0

Em Porto Rico, candidato responde a processo na Justiça

O candidato Aldene Nogueira Passinho, o  (PL), que concorre à Prefeitura de Porto Rico-MA, é réu em um processo que tramita na 2ª Vara Federal Criminal.

Aldo Brown responde processo criminal por irregularidades em procedimentos licitatórios em diversos contratos na gestão da então prefeita de Porto Rico, Rosa Ivone Braga Fonseca.

Na época, os contratos foram feitos para aquisição de produtos de higiene e limpeza e à aquisição de materiais de expediente para diversas secretarias do município.

A empresa que vencia todos os pregões era a A.Z. Serviços LTDA., que um tem como sócio o candidato Aldo Brown, considerado o “braço direito” da ex-prefeita Rosa Ivone, segundo consta na documentação na Justiça Federal.

Na denúncia feita ao Ministério Público Federal (MPF) foi apontado fortes evidências de se tratar de “empresa fantasma”, uma vez que não possui sede própria (juntando fotos de comprovação da inexistência do endereço declarado) e forneceria notas fiscais frias para comprovar despesas sem o devido cumprimento dos contratos.

Em razão disso, foi determinado a realização de diligência in loco por um servidor da Procuradoria da República para fins de localizar e atestar o efetivo funcionamento da empresa investigada.

Ficou constado que no endereço informado funcionava um imóvel mercantil denominado “Passinho”, que, segundo informações dos vizinhos, teria se mudado para perto do 13º Batalhão da Polícia Militar. Ao se dirigir ao local, o servidor do MPF localizou imóvel com nome “Distribuidora Prime, AZ Serviços LTDA”, a qual, também segundo a vizinhança, estava fechada há algum tempo.

Em relatório da Secretaria de Estado da Fazenda do Maranhão consta relação de notas fiscais da empresa AZ Serviços LTDA com destino à Prefeitura e ao Fundo Municipal de Saúde de Porto Rico, comprovando a atividade da empresa e o grande volume de contratações entre tais entes.

A CGU (Controladoria-Geral da União) analisou diversos procedimentos licitatórios da empresa do candidato financiados com recursos federais e identificou várias irregularidades. Além disso, teve empresa que informou ao MPF que houve restrição de acesso aos editais e consequente limitação concorrencial nos certames licitatórios da Prefeitura de Porto Rico, evidenciando o favorecimento para empresa de Aldo Brown ganhar as licitações.

É esse o candidato que pretender governar a cidade de Porto Rico.

0

Justiça Eleitoral confirma candidatura de Enoque Mota em Pastos Bons…

A juíza Lyanne Pompeu de Sousa Brasil, da 17ª Zona Eleitoral, deferiu nesta quarta-feira (21) o registro de candidatura do candidato do PTB a prefeito de Pastos Bons, Enoque Mota.

No despacho, ela confirmou entendimento do Ministério Público Eleitoral (MPE) de que uma das contas do petebista rejeitadas pelo TCE-MA foi aprovada pela Câmara (saiba mais).

Em todos os outros casos, decisões judiciais ainda com efeitos válidos tornaram sem efeitos os julgamentos da Corte de Contas.

A coligação de Matheus Mota também não conseguiu provar acusação de que Enoque teria sido condenado por improbidade, com decisão transitada em julgado.

“O caso é, deste modo, de rejeição da impugnação, eis que o impugnado não incorre em nenhuma inelegibilidade, conforme acima fundamentado”, destacou a magistrada.

Com a decisão, está enterrado o factoide do grupo de Matheus Mota.

Veja aqui a decisão

Abaixo, a foto oficial de candidato de Enoque:

2

Os sem programa…

Os candidatos Hertz Dias, Sílvio Antonio e Jeisael Marx não podem participar da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV, que continua mantendo o tempo do Solidariedade, mesmo após desistência de Carlos Madeira

 

A propaganda eleitoral no rádio e na TV privilegia candidatos, mantendo alguns fora do ar

Três dos candidatos a prefeito de São Luís estão fora da propaganda eleitoral, mesmo em plena campanha.

Hertz Dias (PSTU), Sílvio Antonio (PRTB) e Jeisael Marx (Rede) não tiveram tempo algum no horário eleitoral sob alegação de que suas legendas não têm participação no Congresso Nacional.

Os sem-programa utilizam de estratégias nas redes sociais e nas ruas para se tornar conhecidos do eleitor.

Por outro lado, a Justiça Eleitoral continua mantendo o tempo do Solidariedade, cujo candidato, Carlos Madeira, desistiu da disputa antes mesmo do início do horário eleitoral.

Os poucos segundos do Solidariedade são preenchidos com a inscrição “Tempo reservado ao Solidariedade”.

Numa disputa que já teve 12 postulantes, apenas sete aparecem na propaganda.

São eles: Eduardo Braide (Podemos), Duarte Júnior (Republicanos), Neto Evangelista (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Rubens Júnior (PCdoB), Dr. Yglésio (Pros) e Franklin Douglas (PSOL).

0

Debate da Band abre etapa de confronto de ideias entre candidatos

Programa que vai ao ar na noite desta quinta-feira será a primeira oportunidade de o eleitor conhecer as propostas e o posicionamento sócio-político de cada um dos postulantes à Prefeitura de São Luís

 

O debate da TV Band nesta quinta-feira, 1°,  é a primeira oportunidade de o eleitor conhecer as ideias e as propostas de cada candidato a prefeito de São Luís.

O programa, transmitido ao vivo, a partir das 22 horas, abre a temporada de confronto entre os postulantes a prefeitura.

Haverá debates também na TV Guará, Difusora e Mirante…

3

TV Difusora fará dois debate em São Luís no 1º Turno

Primeiro programa terá participação de todos os candidatos de partidos com representação no Congresso nacional de até cinco parlamentares

Adalberto Melo e John Cutrim serão mediadores dos debates na TV Difusora

A TV Difusora, afiliada SBT no Maranhão, vai realizar dois debates em São Luís no primeiro turno das eleições.

O primeiro ocorrerá em 31 de outubro, às 17h45, com os candidatos filiados a partidos que tenham representação de no mínimo cinco parlamentares no Congresso Nacional.

O segundo debate se dará ao meio dia do dia 11 de novembro, com participação mais ampla, ainda a ser definida pela direção da emissora.

1

Madeira desafia pré-candidatos para debate na fase de pré-campanha

Candidato do Solidariedade entende ser preocupante que 60% da população ainda não tenha se decidido por nenhum candidato e vê no encontro de ideias entre todos uma forma de mostrar quem é quem ao eleitor

 

Em conversa com blog Marco Aurélio D’Eça, o ex-juiz federal José Carlos Madeira lançou hoje um desafio: que todos os pré-candidatos a prefeito de São Luís assumam publicamente o compromisso de participar de todos os debates a que forem convidados.

E propõe que os primeiros debates em rádio, TV ou internet sejam realizados ainda na fase de pré-campanha, uma maneira, segundo ele, de fazer com que a população tome conhecimento prévio da história de vida e das propostas de todos que desejam comandar a capital maranhense a partir de janeiro de 2021.

– Eu estou assumindo esse compromisso e faço questão de registrar em cartório – disse o pré-candidato do Solidariedade.  

Madeira considera preocupante o fato de que quase 60% da população – segundo dados de todas as pesquisas de opinião – ainda não se decidiu sobre a intenção de voto nas eleições de novembro de 2020.

– Estamos a menos de três meses das eleições e a grande maioria dos cidadãos de São Luís não escolheu um nome para prefeito, ou porque não conhece os pré-candidatos ou porque não se identifica com velhas propostas que se apresentam, mirabolantes, em embalagens novas – argumentou Madeira.

O ex-juiz federal foi o primeiro, entre os pré-candidatos a prefeito de São Luís, a defender o adiamento das eleições deste ano em razão dos riscos da pandemia da Covid-19.

– Se adiamos as eleições, é fundamental que antecipemos os debates, afinal o eleitor precisa de tempo para, após avaliar os modelos de política que aí estão postos, fazer a escolha mais sensata, pensando sempre no melhor para São Luís – frisou.

Madeira avalia que o distanciamento social provocado pela pandemia criou mais dificuldades para os pré-candidatos e os eleitores.

“Entre eles estão a internet e as redes sociais, mas nem todos os cidadãos têm acesso o tempo todo, e a pré-campanha acaba se transformando em algo excludente”, ponderou.

Segundo o pré-candidato do Solidariedade, os debates nos meios de comunicação de massa, como o rádio e a TV, podem ajudar a democratizar a fase de pré-campanha, com oportunidades iguais a todos.

0

Oito dos 13 candidatos disputarão prefeitura de forma isolada

A menos que ocorram reviravoltas de última hora, Wellington do Curso, Dr. Yglésio, Jeisael Marx, Carlos Madeira, Bira do Pindaré, Adriano Sarney, Franklin Douglas e Saulo Arcangelli terão apenas os seus próprios partidos em seus palanques em São Luís

 

Dr. Yglésio, Saulo Arcangelli, Franklin Douglas, Adriano Sarney, Jeisael Marx, Bira do Pindaré, Carlos Madeira e Wellington do Curso ainda não têm coligação em São Luís

Nada menos que oito dos 13 candidatos a prefeito de São Luís devem entrar na disputa sem nenhum outro partido além do seu próprio.

São eles: Wellington do Curso (PSDB), Dr. Yglésio (PROS), Jeisael Marx (REDE), Carlos Madeira (Solidariedade), Bira do Pindaré (PSB), Adriano Sarney (PV), Franklin Douglas (PSOL) e Saulo Arcangelli (PSTU).

A falta de coligação dificulta a montagem de chapa e a formação de nominata para candidatos a vereador, além de dificultar o acesso à propaganda eleitoral, o que praticamente inviabiliza a candidatura.

Dr. Yglésio, por exemplo, que só tem o apoio oficial da direção do Pros, será candidato sem nem mesmo a chapa de vereadores; e terá que encontrar um vice dentro da própria legenda.

De todos os candidatos isolados, apenas Carlos Madeira ainda pode atrair novas legendas – inclusive algumas com candidato em disputa – já que tem forte articulação nos bastidores.

Adriano Sarney, por sua vez, ainda sonha com o apoio do MDB, que conversa com vários candidatos; Bira do Pindaré aposta no apoio do PT, que tem encaminhamento quase fechado com Rubens Pereira Jr. (PCdoB).

O comunista já tem o apoio do Cidadania.

A candidatura de Wellington ainda é vista com reservas no PSDB, que pode abrir mão da disputa em favor de Eduardo Braide (Podemos), já com o apoio do PSD, do PMN e do PSC.

Eduardo Braide, Neto Evangelista, Duarte Júnior e Rubens Júnior, além de Detinha, devem ter coligações fortes para a disputa

Braide, inclusive, deve disputar a maior coligação com Neto Evangelista (DEM) – que já tem PDT e PSL e espera o MDB e o PTB.

Se for mesmo candidata, a deputada estadual Detinha (PL) terá o apoio do Avante e do Patriotas; Duarte Júnior (Republicanos) já tem o PTC.

De todos os partidos em disputa, apenas MDB, PTB e PT ainda não definiram rumo eleitoral, o que poderia fortalecer alguma das candidaturas soltas.

Mas estas legendas são cobiçadas também por candidatos já com coligação sólida…

1

Assembleia terá 11 representantes nas eleições 2020…

Suplentes vivem a expectativa de poder assumir mandato na Casa e muitos vão se envolver diretamente na campanha desses titulares em vários municípios

 

Pelo menos onze deputados estaduais estão na condição de pré-candidatos a prefeito na capital e no interior do Maranhão. O número é bem superior da disputa eleitoral de 2016, quando seis concorreram e todos acabaram saindo derrotados.

Dessa vez, a história é diferente e pelo menos cinco tem chances reais de vitória.

Obviamente, que os suplentes estão de olho e vivem a expectativa de assumir o mandato efetivamente a partir de janeiro de 2021.

São candidatos os deputados  Adelmo Soares (PCdoB) em Caxias; Duarte Júnior (Republicanos), Neto Evangelista (DEM) e Yglesio Moyses (PROS), em São Luís; Marco Aurélio (PCdoB) vai disputar em Imperatriz.

Também são candidatos Adriano Sarney (PV) em São Luís; Rigo Teles (PL), em Barra do Corda; Leonardo Sá (PL), em Pinheiro; Felipe dos Pneus (Republicanos), disputa em Santa Inês; Fernando Pessoa (Solidariedade) e Wellington do Curso (PSDB).

Do blog de Diego Emir

2

Pré-candidatos foliões no carnaval de São Luís…

Eduardo Braide, Duarte Jr, Dr. Yglésio e Rubens Pereira Júnior participaram, cada um à sua maneira, dos dias de folia nos circuitos; Neto Evangelista optou pelo descanso, mas esteve com Eliziane Gama na festa dos retiros

 

Duarte Júnior passou praticamente todo o carnaval ao lado do governador Flávio Dino; ao circuito, os dois levaram as caras-metade

Os principais candidatos a prefeito de São Luís participaram ativamente do carnaval an capital maranhense, dando o ar da graça nos  circuitos oficiais.

um dos mais festivos era Duarte Jr (Republicanos). 

Ao lado do governador Flávio Dino (PCdoB) e da primeira-dama Daniela Lima, Duarte foi ao circuito Beira-Mar com a namora, Karen Barros, usando a já indefectível camiseta do Capitão América. 

Duarte, aliás, esteve com Flávio Dino praticamente todos os dias do feriadão.

Muito solicitado pelo público, Eduardo Braide posou para selfies na Passarela do Samba, onde esteve na segunda-feria, 24

Presente na passarela do samba, o deputado federal Eduardo Braide (Podemos) tirou fotos e selfies, na segunda-feira, 24.

O pré-candidato foi o campeão de selfies com o público, num reflexo de sua força eleitoral registrada nas pesquisas de intenção de votos.

Dr. Yglésio esteve no circuito Beira-Mar ainda no domingo, 23, em clima romântico com a esposa, juliana Britto

Candidato do Pros, Dr. Yglésio foi não Circuito Beira-mar acompanhado da esposa, Juliana Britto, no domingo de carnaval; e também registrou momentos românticos em meio aos foliões.

Em clima família, Rubens Júnior levou mulher e filhos para passear no circuito antes do início da folia; mas o candidato também acompanhou a festa

Apesar de também participar de alguns dias de folia, Rubens Pereira Júnior (PCdoB) preferiu registrar o passeio coma  família no início de uma das tardes do carnaval, em pleno Circuito Beira-Mar.

 

Após descansar nos três primeiros dias de folia, Neto Evangelista foi á Praça Maria Aragão prestigiar evento gospel da senadora Eliziane Gama

 

Dos principais candidatos presentes na mídia no dias de carnaval, apenas Neto Evangelista (DEM) optou pelo descanso; e só apareceu na Praça Maria Aragão na quarta-feira de cinzas, ao lado da senadora Eliziane Gama (Cidadania), evento que Duarte Júnior também participou.

Os dois participaram do  encerramento da Semana Maranhense de Retiros Culturais, que reuniu quase 100 mil pessoas.

Passado o carnaval, o ano eleitoral começa, de fato, para todos os candidatos.

Foliões ou não…

3

Seis partidos ainda são alvos de candidatos em São Luís…

Legendas estão disponíveis para interessados em disputar a sucessão do prefeito Edivaldo Júnior, mas podem também compor com outras agremiações; prazo de filiação termina em 4 de abril

 

PL, PP, Cidadania, PRB, PSL e PSD são os principais partidos políticos em São Luís ainda disponíveis para interessados em concorrer à Prefeitura de São Luís.

Essas legendas são alvos de pelo menos três pré-candidatos – Wellington do Curso (PSDB), Duarte Júnior (PCdoB) e Dr. Yglésio (sem partido) – que ainda não conseguiram garantir espaço para se consolidar como opção ao eleitor.

Esses pré-candidatos têm até o dia 4 de abril para estar oficialmente filiados. Caso contrário, ficarão de fora da disputa.

Até agora, já garantiram partido os pré-candidatos Eduardo Braide (Podemos), Neto Evangelista (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Carlos Madeira (Solidariedade), Adriano Sarney (PV), Rubens Pereira Jr. (PCdoB) e Jeisael Marx (Rede).

Há outros partidos ainda na mesa de negociações, a exemplo de PDT, MDB e PT; mas estes já têm caminho  aberto em coligações com candidatos já estabelecidos.

As convenções que vão definir os candidatos ás eleições de outubro serão realizadas entre o meses de julho e agosto…