0

Em Brasília, Fábio Câmara vê maranhense em busca da oportunidade que falta no MA

Pré-candidato do PDT a prefeito de São Luís mostrou a coragem da senhora Norma Helena, do Bairro de Fátima, que vende frango e peixe assados na capital federal por que não conseguiu trabalhar na capital maranhense; o pedetista encontrou também com o senador Weverton Rocha, com

Read more
0

PDT confirma convenção estadual em junho…

Partido deve reunir dirigentes e militância no dia 14 do próximo mês para escolher o novo comando estadual – que confirmará o senador Weverton Rocha na presidência – e lançar oficialmente a candidatura do ex-vereador Fábio Câmara à Prefeitura de São Luís

 

PDT vai reunir sua militância com Weverton Rocha e Fábio Câmara, para confirmar o projeto eleitoral de 2024 na capital maranhense

O PDT deve realizar no dia 14 de junho a sua convenção estadual, que será marcada por dois momentos distintos:

  • o senador Weverton Rocha será reconduzido à presidência estadual do partido;
  • o ex-vereador Fábio Câmara será apresentado oficialmente à prefeitura de São Luís.

A convenção pedetista estava marcada para o dia 10 de maio, mas foi adiada por causa da morte da mãe do deputado federal Márcio Honaiser.

Com a permanência do senador Weverton Rocha à frente do partido, o PDT quer manter a sua força eleitoral na capital maranhense, onde elegeu todos os prefeitos – com candidato próprio ou em aliança – desde as eleições 1988.  

O nosso candidato é Fábio Câmara; a cidade precisa de um jovem como ele, igual à maioria dessa população, não só na cor da pele, de ser um negro, um preto, mas de conhecer os problemas e saber o que a população realmente precisa”, ressaltou Weverton, em entrevista à TV Mirante, no início da semana.

 

Em 2020, o PDT apoiou a candidatura do deputado Neto Evangelista (União Brasil), que alcançou cerca de 18% dos votos; no segundo turno, o apoio pedetista foi fundamental para a vitória do atual prefeito Eduardo Braide.

É com essa certeza de uma base de votos histórica que o PDT entende suas chances de ir ao segundo turno na capital maranhense…

0

PDT prepara supersexta para Fábio Câmara e candidatos do interior…

Convenção do partido na Assembleia Legislativa vai se transformar em uma festa com a presença do senador  Weverton Rocha e do ministro da Previdência Social Carlos Lupi – que vem representando o presidente Lula – e marcará o início da corrida  pedetista rumo à Prefeitura de São Luís

 

Os pedetistas farão grande festa na convenção do partido com a presença de todos os candidatos a prefeito; Fábio Câmara lidera chapa em São Luís

O senador Weverton Rocha e o ministro da Previdência Social Carlos Lupi vão receber em convenção estadual do PDT, nesta sexta-feira, 10, na  Assembleia Legislativa, o pré-candidato a prefeito de São Luís, Fábio Câmara, sua chapa de candidatos a vereador – encabeçada pelo presidente municipal Ra9imundo Penha – e os demais candidatos  partido no interior maranhense.

  • a convenção marcará a recondução de Weverton Rocha ao comando estadual do PDT;
  • o ministro Carlos Lupi representará também o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), apoiado pelo PDT.

Nós temos em São Luís uma chapa completa de candidatos a vereador e vamos disputar com força a prefeitura de São Luís com Fábio Câmara; esse grupo será recebido pelo senador Weverton e pelo ministro Lupi, que comandam o partido, no Maranhão e no Brasil, respectivamente”,  explicou Raimundo Penha.

 

O PDT terá candidatos próprios em pelo menos 40 municípios maranhenses, além de compor coligações poderosas em diversas outras cidades; em São Luís, o partido trabalha como a terceira via na disputa pela Prefeitura de São Luís, evitando a polarização entre as máquinas da prefeitura e do Governo do Estado.

A convenção do PDT está marcada para as 15 horas, na Assembleia Legislativa…

0

Fábio Câmara faz campanha com Álvaro Pires na Zona Rural…

Pré-candidato do PDT a prefeito de São Luís acompanhou o vereador do PSB em várias comunidades que apoiam ambos, apesar de estarem em palanques diferentes na campanha para as eleições de outubro

 

Álvaro Pires e Fábio Câmara começaram cedo sua jornada de fim de semana pela Zona Rural de São Luís

O pré-candidato do PDT a prefeito de São Luís, ex-vereador Fábio Câmara, tem avançado na articulação política para além do seu partido; mostra disso foi sua participação em reuniões ao lado do vereador Álvaro Pires (PSB), na Zona Rural da capital maranhense no fim de semana.

Juntamente com Pires, Câmara esteve com as comunidades de Itapera, Quebra Pote, Kassako, Santa Helena e região.

São lideranças comunitárias dessas áreas que me apoiam e apoiam também o Fábio Câmara”, contou Álvaro Pires, que tem uma história de relação política com o candidato pedetista desde os tempos em que ambos trabalhavam no MDB.

Fábio Câmara tem fortalecido a sua pré-candidatura na Zona Rural de São Luís e nas comunidades mais afastadas dos centros chamados “nobres”; ele é o único candidato a prefeito presente quase que diariamente nestas áreas, desassistidas pelo poder público.

Tenho minha base eleitoral nas comunidades da Zona Rural; e lá, cada comunidade busca a atenção de um vereador. Álvaro Pires é um destes vereadores com atuação onde eu também atuo”, explicou o pré-candidato pedetista.

O PSB de Álvaro Pires tem como candidato o deputado federal Duarte Júnior, que aposta numa atuação mais estrutural, com a força da máquina do Governo do Estado, que se mantém distante dessas comunidades.

Além de pré-candidatos socialistas, Câmara faz dobradinha também com candidatos de legendas alinhadas a outros projetos políticos.

Assim vou construindo e consolidando a minha base, que fará a diferença em outubro”, acredita o pré-candiato pedetista…

0

PDT reúne pré-candidatos para preparar convenção do dia 10…

Presidente municipal do partido confirmou a presença do ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, que vem acompanhado do senador Weverton Rocha; evento, que acontece na  Assembleia Legislativa marcará também lançamento da candidatura de Fábio Câmara a prefeito de São Luís

 

Os pré-candidatos e membros do diretório discutiram formas de realizar a convenção estadual no dia 10 de maio

O diretório municipal do PDT reuniu esta emana os pré-candidatos do partido em São Luís para discutir a convenção estadual, marcada para o dia 10 de maio; o presidente do diretório de São Luís, vereador  Raimundo Penha, recebeu o pré-candidato a  prefeito Fábio Câmara e os pré-candidatos a vereador na capital maranhense.

Penha confirmou a presença na convenção do ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, que vem representando o presiden4e lula (PT).

  • além de Lupi, a convenção terá o senador Weverton Rocha, que deve ser reconduzido ao comando estadual;
  • o evento servirá também para apresentar o ex-vereador  Fábio Câmara como candidato a prefeito de São Luís;

O encontro do PDT reunirá diretório de todo o estado e mostrará a força do partido par as eleições municipais.

O parido espera manter a média de prefeituras das últimas eleições…

0

A lição de Braide em 2016 que Fábio Câmara executa com perfeição em 2024

Há oito anos, atual prefeito de São Luís iniciou seu projeto de vencer as eleições na capital maranhense e chegou ao segundo turno – “quando ninguém acreditava que tinha chances” – andando a pé nos bairros e mantendo contato direto com a população nas comunidades, exatamente o que o candidato do PDT faz nesta campanha

 

A rotina de Fábio Câmara nas comunidades mais necessitadas – como o Braide de 2016 – dá a base para consolidar seu plano de governo em São Luís

Pensata

Este blog Marco Aurélio d’Eça publicou em 4 de maio de 2016 o post “O fator Eduardo Braide…”; tratava-se de uma análise sobre as chances do então recém-lançado candidato a prefeito que aparecia com apenas 2% de intenção de votos e ninguém apostava qualquer centavo no cabimento de sua candidatura.

– Braide é desses políticos contidos no que diz respeito a aparições midiáticas, mas com forte poder de penetração quando fala, por que fala com propriedade; dentre todos os candidatos, Eduardo Braide é o mais profissional, mais centrado politicamente e o mais eficiente na articulação de bastidores”, afirmava este blog, único a acreditar no potencial do então deputado estadual, que foi chamado de terceira via no texto antes mesmo do início da campanha eleitoral.

 

Nestas eleições de 2024, este blog Marco Aurélio d’Eça tem apostado – também solitariamente – em outro personagem com perfil de terceira via, o ex-vereador Fábio Câmara (PDT); o pedetista tem executado com maestria a lição ensinada por Braide há oito anos. (Entenda aqui, aqui, aqui e aqui).

Fábio Câmara é único dos candidatos já apresentados a fazer reuniões diárias nas comunidades mais afastadas e na zona rural, que sentem na pele o abandono do poder público às suas necessidades mais básicas; ao seu modo, o ex-vereador pedetista vai construindo uma base que, a exemplo do que fez Braide em 2016, pode fazer a diferença em outubro.

Naquelas eleições de oito anos atrás, o então prefeito Edivaldo Júnior (PDT) enfrentava uma forte candidata, a então deputada federal Eliziane Gama (Cidadania), que registrava 65% das intenções de votos; Eliziane ficou pelo caminho e a mídia tratou de construir um novo adversário para Edivaldo, o deputado estadual Wellington do Curso (então no PP).

Mas este blog Marco Aurélio d’Eça insistiu na força de Eduardo Braide, apontou que ele surpreenderia no debate da TV Mirante, o que de fato ocorreu e foi registrado no post “‘O sentimento já é de vitória’, afirma Eduardo Braide apostando no segundo turno”:

– Vencedor do debate da TV Mirante, segundo opinião de 65% dos eleitores, conforme revelado na pesquisa Escutec, Eduardo Braide tem sentido nas ruas a sensação de virada, e diz acreditar que pode mesmo ir para um confronto direto com o prefeito Edivaldo Júnior (PDT)”, afirmou este blog, no dia do 1º turno, em 2 e outubro de 2016.

 

Esta eleição de 2024 também tem um prefeito bombardeado por diversos candidatos, a exemplo de 2016, e um candidato favorito para ser derrotado por ele, o deputado federal Duarte Jr. (PSB), exatamente como Eliziane Gama em 2016.

E tem num candidato que vem das bases, sem maiores atenções da mídia, mas com foco na campanha e trabalho diário, o ex-vereador Fábio Câmara, que este blog Marco Aurélio d’Eça vai insistir – ainda que solitariamente – em apontar como terceira via.

Para entender a história, é preciso relembrar pontos do discurso do próprio Braide no debate do segundo turno de 2016:

  • “Nessas eleições nós temos um prefeito, candidato à reeleição com uma campanha milionária. De outro um candidato, que mesmo quando ninguém acreditava que tinha chances de ir para o segundo turno, andava a pé, com o programa de governo para mostrar como São Luís será uma cidade melhor”.
  • “(…) o candidato, que acaba de falar já teve a oportunidade dele. Ele teve quatro anos para mostrar o que pode fazer por São Luís. Tudo que fez deixou para fazer na véspera da eleição. Eu não quero ser um prefeito de quatro meses, quero ser um prefeito de quatro anos”;
  • “(…) E dizer, se você me der essa oportunidade, o primeiro ano de governo será muito mais importante que a véspera de eleição. A partir do ano que vem, 1º de janeiro de 2017, se você me der uma oportunidade, São Luís será uma cidade muito melhor.”

A lição de Eduardo Braide em 2016 foi toda contada neste blog Marco Aurélio d’Eça.

E ela pode se repetir oito anos depois, por um outro personagem.

É aguardar e conferir…

0

Aliança entre Weverton e Othelino tem forte repercussão em todo o estado…

Filiação da senadora Ana Paula Lobato ao PDT é um daqueles gestos políticos históricos, que mudam cenários e abrem novas perspectivas de poder, mobilizando lideranças em todos os níveis; reaproximação entre o senador e o deputado estadual terá influência nas eleições municipais, mas vai além, com repercussão também na sucessão de 2026

 

Ana Paula e Othelino recepcionados pelo senador Weverton e pela cúpula do PDT, em Brasília; partido agora tem três senadores

Análise da Notícia

Nenhum gesto político nos últimos 10 anos teve tanto simbolismo e repercussão em todos os círculos de poder maranhenses quanto a filiação da senadora Ana Paula Lobato ao PDT, nesta quarta-feira, 24.

Parlamentar que assumiu o mandato a partir da suplência do agora ministro do STF Flávio Dino, a esposa do deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) disse não ao PSB do governador Carlos Brandão e realinhou-se ao projeto do senador Weverton Rocha, líder pedetista com forte influência no governo Lula (PT) e hoje também realinhado ao próprio Flávio Dino.

A reposição política de Ana Paula é o principal assunto em todas as rodas de conversas; ganhou forte repercussão em blogs e portais de notícia, além de gerar especulações de todos os tipos, desde a última terça-feira, 23, quando o anúncio de sua filiação ganhou a imprensa política maranhense.

A influência do gesto da senadora pedetista no contexto político atual do Maranhão só tem comparação a três outros fatos significativos dos últimos 20 anos:

  • 1 – o rompimento do então governador José Reinaldo Tavares (PFL), em 2004, que simbolizou o fim do chamado grupo Sarney;
  • 2 – a cassação do então governador Jackson Lago (PDT), em 2009, que deu sobrevida ao grupo Sarney com a retomada do poder por Roseana;
  • 3 – a covardia do ex-secretário Luiz Fernando Silva, que desistiu de candidatura a governador, em 2014, favorecendo a chegada de Flávio Dino ao poder.

A aliança entre Ana Paula, Weverton Rocha e Othelino Neto gerou especulações também na sucessão do prefeito Eduardo Braide (PSD).

O PDT tem como candidato o ex-vereador Fábio Câmara, já consolidado nas pesquisas e tido como a terceira via na disputa; ele pode ter como companheira de chapa a suplente de deputada Flávia Alves, presidente do Solidariedade, irmã de Othelino e cunhado de Ana Paula.

Só esta montagem para as eleições de 2024 já terá significativo impacto político com repercussão em 2026.

Mas esta é uma outra história…

0

Candidatos da direita se dividem; Fábio Câmara segue com Lula pela esquerda

Único candidato em São Luís com campanha exclusivamente na base do presidente petista, ex-vereador do PDT segue discutindo com os segmentos sociais mais progressistas, debatendo pautas de peso político significativo, como a valorização da mulher, do trabalhador, a preservação do meio ambiente, a afirmação do negro, dos povos originários; e prepara convenção com o ministro da Previdência Social, Carlos Lupi

 

Lahésio chamou de gados e burros os eleitores que votam na direita representada por Josimar Maranhãozinho e Detinha, o que ofendeu também Felipe Arnon

Analise da Notícia 

A mídia de São Luís trouxe nesta terça-feira, 23, mais uma briga pública entre lideranças da direita maranhense, que se engalfinham pelo legado do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e tentam se apoderar do voto conservador em São Luís, estimado em 25% do eleitorado.

A troca de “gentilezas” se deu agora entre o ex-candidato a governador Lahésio Bonfim (Novo) e o casal de deputados federais Josimar Maranhãozinho e Detinha (ambos do PL), mas envolveu também o “Pátria Livre” Felipe Arnon; e tudo ainda por conta da passagem meteórica – e sem maior repercussão política – da ex-primeira-dama Michele Bolsonaro pela capital maranhense, no último sábado, 20. (Leia aqui e aqui)

Este blog Marco Aurélio d’Eça já mostrou que pelo menos quatro candidatos em São Luís são vinculados ao bolsonarismo, de uma forma ou de outra, embora o ex-presidente dê de ombros a todos eles:

Fábio Câmara segue agenda de contatos nas comunidades e prepara convenção do PDT, como único candidato exclusivamente na base do presidente Lula (PT)

A guerra fratricida entre os bolsonaristas é vista à distância pelo pedetista Fábio Câmara, único entre os candidatos em São Luís com campanha exclusivamente na base do governo Lula (PT); desde o surgimento do seu nome, ainda em setembro de 2023, Câmara se move pela esquerda, com ênfase nas bandeiras de Lula.

Com apoio do PDT, Fábio Câmara vem discutindo pautas progressistas como a valorização da mulher, do negro, a inclusão de grupos LGBTQIA+, questões ambientais, juventude e, sobretudo, a pauta do trabalhador. (Releia aqui, aqui, aqui, aqui e aqui)

A ênfase na valorização do trabalhador será a pauta de Fábio Câmara no dia 10 de maio, na convenção estadual do PDT, quando ele será apresentado como candidato a prefeito ao lado do senador Weverton Rocha e do ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, este representando o presidente Lula.

E assim deve ser a rotina ao longo da campanha, com os bolsonaristas se engalfinhando pelo naco dos 25% de eleitores conservadores e de direita.

E Fábio Câmara, no seu ritmo, desde sempre, pela esquerda, com o PDT e com Lula.

Em busca dos 35% de eleitores lulistas na capital maranhense…

0

Sem liga, candidatos a prefeito têm aproveitamento zero com passagem de Michele Bolsonaro…

Repercussão da visita da ex-primeira-dama a São Luís no sábado, 20, ficou restrita às redes sociais de grupos de direita, evangélicos e conservadores, sem nenhum efeito prático na campanha dos adversários do prefeito Eduardo Braide que tentam se apresentam como opção deste campo político

 

Michele Bolsonaro evitou posar ao lado de candidatos a prefeito em sua passagem por São Luís

Ensaio

São Luís tem quatro pré-candidatos a prefeito vinculados de uma forma ou de outra ao bolsonarismo:

  • o deputado estadual Dr. Yglésio Moyses (PRTB) busca claramente vincular-se ao ex-presidente e à sua família;
  • também deputado estadual, Wellington do Curso (Novo) mudou seus enunciados nas redes sociais para vincular-se à direita;
  • o prefeito Eduardo Braide (PSD) é historicamente de direita, embora não apresente nenhum traço ideológico em sua trajetória política;
  • o deputado federal Duarte Júnior (PSB) tem em seu palanque o PL, partido do próprio Bolsonaro, de quem se declarou aliado ainda em 2020.

Mas nenhum destes postulantes à prefeitura conseguiu ter aproveitamento político com a passagem da ex-primeira-dama Michele Bolsonaro (PL) pela capital maranhense no sábado, 20; os registros e a repercussão da passagem da mulher do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) ficaram restritas às redes sociais de grupos evangélicos e conservadores.

Dos quatro “bolsonaristas” que disputam a prefeitura, apenas Yglésio manteve em sua página no instagram, ainda nesta segunda-feira, 22, posts do evento com Michele Bolsonaro e as mulheres do PL.

Pesquisas qualitativas feitas ainda no final de 2023 – quando o registro eleitoral não era obrigatório – mostram que entre 20% e 25% do eleitorado de São Luís tende a votar em um candidato apontado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

Mas a falta de liga dos pré-candidatos que disputam este campo ideológico pode levar a uma pulverização destes eleitores; a própria Michele evitou imagens ao lado de candidatos.

Enquanto os bolsonaristas tentam, sem sucesso, vincular-se a Bolsonaro e sua família, o candidato do PDT, Fábio Câmara, corre em faixa própria, como único candidato exclusivamente  do campo do presidente Lula (PT) em São Luís.

Representado pretos, pobres e trabalhadores, a candidatura de Câmara no campo lulista será consolidada na convenção pedetista de 10 de maio, com a presneça do ministro da Previdência Carlos Lupi, representando o presidente petista.

Mas esta é uma outra história…

0

PDT fará convenção estadual com Lupi, Weverton e Fábio Câmara em São Luís…

Partido vai reforçar suas candidaturas a prefeito no interior maranhense e destacar o potencial da campanha na capital, onde se apresenta como terceira via, uma vez que tem o único candidato fora das máquinas com estrutura partidária, tempo na propaganda e participação garantida em todos os debates da sucessão do prefeito Eduardo Braide

 

Além de Penha, Weverton Fábio Câmara e Erlânio, a convenção do PDT terá a presença do ministro Carlos Lupi, que vai representar o presidente Lula

O PDT vai realizar no dia 10 de maio a sua convenção estadual, ocasião em que apresentará seus candidatos a prefeito nas principais cidades, com ênfase à candidatura do ex-vereador Fábio Câmara em São Luís.

O evento, previsto para a Assembleia Legislativa, terá a presença do ministro da Previdência Social Carlos Lupi – que representará o presidente Lula (PT) – e deve confirmar o senador  Weverton Rocha na presidência regional do partido.

Com forte estrutura partidária, tempo na propaganda eleitoral, fundo eleitoral e garantia de participação em todos os debates durante a campanha, o PDT trabalha a candidatura de Fábio Câmara como a terceira via consolidada na capital maranhense, por ser o único com força partidária para quebrar a polarização entre as máquinas públicas que embalam as candidaturas do prefeito Eduardo Braide (PSD) e do deputado federal Duarte Jr. (PSB).

Além de  Fábio Câmara em São Luís, o PDT deve apresentar candidaturas de peso em alguns dos principais colégios eleitorais maranhenses; e vai compor coligações importantes em diversas outras cidades.

A performance em 2024 embasará o projeto de reeleição do senador Weverton Rocha em 2026 como membro da base do goverfno Lula.

Mas esta é uma outra história…