2

Neto Evangelista cada vez mais alinhado ao MDB…

Deputado do DEM tem articulado politicamente ao lado do colega de Assembleia Legislativa Roberto Costa e participado ativamente de ações com o emedebista em bairros de São Luís

 

O LADO DE ROBERTO COSTA, NETO EVANGELISTA FALOU PARA UMA MULTIDÃO NA MADRE DEUS, encaminhando seu projeto de candidatura em São Luís

A presença do deputado estadual Neto Evangelista (DEM) no evento organizado pelo colega de Assembleia Legislativa Roberto Costa (MDB), na noite de domingo, 13, na Madre Deus, reforçou um fato que tem sido cada vez mais discutido em São Luís.

No MDB há outros nomes postos – incluindo o do juiz federal carlos Madeira – sobretudo os que agradam ao ex-senador João Alberto e à ex-governadora Roseana Sarney.

Único representante do partido com mandato, no entanto, Roberto Costa tem influência direta para definir os rumos emedebistas.

Pré-candidato a prefeito, Evangelista tem articulado forte com o colega a aliança com o MDB.

A princípio, Roberto defendia o nome do ex-deputado federal Victor Mendes como candidato do partido em São Luís, mas a timidez e a pouca aptidão política do escolhido praticamente o descartou da campanha.

Foi então que começaram as conversas entre Roberto e Neto.

O pré-candidato do DEM mostrou-se extremamente à vontade ao lado do colega do MDB na festa das crianças, na Praça da Saudade.

E o caminho para uma aliança está aberto…

1

Conversa de Flávio Dino com Sarney teve aval da direção do PCdoB…

Ex-presidente nacional do partido comunista, Renato Rabello, esteve pelo menos duas vezes com o ex-presidente da República para agendar o encontro com o governador maranhense

 

RENATO RABELO ARTICULOU A AGENDA DE FLÁVIO DINO COM A DO EX-PRESIDENTE SARNEY, que gerou forte repercussão no estado

Muito mais que a articulação local entre aliados dos dois líderes políticos, o encontro entre o ex-presidente José Sarney e o governador Flávio Dino (PCdoB0 passou pelo crivo da direção nacional comunista.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça, entre aliados de lado a lado, Renato Rabello, uma das principais lideranças do PCdoB – e que foi, inclousive, presidente da legenda – esteve por duas vezes com Sarney nos últimos meses.

Ao receber o aval do ex-presidente, Rabello comunicou Dino, que seguiu para Brasília.

Tanto que o ex-ministro Orlando Silva, outro histórico do PCdoB nacional, participou ativamente da conversa, que ocorreu na casa de Sarney, na capital federal.

O aval do PCdoB reforça o caráter político do encontro.

Que pode ter desdobramentos eleitorais, inclusive…

1

Imagem do dia: a vitória de Osmar Filho e o prestígio de Pedro Lucas…

Pedetista conseguiu a unanimidade dos colegas na Câmara Municipal, graças, também, à articulação política e judicial do petebista, que assumiu apoio à sua candidatura desde antes do início da campanha na Casa

 

A imagem mostra a alegria dos vereadores Osmar Filho (PDT) e Pedro Lucas Fernandes (PTB). O pedetista articulou, ainda em 2016, a sucessão do presidente Astro de Ogum (PR); e lutou por ela até conseguir. Teve como forte aliado o petebista, que foi até à Justiça para garantir o cumprimento do acordo. Os dois tiveram hoje, fortes motivos para comemorar

1

Os gestos de Eliziane Gama por Flávio Dino…

Eleita pela primeira vez no mesmo ano em que o comunista entrou na política, deputada federal fez dois gestos por ele – em 2010 e em 2014 – que o transformaram em líder estadual; e agora espera ser reconhecida por isso

 

EM 2014. Eliziane abriu mão da candidatura ao governo, favorecendo a vitória de Dino em primeiro turno

Pré-candidata a senadora pelo PPS, a deputada federal Eliziane Gama (PPS) passou a ser o principal nome no grupo do governador Flávio Dino (PCdoB) após rompimento do ex-governador José Reinaldo Tavares (sem partido).

Ao contrário de Tavares, que decidiu não mais esperar pela decisão do comunista, Eliziane prefere manter-se ao seu lado, apostando nos gestos que fez por ele desde o início de sua vida pública.

E pelo menos dois desses gestos fizeram de Dino o líder político que é hoje no Maranhão.

EM 2010. Partido de Eliziane, o PPS, foi o único a compor a coligação de Flávio Dino, que acabou em segundo lugar

Em 2010, o PPS de Eliziane Gama foi o único partido a apoiar a pretensão de Flávio Dino de concorrer ao Governo do Estado pela primeira vez – indicando, inclusive, a professora Miosótis Lúcio como vice do PCdoB.

O comunista saiu do pleito como segundo colocado na disputa, tornando-se líder estadual a partir de então.

Em 2014, novo gesto de Eliziane Gama em favor do governador.

Na ocasião, a parlamentar apresentava índices de intenção de votos para governadora que abriria possibilidade de um segundo turno no Maranhão.

Apesar da pressão dos adversários do comunista pela sua candidatura, ela preferiu declarar apoio a Dino, garantindo sua vitória em primeiro turno.

EM 2006. Eliziane fez dobradinha com o então novato Flávio Dino nas eleições parlamentares; ambos foram eleitos

Neste meio tempo, Eliziane disputou duas eleições majoritárias em São Luís – 2012 e 2016 – sem o apoio de Flávio Dino.

E entende que chegou a hora de ele retribuir os gestos…

9

Sarney Filho senador na chapa de Flávio Dino?!?

Cada vez mais aliados do governador comunista demonstram simpatia por esta tese, que agrada também a um grupo de oposicionistas

 

 

Sarney Filho pode vir a compor a chapa de Flávio Dino, numa aliança já defendida por aliados do comunista

Sarney Filho pode vir a compor a chapa de Flávio Dino, numa aliança já defendida por aliados do comunista

A tese que dá título a este post é a seguinte: o atual ministro do meio Ambiente, Sarney Filho, assumiria uma das duas vagas de candidato a senador na chapa encabeçada pelo governador Flávio Dino, em 2018, numa aliança que incluiria o PV no palanque do PCdoB, PDT e PT.

Por mais esdrúxula que possa parecer, a tese ganha cada vez mais adeptos entre aliados do governador Flávio Dino.

Ela já foi defendida – em mais de uma ocasião, e com diferentes interlocutores – pelo presidente em exercício da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB); pelo líder do governo na Assembleia, Rogério Cafeteira (PSB), e por deputados estaduais do PDT.

E a aliança tem a simpatia, inclusive, do presidente do PDT, deputado federal Weverton Rocha, ele próprio um dos postulantes à vaga no Senado. Rocha tem relação de amizade com Sarney Filho na Câmara Federal, o que facilitaria a relação dos dois.

A defesa de socialistas, comunistas e pedetisas têm uma razão de ser: a inclusão do ministro na chapa dinista barraria a pretensões do presidente da Assembleia, Humberto Coutinho (PDT), que tem ganhado resistência de parlamentares.

Todos os defensores da chapa Flávio Dino governador, Weverton e Sarney Filho candidatos ao Senado deixam claro que ainda não trataram com Dino sobre o tema, mas dizem aos interlocutores que, “pragmático, o governador não se oporia”.

A resistência poderia vir, acreditam, do lugar-tenente de dino, o jornalista Márcio Jerry.

Mas esta é uma outra história…

2

Frase do dia: Eliziane e a oposição com responsabilidade…

Eliziane fala às claras sobre suas alianças...

Eliziane fala às claras sobre suas alianças…

Eu fiquei um tanto preocupada porque o João Castelo, por exemplo, eu fui opositora a ele, ferrenha, em 2012. E quando eu tive da parte dele, de que ele apoiaria essa aliança, eu tive uma felicidade em saber que eu fiz uma oposição com muita responsabilidade. Não resultou mágoas (sic)”.

Eliziane Gama, candidata a prefeita de São Luís, durante entrevista à TV Mirante

5

Eliziane recebe apoio de petistas e movimentos sociais…

Candidata do PPS reuniu-se ontem em São Luís com militantes do PT, coordenados pelo dirigente partidário Joab Jeremias, e com membros de movimentos sociais, que reforçaram o apoio

Ao lado do vice, José Joaquim, Eliziane fala aos petistas e atores sociais sobre suas propostas

Ao lado do vice, José Joaquim, Eliziane fala aos petistas e atores sociais sobre suas propostas

A candidata do PPS à Prefeitura de São Luís reuniu-=se na noite desta quarta-feira, 14, com representantes do Partido dos Trabalhadores e membros de movimentos sociais, que declararam apoio à sua candidatura.

– Foram mais de 100 militantes presentes no ato, mostrando que os petistas apoiam Eliziane – declarou o dirigente partidário Joab Jeremias.

Jeremias com os miltantes: articulador do evento

Jeremias com os miltantes: articulador do evento

Além dos filiados ao PT, o encontro reuniu membros de vários movimentos sindicais de diversos segmentos, associações e líderes comunitários, totalizando mais de 200 lideranças.

– Foram dois eventos em um só. a adesão dos petistas e dos movimentos sociais – explicou Joab.

O auditório do Grand São Luís Hotel ficou lotado

O auditório do Grand São Luís Hotel ficou lotado

No encontro, Eliziane Gama falou de suas posições político-ideológicas e das propostas que se encaixam no conceito dos movimentos sociais, que sempre foi uma de suas bandeiras parlamentares.

A candidata do PPS esteve acompanhada do vice, vereador José Joaquim (PSDB)…

0

Paulo Marinho Jr. vai ser o vice de Fábio Gentil em Caxias…

Suplente de  deputado federal substitui Maisa Marinho com objetivo de fortalecer a chapa que faz oposição à candidatura do prefeito Leo Coutinho

 

Fábio e Paulinho: aliança em Caxias

Fábio e Paulinho: aliança em Caxias

O suplente de deputado federal Paulo Marinho Júnior (PMDB) foi confirmado pela Justiça Eleitoral como candidato a vice-prefeito de Caixas na chapa do vereador Fábio Gentil (PRB).

Paulinho substitui Maisa Marinho, que teve o registro questionado na Justiça Eleitoral.

Desde o início da campanha, a oposição sonhou com a aliança em torno de Fábio e Paulinho; o PMDB optou por indicar Maisa, mas  a pressão continuou sobre o suplente de deputado.

Nesta semana ele decidiu aceitar o convite e vai substituir Maisa Marinho.

A formação da chapa com Fábio Gentil repercutiu fortemente nas eleições de Caixas. Juntos, Fábio Gentil e Paulo marinho9 Júnior tinham percentuais de intenção de votos superiores aos de Leo Coutinho.

A aposta agora é que esses índices se somem pela vitória em Caxias…

2

Rosângela Curado torna-se favorita em Imperatriz….

Problemas de Ildon Marques com a Justiça Eleitoral, inviabilidade do candidato do prefeito Sebastião Madeira e a incapacidade do delegado Assis Ramos de ampliar alianças criam as condições para a pedetista vencer as eleições

 

 

Rosângela e seus aliados em Imperatriz: força para vencer obstáculos

Rosângela e seus aliados em Imperatriz: força para vencer obstáculos

Já tentaram de tudo para impedir a candidatura da pedetista Rosângela Curado em Imperatriz.

O próprio governo tentou inviabilizá-la, em 2015, tentando gerar um fato em torno de sua exoneração da Secretaria de Saúde, com o objetivo de fortalecer um nome do PCdoB.

Não deu certo.

Agora, ás vésperas das convenções, um vídeo de Rosângela, bêbada, em uma blitz, tinha o objetivo apenas de tentar tirá-la do páreo antes das convenções. Fogo amigo? Bombardeio de adversários? antecipação da própria candidata? ninguém ainda conseguiu responder.

Mas, de novo, não deu certo.

E Rosângela segue firme como a principal candidata à Prefeitura de Imperatriz, muito pelos méritos e carismas próprios; mas um tanto também pela incompetência dos adversários – de dentro e de fora do seu palanque.

Com Ildon Marques, em 2012, quando chegou a ameaçar a reeleição de Sebastião Madeira

Com Ildon Marques, em 2012, quando chegou a ameaçar a reeleição de Sebastião Madeira

Líder nas pesquisas, o ex-prefeito Ildon Marques (PSB) tem a dúvida pairando sobre sua candidatura, com sucessivas ações contra ele na Justiça Eleitoral.

O candidato do prefeito Sebastião Madeira (PSDB), Ribinha Cunha (PSC), não consegue se viabilizar e patina nas pesquisas.

Terceiro colocado na disputa, o delegado Assis Ramos (PMDB) mostrou-se pouco profissional ao também acionar Ildon Marques na Justiça Eleitoral, inviabilizando qualquer possibilidade de apoio em caso de o ex-prefeito ter que deixar a disputa.

A propósito, Rosângela Curado já foi candidata do próprio Ildon Marques em Imperatriz.

E não será surpresa se o ex-prefeito – inviabilidade judicialmente – decidir apoiá-la novamente.

Mas esta é uma outra história…