4

Josimar reforça time de Weverton com mais de 50 prefeitos

Apoio do deputado federal garantirá também um batalhão de quase 700 vereadores, ex-prefeitos, deputados federais e estaduais à campanha do senador do PDT, além do PL, Avante e Patriotas

 

Apoio de Josimar vai garantir a Weverton a ampliação da sua base de prefeitos, deputados e vereadores em todos os 217 municípios do Maranhão

O apoio do deputado federal Josimar Maranhãozinho ao senador Weverton Rocha (PDT), o que será anunciado nos próximos dias, deve praticamente selar a ida do pedetista ao segundo turno

Josimar leva para a base de Weverton três partidos – o PL, o Avante e o Patriotas – mais de 50 prefeitos, 700 vereadores, deputados federais e estaduais, que se juntam ao time de Weverton.

Líder nas pesquisas de intenção de votos, Weverton garante, com a aliança, uma capilaridade ainda maior de sua candidatura, alcançando todos os 217 municípios maranhenses; em troca do apoio, o grupo do pedetista garantirá base eleitoral para Josimar e seu grupo de deputados estaduais e federias.

Ainda que haja as naturais defecções de um outro outro aliado do deputado descontente com o acordo, a expectativa é que Josimar entregue ao menos 90% de sua base a Weverton.

O anúncio é também um duro golpe na campanha do governador-tampão Carlos Brandão (PSB), que chegou a oferecer, literalmente, mundos e fundos pelo apoio de Josimar Maranhãozinho.

Pesou a favor do senador sua melhor articulação nacional e sua maior perspectiva de vitória…   

1

Josimar Maranhãozinho em conversas francas com Weverton Rocha

Deputado federal de PL encerrou negociações com o governador-tampão Carlos Brandão e pode anunciar apoio ao senador do PDT nas próximas semanas, levando consigo cerca de 50 prefeitos, 700 vereadores e bancadas próprias de deputados federais e estaduais

 

Weverton pode ampliar sua base de apoio nos municípios coma aliança com Josimar Maranhãozinho

O deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) encerrou definitivamente as tratativas com o  governador-tampão Carlos Brnadão (PSB).

Antipático ao ex-governador Flávio Dino (PSB), Maranhãozinho viu na tutela dele sobre Brandão como um empecilho para a aliança; o parlamentar abriu conversas francas com o senador Weverton Rocha (PDT).

Ao blog Marco Aurélio D’Eça o vereador Aldir Júnior (PL), sobrinho do deputado, já dava como certo, há semanas, o apoio do tio ao senador pedetista.

A aliança com Josimar Maranhãozinho garantirá a Weverton Rocha o acréscimo em sua base de apoio em mais de 50 prefeitos, 700 vereadores, ex-prefeitos, vice-prefeitos e lidranças políticas em todo Maranhão, além de uma bancada própria de deputados federais e estaduais.

Para o Senado, Josimar vai apoiar Roberto Rocha (PTB), que já tem apoio de todos os pré-candidatos a governador da oposição e de 11 partidos…

4

Josimar e Roberto Rocha em compasso de espera…

Pré-candidatos a governador têm intensificado conversas de bastidores em busca de reposicionamento nas eleições de outubro; e podem definir seus rumos eleitorais ainda no mês de maio

 

Nomes de repercussão na corrida eleitoral maranhense, Roberto Rocha e Josimar Maranhãozinho passaram a discutir mais intensamente com outras forças seus rumos eleitorais no estado

Dois dos principais nomes da direita bolsonarista na disputa pelo governo do Maranhão, o deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) e o senador  Roberto Rocha (PTB) têm passado os últimos dias em intensas conversas de bastidores.

Essas conversas – algumas, inclusive, com outros pré-candidatos a governador – tendem a redefinir os rumos eleitorais dos dois pré-candidatos; e do próprio primeiro turno, inclusive.

Deputado federal controlador de três partidos, com bancada própria de deputados federais e estaduais, Josimar tem apoio de cerca de 50 prefeitos, dos quais aos menos 80% seguem regiamente seus posicionamentos.

É, portanto, um dos maiores cacifes políticos maranhenses.

Nas últimas semanas, apesar de figurar na propaganda partidária do PL, ele intensificou as conversas de bastidores que podem influenciar diretamente nas eleições de outubro.

Roberto Rocha, por sua vez, assumiu o comando do PTB, partido com importante participação no Fundo Eleitoral e na propaganda eleitoral; mas ainda não decidiu se concorre ao governo ou ao Senado.

A segunda opção ganhou mais forças nos últimos dias, quando o senador passou a receber orientações de Brasília segundo as quais o importante é impedir – ou pelo menos tentar impedir – a vitória do ex-governador Flávio Dino (PSB) para o Senado.

Como candidato a senador em uma chapa competitiva, Rocha passaria a fazer poderoso contraponto a Dino, que, mesmo sendo candidato praticamente único a senador, não consegue ter apoio da maioria absoluta do eleitorado.

As conversas de Rocha e de Josimar devem se intensificar até o final de abril; e desembocar para uma decisão importante a partir de meados de maio.

É aguardar e conferir… 

7

Pesquisas frustram Palácio dos Leões e consolidam Weverton como principal candidato a governador

Números divulgados no fim de semana reforçam que o senador – vítima de implacável ataque adversário contra sua candidatura – mantém-se na briga pela liderança da corrida eleitoral, polarizando a disputa contra o vice-governador Carlos Brandão e fortalecendo a percepção de vitória entre aliados no interior

 

Weverton mantém forte apoio popular e de lideranças em todo o Maranhão, o que o mantém à frente nas pesquisas de intenção de votos

Análise da notícia

O senador  Weverton Rocha (PDT) foi o candidato que mais sofreu ataques e perdas no período de abertura da janela partidária; o Palácio dos Leões – capitaneado diretamente pelo agora ex-governador Flávio Dino (PSB) – avançou sobre aliados, tomou partidos, cooptou prefeitos e deputados, e ocupou toda a mídia com notícias negativas contra o pedetista.

Mesmo assim, os números de Escutec e DataM confirmaram que Weverton mantém-se consolidado na disputa pela liderança da corrida eleitoral.

As duas pesquisas divulgadas no fim de semana pelas duas principais emissoras de TV confirmaram a força do senador mesmo após os ataques palacianos contra sua base; e frustraram Flávio Dino e Carlos Brandão.

A condição de empate técnico na liderança das duas pesquisas dá a Weverton fôlego novo e consolida o candidato pedetista como principal nome da disputa e o adversário a ser batido pelo Palácio dos Leões.

Algumas características históricas garantem a consolidação de Weverton.

Weverton tem vínculo direto com o povo mais simples, setor inalcançável pelo governador Carlos Brandão, de origem mais tradicional e coronelista

Ligado às lutas da esquerda desde o movimento estudantil, o senador do PDT tem relação direta com movimentos sociais, sindicatos de trabalhadores e com entidades representativas das lutas no campo, quilombolas, negros e indígenas.

Estes segmentos são inalcançáveis por Brandão, de história coronelista.

Apesar da cooptação desenfreada do Palácio dos Leões, Weverton manteve o apoio dos segmentos mais tradicionais do PT, da CUT, da Fetaema e Sindsep, grupos ligados diretamente à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Essa relação histórica garante o vínculo direto com a população, o povo mais real do dia dia, outro setor de difícil para o atual governador.

Além disso, a importante posição do senador – mesmo diante do bombardeio comandado por Flávio Dino – deu aos prefeitos e lideranças do interior a certeza de que ele tem, sim, condições de vencer a eleição para o governo.

A percepção de vitória de um candidato é tão, ou mais importante, que os seus índices eleitorais.

Os próximos meses, já com Flávio Dino afastado do governo, e com Brandão comandando uma gestão pesada e envelhecida,  serão importantes na trajetória do senador, que espera, inclusive, ver alguns aliados atraídos pelos encantos do governo fazerem o caminho de volta.

Mas esta é uma outra história…

2

Arthur Lira orienta PP por apoio a Weverton…

Presidente da Câmara Federal e vice-presidente nacional do partido vai se reunir com prefeitos, nesta quinta-feira, 24, na sede da Famem, para reafirmar compromisso com projetos municipais e a aliança com o senador pedetista

 

Arthur Lira entre Othelino Neto, Juscelino Filho e Weverton Rocha; compromisso firmado com prefeitos maranhenses

O vice-presidente nacional do PP e presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira, fará uma espécie de contraponto, nesta quinta-feira, 24, à declaração do presidente regional da legenda, André Fufuca, pelo apoio ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Lira defende a candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) e vai reunir prefeitos de todo o Maranhão, na sede da Federação dos Municípios, para reafirmar compromisso com os projetos municipais em pauta na Câmara Federal.

Weverton tem sido um dos principais articuladores de recursos no Congresso Nacional para prefeitos maranhenses.

A visita de Arthur Lira foi articulada pelo vice-presidente regional do PP, prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, que rompeu com Fufuca, mantendo o apoio a Weverton.

De acordo com o presidente da Famem, prefeito Erlânio Xavier (PDT), são esperados prefeitos de todas as legendas no encontro com o presidente da Câmara Federal.

O ato político deve marcar a quinta-feira no Maranhão…

0

Josimar vê apenas três forças na disputa pelo governo

Deputado federal se entende como único capaz de encarnar a terceira via diante do confronto já estabelecido entre o senador Weverton Rocha e o vice-governador Carlos Brandão

 

Josimar controla forte grupo político no maranhão, com prefeitos, ex-prefeitos, deputados federais, estaduais e vereadores em todo o Maranhão

O deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) avaliou o atual momento político maranhense, nesta segunda-feira, 24, em entrevista ao programa “Tá na Pauta”, da rádio Nova FM.

Para ele, só existem três forças, de fato, na disputa: um confronto aberto entre o senador Weverton Rocha (PDT) e o vice-governador Carlos brandão (PSDB), além de sua própria candidatura, que ele vê como terceira via.

– Vejo o Maranhão dividido em três grupos: um é o grupo do Palácio dos Leões, que agora dia 30 anuncia o seu candidato [o vice-governador Carlos Brandão]. O outro é o grupo do senador Weverton Rocha, que tem parte no Palácio e parte que não está e que deve se decidir após a decisão do governador. E o terceiro é o grupo que foi construído com trabalho; não foi construído com oportunismo, nem com o Palácio dos Leões, foi com trabalho – frisou Josimar, referindo-se a ele próprio. 

Josimar é a segunda liderança a apontar três forças eleitorais no estado; antes dele, o ex-senador  Edinho Lobão (MDB) também ressaltou os grupos de Brandão, Weverton e do próprio Josimar.

Josimar durante a entrevista ao programa “Tá na Pauta”

Para fazer frente aos grupos de Weverton Rocha e de Flávio Dino, Josimar diz ter uma força eleitoral espalhada por todo o Maranhão.

– A gente construiu uma eleição em 2010, com a vitória de 11 prefeitos; depois, 16 prefeitos e agora elegemos 41 prefeitos e estamos com 56 prefeitos, que realmente dão sustentação. E estamos com mais de 60 ex-prefeitos neste projeto – frisou o deputado federal do PL.

Controlador também dos partidos  Patriotas e Avantes, de uma bancada própriad e deputados federais e estaduais, Josimar frisa que sua motivação é forte para enfrentar as eleições, cuidando diariamente de suas lideranças.

– O momento agora não é de aglomeração, mas de arregimentar lideranças e convidar pessoas ao projeto – concluiu o parlamentar.

Assim como Edinho Lobão, o deputado ignorou a presença do ex-prefeito Edivaldo Júnior como candidato a governador…

2

Josimar confirma assédio do governo, mas diz que não atende emissários do Palácio

Em uma série de entrevistas a setores da mídia, deputado federal confirmou as informações deste blog – que revelaram as tentativas do governador Flávio Dino de cooptá-lo para apoio ao vice Carlos Brandão – e reafirmou seu projeto de disputar o Governo do Estado em 2022

 

Com o controle de três partidos e mais de 50 prefeitos, Josimar vem sendo assediado pelos aliados de Brandão

Repercutiu fortemente em todos os setores da mídia o post do blog Marco Aurélio D’Eça intitulado “Flávio Dino tenta cooptar Josimar com espaços do PDT no governo”, que revelou, com exclusividade, as tentativas do Palácio dos Leões de cooptá-lo para apoio ao vice-governador  Carlos Brandão (PSDB).

Ao blog “Veja Agora”, Josimar revelou que “as pessoas que o procuraram, ele não vem atendendo”.

Segundo interlocutores do governador Flavio Dino (PSB) – e do próprio Josimar – ouvidos pelo blog Marco Aurélio D’Eça, foram oferecidos ao deputado, em troca do apoio a Brandão, cargos hoje ocupados pelo PDT, do senador Weverton Rocha.

– No momento, não é a nossa vontade e muito menos o foco em buscar cargos no governo. Não temos interesse nenhum, não temos tratativa e não é de nosso interesse de forma nenhuma – descartou Maranhãozinho, em entrevista ao blog do John Cutrim. (Leia aqui)

A tentativa do Palácio dos Leões de alavancar a candidatura de Brandão é a última cartada do governo Flávio Dino para garantir um mínimo de unidade em torno do seu vice.

Além da recusa de Josimar – que controla três partidos e tem apoio de mais de 50 prefeitos – e do crescimento da candidatura de Weverton, Flávio Dino ainda enfrenta os obstáculos da carta-compromisso que ele mesmo criou para ter unidade em sua base.

Brandão não atende a nenhum dos critérios estabelecidos para ser o candidato: ele não tem apoios partidários, patina nas pesquisas de intenção de votos e não consegue agregar as principais lideranças governistas.

Flávio Dino estaria disposto a rasgar esses critérios para impor o seu nome?

Esta resposta deve ser dada até o mês de novembro…

1

Erlânio Xavier tem forte base política entre prefeitos…

Presidente da Federação dos Municípios lidera gestores municipais em ações no Maranhão e em Brasília; e ganha força como opção de candidatura ao Senado Federal entre os aliados da base do governo Flávio Dino

 

Presidente da Famem e coordenador da campanha de Weverton ao governo, Erlânio lidera prefeitos, vice-prefeitos e ex-prefeitos no projeto “Maranhão Mais Feliz”

Presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), o prefeito de Igarapé Grande, Erlânio Xavier (PDT), é o mais carismático líder municipalista que já passou pela entidade.

Sua base de apoio reúne não apenas prefeitos, mas também vice-prefeitos e ex-prefeitos, sempre prontos a segui-lo em suas caravanas pelo interior do Maranhão e em Brasília.

Desde que teve seu nome apresentado pelo deputado estadual César Pires (PV) como eventual candidato ao Senado, Erlânio tem recebido manifestações de apoio em todo o Maranhão.

Coordenador da pré-campanha do senador Weverton Rocha, o presidente da Famem é um dos principais responsáveis pela atração de prefeitos ao projeto “Maranhão Mais Feliz”, que apresenta a candidatura do pedetista ao governo.

Erlânio ainda não se posicionou sobre as manifestações que o põem como opção de candidato a senador.

Mas demonstra liderança e preparo para estar em qualquer chapa majoritária em 2022.

3

Informação de César Pires agita bastidores da política

Sugestão do nome do presidente da Famem, Erlânio Xavier, para a disputa pelo Senado, ganha corpo entre prefeitos e tira da zona de conforto o governador Flávio Dino, único nome apresentado até agora para o posto

 

Líder municipalista, Erlânio Xavier junta credibilidade entre os prefeitos como opção para senador, lançado pelo deputado oposicionista César Pires

Em entrevista no programa Abrindo o Verbo, da rádio Mirante AM, o deputado César Pires (PV) deu aos radialistas Geraldo Castro e Rodrigo Bonfim uma informação que mexeu com a classe política maranhense neste final de semana: a possibilidade real de o atual presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Erlânio Xavier (PDT), ser lançado como o candidato dos prefeitos para o Senado, nas eleições de 2022.

César Pires deu publicidade a um sentimento que vem ganhando corpo entre os prefeitos maranhenses, tanto os que foram reeleitos quanto os que estão no primeiro ano de administração.

Todos já conhecem o tratamento dado pelo atual governo estadual ao municipalismo, e buscam amparo na Famem, exatamente pela credibilidade construída por Erlânio Xavier com a classe que representa.

O fato é que a possibilidade de uma segunda via para o Senado – em um cenário que até agora só tinha a anunciada candidatura do governador Flávio Dino (PSB) – movimentou os bastidores da política maranhense, e pode alterar drasticamente o jogo eleitoral para 2022 no Maranhão.

Quem achava que simplesmente seria ungido para o cargo, pode provar do próprio veneno e ter que enfrentar a força municipal na disputa pela vaga no Senado.

A informação dada por César Pires, parlamentar de credibilidade junto à classe política, até agora não foi negada por Erlânio Xavier.

E ao que tudo indica, tende a aumentar o número de prefeitos favoráveis à consolidação desse projeto.

3

Weverton reúne exatos 61 prefeitos em pré-campanha em Imperatriz

Senador fez questão de publicar na própria página pessoal a relação completa dos presentes ao evento, sem incluir os representantes de outras dezenas de prefeitos. “É preto no branco, com transparência”, disse ele

 

Na imagem estão prefeitos, mas também deputados federais, estaduais, a senadora Eliziane, vereadores e ex-prefeitos e lideranças que foram a Imperatriz

O senador Weverton Rocha (PDT), agora oficialmente pré-candidato a governador publicou nesta segunda-feira, 16, em seu site pessoal, a relação nominal de 61 prefeitos que participaram do lançamento de sua campanha, em Imperatriz, no último sábado, 14.

 – Foi uma grande adesão política – disse o senador, no título do post.

É a primeira vez que um candidato a governador publica nome por nome dos que o apoiam.

Ao blog Marco Aurélio D’Eça, Weverton disse que a divulgação da lista é uma forma de transparência com a qual pretende conduzir sua campanha.

– Não há maquiagem. Foram 61 prefeitos, fora os representantes de outros que não puderam comparecer. É preto no branco, com transparência – disse.

Participaram do evento em Imperatriz os seguintes prefeitos: Alto Alegre do Pindaré, Fufuca; Altamira do Maranhão, Ileldo do Queijo; Alto Parnaíba, Itamar; Amarante do Maranhão, Vanderli; Araioses, Luciana Trinta; Arari, Rui; Bacuri, Dr.Washington; Balsas, Dr.Erik; Barrerinhas, Dr.Amilcar; Bernardo do Mearim, Júnior Xavier; Bom Jesus das Selvas, Fernando; Brejo, Zé Farias; Buritirana, Toni Brandão; Cantanhede, Cabão; Coelho Neto, Bruno Silva; Duque Bacelar, Flavio Furtado; Fernando Falcão, Raimunda do Josemar; Fortuna, Sebastião; Gonçalves Dias, Toinho Patioba; Governador Archer, Leide; Governador Edson Lobão, Geraldo; Graça Aranha. Bira; Guimarães, Osvaldo; Humberto de Campos, Luis Fernando; Igarapé Grande, Erlânio Xavier; Imperatriz, Assis Ramos; Itaipava do Grajaú, Júnior do Posto; Jenipapo das Vieiras, Arnobio do Carro Velho; João Lisboa, Vilson; Lago do Junco, Edna Fontes; Lima Campos, Dirce do Jaison; Mata Roma, Besaliel; Matões do Norte, Solimar; Milagres do Maranhão, Zé Augusto; Mirinzal, Amaury; Montes Altos, Domingos França; Paulino Neves, Raimundo Lidio; Paulo Ramos, Adailson; Pedro do Rosário, Toca Serra; Penalva, Ronildo; Peritoró, Dr. Junior; Pinheiro, Luciano Genésio; Porção de Pedras, Francisco Pinheiro; Presidente Vargas, Fabiana; Primeira Cruz, Nilson Cassol; Ribamar Fiquene, Cocifran; Santa Filomena do MA, Salomão; Santo Antônio dos Lopes, Bigu; São Bernardo, João Igor; São Domingos do Maranhão, Tratrorzão; São João do Paraíso, Beto Regis; São João dos Patos, Dr. Alexandre; São Luís Gonzaga, Dr. Junior; Sitio Novo, Antônio Coelho; Sucupira do Riachão, Walter; Timon, Dinair Veloso; Trizidela do Vale, Deibson Balé; Tuntum, Fernando Pessoa; Turulândia, Paulo Curio; Vargem Grande, Carlinhos Barros; e Vitorino Freire, Luana Resende.

A prefeita de Cajari, Maria Felix, foi representada pelo filho, o presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, Osmar Filho; a prefeita de Pedreiras Vanessa Maia, foi representada pelo ex-prefeito Fred Maia; o prefeito de Magalhães de Almeida Nonato Carvalho, representado pelo irmão Neto Carvalho; e a prefeita de Água Doce do Maranhão, Thalita Dias, que foi representada pelo pai Eliomar Dias.

Weverton volta a reunir aliados em um evento em São Bernardo, no Baixo Parnaíba, no próximo sábado, 21.

– À medida que for aumentando o número de prefeitos presentes, a nossa lista vai crescendo, de forma transparente e aberta – concluiu o senador.

Além dos prefeitos, participaram do encontro em Imperatriz a senadora Eliziane Gama, deputados federais, estaduais, vereadores, ex-prefeitos e ex-candidatos a prefeitos de todo o Maranhão.