2

Governo Roseana vai garantir escritura aos moradores da Vila Cafeteira, em Imperatriz…

Luis Fernando fala aos moraores sobre decisão do governo

Representando a governadora Roseana Sarney (PMDB), o chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva, coordena a equipe que está desde o início da manhã de hoje, em Imperatriz, fazendo os estudos técnicos para regularização habitacional no bairro Vila Cafeteira, no município.

O governo vai garantir a escritura de propriedade aos cerca de 15 mil moradores da área.

– Há cerca de um mês, estive com líderes comunitários da Vila Cafeteira, que pediram a regularização da área. Não sou político de fazer promessas vãs, por isso decidi estudar o caso. Como vi que dava para fazer, estou hoje aqui para iniciar esta regularização – disse o chefe da Casa Civil.

Secretário discute com Madeira aspectos do projeto

Na platéia dos líderes comunitários estava presente também o ex-deputado Valdinar Barros (PT).

Os técnicos do governo estão fazendo os estudos técnicos para viabilizar a legalidade da titularização, que deve se efetivar nos próximos meses.

A garantia da escritura da terra é fundamental para o desenvolvimento da comunddade.

– Para citar um exemplo, uma moradora foi á Caixa pedir empréstimo para reformar sua casa e não conseguiu por falta da escritura – contou o líder comunitárico conhecido por Pipoca.

Com a garantia do governo, os moradores já podem sonhar com a melhoria dos imóveis.

7

Secretaria de Saúde conclui projeto de construção de 10 UPAs no Maranhão…

Com equipamentos já instalados, novas UPAs terão treinamento de funcionários

O secrétário de Saúde Ricardo Murad vai reunir para treinamento a equipe de médicos, enfermeiros, técnicos e servidores adminsitrativos de mais três Unidades de Pronto Antendimento construídas pelo programa “Saúde É Vida”.

Construídas em parceria com o Governo Federal, a previsão é que as UPAs de Timon, Codó e São João dos Patos sejam entregues durante o mês de março.

Com a entrega, o governo cumprirá a promessa de entregar 10 UPAs em todo o Maranhão. As unidades foram construídas com 60% de recursos estaduais.

Para manter cada unidade, o goveno maranhense investe, em média, R$ 1 milhão mensal, para uma contrapartida de R$ 300 mil do Governo Federal.

Timon, Codó e São João dos Patos terão unidades como esta, de SL

Treinamento
Nesta quarta-feira, às 9h, Ricardo Murad e a equipe técnica da secretaria estarão em Timon. O secretário terá reunião com os funcionários da UPA e visitará a unidade. A mesma agenda ele repetirá quinta-feira, em São João dos Patos, e sábado, em Codó.

Essas UPAs serão inauguradas em março pela governadora Roseana Sarney.

No ano passado, foram entregues na ilha de São Luís as UPAs do Parque Vitória, Vinhais, Cidade Operária e Araçagi.

Outras duas foram entregues nos municípios de Coroatá e Imperatriz.

Incluindo a do Itaqui-Bacanga, em funcionamento desde 2010, foram 226 mil pessoas atendidas ano passado nas novas unidades construídas pelo Programa Saúde é Vida.

 – A satisfação da população comprova que estamos no caminho certo – avalia Ricardo Murad.

13

Infraero faz chantagem com obra do aeroporto: se a EP falir, contratação de nova empresa demorará mais um ano …

Contratada sem licitação para a realização da reforma do Aeroporto Cunha Machado, a EP Engenharia – que ameaça paralisar a obra por questões financeiras – agora tem um aliado inusitado para arrancar mais dinheiro público.

Usuários convivem com terra e sujeira nos terminais de embarque e desembarque

Trata-se da própria administradora do aeroporto, a Infraero, que tenta convercer o governo estadual a liberar mais recursos à empresa.

Justificativa: se a EP fechar as portas, a obra do aeroporto demorará mais um ano, tempo mínimo para contratar nova empresa.

Este blog revelou, com exclusividade, na semana passada, que a EP Engenharia ameaça abandonar a reforma do aeroporto por que não tem mais dinheiro para pagar funcionários e sub-empreiteiras. (Releia aqui)

Pouco interessada na obra, Infraero quer jogar responsabilidade para o governo maranhense

Diretores da Infraero já comunicaram o governo Dilma Rousseff (PT) do problema, e têm tentado convencer Roseana a sentar-se com a EP.

Setores do próprio governo intermedeiam uma conversa entre a empresa e a governadora, que se mantém irredutível nas exigências em relação à obra.

A Infraero dá prioridade às obras em cidades onde serão sediadas a Copa do Mundo de 2014, por isso pressiona o governo local para bancar a reforma do Cunha Machado.

Sem solução, o aeroporto corre o risco de chegar a 2014 – ano da Copa do Mundo – com tendas improvisadas servindo como saguão.

A menos que o governo maranhense aceite bancar os custos…

13

Seduc perde prazo e Maranhão fica sem Pro-jovem…

O Maranhão deve ficar sem o Programa Jovem Urbano, o Pro-jovem, do Governo Federal.

A Secretaria de Educação perdeu o prazo para cadastramento, que terminou quarta-feira passada, deixando milhares de beneficiários sem perspectiva de receber os recursos do programa.

Até o ano passado, o Projovem era gerido no Maranhão pela Secretaria de Juventude, mas o governo decidiu repassá-lo à Secretaria de Educação.

Pelas regras do programa, cada jovem inscrito, ganha uma bolsa de R$ 100,00, a garantia de matrícula para conclusão do Ensino Médio ou realização de Curso Profissionalizante – e, se tiver filhos, garantia de creche com alimentação para a criança.

Com a perda do prazo, o Maranhão perde alguns milhões de reais do programa…

 

29

Uma pequena reforma…

Olga, novo remanejamento

Não será coisa para grandes movimentações no tabuleiro, mas a governadora Roseana Sarney (PMDB) pensa mesmo em executar algumas mexidas em sua equipe de auxiliares.

Uma pequena reforma, para melhor definir!

Ajustes, por exemplo, em secretarias como a de Ciência e Tecnologia, Segurança Pública e a de Educação.

O chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva, também deve ganhar mais atribuições, inclusive políticas, com reforço das ações de sua pasta.

As mudanças serão sistemáticas, mas não no atacado, podendo durar todo o primeiro semestre – intensificando-se no período próprio para desincompatibilização dos que pretendem deixar o posto para disputar as eleições.

Já está certo, por exemplo, que o secretário de Infra-estrutura, Max Barros (PMDB), voltará à Assembléia Legislativa em breve, como articulador de um projeto político para os próximos anos.

As mexidas ocorrerão também nas secretarias de Minas e Energia, Cultura, Projetos Especiais e Desenvolvimento Social.

Com reflexos políticos e administrativos…

2

Reajuste dos militares já está na Assembléia Legislativa…

Os militares em greve, no mês de novembro...

Já foi encaminhada à Assembléia Legislativa a mensagem do governo Roseana Sarney (PMDB) com o eajuste dos policiais militares, garantido em acordo no mês de novembro.

Os deputados devem votar a poposta até quinta-feira.

O reajuste do governo para a categoria é de 10,4% , com implantação em março de 2012. Outros dois aumentos estão previstos, para o início de 2013 e início de 2014.

Só com esta primeira etapa do reajuste, o impacto na folha salarial do governo em 2012 será de R$ 43 milhões.

A mensagem governamental deverá tramitar em regime de urgência…

15

Maior UPA de São Luís será inaugurada nesta sexta…

A governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad, inauguram, nesta sexta-feira, às 10h, a UPA 24 horas do Araçagi, a sexta e maior Unidade de Pronto de Atendimento entregue pelo governo estadual nos últimos dois anos, dentro do Programa Saúde é Vida.]

A UPA dfo Araçagy é a maior de São Luís

No local, será prestada assistências de urgência e emergência nas áreas de clínica geral, pediatria, ortopedia e odontologia. Para colocar em funcionamento, foram investidos R$ 6.289.547,94, sendo R$ 4,6 milhões só em obras civis.

UPA do Araçagi terá capacidade para atender de 350 a 400 pessoas por dia, abrangendo uma população de 300 mil habitantes, alcançando todos os municípios da grande São Luís: Raposa, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, além da capital.

Do tipo III, a nova UPA do Araçagi tem 1.340 metros quadrados de área construída, e é 30% maior que a UPA do Parque Vitória, que é do tipo II.

Obedecendo ao padrão de atendimento das demais UPAs entregues à população – Itaqui-Bacanga, Parque Vitória, Vinhais, Cidade Operária e Coroatá – as pessoas que chegarem ao Araçagi serão acolhidas em salas de classificação de risco, infantil ou adulto, para então serem encaminhadas aos seis consultórios de clínica geral, pediatria e ortopedia, além do consultório odontológico.

No total, o governo Roseana pretende inaguruar 10 UPAs, na capital e no interior…

16

O Termo de Compromisso entre governo e militares…

Reunião qeu selou o acordo entre governo e militares

Tem cinco cláusulas, algumas com vários parágrafos, o “Termo de Acordo e Compromisso” firmado ontem pelo Governo do Estado e policiais miltiares em greve.

Pela proposta, o salário de Coronel, o maior da polícia e dos Bombeiros, subirá de R$ 10,4 mil para R$ 11.487,18, a partir de março de 2012. O do soldado, sairá de R$ 2.028,00 para R$ 2.240,00.

Estes valores ficarão em R$ 13.151,67 para coronel, em 2014, e R$ 2.564,58 para soldados, no mesmo ano.

O documento, levado ontem à noite pelo senador João Alberto de Souza para avaliação da categoria, é assinado também pelo comando de greve, pelos comandantes das forças policiais e pelos membros da OAB-MA.

O Termo de Compromisso deixa claro logo em sua Cláusula Primeira: “Com a apresentação dos militares até 24 horas do dia 2 de dezembro (ontem), todos os procedimentos administrativos instaurados (sindicâncias ou processos) serão extintos pelo comando da Polícia e do Corpo de Bombeiros Miltiar”.

Mas os militares terão que repor a jornada de trabalho para ter direito à remuneração durante o período parado. A anistia da multa imposta pela Justiça será qavaliada pela Câmara Federal.

O Termo de Acordo e Compromisso foi assinado ontem à noite por governo e militares…

 

9

É a hora do consenso…

Ao redor da mesa, os ânimos devem ser os melhores...

Só o consenso entre governo e militares grevistas pode evitar, hoje, a ação de reintegração de posse da Assembléia Legislativa, ocupada há dez dias pelos manifestantes.

Não há mais o que discutir, os sentimentos já foram esgarçados e a medição de forças chegou ao limite.

Se os grevistas têm que recuar, o governo também deve. A reunião entre eles está começando exatamente agora, às 14 horas.

É hora de encontrar o ponto de equilíbrio entre os interesses de um e de outro grupo.

Se tiver serenidade, cada um pode ceder aqui e ali, sem que, necessariamente,  haja vencidos e vencedores ao final das contas.

É evidente o cansaço do governo, dos militares e de todos que circulam ao redor – deputados, jornalistas, sociedade.

E o fim da greve beneficará a todos…

7

Governo Roseana mantém rotina administrativa…

Luís Fernando e Hildo mantêm a rotina do governo...

Mesmo com a greve dos policiais e bombeiros militares, os secretários Luís Fernando Silva (Casa Civil) e Hildo Rocha (Articulação Política), se esforçam para manter a agenda administrativa do governo Roseana Sarney (PMDB).

Os dois secretários recebem um grupo de prefeitos, hoje à tarde, na Secretaria de Agricultura, para assinar convênios para o setor.

Os projetos são resultados das demandas apresentadas durante os Seminários Regionais de Liderança, organizados exatamente por Luís Fernando e Hildo Rocha, no primeiro semestre.

As propostas apresentadas pelas lideranças durante os eventos começam agora a sair do papel – disse Hildo Rocha.

As primeiras demandas dos seminários foram atendidas no mês passado, quando Luís Fernando e Hildo Rocha assinaram convênios com prefeituras nas áreas de Educação e Infra-estrutura.

Até o final do ano, também deverão ser beneficiados setores como o de Saúde, Cultura e Esportes…