2

Feira Livre é sucesso também no Rio Anil Shopping

Evento da Prefeitura de São Luís, coordenada pelo secretário de Abastecimento Raimundo Chocolate, reúne autoridades e populares para venda e consumo de produtos da ilha

 

Chocolate com o deputado estadual Zé Inácio, Gerson Pinheiro e visitantes das feira

A tradicional Feira Livre da Prefeitura de São Luís ganhou, nesta gestão de Edivaldo Júnior (PDT), novos cenários para comercialização dos produtos da ilha.

E depois de movimentar o Shopping da Ilha passou a ser realizada também no Rio anil Shopping.

A movimentação foi intensa durante toda a tarde/noite de segunda-feira

– Nós estamos levando este novo conceito para os shoppings de São Luís; e a resposta da população tem sido positiva – comemorou o secretário de Abastecimento, Raimundo Chocolate.

Na edição desta segunda-feira, 17, a feira livre recebeu a presença do vice-prefeito Júlio Pinheiro (PCdoB), que representou o prefeito Edvaldo Holanda Júnior (PDT), o deputado estadual Zé Inácio (PT), os secretários Lula Fylho (Saúde), Maluda Fialho (Meio Ambiente), além dos secretários de estado Gerson Pinheiro (representando o governador Flávio Dino) e Kleber Gomes (Adjunto de Cidades).

Consumidores sentiram-se à vontade com as instalações da feira em pleno shopping

– A grande aceitação do público e a presença destas autoridades mostram que estamos no caminho certo – afirmou o secretário.

Outras edições da Feira Livre nos shoppings já estão sendo preparadas na Semapa…

17

Franere respira com venda de shopping; mas ainda há riscos de insolvência…

Apelidado de "favelão da Franere", Gran Park carece de infraestrutura básica

A venda de 50% do Rio Anil Shopping para o grupo BR Malls, por R$ 120 milhões, deu um alívio de caixa no grupo Franere. (Releia aqui)

 Mas não é o bastante para afastar, de vez, o risco de insolvência.

Muito pelos erros estratégicos na incorporação e construção de imóveis em São Luís – e muito pelo estilo de vida dos seus donos – a Franere vem amargando prejuízos e demandas judiciais que corroem seu patrimônio balanço após balanço.

A associação com a Gafisa, que também amarga fase de insolvência, levou a mais prejuízos, como o fracassado condomînio Gran Park, hoje um elefante branco desvalorizado em plena região do Calhau. (Leia aqui)

Com problemas de ordem técnica, ambiental e sanitária, o Gran Park é o condomínio de São Luís com o maior número de apartamentos à venda nos classificados de jornais.

Além dele, outros empreendimentos imobiliários do grupo Franere sofrem com problemas de ordem legal de toda sorte, o que atrasa início de obras – e consequentemente de entrega das unidades.

Nem mesmo o sucesso do Rio Anil Shopping a Franere foi capaz de gerir sozinha

A incapacidade de gestão levou à venda até mesmo do Rio Anil Shopping, empreendimento extremamente lucrativo, sucesso de público e de negociação de espaços, que, aparentemente, seria fácil de administrar.

Não foi para os Franere, que preferem a tranquilidade da proximidade com o poder.

Por isso, a esperança do grupo está toda em 2014…

 

0

Franere vende metade do Rio Anil Shopping…

Rio Anil: R$ 120 milhões a mais no bolso da Franere

A Franere vendeu, por 120 milhões,  50% do Shopping Rio Anil, hoje o mais movimentado de São Luís.

A compradora é a BR Malls, uma das maiores incomporadoras e adminsitradoras de shoppings do Brasil.

Deste total, 85,7 milhões de reais serão pagos à vista e 34,3 milhões de reais serão destinados a quitação de uma dívida do antigo empreendedor, informou a companhia.

A empresa informou que caso a transferência da titularidade desta dívida seja operada, optará por não liquidar a operação à vista, “dado as condições favoráveis apresentadas”, conforme o comunicado.

A BR Malls também adquiriu uma participação de 50 por cento na futura expansão deste mesmo empreendimento, que deverá ser inaugurada no quatro trimestre de 2013.

A companhia será a responsável pela comercialização do empreendimento e assinou contrato para que sua participação no investimento total da expansão não ultrapasse 30 milhões de reais.

Com informações do G1