imagens de Nicolau com o seu amigo Dudu Diniz, que disputa a prefeitura contra Julinho, foram elencadas na denúncia

Tanto o post de Marco Aurélio d’Eça quanto o de Gilberto Léda ilustram o Pedido de Providências interposto por Julinho; ele também elenca foto do procurador ao lado “dos seus amigos candidatos em Ribamar” durante a inauguração da sede das promotorias de São José de Ribamar, em 19 de outubro de 2023.

Para escancarar de vez as pretensões político-partidário, o DR. EDUARDO NICOLAU constantemente vem sendo visto na companhia do Sr. Dudu Diniz, atual presidente da Câmara Municipal de São José de Ribamar e pré-candidato a prefeito dessa cidade. Aliás, eles são considerados AMIGOS (…) Em suma, o DR. EDUARDO NICOLAU se vale de sua função como Procurador-Geral de Justiça para favorecer os AMIGOS ex-candidatos e ao pré-candidato a Prefeito de São José de Ribamar”, denuncia o prefeito.

Eduardo Nicolau já responde a outra ação no Conselho Nacional do Ministério Público por assédio e perseguição a promotoras.

A petição de Julinho foi protocolada às 15h42 desta segunda-feira, 13, na Coordenadoria de Protocolo, Autuação e Distribuição…

0

Maura Jorge é a única remanescente de sua geração com perspectivas no atual ciclo político

Caminhando tranquilamente para o seu quarto mandato como prefeita de Lago da Pedra, a ex-candidata a governadora que foi deputada estadual por vários mandatos sobreviveu às diversas trocas de poder na política maranhense e conseguiu se consolidar como liderança estadual e  exemplo de habilidade tanto política como de gestão

 

Plena a caminho do quarto mandato em Lago da Pedra, Maura Jorge é a única remanescente da geração 90 com relevância na política estadual

Ensaio

A experiente prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PP), é uma das poucas líderes de sua geração a permanecer firme no debate estadual e em tendência de crescimento neste ciclo que terá sua culminância em 2026.

A maioria de seus contemporâneos ou foram retirados do debate público ou perderam relevância no xadrez político; sua gestão e a forma como se conduziu politicamente, explica sua permanência e seu respeito tanto na classe política quanto no povo.

O início dos anos 90 foi um celeiro de novos nomes no cenário estadual, seja de famílias já tradicionais, seja daqueles sem sobrenome que conseguiram furar a bola aristocrata.

Maura é um desses nomes que surgem no início de 90, ao lado do seu irmão, Waldir Filho, deputado que veio a falecer em 96, num acidente de avião que também vitimou outros dois parlamentares. Maura teve quatro mandatos de deputada estadual, o último interrompido em 2008, para que ela pudesse disputar a prefeitura de Lago da Pedra contra Luiz Osmani, um de seus adversários históricos.

Maura venceu aquela eleição e segue, até hoje, ditando as regras da política no município.

Foi reeleita em 2012, elegeu seu sucessor em 2016, disputou o governo em 2018, retornou à prefeitura em 2020 e hoje se encaminha para um quarto mandato, com 100% da câmara de vereadores e sem adversários políticos à altura.

É de Lago da Pedra uma das saúdes municipais mais admiradas do Maranhão, com equipamentos que poucas unidades da rede estadual possuem; creche em tempo integral, maternidade, escolas, hospital, novos bairros, pavimentação asfáltica na sede e zona rural, aumento no número de empregos com carteira assinada, aumento no número de novos empreendimentos, salários em dia e 80% de aprovação, justificam o discurso de Maura Jorge, de gestão humanizada

Sua trajetória política, na contramão da maioria dos seus contemporâneos, mostra sua habilidade política de construir laços, abrir diálogo, respeitar o contraditório, e se manter relevante no xadrez político.

Hoje no Progressistas, partido do Ministro André Fufuca, à frente do PP Mulher, Maura tem um forte instrumento para voltar a percorrer o estado, fortalecendo sua já notória participação em todas as regiões.

É esse destaque político, sua lida com o povo e com os grandes nomes da política, que fizeram Fufuca enxergar em Maura “um dos diamantes mais lapidados da política do Maranhão”, como disse o próprio em discurso recente.

E 2026 está logo ali…

0

Imagem do dia: o fim de um ciclo; ou será o começo?!?

O ex-senador, ex-governador, ex-deputado federal, ex-juiz e ex-candidato a prefeito de São Luís Flávio Dino encerrou nesta quinta-feira, 22, sua trajetória política de 18 anos, iniciada em abril de 2006, quando decidiu renunciar ao cargo de juiz federal para concorrer pela primeira vez em uma eleição; ele fica no STF até 2046; ou pode voltar antes disso

 

Flávio Dino entre Lula e Roberto Barroso chefe dos poderes Executivo e Judiciário; ciclo que se encerra para dar início a outro

Foi nos primeiros dias de abril de 2006, quando decidiu renunciar ao cargo de juiz federal, que o advogado e professor universitário Flávio Dino de Castro e Costa tomou a decisão que iria mudar a sua vida.

Nesses 18 anos de atuação política, ele construiu uma trajetória vitoriosíssima:

  • foi deputado federal em 2006;
  • disputou o segundo turno pela Prefeitura de São Luís em 2008;
  • ficou em segundo lugar na disputa pelo Governo do Estado em 2010;
  • foi presidente da Embratur no Governo Dilma entre 2011 e 2014;
  • venceu em primeiro turno o Governo do Estado em 2014;
  • reelegeu-se também em primeiro tuno em 2018;
  • elegeu-se senador da República com mais de 2 milhões de votos em 2022;
  • foi ministro da Justiça entre janeiro de 2023 e fevereiro de 2024;
  • foi indicado pelo presidente Lula e aprovado no Senado para o Supremo Tribunal Federal.

Neste meio tempo, o agora magistrado da elite do judiciário brasileiro elegeu todos os senadores maranhenses entre 2014 e 2022, elegeu o prefeito de São Luís em 2012 e 2016 e ajudou a construir inúmeras lideranças da nova geração de políticos maranhenses – aliadas ou adversárias – que hoje estão no topo do debate político.

Este ciclo histórico de Flávio encerrou-se nesta quinta-feira, 22, quando ele tomou posse no cargo de ministro do STF.

Embora mantenha forte influência política nos bastidores, o agora ministro não poderá mais exercer a atividade política plena, com reuniões partidárias e eleitorais, indicação de candidatos, pedidos de votos ou mesmo articulações para formação de chapas; pelo menos não publicamente.

Ele seguirá essas diretrizes até 2046.

Ou não…

0

Os passos de Orleans Brandão…

Jovem secretário de Assuntos Municipais, filho do novo presidente do MDB e sobrinho do governador Carlos Brandão foi a figura mais ovacionada na convenção do partido que definiu o novo comando no Maranhão; “o futuro do partido”, disse o presidente nacional da legenda, Baleia Rossi

 

Orleans Brandão entre os presidentes do MDB nacional, Baleia Rossi, e estadual Marcus Brandão: figura mais proeminente da covnenção emedebista

Em um megaevento que reuniu a velha guarda e a nova geração do MDB maranhense, o secretário de Assuntos Municipais do governo Carlos Brandão, Orleans Brandão, foi a figura mais ovacionada; apontado como “presente e futuro” do partido, o secretário parece ter encaminhado ali um projeto político envolvendo diversos atores.

Filho do novo presidente emedebista Marcus Brandão, que assumiu exatamente nesta sexta-feira, 1º o comando do partido, Orleans é também sobrinho do governador Carlos Brandão (PSB) e já aparece em todas as análises e comentários de política como uma peça-chave no projeto de poder do atual chefe do Executivo estadual.

– Estou pronto para dar a minha contribuição para que o MDB continue avançando e ajudando a construir um estado e um país melhor para todos – acenou Orleans.

Na mesa de comando da convenção figuras de peso do MDB, como a ex-governador a e atual deputada federal Roseana Sarney, o presidente nacional da sigla, Baleia Rossi, o ex-deputado federal Hildo Rocha e o estadual Roberto Costa, além de outros parlamentares, prefeitos, vereadores e lideranças políticas.

– Orleans é uma grande liderança jovem, que representa o presente e futuro do partido – apontou Baleia Rossi

– Com certeza fará história no MDB – complementou Hildo Rocha.

– Orleans tem feito um grande trabalho no governo – disse Roberto Costa.

O caminho está aberto, portanto…

0

Reação de Braide a uma ação de Paulo Victor mostra efeito pedagógico da atuação de vereadores

Presidente da Câmara Municipal de São Luís conseguiu mobilizar a prefeitura apenas com a visita pessoal a uma escola da capital maranhense, reforçando a força de um parlamentar que assuma ações efetivas em favor de sua comunidade

 

Bastou uma visita de Paulo Victor à Escola Leonel Brizola para que o sistema de energia elétrica fosse restabelecida na unidade de ensino

Análise da notícia

Mais do que uma resposta imediata, a ação da Prefeitura de São Luís no anexo da Escola Leonel Brizola, o Brizolinha, na Vila Luizão, determinada pelo prefeito Eduardo Braide (PSD) após visita do presidente da Câmara Municipal, Paulo Victor (PCdoB), mostra o efeito pedagógico da atuação de um vereador.

PV esteve na escola no início da semana, e denunciou a falta de energia na unidade de ensino; imediatamente após a publicação da visita do parlamentar, uma equipe da prefeitura esteve na escola para restabelecer a energia.

– Uma visita que gerou bons frutos, pois, ao saber da nossa presença na escola, a Prefeitura de São Luís logo tratou de restabelecer a energia – comemorou Paulo Victor.

A situação acentuou um postulado básico da relação entre prefeitura e câmara: a ação do vereador em favor de sua comunidade e de sua cidade gera, mais cedo ou mais tarde, resposta do prefeito. 

O próprio Victor ensina como fazer.

– Esse é o caminho: cobrar respostas rápidas para os problemas da nossa cidade – pontuou o presidente da Câmara.

0

OAB-MA tenta refazer fracassada escolha de desembargador

Marcada por uma forte influência política do Executivo, do Legislativo e do próprio Judiciário, categoria dos advogados recomeça a definir o novo membro do Tribunal de Justiça

 

Comandado por Kaio Saraiva, a OAB-MA está no centro de jogo de poder político-judicial

Pouco mais de 15 dias depois de ter o primeiro processo estranhamente anulado pela própria direção da seccional, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA) reinicia nesta terça-feira, 16, um novo processo para escolher 12 nomes que passarão na primeira fase de escolha do novo representante da categoria no Tribunal de Justiça do Maranhão.

O processo que deveria ser interno entre os advogados recebeu influência direta do Governo do Estado, da Assembleia Legislativa e do próprio Tribunal de Justiça.

Tanto que dentre os candidatos os favoritos são dois advogados diretamente ligados, de uma forma ou de outra, ao governo Carlos Brandão (PSB).

Primeira colocada geral na lista que foi anulada, Ana Brandão é prima do governador e deve manter o favoritismo.

O principal adversário de Ana é Flávio Costa, que tem a preferência do governador e dos irmãos Brandão.

Mas ele ficou fora da primeira lista – razão pela qual há a suspeita de que a anulação foi um jogo combinado entre Palácio dos Leões, Judiciário e o comando da OAB-MA.

Outros 10 candidatos serão escolhidos nesta primeira etapa – seis homens e seis mulheres; embora votem apenas advogados, há uma frenética movimentação de políticos tentando Influenciar o voto.

Os 12 escolhidos serão avaliados em sabatina no Conselho da Ordem, que reduzirá a lista para seis nomes.

Estes seis escolhidos pelos conselheiros serão encaminhados para análise do Tribunal de Justiça; os desembargadores escolhem apenas três, que serão enviados ao governador Carlos Brandão.

No tribunal o jogo também é político, razão pela qual há uma frenética movimentação de bastidores.

Se Ana Brandão e Flávio Costa estiverem na lista tríplice, a tensão dos grupos no Palácio do Leões deve aumentar.

Mas pode ocorrer de aparecer entre eles Anna Graziella Neiva ou Gustavo Sauaia, que têm fortes relações políticas.

Neste caso, Brandão pode recorrer a uma solução tertuliana…

2

Estranhas ações sugerem “rede de proteção” ao Rio Anil Shopping no incêndio que matou duas

Setores do Governo do Estado, do Judiciário e do Ministério Público tomam atitudes totalmente discrepantes, atípicas e fora de contexto da investigação de promotores, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil, no caso que resultou em 23 famílias vitimadas, numa pressão de bastidores que pode resultar em mais um caso sem responsáveis diretos apontados

 

Quarta-feira, 9, 10 horas: enquanto promotores e oficiais dos bombeiros respiram restos tóxicos investigando o shopping, Nicolau e Barreto recebem deputados e advogados do Rio Anil

Editorial

Há duas ações envolvendo setores de estado – uma pública e outra quase de bastidores – na investigação do incêndio que matou duas e feriu 21 pessoas nas salas do Cinesystem, no Rio Anil Shopping, no dia 7 de março.

A ação pública, irretocável, vem sendo feita pela Promotoria de Defesa do Consumidor, pelo Corpo de Bombeiros, e pelos delegados e peritos da Polícia Civil que se envolvem diretamente nas investigações.

Essas ações já sabem que há três responsáveis diretos pelo incêndio: o Rio Anil Shopping, o Cinesystem e a empresa que controla o estacionamento do centro de compras.

Mas há outras estranhas ações de autoridades – algumas das quais nem deveriam estar diretamente envolvidas no processo – que sugerem a existência de uma rede de proteção em torno, sobretudo, do Rio Anil Shopping.

O blog Marco Aurélio d’Eça teve acesso a conversas gravadas, troca de mensagens e bate-bocas telefônicos que chamam atenção pelo nível de envolvimento desses personagens fora de contexto.

Um deles é o procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia, que tem feito ligações quase diárias a oficiais dos Bombeiros, delegados, investigadores e peritos criminais, buscando tutelar as investigações. 

O outro é o procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau, que igualmente pressiona membros do Ministério Público e tem, desde o acidente, uma estranha agenda pessoal de trabalho com os advogados do Rio Anil Shopping.

Um exemplo público dessas atitudes ocorreu na última quarta-feira.

Enquanto a Promotora do Consumidor Litia Cavalcanti, o comando do Corpo de Bombeiros, e os peritos criminais do estado se embrenhavam em meio a escombros e restos de produtos tóxicos para explicar o grau de responsabilidade de cada uma das empresas no crime, Nicolau estava ao lado do auxiliar Fernando Barreto, em reunião com esses advogados do Rio Anil Shopping.

A participação do próprio Fernando Barreto no caso é fora de contexto.

O promotor do Meio Ambiente insiste em tornar pauta em meio às investigações, uma ação de obrigação de fazer de sua autoria, que exige da Prefeitura de São Luís o cumprimento da Lei Boate Kiss ( lei n° 13.425/2017 ).

A prefeitura foi condenada ao cumprimento desta lei em 2020 – ainda na gestão de Edivaldo Júnior, que recorreu – mas só agora, um dia depois do incêndio no Rio Anil Shopping, o promotor do meio Ambiente resolveu reviver a ação, pedindo – de novo – o seu cumprimento.

Tendo ou não se omitido de suas responsabilidades, a prefeitura não é parte direta no caso do Rio Anil Shopping, como parecer querer o promotor do Meio Ambiente.

Nesta “cortina de fumaça” – para ficar num termo próprio ao seu setor de investigação – Barreto parece ter a companhia da própria Vara de Interesses Difusos e Coletivos, que agiu “depois do caldo derramado”, outro termo próprio para a Promotoria Ambiental, dando 60 dias para que o município aja.

Em meio a todas estas movimentações atípicas de autoridades do Executivo, do Judiciário e do Ministério Público, uma questão passa despercebida: O Rio Anil Shopping, que já pertenceu à família Marcos Regadas, hoje pertence ao ex-senador Clovis Fecury, da família dona também da Universidade Ceuma.

Os Fecury são uma das famílias da “realeza política” maranhense.

Entre as 23 vítimas do incêndio no Rio Anil Shopping não há realeza política.

Mas há famílias, duas delas enlutadas…

0

Roseana interfere e coronel Schinneyder permanece em Timon, revela blog…

Oficial da Polícia Militar que tem potencial para ser o próximo prefeito de Timon iria ser transferido para Balsas – de uma hora para outra – mas a deputada federal conversou com o governador Carlos Brandão – que está em Paris e nem sabia da operação – e a transferência foi cancelada, segundo contou em sua pagina pessoal o jornalista John Cutrim

 

Schinneyder teve a cabeça a prêmio no governo, mas teve o apoio de Roseana com Carlos Brandão, que ambos apoiaram em 2022

Uma articulação política entre a deputada federal Roseana Sarney (MDB) e o governador Carlos Brandão (MDB) impediu, nesta quinta-feira, 16, uma movimentação na Polícia Militar com claros sinais de perseguição política.

Na terça-feira, 14, blogs anunciaram que o coronel Schinneyder, lotado em Timon, onde tem família e milita politicamente, iria ser transferido, sem maiores explicações, para a cidade de Balsas; o próprio coronel publicou a informação em seu perfil no instagram.

Oficial da PMMA, Schinneyder transformou-se em liderança política em Timon, onde disputou as eleições municipais de 2020 e é cotado como próximo prefeito do município.

Por isso a transferência teve ares de perseguição.

Neta quinta-feira, 16, veio a reviravolta, revelada pelo blog do jornalista John Cutrim.

Segundo Cutrim, a deputada federal e ex-governadora Roseana Sarney (MDB) conversou diretamente com o governador Carlos Brandão e pediu que a transferência não fosse efetivada; Surpreso, Brandão, que nem sabia dessa movimentação, determinou imediatamente o cancelamento.

Num momento em que Brandão busca o diálogo e não a cisão, ficou no ar apenas a sensação de que ainda há agentes políticos que pensam em perseguir e oprimir adversários.

Com que objetivo?!?