0

Prazos eleitorais abrem reforma administrativa em Imperatriz

Prefeito Assis Ramos aproveita a saída dos auxiliares José Carneiro, o Buzuca, e Rodrigo do Carmo para mudar de posto também os secretários Josenildo Ferreira e José Ribeiro Oliveira

 

Assis Ramos anuncia as primeiras mudanças em seu secretariado ocasionadas pelas eleições

Rodrigo do Carmo Costa e José Carneiro dos Santos, o Buzuca, deixam respectivamente, a Procuradoria Geral do Município e a Fundação Cultural de Imperatriz. Eles são os primeiros pré-candidatos às vagas da Câmara Municipal de Imperatriz a deixarem o principal escalão do prefeito Assis Ramos (DEM). Outras alterações são esperadas para os próximos dias.

Para o lugar de Buzuca, vai o intelectual, poeta e compositor José Ribeiro de Oliveira (membro da Academia Imperatrizense de Letras), deslocado do comando da Guarda Municipal. A GMI passa a ser gerida pelo ex-secretário da Educação, Josenildo José Ferreira, substituído por José Antonio Pereira da Silva que passa a chefiar duas pastas (além da Educação, a da Administração e Modernização).

Já para a Procuradoria, o prefeito Assis Ramos nomeia Alessandra Belfort Braga, procuradora concursada, que se torna a primeira mulher a ocupar o cargo.

– Rodrigo e Buzuca deixam excelentes legados, pela quantidade e qualidade dos serviços que prestaram ao município; saem por necessidades  imperiosas. Josenildo e Ribeiro deixam suas pastas de origem, mas permanecem conosco, em posições estratégicas, porque representam muito em termos de competência e compromisso. E a doutora Alessandra é a boa novidade, carregada de méritos, que vem oxigenar nossa boa equipe – comentou o prefeito Assis Ramos.

Não se sabe ao certo, mas pelo menos 5 outros secretários também deverão se desincompatibilizar, nos próximos dias, igualmente para disputarem vagas no legislativo municipal.

Da assessoria

0

Três suplentes podem assumir já no início do mandato na Câmara…

Simplício Araújo, Gastão Vieira e Dr. Elisabeth Gonçalo podem ser chamados caso o governador Flávio Dino implemente mesmo a reforma administrativa nomeando alguns dos eleitos para secretarias

 

Simplício Araújo, Gastão Vieira e Elisabeth Gonçalo devem assumir mandato em 2019 na Câmara Federal

O primeiro, o segundo e o terceiro suplentes da coligação encabeçada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) – Simplício Araújo (SDD), Gastão Vieira (Pros) e Dr. Elisabeth Gonçalo (Avante), respectivamente – podem assumir mandato na Câmara Federal já desde o início do mandato.

Há uma expectativa de que o comunista faça uma reforma administrativa logo após a posse para o segundo mandato, chamando alguns deputados federais e estaduais para compor o governo.

Entre os eleitos para a Câmara Federal são cotados Márcio Jerry (PCdoB), Pedro Lucas Fernandes (PTB) e Bira do Pindaré (PSB).

Neste caso, assumiria não apenas Simplício Araújo e Gastão Vieira, mas também o Dr, Elisabeth Gonçalo (Avante), irmão do prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (Avante).

É aguardar e conferir…

2

PP e DEM negociam espaços no governo Flávio Dino…

Partidos devem ocupar secretarias em troca do apoio à reeleição do governador comunista, mas as pastas oferecidas não têm agradado as lideranças partidárias

 

André Fufuca e Juscelino Filho são as principais lideranças do DEM no Maranhão

O PP e o DEM já fazem parte, ainda que informalmente, da base do governo Flávio Dino (PCdoB).

Agora, podem ser oficialmente aliados, com participação efetiva na gestão; para isso, negociam entrada em secretarias no governo.

Aos dois partidos já foi oferecida – e recusada – a Secretaria de Esportes, que tem o petista Márcio Jardim à frente.

Tanto o DEM quanto o PP, segundo apurou o blog, querem postos mais consistentes.

A negociação prossegue…

2

Ao invés de enxugar, Edivaldo cria superposição de secretarias…

Nova pasta da relação com parlamentares, a ser ocupada pelo ex-deputado Hélio Soares, acaba por fazer a mesma coisa que a Secretaria de Assuntos Políticos, chefiada por Jota Pinto; afinal, parlamentares não são políticos?

 

Para manter Hélio Soares em seu governo, Holandinha cria duas pastas fazendo a mesma coisa

Este blog republicou, no final de dezembro, post do blog Repórter Tempo, editado pelo experiente jornalista Ribamar Correa, em que são apontadas secretarias desnecessárias na gestão municipal. (Releia aqui)

Mesmo assim, ao invés de enxugar o quadro de auxiliares, um dos primeiros atos do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) foi criar mais pastas com funções de outras, aumentando ainda mais os gastos com o custeio de sua gestão.

A Secretaria de Relação com Parlamentares, que será ocupada pelo ex-deputado estadual Hélio Soares (PR) acaba “roubando” da pasta de Articulação Política, a ser chefiada pelo também ex-deputado Jota Pinto (PEN)

Ora, se os parlamentares – vereadores, deputados ou senadores – são políticos em sua essência, qual a necessidade de se ter uma pasta específica para esta relação, se ela pode ser feita pela Articulação Política?

A pasta que visa apenas abrigar Hélio Soares na estrutura do poder em São Luís, é mais uma das inutilidades inexplicáveis da gestão de Edivaldo Júnior.

Há muitas outras…

3

Jota Pinto passa a ser homem forte da gestão de Edivaldo..

Mudanças foram anunciadas neste sábado, 31, pelo próprio prefeito Edivaldo Júnior; ex-deputado substitui Hélio Soares na Articulação Política

 

Jota Pinto ganhou a confiança de Edivaldo vai coordenar a política da gestão

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) deve investir bem na articulação política de sua próxima gestão.

O homem forte deste setor passa a ser o ex-deputado Jota Pinto (PR), que assume a Secretaria de Articulação Política em lugar do também ex-deputado Hélio Soares (PR).

Soares vai cuidar da Secretaria de Relações Parlamentares.

Titular da Secretaria Municipal de Urbanismo, o advogado Diogo Lima deixou o posto e vai comandar a extinta Coliseu, para conduzir o processo de liquidação da companhia.

Em seu lugar assume Mádison Leonardo Andrade Silva.

O vereador Ivaldo Rodrigues foi confirmado na Secretaria de Agricultura e Abastecimento e o presidente da Comissão Permanente de Licitação passar a ser Thiago Braga, que já integra o quadro do órgão.

Outras mudanças devem ser anunciadas, pontualmente, nas próximas semanas.

Mas esta é uma outra história…

8

Inutilidades inexplicáveis…

A enorme máquina precisa ser reduzida por Edivaldo

Por Ribamar Correa

A Prefeitura de São Luís é uma das maiores máquinas administrativas entre as do seu porte em todo o País.

São 24 secretarias, algumas delas essenciais, outras importantes, algumas aceitáveis e várias desnecessárias.

Educação, Saúde, Planejamento, Fazenda, Desportos e Lazer, Cultura, Turismo, Administração, Trânsito e Transportes, Obras, Meio Ambiente são pastas essenciais em qualquer estrutura administrativa pública.

Mas há, por outro lado, pastas cuja existência parece não fazer muito sentido.

O que vem a ser a área de “Informação e Tecnologia”?

“Planejamento e Desenvolvimento” não tromba com “Projetos Especiais”?

Será que a Prefeitura precisa mesmo de uma pasta chamada “Governança Solidária e Orçamento Participativo”?

O que vem a ser mesmo “Segurança com Cidadania”?

Mais ainda: como explicar o gigantismo da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, que cuida desde a construção de grandes, médias e pequenas obras até iluminação e limpeza urbana?

Não faz o menor sentido. Continue lendo aqui…

0

Como o blog havia antecipado, Flávio Dino anuncia fusão de Cultura e Turismo…

Governador recebeu a imprensa na manhã desta segunda-feira, 18, para fazer balanço de suas ações; e aproveitou para anunciar algumas das medidas que pretende implantar em seu governo

 

Dino com os jornalistas: balanço

Dino com os jornalistas: balanço

O governador Flávio Dino decidiu fundir as secretarias de Cultura e de Turismo, exatamente como o blog havia anunciado. (Releia aqui)

A nova pasta será comandada por Diego Galdino e terá a titular do Turismo, Delma Andrade, como adjunta.

Delma é oriunda da Embratur, empresa da qual Dino foi presidente. Ela não vingou no cargo e este blog também já havia mostrado fragilidades em sua gestão. (Relembre)

Assim como a titular do Turismo, o governador sabe das deficiências do governo em setores como Segurança, Saúde e Comunicação. (Saiba aqui)

Mas ainda não decidiu o destino dos titulares destas pastas por que ainda não encontrou novos espaços para eles.

As mudanças devem se consolidar ao longo de todo o primeiro trimestre de 2016…

11

Cléber Verde agora é cotado para a Secretaria de Cidades…

Cléber Verde: novamente cotado no governo

O nome do deputado federal Cléber Verde (PV) voltou a ser ventilado, hoje, como futuro membro do governo Roseana Sarney (PMDB).

Ele agora aparece como provável substituto do secretário de Cidades, Pedro Fernandes, que estaria sendo transferido para a pasta da Educação.

Desde o início da manhã, Fernandes nega peremptoriamente sua transferência de função, mas setores do governo insistem nesta possibilidade.

A princípio, Cléber Verde ocuparia uma secretaria ligada à pesca, ainda a ser criada pela governadora. Mas a transferência de Fernandes abriria caminho para uma nomeação sem necessidade de criação de nova estrutura no governo.

A entrada do deputado no governo tem um objetivo político claro: abrir vaga para o suplente Paulo Marinho Júnior (PMDB) na Câmara Federal.

O problema é que, à frente de Marinho está Ricardo Archer (PMDB). Neste caso, será preciso abrir não uma, mas duas vagas em Brasília.

A outra seria aberta por Zé Vieira (PR). Mas ele só aceita se afastar para o suplente de Caxias.

Por isso a necessidade de nomeação de Cléber Verde…

3

Só falta o PDT se decidir…

A tomada de decisão do PPS de São Luís jogou pressão sobre o PDT.

Dentre os partidos que articulam apoio a candidatos de oposição ao prefeito João Castelo (PSDB), o PDT é o único que mantém intactos os cargos na adminsitração castelista.

Pedetistas negociam com outros candidatos, mas não largam o osso castelista

O PPS deixou a prefeitura ontem, em apoio à posição da deputada Eliziane Gama, que pretende ser candidata a prefeita.

No caso do PSB, a própria direção declara que a presença de Othon Bastos na Secretaria de Educação é uma decisão pessoal do prefeito, sem vínculo com o partido. 

O que chama mais atenção na postura dos pedetistas é que a Executiva Nacional já determinou a entrega dos cargos, e a Estadual também mostra claramente não querer conversa com a candidatura de Castelo.

Mas o PDT continua ocupando as secretarias de Trânsito e Transporte; Pesca e Abastecimento, Cultura e a superintência da Mulher.

A situação é tão confortável, que a deputada Gardeninha Castelo (PSDB) afirma publicamente não acreditar no afastamento do PDT da aliança.

–  Não acredito que o PDT saia [da administração João Castelo]. Essa aliança é histórica, não foi construída de última hora – provocou a parlamentar, em entrevista ao blog de Gilberto Léda.

Falta agora a declaração oficial do próprio PDT…

5

Nomeação de Carlos Filho abre reforma do governo Roseana…

Chico Gomes retornará à Assembléia

A confirmação do deputado estadual Carlos Filho (PV) na Secretaria de Juventude é o início da reforma admin sitrativa do governo Roseana Sarney (PMDB), anunciada em matéria deste blog, semana passada.

Com a saída de Filho da Assembléia, assumirá sua vaga o suplente Chico Gomes (PSD), que hoje ocupa a Secretaria de Desenvolvimento Social.

A pasta de Gomes será reforçada para dar lugar ao engenheiro Fernando Fialho, que cuidará do projeto de Combate à Pobreza do governo Roseana.

A pasta de Fialho encampará as atribuições da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, hoje ocupada por Conceição Andrade – que pode compor a chapa de Washington Oliveira (PT), em São Luís – e as pastas que têm como titular Israel Ferreira e Alberto Franco.

Roseana deve mexer também nas secretarias de Planejamento e Gestão; de Educação e Ciência e Tecnologia…