4

Cansados de esperar, moradores tapam buracos na BR-135…

Enquanto o governador Flávio Dino espera autorização judicial para recuperar a rodovia, comunidade de Mangue Seco tenta resolver o problema que o governo Dilma também ignora

 

População faz o que os governos não conseguem

População faz o que os governos não conseguem

Os moradores da comunidade Mangue Seco, na região de Pedrinhas, iniciaram uma espécie de operação tapa-buracos no trecho da BR-135 que corta o bairro.

A buraqueira na rodovia resultou na morte da professora Ana Duarte, no sábado, 26, durante uma tentativa de assalto.

A decisão dos moradores foi uma resposta também ao governador Flávio Dino (PCdoB), que anunciou, domingo, uma ação judicial para recuperar a rodovia.

Ação que, sabe-se lá, quando será julgada….

11

A dor como fruto do descaso…

Familiares de Ana Duarte no cemitério para seu enterro: como aceitar tal situação?

Familiares de Ana Duarte no cemitério para seu enterro: como aceitar tal situação?

O enterro da professora Ana Duarte foi marcado pela dor da família, mas também por um dolorido sentimento de tudo poderia ser evitado.

Bailarina, ativista cultural e artista, Ana morreu vítima de uma tentativa de assalto em plena BR-135, motivado pela falta de manutenção da rodovia, marcada por buracos em quase todo o trecho entre São Luís e Bacabeira.

À dor da família o DNIT respondeu com uma nota cínica.

E a situação continua a mesma, não de hoje, mas de sempre, com decisões tomadas só na hora da pressão

E a situação continua a mesma, não de hoje, mas de sempre, com decisões tomadas só na hora da pressão

E o governo Flávio Dino (PCdoB) anunciou que vai recorrer à Justiça para fazer a obra que o governo Dilma Rousseff (PT) – que ele defende com unhas dentes – não faz.

Mas só agora ele resolve fazer isso?

Foi preciso uma morte como ad e Ana Duarte para que o comunista tomasse a decisão?

A dor da família de Ana Duarte é insuperável para a família.

Mas com ela também fica a dor de cada maranhense abandonado…

7

Buracos e morte na BR-135…

Apenas um dia depois da forte repercussão causada por buracos na BR-135, a professora Ana Lúcia Duarte Silva foi assassinada durante um assalto, causado exatamente pela redução da velocidade na rodovia

 

A professora Lúcia Duarte: morte na BR

A professora Lúcia Duarte: morte na BR

Este blog divulgou ontem a indignação de um motorista com a situação da BR-135, totalmente esburacada em um longo trecho na entrada de São Luís.

Um dia depois do reclame, o trecho registra uma vítima fatal.

Motorista conserta um dos vários carros com pneus furados nos buracos da BR-135

Motorista conserta um dos vários carros com pneus furados nos buracos da BR-135

A professora Ana Lúcia Duarte Silva foi assassinada durante um assalto, na madrugada de hoje, quando teve que reduzir a velocidade para superar os buracos.

Cínico, o Denit encaminhou mais uma nota-padrão, alegando que o trecho está em constante recuperação.

É o retrato do Brasil…

3

Imagem do dia: o caos da BR-135…

br

Abandono da obra de duplicação e o excesso de buracos na BR-135 tem gerado imagens como esta a cada feriado ou fim de semana, para quem deseja chegar ou sair de São Luís. Os motoristas perderam a paciência e cobram também do governador Flávio Dino (PCdoB), que resolveu sentar praça em Brasília, na tentativa de salvar o governo Dilma Rousseff(PT)

4

Pedro Fernandes quer condicionar votações na Câmara à obra da BR-135…

Coordenador da bancada maranhense no Congresso entende que os parlamentares só devam votar as propostas do governo Dilma após reinício da duplicação da rodovia

 

O deputado federal Pedro Fernandes (PTB) propôs aos demais deputados maranhense que só votem a proposta de Desvinculação das Receitas da União (DRU) após o overno Dilma reuiniciar a obra de duplicação da BR-135.

A obra foi adiada novamente na semana passada.

pedroProponho à Bancada Federal uma reação ao Governo Federal: ou retoma a obra de duplicação da BR-135 ou todos nós votaremos contra a DRU. Peço que todos analisem”, diz Fernandes.

A Desvinculação de Receitas da União (DRU) é um mecanismo que permite ao Governo Federal usar livremente 20% de todos os tributos federais vinculados por lei a fundos ou despesas.

A principal fonte de recursos da DRU são as contribuições sociais, que respondem a cerca de 90% do montante desvinculado.

A presidente Dilma quer prorrogar o prazo da DRU que vence no fim do ano.

0

Proposições de Hildo Rocha asseguram recursos à BR-135…

Relatório aprovado pela Comissão Mista do Orçamento representa um passo decisivo para a concretização do maior e mais importante projeto de adequação da infraestrutura rodoviária no Maranhão

 

Hildo: Batalha intensa em favor da BR-135

Hildo: Batalha intensa em favor da BR-135

O deputado Hildo Rocha obteve mais uma conquista em favor do povo maranhense. O relatório final da Lei de Diretrizes Orçamentárias/2016 (LDO) aprovado pela Comissão Mista do Orçamento, assegura recursos para a continuidade das obras de duplicação da BR-135.

A inclusão do projeto resulta do empenho do parlamentar.

Usando as prerrogativas de membro titular, coordenador geral do PMDB, na CMO e vice-líder do partido na Câmara, Rocha apresentou emenda à LDO, e, na reunião que aprovou o relatório final o parlamentar propôs um destaque foi aprovado pelo colegiado, garantindo assim os recursos que irão assegurar a continuidade das obras.

– Graças ao trabalho desta comissão e ao apoio dos colegas parlamentares conseguimos a aprovação dos nossos destaques – comemorou Hildo Rocha. Veja o vídeo abaixo:

0

Prefeitura de Bacabeira solicita ao DNIT serviços de limpeza na BR-135…

Alan conversa com técnico do DNIT sobre limpeza da BR

Alan conversa com técnico do DNIT sobre limpeza da BR

A Prefeitura Municipal de Bacabeira, oficiou quarta-feira (29), ao DNIT, órgão responsável pela manutenção e conservação das rodovias federais, pela imediata limpeza das margens (acostamentos) da BR-135, no trecho entre a Estiva e a sede de Bacabeira.

bacabeira2

O ofício encaminhado ao órgão

Segundo o prefeito Alan Linhares, a ausência desses serviços de conservação no local, prejudica a visibilidade da sinalização e a fluidez do transito.

– A nossa proposta é criar meios para que as pessoas transitem com segurança pela região e melhorar a questão da higidez do nosso município. A limpeza das margens irá melhorar, sem dúvida, a visualização dos espaços. É uma demanda prioritária – ressaltou o gestor.

A urgência na execução dos serviços de manutenção se dá em razão da paralisação efetiva dos trabalhos na obra de duplicação da BR-135.

A ação serve para remover restos de pneus, lixo e materiais de construção, que ficaram acumulados depois de sucessivos atrasos no cronograma da obra.

5

Chiquinho Escórcio articula retomada de obras nas BRs 010 e 135…

Chiquinho com César Borges, em uma das várias audiências para tratar das rodovias maranhenses....

Chiquinho com César Borges, em uma das várias audiências para tratar das rodovias maranhenses….

O ex-deputado e ex-senador Chiquinho Escórcio recebeu autorização do ministro de Articulação Política do governo Dilma Rousseff (PT), vice-presidente Michel Temer (PMDB), para tratar da retomada de obras em duas rodovias importantes no Maranhão, as BR-010, na região tocantina, e a BR-135, na Grande São Luís.

– Estive com o Temer na semana passada. E na condição de presidente em exercício [Dilma estava em viagem ao exterior], ele me autorizou a acionar os órgãos competentes para tratar dessas obras – afirmou Escórcio, que deve se reunir ainda esta semana com representantes do Ministério dos Transportes e do DNIT, com dados completos a respeito das duas obras.

De acordo com o ex-senador, que hoje é assessor especial do próprio Michel Temer, o vice-presidente tem interesse em vir ao Maranhão tratar destas obras.

– A realização destas obras tem muito do esforço do ex-presidente do Senado, José Sarney. Eu também atuei muito como deputado. E continuarei agora, buscando a retomada, sobretudo da BR-010. E a 135, que anda a passos de tartaruga – informou o ex-deputado.

Chiquinho já tem em mãos os relatórios das obras e pretende voltar a conversar com o ministro para incluenciar o processo de retomada…

8

Quem vai erguer a taça?!?

Hildo Rocha acompanha montagem da nova linha férrea, sem a qual fica impossível avançar na rodovia

Hildo Rocha acompanha montagem da nova linha férrea, sem a qual fica impossível avançar na rodovia

A duplicação da BR-135, no trecho Estiva/Bacabeira, iniciado em setembro de 2012 está longe de ser concluída.

A lentidão da obra e a crise econômica contribuem para aumentar o temor de que o projeto jamais seja completamente executado. Motivos para tanto pessimismo não faltam. Porém, no fim do mês passado surgiu um alento: as obras foram reiniciadas.

Parodiado um surrado jingle de campanhas eleitorais é possível acreditar que “agora vai”.

Contudo, fazendo-se analogia com um campeonato de futebol, o reinício das obras equivale ao primeiro gol marcado por uma equipe que, para ficar com a taça, precisa vencer por um placar de dez a zero.

Tarefa difícil.

Olhando-se pelo retrovisor dá para perceber o tamanho do desafio. Há décadas inúmeros políticos maranhenses vêm lutando em defesa do projeto sem que os resultados sejam alcançados na dimensão que a população deseja.

Sem temer possíveis desgastes por abraçar uma causa que já caiu no descrédito, o deputado Hildo Rocha realizou diversas ações que certamente contribuíram para acelerar o reinício das obras.

Principais ações:

23.02 – Em discurso no Plenário da Câmara dos Deputados Hildo Rocha cobrou providências, em caráter de urgência, ao DNIT em relação às rodovias federais do Estado do Maranhão e ressaltou a precariedade da fiscalização por parte da Polícia Rodoviária Federal.

04.03 – Durante audiência com o vice-presidente da República, Michel Temer, Hildo Rocha  cobrou a conclusão do primeiro trecho da duplicação da BR-135, e o início da segunda e terceira etapas.

12.03 – Em audiência com o diretor de Infraestrutura Rodoviária do DNIT, Luis Guilherme Rodrigues, Hildo Rocha pediu agilidade na duplicação da BR-135, no trecho Estiva/Bacabeira; solicitou informações acerca do processo licitatório para a continuidade da duplicação, nos trechos (Bacabeira/Entroncamento) e Entroncamento/Miranda do Norte; e, requisitou melhorias na BR-226.

15.04 – Em atendimento a requerimento de Hildo Rocha, a Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados aprovou proposta para a realização de audiência pública para tratar de assuntos referentes às obras de adequação de trechos urbanos de rodovias federais. Durante a audiência pública o deputado Hildo Rocha fez a direção do DNIT se comprometer com o reinicio imediato da obra realizando os pagamentos pendentes e fazendo o empenho do restante previsto no contrato da duplicação da BR 135 no trecho Estiva/Bacabeira.

06.05 – Em audiência com uma representação da bancada federal maranhense composta por Hildo Rocha, Pedro Fernandes, Victor Mendes, José Reinaldo, Weverton Rocha e Waldir Maranhão, o Ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, garantiu que a conclusão da duplicação da BR-135, trecho Estiva/Bacabeira, está assegurada.

03.06 – Acompanhado por técnicos do Dnit e parlamentares estaduais realizou vistoria para constatar o reinício das obras.

Cada ação realizada por Hildo Rocha em defesa da duplicação da BR-135 equivale a um gol assinalado. O parlamentar entrou em campo quando o time já dava sinais de cansaço.

Felizmente deu sorte. Está fazendo a diferença.

Rocha pode até não erguer a taça, mas, certamente ganhará a medalha de artilheiro de uma contenda cujo vencedor será o povo maranhense.