1

Segurança terá impactos no governo Arnaldo Melo…

Primeiro dia do novo governador coincidiu com a prisão de 118 membros de facção criminosa que se confraternizava após assassinatos de policiais

 

O governador do Maranhão, Arnaldo Melo (PMDB), assegurou que durante a sua gestão o setor de Segurança Pública sofrerá intervenções pontuais.

bonde dos 40

Bandidos presos em São Luís, um dia após posse de Arnaldo Melo

Ele afirmou que o objetivo é reduzir os índices de criminalidade e de homicídios.

Arnaldo explicou que para conseguir obter êxito em sua proposta, montará uma força-tarefa junto aos órgãos de segurança pública das esferas estadual e federal com foco principalmente nas festas de fim de ano.

Arnaldo Melo disse que já havia sentado com o secretário de Segurança, delegado Marcos  Afonso, para definir estratégias junto as polícias Civil e Militar.

– Vamos buscar a união de forças das polícias Civil e Militar, da Polícia Federal, Rodoviária Federal [PRF], Ministério Público e o Poder Judiciário, com o objetivo

Bonde dos 40

Dois dos PMs mortos nas últimas semanas

único de garantir um fim de ano mais tranquilo para as famílias maranhenses. O número de mortes é elevado, por isso não podemos ficar de braços cruzados. Vamos enfrentar e vamos buscar resultados – disse.

Na quinta-feira à noite, um dia depois de Arnaldo ter assumido o Governo, a Polícia Militar fechou uma festa promovida por um traficante no bairro do São Cristóvão e conduziu 118 pessoas para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), ação que ganhou repercussão em todo o estado.

A Secretaria de Segurança Pública deve divulgar nos próximos dias, um plano de ação para o fim de ano.

De O Estado Maranhão

1

Imagem do dia: juntos, de novo…

 

lobaoearnaldoO senador Lobão Filho (PMDB) esteve hoje no Palácio dos Leões, em visita ao governador Arnaldo melo m(PMDB). O senador pôs-se à disposição do governo e agradeceu a lealdade de Arnaldo Melo. Os dois disputaram as eleições de 2014. Lobão foi o candidato a governador e Melo seu companheiro de chapa. É a primeira vez que os dois se reúnem publicamente após o pleito. (imagem: Secom)

7

Exemplo de que a união é possível…

João Castelo com Aluísio Mendes e Cel. Franklin; parceria powssível e necessária

O Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís vão cosntruir, juntos, uma Unidade de Segurança Comunitária em São Luís, a primeira de uma série prevista no projeto estadual.

Pelo convênio, firmado sexta-feira entre o prefeito João Castelo (PSDB) e o secretário de Segurança, Aluísio Mendes, o governo investirá R$ 1 milhão na USC. Com Castelo, fica a responsabilidade de recuperar todas as ruas e o entorno do prédio.

A USC será construída na Vila Luizão e será equipada com câmeras de monitoramento 24 horas, interligadas também ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).

A referência para construção da USC são as Unidades de Polícia Pacificadora,mqeu funcionam nos morros do Rio de Janeiro.

8

Governo e BNDEs vão definir investimento em ações de combate à pobreza no MA…

Luís Fernando, em reuniões sobre o combate à pobreza no MA

O Governo do Estado e o BNDEs definem, nesta quarta-feira, algumas etapas do conjunto de ações a serem executadas até 2014 no combate à pobreza extrema no Maranhão.

O governo preve investimentos da ordem de R$ 2,3 bilhões.

A nova reunião com os diretores do BNDEs será coordenada pelo chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, que prevê a possibilidade de futuros novos acordos com  a instituição financeira.

A reunião é parte da série de conversas iniciadas com o BNDES para investimento em diversas áreas, todas definidas pela governadora Roseana Sarney no plano de erradicação da pobreza.

Em meados de março, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, elogiou a capacidade de investimento do Estado por meio de parceria com órgãos do Governo Federal.

Enxergamos aqui um conjunto de investimentos que poderão revolucionar a estrutura econômica do estado. Nos próximos três anos, nós poderemos chegar, em financiamento, a marca de R$ 9 bilhões. Isso reflete na transformação social e econômica do Maranhão – declarou, à época, Coutinho.

Por determinação da governadora Roseana Sarney – que inicia nesta terça-feira, dia 22, mais um governo itinerante – grande parte dos acordos devem priorizar ações de erradicação da pobreza por meio da inclusão produtiva.  

Além de Luís Fernando, participarão da reunião representantes das  secretarias de Infraestrutura, Saúde, Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Planejamento, Gestão e Previdência, Agricultura, Pecuária e Pesca.

42

Copa do Mundo: mais uma chance para São Luís…

Castelão terá estrutura nos moldes dos grandes estádios

A capital maranhense tem mais uma chance de conseguir participar como sede da Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Em 2008, a cidade sequer se inscreveu para o sorteio, dado o descaso do então governo Jackson Lago (PDT) pelo assunto.

Agora, com a possibilidade – cada vez mais real – de o Estádio das Dunas, em Natal, no Rio Grande do Norte, não ficar pronto a tempo, São Luís ganha mais uma oportunidade, já que está a todo vapor com as obras do estádio Castelão.

E como os próprios secretários Max Barros (infra-estrutura) e Joaquim Hiaickel (Esportes) garantiram, a nova arena maranhense terá padrão internacional exigido pela Fifa.

Leia mais:
Governador em Exercício vistoria obras do Estádio Castelão

Mas, para se habilitar, é preciso que o governo Roseana Sarney (PMDB) e o prefeito João Castelo (PSDB) demonstrem vontade e interesse no assunto.

Arena das Dunas: extremamente atrasada

Antes de tudo, é fundamental ficar atento e articulado com as autoridades do Esporte.

Neste aspecto, nada melhor que que a vantangem de ter o vice-presidente da CBF, que é maranhense e irmão da governadora.

Pode ser que nada dê certo e São Luís continue fora da Copa do Mundo.

Mas não se pode dizer que não se tentou – como ocorreu no governo Jackson.

Isto sim, será feio para a cidade em seus 400 anos…

11

Cléber Verde agora é cotado para a Secretaria de Cidades…

Cléber Verde: novamente cotado no governo

O nome do deputado federal Cléber Verde (PV) voltou a ser ventilado, hoje, como futuro membro do governo Roseana Sarney (PMDB).

Ele agora aparece como provável substituto do secretário de Cidades, Pedro Fernandes, que estaria sendo transferido para a pasta da Educação.

Desde o início da manhã, Fernandes nega peremptoriamente sua transferência de função, mas setores do governo insistem nesta possibilidade.

A princípio, Cléber Verde ocuparia uma secretaria ligada à pesca, ainda a ser criada pela governadora. Mas a transferência de Fernandes abriria caminho para uma nomeação sem necessidade de criação de nova estrutura no governo.

A entrada do deputado no governo tem um objetivo político claro: abrir vaga para o suplente Paulo Marinho Júnior (PMDB) na Câmara Federal.

O problema é que, à frente de Marinho está Ricardo Archer (PMDB). Neste caso, será preciso abrir não uma, mas duas vagas em Brasília.

A outra seria aberta por Zé Vieira (PR). Mas ele só aceita se afastar para o suplente de Caxias.

Por isso a necessidade de nomeação de Cléber Verde…

19

Rosane Guerra na Ciência e Tecnologia…

A ex-presidente da Fapema, Rosane Guerra, deve assumir a Secretaria de Ciência e Tecnologia do governo Roseana Sarney, em substituição a Olga Simão, que irá para a pasta da Cultura.

A mudança está praticamente confirmada no governo, mas há outras.

Os nomes do reitor da Ufma, Natalino Salgado, e do secretário de Cidades, Pedro Fernandes, por exemplo, estão cotados para a Secretaria de Educação.

Ambos negam o fato, mas setores do governo admitem a possibilidade, ainda que remota.

Caso Fernandes seja confirmado, o mais provável é que sua pasta volte a ser fundida com a de Infra-estrutura, sob o comando de Max Barros (PMDB).

Desde ontem à tarde, a governadora Roseana sarney (PMDB) vem reunindo os secretários mais próxios para discutir a montagem da nova equipe.

Hoje à tarde, inclusive, pode sair algumas definições…

10

Passeata pela Paz cobra resposta do governo à violência…

Moradores de várias comunidades assoladas pela violência integraram o movimento

A caminhada em homenagem ao jornalista Décio Sá, hoje, na Avenida Litorânea, transformou-se em um protesto popular contra a falta de resposta do Governo do Estado às ações de violência no Maranhão.

Parentes e amigos de outras vítimas da pistolagem se juntaram a jornalistas, políticos, populares e parentes de Décio para cobrar ações mais efetivas do govenro.

A ausência da governadora Roseana Sarney (PMDB) nos dias que sucederam o crime também foi criticada.

Irmã de Décio Sá, a professora Vilenir Sá leu os nomes de várias outras vítimas da pistolagem – assassinadas já depois da morte do jornalistas – cujos crimes continuam sem solução e criticou a incapacidade da Secretaria de Segurança.

Pela proximidade com o governo, Décio Sá simbolizou a cobrança por segurança

Presente à caminhada, o vice-governador Washington Oliveira (PT) foi obrigado a responder perguntas sobre as falhas na investigação do caso Décio, da falta de resposta da polícia e até sobre o paradeiro da governadora.

A caminhada começou por volta das 10 horas, em frente ao parquinho da Litorânea. Centenas de manifestantes caminharam até o restaurante Estrela do Mar, onde Décio foi executado.

Vários colegas de profissão, parentes e amigos do jornalistas se alternaram no microfone para cobrar Justiça.

Em seguida, balões brancos foram soltados, para simbolizar a esperança por paz.

Décio Sá foi assassinado no dia 23 de abril, minutos depois após deixcar a redação do jornal O EstadoMaranhão.

Até agora, a polícia não divulgou o retrato falado do assassino.

E decidiu manter a investigação em sigilo…

11

Dois suplentes deverão assumir vaga na Câmara Federal…

Ricardo Archer pode estrear na Câmara

Os suplentes Ricardo Archer  e Paulo Marinho Júnior (ambos do PMDB), devem assumir mandato na Câmara Federal até o final de abril.

Para que a posse se consolide, falta apenas a governadora Roseana Sarney (PMDB) confirmar a criação da Secretaria da Pesca, o que abriria vaga para um deles.

A questão é a seguinte: o deputado federal José Vieira (PR) estuda afastar-se do mandato, mas não aceita abrir vaga para Archer – que é filho do ex-prefeito homônimo de Codó. Por outro lado, o governo tem interesse na posse de Paulo Júnior, filho do ex-prefeito homônimo de Caxias.

A solução foi resolver as duas situações com uma única tacada.

Paulo Marinho: deputado e candidato a prefeito

Com a criação da Secretaria da Pesca, o governo alinha seus objetivos no setor ao Governo Federal – que tem o Ministério da Pesca –  e ainda abre vaga para um dos suplentes, nomeando para a pasta o deputado Cléber Verde – do partido de Crivella. 

Assim, Ricardo Archer assumirá no lugar de Verde.

E Vieira poderá, finalmente, licenciar-se em favor de Paulo Marinho Júnior.

Simples assim…

8

Governo avança na municipalização da Educação…

Luís Fernando explica aos gestores o processo de municiaplização do ensino fundamental

Mais sete municípios maranhenses vão ter, a partir de agora, o controle da gestão de imóveis, matriculas de alunos e recursos financeiros das escolas de ensino fundamental.

O secretári-chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva, assinou ontem o Termo de Cooperação Técnica e Financeira para municipalização da Educação com os municípios do Baixo Parnaíba.

 Foram beneficiados os municípios de Chapadinha, Anapurus, Magalhães de Almeida, Santa Quitéria, São Bernardo, Humberto de Campos e Primeira Cruz.

 – Estamos dando mais um passo importante na decisão da governadora Roseana Sarney de transferir para os municípios a gestão do ensino fundamental. Decisão desejada pelos prefeitos e pela sociedade maranhense, porque os municípios estão mais perto das escolas e podem com mais facilidade resolver as questões – destacou Luis Fernando Silva.

Nesta etapa, a municipalização beneficiou 3.365 alunos.

Também já foram beneficiados municípios da região de tocantina e da Baixada.

Terça-feira será a vez dos municípios de Santa Inês, Bacabal, Zé Doca e Viana.