2

Mais do que tentar proibir, Ministério Público precisa investigar gastos com shows no interior…

Artistas nacionais são contratados com valores que chegam a R$ 700 mil em cidades sem estrutura financeira para bancar os eventos; é preciso abrir uma linha de investigação sobre as negociações por trás destes espetáculos

 

Xand Avião Wesley Safadão tiveram shows milionários questionados judicialmente pelo Ministério Público no interior maranhense

Em menos de uma semana, o Ministério Público pediu à Justiça a suspensão de pelo menos dois shows de peso no Maranhão.

Em Vitória do Mearim, a prefeitura iria contratar, por R$ 500 mil, o forrozeiro Wesley Safadão, mas a Justiça suspendeu o evento; já em Bacabal, a festa de aniversário da cidade está marcada para este fim de semana, com Xand Avião, ao custo de R$ 750 mil.

Mas, além de proibir os eventos, o Ministério Público deveria ir mais a fundo e investigar como se dá a relação entre as prefeituras e os produtores de shows no interior maranhense.

Shows, Festas, espetáculos teatrais, feiras e diversos outros tipos de eventos são vendidos a peso de ouro a prefeituras, muitas vezes com a chamada “tabela cheia”, ou seja, preço quase três vezes mais alto que o usual.

Trata-se de um “investimento” a fundo perdido, já que que os shows são de graça e não têm qualquer retorno financeiro ao município.

Mas se o MP puxar a corda, achará o fio da meada deste esquema…

1

Detentas vão produzir figurino para musical em homenagem a Alcione

Produção do espetáculo, que tem à frente o ator e produtor Jô Santana e o autor, ator, diretor, escritor e roteirista Miguel Falabella, visitou o Complexo de Pedrinhas para conhecer o trabalho das internas na Cooperativa Cuxá

 

Miguel Falabella observa o trabalho das detentas que compõem a Cooperativa Cuxá, no Complexo de Pedrinhas

Será todo produzido pelas internas do Complexo de Pedrinhas o figurino que será usado no espetáculo “Marrom – o Musical”, em homenagem à cantora maranhense Alcione Nazaré.

Projeto que faz parte da “Trilogia “do Samba” – com cartola, dona Ivone Lara e Alcione – o espetáculo foi idealizado e produzido pelo ator e produtor Jô Santana, com texto e direção de Miguel Falabella.

O musical conta a história da artista maranhense mais consagrada no âmbito nacional.

– Nesta semana, eu e Miguel Falabella tivemos contato com o belíssimo trabalho da Cooperativa Cuxá, formada por mulheres detentas e egressas do sistema prisional de São Luís. Conhecemos a história dessas mulheres e foi possível ver como esse projeto traz uma nova perspectiva de mudança em suas vidas. Diante disso, fechamos uma parceria para a produção dos adereços cênicos para figurinos de “Marrom – o Musical – contou o ator Jô Santana, produz o espetáculo.

Jô Santos fala sobre o musical “Marrom”,m observado por Falabella, e mostra a importância da presença do figurino da Cuxá no espetáculo

Jô Santana e Miguel Falabella estiveram no início da semana em São Luís em promoção do musical e busca de patrocínios e parceiros.

O projeto visa contar a história de Alcione e levar para os palcos cenários que marcaram a infância, a juventude e a vida adulta da cantora, no maranhão e no Rio de Janeiro, onde é radicada.

Os atores e produtores em pose com os membros as participantes da cooperativa e funcionários do Complexo de Pedrinhas

– Das mãos das meninas da Cuxá sairão belezas que ganharão os palcos, para contar a história de Alcione, que é a madrinha da Cooperativa e será homenageada no espetáculo! – contou Santana.

O espetáculo “Marron-O Musical” deve estrear ainda em 2021…

0

Com pressão da polícia e do MP, bares vivem clima de tensão…

Donos de estabelecimentos temem por prisão diante da inviabilidade de controle de aglomerações e podem fechar as portas temporariamente, acabando por inviabilizar também atividades artísticas, musicais e culturais

 

O cerco aos bares tem se intensificado em bares e restaurantes de São Luís por conta da coVID-19

O cerco que se fechou contra bares e restaurantes durante o fim de semana em São Luís pode levar a um fechamento em massa de portas de eventos.

A exigência do Ministério Público para que se evite aglomerações e a ameaça de prisão da polícia – como já ocorreu neste fim de semana – têm deixado os empresários em clima de constante pressão.

E a saída mais estudada é mesmo o fechamento das portas, com cortes de pessoal e suspensão de contratações artísticas, o que pode gerar uma reação em cadeia no setor que mais sofre com a pandemia de coronavírus.

Mesmo com o início da vacinação, os números da CoVID-19 aumentaram drasticamente no Maranhão, o que leva o Ministério Público à pressão por medidas mais restritivas.

O resultado é a ameaça constante para bares e restaurantes.

O que torna inviável a manutenção da atividade…

0

Em novo formato, curso de cinema da Palco tem Tássia Dur à frente

Módulo que começa em 5 de fevereiro, será ministrado pela atriz, roteirista e diretora maranhense com  trabalhos premiados no Brasil e em outros países

 

O curso de cinema de Palco Centro de Arte, que já revelou diversos artistas e apresentou produções premiadas no Maranhão e no Brasil, inicia suas aulas no dia 5 de fevereiro, agora em novo formato, dividido em módulos.

E terá à frente deste primeiro módulo a atriz, roteirista e diretora maranhense Tássia Dur.

Premiada no Brasil e no exterior, Tássia Dur foi laureada como Melhor Diretora pelo South Film and Arts Academy no Chile em 2020. Também ganhou o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cinema Maranhão na Tela, 2019.

Atuou na série “Feras” no MTV, em 2019, no longa-metragem “De repente Drag” e “Anna”, com direção de Heitor Dhália.

Foi atriz das séries “Rio Topless ” e “O Dia Em Que Nos Tornamos Terroristas.” E participou de diversos Curtas-Metragens e vídeo-clipes como Atriz, Diretora e Roteirista.

O curso da Palco será encerrado com uma produção dos próprios alunos, professores e diretores da casa.

Matrículas abertas pelo contato (98) 99144 – 8541…

0

Bandas com até quatro integrantes devem ser liberadas em São Luís

Casa Civil do Governo do Estado deve anunciar nesta sexta-feira, 4, o Decreto com regras para realização de shows em bares, restaurantes e casas noturnas ampliando o número de artistas no palco

 

Por enquanto, as apresentações estão restritas a dois músicos em palco, mas a realidade para os artistas deve mudar a partir deste fim de semana

O secretário-chefe da Casa Civil do governo Flávio Dino (PCdoB), Marcelo Tavares, deve anunciar nesta sexta-feira, 4, novo Decreto regulamentando as apresentações de música ao vivo em bares, restaurantes e casas noturnas de São Luís.

A partir do novo documento – que deve entrar em vigor já neste fim de semana – as bandas e grupos musicais podem ter até quatro componentes.

Atualmente, apenas dois músicos podem se apresentar juntos nestes estabelecimentos.

A nova medida visa atender um pedido da classe artística, que diz não aguentar mais tanto tempo sem trabalhar.

O horário de funcionamento de bares e restaurantes deve continuar o mesmo, com licença somente até a 0h00.

O anúncio das novas medidas deve ser feito pelo próprio governador Flávio Dino, em seus já tradicionais pronunciamentos de sexta-feira.

0

Comunitários recebem doação da live de Mara Pavanelly…

Após polêmica com a lotação no espaço onde foi realizado o evento, ação mostra resultados práticos e entrega toneladas de alimentos distribuídos às famílias carentes do bairro da Alemanha

 

Os produtores da live de Mara Pavanelly participaram da entrega de alimentos a moradores do bairro da Alemanha

Os produtores da live de Mara Pavanelly, realizada quinta-feira, 30, entregaram nesta segunda-eira, 3, a moradores d bairro da Alemanha, cestas básicas de alimentos e máscaras de proteção individual.

Os produtos oram arrecadados durante a live da cantora, realizada em uma das áreas do Valparaíso Acqua Park.

O evento gerou muita polêmica em São Luís devido à superlotação do local, que acabou transformando a live em show presencial; diante disto, autoridades do estado anunciaram que iriam multar os produtores e o local do evento.

O Ministério Público também pretende investigar a live.

Diante da polêmica, a produtora Assessoria Avançada e a KM Produções divulgaram a entrega dos alimentos, resultantes da realização do evento.

A escolha da comunidade foi da própria cantora…

1

Governo impõe medidas e fecha bares da Lagoa e da Península…

Após constatar aglomerações, shows ao vivo e outras irregularidades reveladas pelo blog Marco Aurélio D’Eça, fiscais do Procon e da Vigilância Sanitária interditou algumas casas, notificou outras e decidiu retornar no próximo fim de semana

 

Tida como área de luxo, a Península da Ponta D’Areia recebe bares requintados, que desrespeitam as regras para funcionamento

Fiscais da Vigilância Sanitária e do Procon decidiram interditar o Tapera Bar Temático, na região da Lagoa da Jansen, por descumprimento das regras impostas para funcionamento da Casa.

O governo também notificou os restaurantes BurgerNight, Ada Coley, Itália in Távola e Bistrô Quintalão, na Península da Ponta D’Areia.

O blog Marco Aurélio D’Eça vem mostrando, desde a semana passada, que restaurantes e bares da região considerada mais nobre de São Luís vêm desrespeitando sistematicamente as regras de reabertura deste setor da economia.

Na sexta-feira,17, revelou que bares da Península estavam realizando shows ao vivo, no post “Bares da Península desrespeitam Leis, promovem shows e aglomerações…”

Fiscais do Procom-MA e da Vigilância Sanitária estiveram também em bares e restaurantes da Lagoa da Jansen no fim de semana

Já na segunda-feira, 20, este blog publicou relatório da circulação que fez nas noites de sexta e sábado, e na tarde de domingo, tanto na Lagoa da Jansen e da Península quanto na avenida Litorânea.

A Vigilância Sanitária e o Procon já anunciaram que voltarão aos locais no próximo final de semana…

4

Governo pode liberar apenas “voz e violão” em bares

Proposta da Secretaria de Indústria e Comércio já esta sob avaliação das pastas de Saúde e da Casa Civil do Governo do Estado e faz parte da liberação gradual das atividades noturnas em São Luís

 

O estilo Voz e violão está em estudo do governo para liberação em bares e restaurantes

A proposta da Secretaria de Indústria e Comércio para liberação de musica ao vivo em bares e restaurantes contempla apenas o estilo “voz e violão”.

No entendimento do secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, esta modalidade de música ao vivo garante maior atrativo aos estabelecimentos sem risco de maiores aglomerações, como ocorre com bandas completas.

– A proposta ainda tem que passar pela Casa Civil e pela Saúde – explicou Simplício.

Os bares e restaurantes voltaram a funcionar desde o dia 27 de junho, mas sem música ao vivo; estabelecimentos que tentaram burlar as regras chegaram a ser multados pelo governo.

A ideia de liberar a música ao vivo de forma gradual visa exatamente conter o avanço da coVID-19.

Ainda não há previsão de quando o estilo voz e violão poderá ser utilizado…

0

Mano Borges e PP Júnior comandam live em prol de artistas…

Evento “Você é tudo e Muito Mais” será transmitido pelos canais dos artistas no Instagram e no Youtube a partir de um palco virtual montado na casa de PP; arrecadação será doada a artistas que enfrentam dificuldades por causa da pandemia

 

PP Júnior e Mano Borges vão levar o melhor do pop-rock, MPM, MPB, Axé e Sertanejo em homenagem aos artistas maranhenses

Os cantores PP Júnior e Mano Borges decidiram liderar uma causa nobre em prol da classe artística maranhense, que enfrenta serias dificuldades financeiras por causa da pandemia de coronavírus.

Eles vão protagonizar nesta quinta-feira, 9, a live solidária “Você é Tudo e Muito Mais!”, a partir de um palco montado na casa de PP e transmitida nos canais YouTube/PP Júnior e Instagram @ppjunioroficial, a partir das 20h.

Para conectar todos numa atmosfera alto astral e singular, o evento irá unir a música popular brasileira, com a maranhense e, claro, pop rock, axé music e sertanejo, que, entre um bate-papo e outro, pretende se esticar por muitas horas, quando simultaneamente serão arrecadados recursos, alimentos e cestas básicas para músicos, roades e técnicos, que atuam no palco e nos bastidores da arte musical em São Luís.

 

Lembrando que na trajetória da carreira dos dois cantores, sempre houve muita interação e parceria. Pepê Júnior produziu vários CDs e DVDs de Mano Borges e, agora, juntos vão mostrar na live toda essa história que, com certeza, muito vai emocionar e orgulhar os seus seguidores inscritos nos canal.

Para contribuir, basta acessar o QR Code no momento da transmissão ou depositar numa conta aberta no Banco do Brasil: agência 5605-7, conta 21313-6, em nome de Ana Raísa Pereira Moura, CPF: 019366123-30.

1

Vereador contesta proibição de artistas em bares…

Raimundo Penha argumenta que, se o estabelecimento já está com a capacidade máxima definida no próprio decreto de abertura, a presença de música ao vivo não fará nenhuma diferença para efeito de aglomeração

 

Os bares reabriram, mas sem a presença de artistas nos palcos, que ficam vazios desde o último sábado, 27

O vereador Raimundo Penha (PDT) contestou nesta terça-feira, 30, a regra do Governo do Estado que proibiu a realização de música ao vivo nos bares e restaurantes de São Luís.

Estes estabelecimentos ganharam permissão para voltar a funcionar a partir do último sábado, 27, mas com a proibição de shows e a apresentações artísticas.

– Queria entender o sentido de não ter música ao vivo em bares. Se estes já tem uma capacidade definida, ao m,eu ver, a presença dos artistas não vai alterar em nada – ponderou o parlamentar de São Luís.

O vereador Raimundo Penha contestou em suas redes sociais a proibição dos shows aos vivo nos bares

Na avaliação de Penha, ao contrário de prejudicar, a presença de artistas é uma forma de ajudar no reforço às normas de prevenção e proteção nos próprios estabelecimentos.

O vereador anunciou que vai apresentar requerimento à Prefeitura de São Luís pedindo a liberação imediata dos shows ao vivo nos bares e restaurantes.