1

Josimar reforça time de Weverton com mais de 50 prefeitos

Apoio do deputado federal garantirá também um batalhão de quase 700 vereadores, ex-prefeitos, deputados federais e estaduais à campanha do senador do PDT, além do PL, Avante e Patriotas

 

Apoio de Josimar vai garantir a Weverton a ampliação da sua base de prefeitos, deputados e vereadores em todos os 217 municípios do Maranhão

O apoio do deputado federal Josimar Maranhãozinho ao senador Weverton Rocha (PDT), o que será anunciado nos próximos dias, deve praticamente selar a ida do pedetista ao segundo turno

Josimar leva para a base de Weverton três partidos – o PL, o Avante e o Patriotas – mais de 50 prefeitos, 700 vereadores, deputados federais e estaduais, que se juntam ao time de Weverton.

Líder nas pesquisas de intenção de votos, Weverton garante, com a aliança, uma capilaridade ainda maior de sua candidatura, alcançando todos os 217 municípios maranhenses; em troca do apoio, o grupo do pedetista garantirá base eleitoral para Josimar e seu grupo de deputados estaduais e federias.

Ainda que haja as naturais defecções de um outro outro aliado do deputado descontente com o acordo, a expectativa é que Josimar entregue ao menos 90% de sua base a Weverton.

O anúncio é também um duro golpe na campanha do governador-tampão Carlos Brandão (PSB), que chegou a oferecer, literalmente, mundos e fundos pelo apoio de Josimar Maranhãozinho.

Pesou a favor do senador sua melhor articulação nacional e sua maior perspectiva de vitória…   

1

Josimar Maranhãozinho em conversas francas com Weverton Rocha

Deputado federal de PL encerrou negociações com o governador-tampão Carlos Brandão e pode anunciar apoio ao senador do PDT nas próximas semanas, levando consigo cerca de 50 prefeitos, 700 vereadores e bancadas próprias de deputados federais e estaduais

 

Weverton pode ampliar sua base de apoio nos municípios coma aliança com Josimar Maranhãozinho

O deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) encerrou definitivamente as tratativas com o  governador-tampão Carlos Brnadão (PSB).

Antipático ao ex-governador Flávio Dino (PSB), Maranhãozinho viu na tutela dele sobre Brandão como um empecilho para a aliança; o parlamentar abriu conversas francas com o senador Weverton Rocha (PDT).

Ao blog Marco Aurélio D’Eça o vereador Aldir Júnior (PL), sobrinho do deputado, já dava como certo, há semanas, o apoio do tio ao senador pedetista.

A aliança com Josimar Maranhãozinho garantirá a Weverton Rocha o acréscimo em sua base de apoio em mais de 50 prefeitos, 700 vereadores, ex-prefeitos, vice-prefeitos e lidranças políticas em todo Maranhão, além de uma bancada própria de deputados federais e estaduais.

Para o Senado, Josimar vai apoiar Roberto Rocha (PTB), que já tem apoio de todos os pré-candidatos a governador da oposição e de 11 partidos…

1

Oposição firma pacto de aliança em eventual segundo turno…

Representantes de todos os candidatos não-alinhados ao Palácio dos Leões assinaram nesta segunda-feira, 2, documento em que se comprometem a seguir juntos, caso qualquer um deles enfrente o governador-tampão Carlos Brandão numa segunda rodada de votação em outubro

 

Partidos e lideranças fecharam compromisso com Roberto Rocha e devem estar juntos também eventual segundo turno

O cenário eleitoral da disputa pelo Governo do Estado e pelo Senado no Maranhão começa a ganhar ares cada vez mais difíceis para o Palácio dos Leões, para o governador-tampão Carlos Brandão (PSB) e para o ex-governador Flávio Dino (PSB).

Pela primeira vez na história política do estado, um candidato a senador – Roberto Rocha (PTB) recebe apoio aberto de todos os candidatos a governador não alinhados ao Palácio dos Leões;.

E estes mesmos candidatos firmaram pacto de apoio a qualquer um que vier enfrentar Carlos Brandão em eventual segundo turno.

O pacto das oposições complica sobretudo a vida de Flávio Dino, que, fora do poder, não conseguiu ainda construir uma agenda popular como pré-candidato a senador.

Com a aliança oposicionista, Dino perde para Rocha, sobretudo, a capilaridade eleitoral necessária no interior.

Serão dezenas de prefeitos, vereadores, ex-prefeitos, vice-prefeitos, segundas e terceiras forças em todos os 217 municípios pedindo votos contra o projeto de poder do Palácio dos Leões, representados pela dupla Dino/Brandão.

No palanque contra Dino e Brandão estarão lulistas, bolsonaristas, ciristas, esquerdistas, direitistas e até membros de partidos que estão no próprio governo, como PSDB, PT e PP.

A aliança oposicionista é um fato histórico por que mostra a insatisfação de toda uma classe política contra um projeto de poder construído à força e mantido pela pressão, opressão e pelo medo das estruturas do estado.

E tende a ganhar as ruas do Maranhão inteiro, da forma como já ocorreu na história recente, em 2006 e 2014.

Mas esta é uma outra história…

8

Roberto Rocha empareda Flávio Dino com apoio de todos os candidatos a governador da oposição

Senador reuniu nesta segunda-feira representantes do PDT, de Weverton Rocha, do PSD, de Edivaldo Júnior, do PSC, de Dr. Lahésio e do PL, de Josimar Maranhãozinho para anunciar sua candidatura à reeleição ao Senado; ele também recebeu apoio do PRB, do PROS, do Agir36 e do PMN, numa aliança que deve se repetir em um eventual segundo turno para o governo

 

Roberto Rocha passa a ser a partir de agora o candidato a senador de todos os partidos e candidatos de oposição ao Palácio dos leões, a Carlos Brandão e a Flávio Dino

Quatro dias depois de o senador  Weverton Rocha (PDT) anunciar que não mais votaria no  ex-governador Flávio Dino (PSB), seu colega de bancada Roberto Rocha (PTB) anunciou candidatura à reeleição ao Senado com apoio de todos os candidatos governador que fazem oposição ao Palácio dos Leões.

Na mesma mesa, em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, 2, Rocha reuniu representantes do próprio Weverton e dos também candidatos Edivaldo Júnior (PSD), Dr. Lahésio Bonfim (PSC) e Josimar Maranhãozinho (PL); além disso, recebeu apoio do PROS, do Republicanos, do Aigr36 e do PMN.

A coligação que vai embalar a candidatura de Roberto é duas vezes maior que a de Flávio Dino, que reúne apenas o PCdoB, o PT, e o PSB.

Ao reunir toda a oposição em torno do seu nome, Roberto Rocha gera o principal fato político deste mês, exatamente no dia em que Flávio Dino completa 30 dias fora do poder sem conseguir gerar fatos em torno do seu nome.

A vantagem desta aliança é a capilaridade de votos em todo o Maranhão, que pode, nos próximos meses, quebrar a diferença nas pesquisas, hoje ainda liderada por Flávio Dino.

– Tenha a certeza senador, que todos nós, do PDT, do grupo de Weverton, e dos demais pré-candidatos e partidos aqui representados vamos trabalhar pelo seu nome em todo o Maranhão – afirmou o presidente da Federação dos Municípios, Erlânio Xavier (PDT), que representava Weverton.

Segundo o próprio Roberto Rocha, o apoio a ele para o Senado significará também uma aliança de todos os candidatos e partidos em um eventual segundo turno contra o governador-tampão Carlos Brandão (PSB), único agora a defender a candidatura de Flávio Dino ao Senado.

Os deputados federais Edilázio Júnior (PSD) e Aluísio Mendes (PSC) representaram, respectivamente, os candidatos Edivaldo Júnior e Dr. Lahésio; de Josimar, o representante foi o deputado estadual Vinícius Louro (PL).

Também participaram do encontro o deputado federal Cléber Verde (PRB), os estaduais Marcos Caldas (PROS). Glabvert Cutrim (PDT) e Neto Evangelsita (PDT), o vereador Álvaro Pires (PMN) e o representante do Agir36.

A partir de agora, a campanha pelo Senado muda de patamar com a força política representada por Roberto Rocha.

Força política que ele pretende transformar em força eleitoral para barrar o sonho senatorial de Flávio Dino…

1

Em vitória pessoal de Roberto Costa, MDB fecha com Neto…

Aliança foi anunciada na manhã desta segunda-feria, 31, com apoio das excecutivas estadual e nacional do partido e com participação da ex-governadora Roseana Sarney e das bancadas federal e estadual emedebista

 

Roberto Costa trabalhava desde 2019 o apoio do MDB ao candidato democrata Neto Evangelista, o que foi oficializado nesta segunda-feira, 31

O MDB anunciou nesta segunda-feira, 31, o apoio ao pré-candidato do DEM, Neto Evangelista.

O apoio a Neto é uma vitória pessoal do deputado estadual Roberto Costa, que advogava deste o início esta tese.

– O MDB vai com Neto Evangelista por que acredita em seu potencial de vitória e na sua capacidade gerencial – disse Costa.

 

Roseana anunciou a aliança com Neto em seu perfil nas redes sociais; projeto de 2022 pode envolver PDT e MDB

A aliança do MDB com o DEM – em coligação que tem também o PDT, o PTB e o PSL – recebeu o aval das executivas estadual e nacional do partido e t2ambém da ex-governadora Roseana Sarney.

Roseana fez questão, inclusive, de anunciar a decisão em seu perfil no Instagram, numa mostra de que a coligação pode encaminhar também um projeto MDB/PDT/DEM/PTB/PSL para 2022.

Mas esta é uma outra história…

2

MDB já tem até vice para Carlos Madeira

Militante católico Kécio Rabelo é ligado ao deputado estadual Roberto Costa e foi secretário-adjunto de Administração Penitenciária no governo Roseana Sarney; partido ainda não oficializou apoio

 

O jovem Kécio Rabelo vai representar o MDB na chapa do juiz aposentado Carlos Madeira

O MDB deverá indiciar co candidato a vice-prefeito na chapa do juiz aposentado Carlos Madeira, candidato do Solidariedade.

O escolhido é o ex-secretário-adjunto Kécio Rabelo, militante dos movimentos católicos e ligado ao deputado estadual Roberto Costa.

A informação é do blog do Diego Emir.

Apesar de o partido ainda não ter oficializado o apoio a Madeira, nos bastidores é dado como certo que legenda vai se aliar ao Solidariedade.

Coma  aliança, Carlos Madeira passa a ter um dos melhores tempos na propaganda eleitoral, e espera este trunfo para crescer durante a campanha e chegar ao segundo turno.

A confirmação do nome de Kécio Rabelo deve se dar nos próximos dias…

0

Possível união de Expedito Jr. e Coronel Egídio muda cenário em Bacabal

Uma aliança deve mudar os rumos das eleições em Bacabal.

Os comentários na cidade impulsionam os próximos capítulos do pleito eleitoral de 2020 com a possível união entre os pré-candidatos da oposição, o advogado Expedito Júnior e o vereador Coronel Egídio, ambos pré-candidatos a prefeito da cidade.

Na última pesquisa realizada pelo IPAM, registrada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com a matrícula MA-07976/2020, uma comprovação indiscutível, a eleição em Bacabal é polarizada entre o grupo do ex-senador João Alberto e a oposição.

E mostrou que a soma dos dois pré-candidatos registra um empate técnico com o atual prefeito de Bacabal.

A pesquisa mostra Edvan com 41%; outros 58,5% da população têm outra opção.

Com a possível união a população certamente terá em Expedito e Egidio o caminho que busca para a renovação política em Bacabal.

0

Neto Evangelista recebe apoio de Mical Damasceno…

Deputada estadual do PTB anunciou no início da noite desta terça-feira, 7, que vai entrar na campanha do candidato democrata, mesmo sem que sua legenda tenha, ainda, declarado aliança oficial com a coligação DEM/PDT

 

Neto terá o apoio Mical Damasceno, que é do PTB, partido que deve somar com o DEM nas eleições de São Luís

A deputada estadual Mical Damasceno (PTB) oficializou nesta terça-feira, 7, seu apoio ao colega de parlamento e pré-candidato a prefeito de São Luís Neto Evangelista (DEM).

– O povo Ludovicense terá grande chance, nas próximas eleições, de construir uma nova história para o município. E o nosso amigo Neto Evangelista reúne todas as condições necessárias para esta mudança – afirmou Mical.

Além do apoio da deputada, Neto também ganha ala da igreja evangélica para a sua candidatura, já que Mical é filha de Aldir Damasceno, presidente da Convenção Estadual das Assembleias de Deus no Maranhão.

2

Neto Evangelista cada vez mais alinhado ao MDB…

Deputado do DEM tem articulado politicamente ao lado do colega de Assembleia Legislativa Roberto Costa e participado ativamente de ações com o emedebista em bairros de São Luís

 

O LADO DE ROBERTO COSTA, NETO EVANGELISTA FALOU PARA UMA MULTIDÃO NA MADRE DEUS, encaminhando seu projeto de candidatura em São Luís

A presença do deputado estadual Neto Evangelista (DEM) no evento organizado pelo colega de Assembleia Legislativa Roberto Costa (MDB), na noite de domingo, 13, na Madre Deus, reforçou um fato que tem sido cada vez mais discutido em São Luís.

No MDB há outros nomes postos – incluindo o do juiz federal carlos Madeira – sobretudo os que agradam ao ex-senador João Alberto e à ex-governadora Roseana Sarney.

Único representante do partido com mandato, no entanto, Roberto Costa tem influência direta para definir os rumos emedebistas.

Pré-candidato a prefeito, Evangelista tem articulado forte com o colega a aliança com o MDB.

A princípio, Roberto defendia o nome do ex-deputado federal Victor Mendes como candidato do partido em São Luís, mas a timidez e a pouca aptidão política do escolhido praticamente o descartou da campanha.

Foi então que começaram as conversas entre Roberto e Neto.

O pré-candidato do DEM mostrou-se extremamente à vontade ao lado do colega do MDB na festa das crianças, na Praça da Saudade.

E o caminho para uma aliança está aberto…

1

Conversa de Flávio Dino com Sarney teve aval da direção do PCdoB…

Ex-presidente nacional do partido comunista, Renato Rabello, esteve pelo menos duas vezes com o ex-presidente da República para agendar o encontro com o governador maranhense

 

RENATO RABELO ARTICULOU A AGENDA DE FLÁVIO DINO COM A DO EX-PRESIDENTE SARNEY, que gerou forte repercussão no estado

Muito mais que a articulação local entre aliados dos dois líderes políticos, o encontro entre o ex-presidente José Sarney e o governador Flávio Dino (PCdoB0 passou pelo crivo da direção nacional comunista.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça, entre aliados de lado a lado, Renato Rabello, uma das principais lideranças do PCdoB – e que foi, inclousive, presidente da legenda – esteve por duas vezes com Sarney nos últimos meses.

Ao receber o aval do ex-presidente, Rabello comunicou Dino, que seguiu para Brasília.

Tanto que o ex-ministro Orlando Silva, outro histórico do PCdoB nacional, participou ativamente da conversa, que ocorreu na casa de Sarney, na capital federal.

O aval do PCdoB reforça o caráter político do encontro.

Que pode ter desdobramentos eleitorais, inclusive…