5

Sem segurança, bandidos dominam motoristas na região do Jaracaty…

A cena acima tem sido cada vez mais comum na região que vai do Reino Infantil para a Via Expressa, por trás do Jaracaty Shopping. Nesta ação, agora à noite,  bandidos assaltam dois motoristas de uma só vez. é possível ouvir os gritos de uma mulher, enquanto moradores dos prédios vizinhos tentam alertar quem segue pela via

16

Via Expressa vai se chamar Avenida Joãosinho Trinta…

A Assembléia Legislativa aprovou hoje projeto de iniciativa do deputado Roberto Costa (PMDB), que dá o nome de Joãosinho Trinta à Via Expressa, construídan pelo Governo do Estado em São Luís.

A aprovação do projeto é uma homenagem a um dos ícones da cultura brasileira.

Joãosinho Trinta será eternizado com nome de avenida em SL

Carnavalesco reconhecido nacionalmente, Joãozinho Trinta, estava trabalhando no projeto de comemorações dos 400 anos de São Luís, elaborado Governo do Estado Maranhão.

Roberto Costa: autor da proposta

– É uma homenagem a uma das maiores expressões da nossa cultura – justificou Roberto Costa.

Em sua primeira etapa, a Avenida Joãosinho Trinta vai ligar os bairros do Jaracaty ao Maranhão Novo e ao Vinhais. Numa segunda fase, irá do Maranhão Novo ao Retorno da Cohab, passando pela Vila Palmeira e Anil.

O projeto de Roberto Costa foi aprovado por unanimidade pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa e aprovado também por todos os deputados estaduais.

O projeto de Lei agora segue para a sanção da Governadora Roseana Sarney.

A primeira etapa da nova avenida tem previsão de entrega para setembro…

16

Marcelo Carvalho suspende desapropriação da Via Expressa…

Mesmo entre polêmicas, Via Expressa avança

O desembargador Marcelo Carvalho cassou hoje a decisão do juiz Megbel Abdalla, que garantia ao governo a desapropriação de uma casa no Vinhais Velho, para construção da Via Expressa.

A decisão do membro do Tribunal de Justiça beneficiou Olegário Batista Ribeiro, morador antigo da área, cuja casa seria derrubada para passagem da avenida.

A polêmica envolvendo a Via Expressa no Vinhais Velho começou em 9 de janeiro, quando o juiz da 4ª Vara da Fazenda Pública, Megbel Abdalla, determinou a desapropriação da casa de Olegário Ribeiro.

O morador não concordou com a avaliação da Caixa Econômica Federal para a sua moradia – de R$ 29,7 mil. Em contraponto, apresentou documento do presidente do Crea-MA, Raimundo Portelada, que  avaliou a casa em R$ 200 mil.

Embora, para efeitos judiciais, as avalições oficiais sejam as da Caixa, o desembargador Marcelo Carvalho decidiu ponderar em realação à desapropriação e cassou a decisão de Abdalla.

O governo vai recorrer da decisão – e, ao mesmo tempo, continuar a discussão com os moradores – para garantir a continuidade da obra.

5

Max Barros apresenta obras viárias em reunião na Vila Palmeira…

Max e Astro falam a populares da Vila Palmeira

O secretário de Infraestrurutra, Max Barros, apresentou, neste fim de semana, em reunião de trabalho com lideranças comunitárias da área da Vila Palmeira, detalhes dos principais projetos em desenvolvimento pela SINFRA nas áreas de obras rodoviárias e obras civis.

Acompanhado do secretário Victor Mendes (Meio Ambiente) e do vereador Astro de Ogum (PMN), Max Barros deu destaque para as obras viárias em andamento e projetadas pelo Governo do Estado para comemorar os 400 anos de São Luís.

 – O trânsito de São Luís é caótico e isso todo mundo vê, por isso estamos com as máquinas a todo o vapor para concluir a Via Expressa dentro do prazo e já projetando a Avenida Metropolitana, que será um grande anel viário, contornando toda a ilha e interligando transporte particular com o transporte de massa – explicou.

Ele também criticou a atuação do prefeito João Castelo (PSDB) contra a construção da Via Expressa.

– A política se discute quando chegarem as eleições. Agora, o momento é de todos trabalharem por São Luís, e é isso o que o Governo do Estado está fazendo – completou.

Tratores
O vereador Astro de Ogum também se declarou contra a postura do prefeito. Segundo ele, a Via Expressa é uma obra “fundamental para São Luís”.

– Essa obra [a Via expressa] é fundamental para São Luís. Então, não vejo sentido nessa campanha que se tem feito contra ela. O momento é de ajudar São Luís a crescer e não de perseguição, principalmente com uma obra dessas, que além do benefício ao trânsito, gera emprego, renda – ressaltou.

O parlamentar ainda brincou com a força que o grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB) terá nas eleições do ano que vem.

– Tem trator da Prefeitura para todo lado, até para passar por cima da gente, mas com Max Barros como candidato da governadora Roseana Sarney, eles podem ter certeza que, se eles têm um trator, a gente tem um bonde para passar por cima deles também – finalizou.

10

Dutra resolve jogar contra a Via “Expressa”…

Dutra: Sua bandeira, agora, é impedir a Via Expressa

O deputado federal Domingos Dutra (PT) resolveu ocupar as emissoras de rádio de São Luís  que lhe dão ouvidos para insuflar contra a construção da Via Expressa.

Diz que vai entrar na briga da localidade Vinhais Velho e orientar os moradores a não aceitar o que, segundo ele, está sendo proposto pelo governo como indenização.

O deputado do PT pretende mobilizar a Câmara Federal para o assunto, além de fazer zoada em São Luís.

A Via Expressa começou a ser construída em agosto pelo governo Roseana Sarney (PMDB). Desde então, vem sofrendo forte bombardeio dos adversários.

Além de Dutra, o prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB) também tem se posicionado contra a obra.

Ambos têm interesse nas eleições de 2012, e parecem achar que a Via Expressa, projeto do secretário Max Barros (PMDB), inviabiliza qualquer pretensão.

10

População quer construção da Via Expressa, revela pesquisa…

População condenou atitudes como esta do prefeito João Castelo

Quase a totalidade da população de São Luís defende a construção da Via Expressa.

Nada menos que 84,1% acham importante a nova avenida. Além disso, quase sete em cada 10 ludovicenses condenam a atitude do prefeito João Castelo (PSDB) de tentar impedir a obra.

Apenas 1,2% declararam não vê importância alguma na Via Expressa.

Os números fazem parte da pesquisa Escutec, realizada entre os dias 6 e 8 de agosto e publicada na edição de hoje do jornal O Estado do Maranhão.

A Escutec foi às ruas dois dias depois do episódio da semana passada, quando Castelo mandou a Guarda Municipal e a Blitz Urbana derrubar o canteiro de obras da empresa que está executando o serviço.

A Escutec ouviu 812 pessoas em São Luís – sábado, domingo e segunda-feira – exatamente no auge da crise provocada pela atitude de João Castelo.

Nada menos que 68,5% acharam que Castelo não agiu corretamente.

O detalhe curioso é que 9,4% dos entrevistados acham que a obra é da prefeitura. Traduzindo: Castelo poderia até pegar carona na obra e melhorar sua popularidade.

Que continua ruim entre os moradores de São Luís…

3

Os números das ARTs…

Max Barros exibe selo de autorização da Via Expressa

A Via Expressa tem quatro Anotações de Responsabilidade Técnica emitidas pelo Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA-MA).

São as as ARTs que atestam se as especificações técnicas da obra estão de acordo com as exigências do órgão.

Sem elas, o CREA-MA não pode emitir o selo de autorização, como o que o secretário de Infra-estrutura, Max Barros, exibe na foto, de Biné Morais.

A ART nº 437144 autoriza a execução dos serviços de implantação de pavimentação das intercecções da Via Expressa, com suas especificações. A de nº 577156 atesta a execução dos projetos executivos e de engenharia.

Há outras duas ARTs relativas à Via Expressa.

A de nº 499996 trata dos serviços estruturais de fundações e contenções das obras de arte especiais. A última, de nº 519072 trata da elaboração do Estudo de Impacto Ambiental e do respectivo Relatório de Impacto Ambiental da nova avenida.

A obra da Via Expressa está totalmente r4egularizada no CREA-MA.

Prova de que Raimundo Portelada, seu presidente, está a serviço do jogo político de São Luís.

Dos que apostam no “quanto pior, melhor…”

 

14

Castelo e Flávio Dino conspiram contra Via Expressa…

Portelada: tentativa de inviabilizar Via Expressa

Muitos membros da classe  política maranhense sobrevivem do “quanto pior, melhor”. Mantendo coerência com a máxima, alguns deles conspiram nos bastidores para tentar inviabilizar a obra da Via Expressa, lançada hoje pela governadora Roseana Sarney (PMDB).

Impressiona o quanto o anúncio do início da Via Expressa incomodou este pessoal.

São tantos – e toscos – os argumentos contra, que até parece estar este pessoal vivendo em uma Suíça, onde o trânsito é perfeito e a qualidade de vida urbana é inquestionável.

Dois deles têm nome e sobrenome: o ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB) e o prefeito João Castelo (PSDB). Eles têm agido por intermédio do seu garoto de recados do CREA-MA, Raimundo Portelada, e dos seus estafetas da imprensa.

Portelada – o mesmo que atestou as estradas fantasmas do governo José Reinaldo Tavares (PSB), aliado de Dino, e ganhou uma candidatura a deputado federal apoiada por Tavares -agora tenta gerar fatos contra a obra.

Na coletiva de hoje à tarde, Portelada confirmou, mesmo sem querer, que faz parte da articulação para tentar inviabilizar a Via Expressa.

– Fui eu que mandei João Castelo não dar as licenças (sic!) – afirmou ele, quando perguntado da relação entre sua cobrança das ARTs da obra e a má-vontade de Castelo para dar o Alvará. 

Flávio e Castelo, juntos na conspiração

A ART é só uma tolice do CREA para criar embaraços, que o secretário de Infra-estrutura, Max Barros, explicou agora há pouco à rádio Mirante AM.

– O govenro tem mais de 1,5 mil quilômetros de obras rodoviárias, desde 2009. São mais de 100 contratos, todos registrados no CREA, da mesma forma que a Via Expressa. E nenhum deles recebeu questionamento do órgão – disse Barros.

Logo depois, perguntado das suas relações com José Reinaldo – outro que luta contra o Maranhão – ele fez questão de corrigir:

– Minha ligação não é com José Reinaldo, minha ligação é com Flávio Dino, pois sou do PCdoB. 

Fica evidente que a cantilena é apenas uma tentativa de jogar a opinião pública contra a obra.

Mas a opinião pública sabe da importância da Via Expressa e torce por ela, como deviam torcer todos os políticos e homens públicos responsáveis.

Torce por que sabe que ela representará um passo a mais na melhoria urbanística de São Luís, o que dará mais qualidade de vida e respeito à cidade, prestes a completar 400 anos.

Qualidade que apenas os profetas do caos e os apostadores do “quanto pior, melhor” mostram não querer…

9

Via Expressa: a responsabilidade está com Castelo….

Max e Roseana assinam Ordem de Serviço da Via Expressa

A construção da Via Expressa, iniciada hoje pelo governo Roseana Sarney (PMDB), é um teste de fogo para o prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), mostrar se está mesmo preocupado com o desenvolvimento da capital maranhense ou usa o cargo apenas para fazer proselitismo político.

A obra do governo já tomou todas as providências necessárias – ambientais da Sema e do Ibama, autorizações do Ministério Público e os recursos necessários – faltando apenas o Alvará da Prefeitura autorizando o início.

O governo deu entrada nos papéis para receber as autorizações de Castelo desde o início do ano.

Os representantes da Edeconsil e da Marquise, construtoras que tocarão as três fases do empreendimento, já conversaram pessoalmente com o prefeito, assim como os representantes do governo.

Mas todos percebem uma certa má-vontade na liberação dos Alvarás. E ouvem até ameaças de embargo da obra por parte da Prefeitura.

Máquinas já estão a postos para início do trabalho

No campo político, a deputada Gardeninha Castelo (PSDB), filha do prefeito, tem disseminado uma inverdade: a de que o governo não deu entrada nos documentos – nem na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, nem na Secretaria de obras.

João Castelo nunca teve dificuldades para, por exemplo, iniciar o prolongamento da Litorânea. Se não o fez, é por que não quis, já que as autorizações estaduais já foram todas liberadas.

Os dois casos evidenciam um traço do perfil do prefeito de São Luís que tem se acentuado à medida que se aproxima as eleições municipais.

O de que ele não faz e nem deixa fazer.

E a Via Expressa é sua oportunidade de provar que a sentença é falsa.

Para o bem de São Luís…

5

Obra da Via Expressa começa nesta sexta…

Do blog de Gilberto Léda

Começa nesta sexta-feira a obra de implantação da Via Expressa, que ligará as avenidas Colares Moreira, nas proximidades do Tropical Shopping, a Daniel de La Touche, na altura do Ipase.

A solenidade oficial acontece às 10h, na Avenida Carlos Cunha, próximo ao ponto onde será construído um dos dois viadutos da via, no Sítio Santa Eulália.

No local já está instalado o canteiro de obras.

Além dos benefícios para o trânsito – 30% do tráfego de veículos da Avenida Jerônimo de Albuquerque terão nova opção de fluxo – a Via Expressa impressiona pelos números. Continue lendo aqui…