1

Weverton libera Yglésio para ser candidato a prefeito por outro partido…

Carta de Anuência de Desfiliação do PDT foi assinada pelo senador no fim de semana e encaminhado ao deputado estadual já nesta segunda-feira, o que reforçará a negociação com outras legendas

 

YGLÉSIO AGORA TEM LIBERDADE PARA ESCOLHER A LEGENDA PELA QUAL TENTARÁ CONCORRER À PREFEITURA, após receber anuência para deixar o PDT

O senador Weverton Rocha (PDT) revelou na tarde desta segunda-feira, 11, com  exclusividade,  ao blog Marco Aurélio D’Eça, que já assinou a Carta de Anuência de Desfiliação do PDT para o deputado estadual Dr. Yglésio.

A partir de agora, Yglésio está liberado para disputar a Prefeitura de São Luís por outro partido.

– Eu já deixei assinado o documento liberando Yglésio do partido. Eu avaliei muito e vi que não tem por que ficar segurando… Tem mais é que deixá-lo à vontade – ressaltou Weverton.

De acordo com o senador, o documento deve chegar às mãos do Dr. Yglésio ainda na tarde desta segunda-feira, 11.

Desde que decidiu entrar na disputa pela Prefeitura de São Luís, Yglésio tem buscado diálogo com vários partidos. Tem uma conversa adiantada com o Solidariedade, que abriu as portas para seu nome, mas também conversa com outros partidos.

Agora liberado do PDT, ele deve ampliar essas conversas e o leque de partidos interessados…

1

Associação Médica desagrava Francisco Amazonas, mas nada diz sobre Ceuma…

Representação dos profissionais de Medicina do Maranhão se limita a tecer elogios à carreira e ao caráter do professor que foi humilhado pela universidade após ser ridicularizado por aluna sobrinha de reitora

 

A Associação Médica do Maranhão divulgou nesta quinta-feira, 7, Nota Oficial em que trata do caso envolvendo o professor Francisco Amazonas, 83, humilhado pelo Ceuma após ter sido destratado por uma aluna que é sobrinha da reitora da Universidade.

Uma nota meia-boca, diga-se de passagem.

No documento, assinado pelo presidente Mauro César Viana de Oliveira, a AMMA se limita a tecer elogios ao professor Amazona, exaltar seu caráter e sua qualidade profissional.; nada diz, no entanto, com relação à postura do Ceuma.

O episódio do professor envolve uma aluna que ´sobrinha da reitora da universidade. Após sistemáticas retaliações da aluna, o professor sentiu-se desamparado pela coordenação do curso e resolveu pedir demissão.

Com a nota pro-forme da Associação Médica, a posição mais contundente contra o Ceuma continua sendo a do deputado estadual Dr. Yglésio, que apresentou, inclusive, Nota de Repúdio contra a universidade.

Yglésio também é aluno do Ceuma, onde cursa Direito…

Abaixo, a nota da Associação Médica do Maranhão:

1

Dr. Yglésio denuncia humilhação da Uniceuma a professor de 83 anos…

Deputado estadual contou na tribuna da Assembleia que universidade humilhou o médico Francisco Amazonas, retirando-o de sala para favorecer uma aluna que o desrespeitava sistematicamente e é sobrinha da reitora Cristina Nitz

 

O deputado estadual Dr. Yglésio (PDT), que também é médico, denunciou nesta quinta-feira, 7, na Assembleia Legislativa – e apresentou nota de repúdio – a perseguição da Universidade Ceuma a um professor, também médico, de 83 anos.

De acordo com o deputado, o Ceuma afastou o médico da sala de aula para beneficiar uma aluna que o desrespeitava sistematicamente e é sobrinha da atual reitora.

– Ele poderia estar em casa curtindo a sua aposentadoria, mas preferiu estar sem sala de aula, para ser desrespeitado por uma aluna que, de forma recorrente, tem feito isso na universidade, por ser sobrinha da atual reitora do Ceuma, a senhora Cristina Nitz – denunciou Yglésio.

Ao lembrar que o professor Amazonas é fundador do curso de Medicina do Ceuma, Yglésio leu seu vasto currículo na tribuna. E contou que ele pediu demissão por não sentir-se amparado pela coordenação do curso diante das agressões da aluna.

– Agora, por conta da repercussão do caso, por estar sendo bombardeada nas redes sociais, Ceuma está correndo atrás do professor para ele rever o caso. Eu quero saber da Universidade Ceuma é o que vai ser feito para desagravar o professor Amazonas – desabafou o deputado.

Contra o Ceuma, Yglésio apresentou nota de repúdio pela omissão e pela negligência com que a universidade tratou o caso…

0

Eduardo Braide e Dr. Yglésio num cumprimento pré-2020…

Pré-candidatos a prefeito de São Luís esbarram-se pela primeira vez no plenário da Assembleia Legislativa, após entrada do deputado estadual no jogo da sucessão, com forte contraponto ao deputado federal

 

UMA IMAGEM QUE TEM REPERCUSSÃO DIRETA NAS ELEIÇÕES DE 2020; mostrando que acima das divergências ideológicas, há dois candidatos prontos para o debate

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) e o estadual Dr. Yglésio (PDT) protagonizaram uma cena inusitada no plenário da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira, 4.

Visitando o parlamento do qual fez parte entre 2011 e 2018, Braide fez questão de cumprimentar o agora adversário na disputa de 2020.

Um cumprimento lacônico, mas significativo:

– E aí, Dr. Yglésio – cumprimentou Braide.

– E aí, Braide?!? – respondeu Yglésio, sorrindo, como mostra a imagem obtida pelo blog Marco Aurélio D’Eça.

O cumprimento é significativo por que aponta para o que poderá ser uma rotina nos debates pela prefeitura em 2020.

Detalhe: os outros dois pré-candidatos a prefeito – Duarte Júnior (PCdoB) e Neto Evangelista (DEM) – não estavam presentes em plenário no momento da chegada de Braide.

E Wellington do Curso (PSDB), também cotado para o pleito, funciona mais como aliado de Braide, uma espécie de seu correspondente na Assembleia.

E isso também é significativo para o processo de 2020…

0

Em vídeo-homenagem, Dr. Yglésio lembra trajetória de Dr. Jackson…

Médico cirurgião – como o ex-prefeito – deputado estadual fez referência ao aniversário do líder pedetista, comemorado sexta-feira; e ignorado até por membros históricos do PDT

 

O deputado estadual Dr. Yglésio (PDT) divulgou em suas redes sociais um vídeo-homenagem ao ex-prefeito, ex-governador e líder eterno do PDT maranhense, Jackson Lago.

Aniversariante do dia 1º de novembro, Jackson – falecido em 2011 – é uma espécie de referência para o pedetista, cirurgião como ele e que segue sua trajetória política.

Pré-candidato a prefeito, Dr. Yglésio, assim como o Dr. Jackson, atua fortemente em sua profissão de médico, mesmo atuando como deputado estadual.

E foi um dos poucos a lembrar o aniversário do líder máximo do PDT, coisa que até alguns pedetistas históricos ignoraram.

No vídeo, Jackson aparece em ação como médico, cirurgião, pontuado pelas suas ações como político.

A homenagem repercutiu nas redes socais…

2

“Vou disputar mesmo a Prefeitura de São Luís”, garante Yglésio…

Deputado estadual diz que está disposto a enfrentar todos o obstáculos para viabilizar sua candidatura na capital maranhense; e acredita estar no mesmo patamar de todos os pré-candidatos para chegar ao segundo turno

 

DR. YGLÉSIO TEM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA VIABILIZAR SUA CANDIDATURA a prefeito de São Luís

O deputado estadual Dr. Yglésio (ainda no PDT) garantiu em conversa exclusiva com o titular do blog Marco Aurélio D’Eça, que apresentou dentro do tempo hábil e estratégico a sua candidatura a prefeito de São Luís.

A explicação foi uma resposta ao próprio blog, que apontou possível perda do timming na apresentação do nome do parlamentar. (Relembre aqui)

– Apresentei meu nome no tempo certo, pra que não haja recuo. Minha candidatura é pra valer e estou buscando formas de viabilizá-la partidária e eleitoralmente – afirmou Yglésio, que conversa com lideranças do Solidariedade e do Cidadania para compor uma aliança.

Na avaliação do ainda pedetista, as características da corrida eleitoral de 2020 – que apresenta um favorito e um segundo pelotão onde todos têm o mesmo patamar de intenção de votos – ampliam suas chances.

– Há um candidato com forte presença na mente do eleitor [Eduardo Braide (PMN)] e um grupo onde todos estão embolados; nesse grupo, quem tem 15 ou 10% t~em as mesmas chances de crescimento para chegar ao segundo turno – avaliou.

Apresentado como candidato há algumas semanas, Yglésio ainda não teve tempo de ser testado efetivamente nas pesquisas. Mesmo assim, apareceu em levantamentos da Econométrica.

Ele espera agora o resultado da pesquisa Escutec, prevista para amanhã no jornal O EstadoMaranhão.

 

2

Post sobre cobradores de ônibus gera crise entre deputados…

Duarte Júnior e Yglésio Moises trocaram alfinetadas pelo Whatsapp, depois que o blog Marco Aurélio D’Eça analisou artigo do pedetista sobre a postura diante da demissão de trabalhadores do transporte

 

DUARTE JÚNIOR SE MANIFESTOU PELOS COBRADORES, YGLÉSIO CRITICOU SUA POSTURA MIDIÁTICA, e os dois se alfinetaram em grupos de WhatsApp

O blog Marco Aurélio D’Eça publicou na segunda-feira, 10, o post “Dr. Yglésio vê ‘coelhos e tartarugas’ em busca de holofotes em São Luís…”.

Tratou-se de um artigo do parlamentar do PDT, com seu ponto de vista sobre a demissão dos cobradores de ônibus; este blog interpretou que Yglésio criticava a postura dos colegas Duarte Júnior (PCdoB) e Wellington do Curso (PSDB) diante do caso.

– Toda vez que temos um assunto que realmente merece uma atenção maior, por tratar de problemas estruturantes, existe também na política uma proliferação cada vez maior de coelhos e tartarugas; os coelhos da modernidade política (cada vez mais líquida) hoje alimentam-se de holofotes – falou Yglésio, no que, segundo entendimento do blog, seria um recado aos dois deputados.

Duarte Júnior não gostou da análise e questionou Yglésio em um grupo de WhatsApp formado por parlamentares.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça houve troca de farpas e termos como “antiético” e “doente” de lado a lado.

Ao blog, tanto Yglésio quanto Duarte confirmaram o que chamaram de “tomada de satisfações”, embora tentassem minimizar a história.

No xis da questão – ainda segundo apurou o blog – estaria a relação dos dois deputados com cada uma das partes envolvida na questão dos cobradores de ônibus.

Duarte se posiciona a favor da categoria, embora o presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte (STTREMA) tenha acordado as demissões.

Yglésio, por sua vez, recebeu em seu gabinete a diretoria do Sindicato das Empresas de Transporte (SET) no mesmo dia de uma audiência que Duarte tentou fazer sobre o tema.

A análise do blog Marco Aurélio D’Eça contribuiu para acirrar o debate entre os dois parlamentares.

Mantendo sua linha de influência entre os poderes maranhenses…

1

Dr. Yglésio vê “coelhos e tartaguras” em busca de holofotes em São Luís…

Opção do PDT para a Prefeitura de São Luís, deputado estadual usa a polêmica da extinção dos cobradores de ônibus para criticar adversários que tentam se utilizar do debate e fala sobre o fim de várias profissões diante do avanço tecnológicos

 

YGLÉSIO UTILIZOU DEBATE DO TRANSPORTE COMO PANO DE FUNDO PARA CRITICAR seus possíveis adversários numa eventual disputa pela Prefeitura de São Luís

Em artigo publicado neste domingo, 9, no jornal O Imparcial, o médico e deputado estadual dr. Yglésio Moises aproveitou-se do debate sobre a extinção de postos de cobradores de ônibus no transporte público para criticar potenciais adversários na eleição municipal de 2020.

Opção do PDT para a sucessão do prefeito Edivaldo Júnior, Yglésio analisou a situação à luz do avanço tecnológico, que deverá extinguir não apenas profissões como a de cobrador de ônibus, mas diversas outras, incluindo aquelas com formação específica e de ponta – como arquitetos, advogados e até médicos.

– É inegável que o avanço tecnológico chegou com força nos últimos anos e que a tendência de algumas profissões é o desaparecimento. Cobradores de ônibus, frentistas, arquitetos, advogados e até mesmo algumas especialidades médicas – destaca Yglésio.

Sua postura realista é diferente da de outros dois deputados estaduais – ambos também pré-candidatos a prefeito: Duarte Júnior (PCdoB) e Wellington do Curso (PSDB), que se utilizaram do assunto para ganhar espaço nas redes sociais, chegando até a viajar em ônibus de São Luís.

É neste aspecto que o artigo de Yglésio mira os dois, mesmo sem citar nomes.

– Toda vez que temos um assunto que realmente merece uma atenção maior, por tratar de problemas estruturantes, existe também na política uma proliferação cada vez maior de coelhos e tartarugas; os coelhos da modernidade política (cada vez mais líquida) hoje alimentam-se de holofotes – ironizou o médico, para asseverar:

– Como surge uma pauta como a dos cobradores, muito mai do que jogar para a plateia, o fundamental é buscar entender os problemas de fato, conversar com todos os envolvidos, dimensionar os argumentos e recolocá-los como propostas de soluções.

No artigo de O Imparcial, o deputado pedetista mostra-se resignado em relação à situação do transporte público, por entender ser fruto natural do avanço da tecnologia.

E provoca, com uma pergunta dura e direta: “se a retirada de 500 profissionais da função de cobradores é ruim, a quem interessa a falência das empresas de ônibus, que jogaria não 500, mas 7,5 mil profissionais nas trincheiras do desemprego?”.

Ao final Yglésio faz outro comentário, que o blog Marco Aurélio D’Eça entendeu como um recado direto ao prefeito Edivaldo Júnior (PDT), referindo-se ao termo tartaruga, usada no título do artigo:

– Se os coelhos não cabem neste momento em que a lucidez é fundamental, também não no servem as tartarugas, pois em tempos de difíceis, as atitudes firmes e ágeis se fazem cada vez mais necessárias.

Leia abaixo o artigo do Dr. Yglésio:

 

2

Dr. Yglésio apresenta 100 proposições em 100 dias de mandato…

Deputado destaca sua trajetória como médico e diz que esses primeiros meses como parlamentar são de intenso aprendizado

 

O deputado estadual Dr. Yglésio Moyses apresentou nada menos que 100 proposições em 100 dias de mandato na Assembleia Legislativa.

Para um parlamentar iniciante, em seu primeiro mandato, é importante a média de uma proposta por dia. E o deputado mostra-se pronto para os desafios.

– Minha única passagem pela gestão pública foram 7 meses como diretor do Socorrão 1. Depois de alguns erros e muitas injustiças que me invisibilizaram por 4 anos, voltei ao jogo. Era preciso fazer algo impactante e que fosse verdadeiro para mim – lembrou o parlamentar, em discurso.

Para marcar os 100 dias de mandato, Yglésio gravou um vídeo,  divulgado em suas redes sociais, em que faz um balanço deste período.

– A minha vontade de entrar na vida política nasceu da minha experiência enquanto médico do SUS. Podemos fazer muito na medicina pública, mas não podemos resolver todos os problemas, infelizmente. Ser deputado estadual me possibilita encarar as dificuldades com uma visão global. É desta forma que tenho pautado o meu mandato: tentando olhar os problemas do nascedouro à possível solução. Conquistar o mandato de deputado estadual era um dos meus maiores sonhos – destaca o parlamentar do PDT.

Após uma espécie de período de experiência, o deputado se prepara agora para entrar no debates políticos na Casa – tanto dos temas relacionados a São Luís quanto os do estado.

E a sucessão na capital maranhense está entre os temas dos próximos meses…

1

Yglésio mostra prestígio em chegada ao PDT…

Suplente de deputado estadual atrai para solenidade de filiação – presidida pelo candidato a senador, Weverton Rocha – toda a bancada do partido na Assembleia, além do prefeito Edivaldo Júnior e do presidente da assembleia, Othelino Neto

 

Yglésio reúne lideranças de peso em sua filiação ao PDT

Suplente de deputado estadual, o médico Yglésio Moisés chegou com força e prestígio ao PDT, partido pelo qual pretende disputar as eleições de outubro.

Do ato político, além do  presidente da legenda, deputado federal Weverton Rocha, que é candidato a senador, também participaram o deputado federal Deoclides Macedo (PDT), o prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior, o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB), toda a bancada pedetista na Asembleia e na Câmara Municipal, além de secretários de estado e parlamentares de outras legendas.

– O PDT tem uma bancada expressiva e de qualidade na Assembleia Legislativa do Maranhão, ocupando cargos de relevo, que nos ajudam na administração da Casa. O deputado Glalbert Cutrim,por exemplo, é o presidente da Comissão de Constituição e Justiça; Rafael Leitoa lidera o Blocão e a deputada Valéria Macedo é a Procuradora da Mulher. Ricardo Rios, por sua vez, é o primeiro secretário, e Fábio Macedo está na primeira vice-presidência. Isto mostra a força do partido no Legislativo do Maranhão – afirmou Othelino Neto.

Ex-diretor do Hospital Djalma Marques, o Socorrão I, o médico e professor universitário Yglésio Moisés concorreu em 2014 a uma vaga na Assembleia Legislativa pelo PT, obtendo 16.032 votos.

Ele foi saudado pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que destacou suas virtudes, afirmando que estava chegando para somar.

Yglésio é candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa…