0

Os pontos da carta-despedida de Mariano de Castro…

Médico deixou documento em que diz não querer mais voltar para Pedrinhas, pede desculpas à família e amigos, confirma autoria da carta-denúncia divulgada na imprensa e chega a relatar, inclusive, como deveria ser enterrado e detalha a forma de sua própria autópsia

 

Mariano de Castro deixou carta bizarra sobre a própria morte

A carta encontrada pela Polícia Civil do Piauí ao lado do corpo de Mariano de Castro e Silva é a prova cabal de que o médico resolveu recorrer ao suicídio.

O documento traz detalhes assustadores – desde a forma como ele pretendia ser enterrado e de que forma seria feita a sua autópsia – até a revelação de que entregou a carta-denúncia contra o governo Flávio Dino a um advogado de nome Zé Carlos.

A carta-despedida deixada pelo médico – acusado de ser o mentor de um esquema de desvios de R$ 18 milhões da Saúde do Maranhão – também confirma ser sua a autoria do primeiro manuscrito, em que detalha ações dos comunistas para usar dinheiro público em interesse próprio.

Mariano de Castro foi encontrado morto na quinta-feira, 12, após trechos de sua denúncia contra Flávio Dino e auxiliares serem publicados na imprensa.

Os dois documentos já estão em poder da Polícia Federal…

0

Imperatriz: Servidores participam de palestra de prevenção ao suicídio…

Especialista aponta que 90% dos casos podem ser evitados com atenção aos sinais emitidos por quem está passando pelo problema

 

Psicológa orienta servidores da prefeitura sobre sinais emitidos por potenciais suicidas

Como parte da programação da Campanha “Setembro Amarelo”, palestra de prevenção ao suicídio foi realizada na tarde de segunda-feira, 25, para servidores da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (Sedel).

Dirigido pela psicóloga Elaine Catarine Nunes, do Centro de Atenção Piscossocial Infanto Juvenil – CAPS/IJ,encontro chamou a atenção para um grave problema de saúde pública.

Segundo ela, é importante estar atento aos sinais que amigos, familiares e colegas de trabalho emitem. A melhor maneira de lidar com isso é escutar, sem nunca julgar, apenas ouvir, como forma de dar alívio à angústia manifestada, e orientar a busca por ajuda profissional.

“Quem opta por tirar a própria vida não quer dar fim à vida, mas à dor que, no caso, é insuportável para aquela pessoa”, revelou a psicóloga.

De acordo com o Centro de Valorização da Vida, os registros de suicídios ultrapassam mortes por doenças como AIDS e Câncer. Aparecme como segunda causa de morte entre os jovens. Mais de 90% dos casos podem ser evitados, com prevenção.

“Ter esse momento de orientação é muito importante, porque nos chama atenção para perceber os sintomas, que de certa forma são de fácil diagnostico. Isolamento, não se socializar com os colegas de trabalho, depressão, são características que já alertam para a predisposição ao suicídio”, observou a secretária da Sedel, Greycivane Lindoso.

De acordo com a chefe de gabinete da Secretaria, Roberta Costa, a iniciativa foi relevante para orientar o servidor como agir, não só no meio profissional, com os colegas, mas em família.

“Às vezes, na correria do trabalho, não se dá atenção aos pequenos detalhes de comportamento que um colegaestá demonstrando, assim como na família. Tendo conhecimento de um possível transtorno, podemos evitar muitas coisas que podem resultar numa tragédia, como o suicídio”, observou.

2

Sebastião Uchôa cobra posicionamento da Adepol no caso do delegado Aragão…

Vítima, ele próprio, de “transferência sem explicações”, ex-titular do Meio Ambiente defende “perrogativa de inamobilidade” para a categoria

 

Uchôa cobra posicionamento da Adepol...

Uchôa cobra posicionamento da Adepol…

O delegado Sebastião Uchôa cobrou nesta segunda-feria, 11, em seu perfil no Facebook, um posicionamento oficial da Associação dos Delegados de Polícia no caso do suicídio do colega Alex Aragão, encontrado morto em sua casa, no domingo, 10.

Para Uchôa, é fundamental que a Adepol  brigue pela prerrogativa de inamobilidade dos delegados.

– É exatamente onde já denunciei noutro momento, é preciso dar prerrogativa de inamobilidade para os Delegados tão quanto tem os membros do Ministério Público como da Magistratura, uma vez estamos sujeitos a abusos das instancias superiores da Policia e da própria SSP que, muitas vezes vinculados seus titulares a cargos políticos, sujeitam-me a interesses outros que nãoo de Estado e da própria coletividade – afirmou Uchôa.

De acordo com as primeiras informações, o delegado Alex Aragão estaria deprimido por causa de uma transferência para São Raimundo das Mangabeiras, no extremo sul do estado, onde ficaria distante da família.

– Ingressei com Requerimento na ADEPOL exigindo providencias – concluiu Uchôa.

A Adepol ainda não se manifestou…

0

A carta do delegado…

É imprescindível que seja tornado público o que escreveu o delegado Alex Aragão, que se matou na última sexta-feira; há relatos de que ele tenha se sentido retaliado em suas ações

 

O delegado Alex Aragão: seu corpo foi encontrado em sua casa

O delegado Alex Aragão: seu corpo foi encontrado em sua casa

A carta que o delegado Alex Aragão escreveu ao cometer o ato extremo de se matar, na última sexta-feria, 8, é o ponto-chave para explicar o que o levou a cometer o suicídio.

conversaPelo que já se viu de mensagens telefônicas trocadas entre Aragão e colegas, o delegado estava deprimido por ter sido transferido de Coroatá para São Raimundo das Mangabeiras.

Ao que tudo incia, a transferência pode ter sido uma represália da Secretaria de Segurança.

Mas é a carta deixada pelo delegado – provavelmente já nas mãos da polícia – que vai poder esclarecer os motivos que levaram Aragão a se matar.

E é fundamental que as questões envolvendo este documento sejam tornadas públicas.

Até para evitar juízos de valores – para o bem ou para o mal – de tudo que envolve esta morte.