0

“Farei um trabalho de bastidores”, diz Marcus Brandão, agora na coordenação de Duarte Jr…

Presidente estadual do MDB – e irmão do governador Carlos Brandão – vai comandar a campanha do deputado federal socialista sem poder estar publicamente à frente, uma vez que o MDB deve seguir mesmo com o prefeito Eduardo Braide

 

Marcus Brnadão estará diretamente à frente da campanha de Duarte Jr. em São Luís

O presidente estadual do MDB, Marcus Brandão, confirmou nesta segunda-feira, 8, que vai ser o coordenador de campanha do deputado federal Duarte Jr. (PSB) a prefeito de São Luís.

Marcus foi confirmado após desistência do vice-governador Felipe Camarão (PT), que optou por permanecer na Secretaria de Educação, como antecipou este blog Marco Aurélio d’Eça ainda na semana passada, no post “Duarte Jr. deve perder o seu coordenador de campanha…”.

“Irei ajudar Duarte, porém não poderei ter aparições, porque meu partido tem outra posição. Farei um trabalho como sempre fiz, nos bastidores, e estou bastante otimista. Vejo essa campanha como uma grande oportunidade”, declarou Brandão, em entrevista ao portal imirante.com.

Apesar da posição de Marcus Brnadão, o MDB de São Luís – presidido pelo deputado federal Cléber Verde – recebeu aval nacional para coligar-se com o prefeito Eduardo Braide (PSD).

Será a primeira vez na história política do Maranhão que um partido tem os diretórios divididos entre duas candidaturas em São Luís…

0

Braide assegura chapa de vereadores do MDB em São Luís…

Com prazo até à zero hora deste sábado, 6, para conseguir montar a chapa de candidatos pelo partido do aliado Cléber Verde – que venceu a disputa com a família do governador  Carlos Brnadão, mas perdeu a nominata que já havia sido montada pela antiga direção emedebista – prefeito foi a campo e já posou com os aliados

 

Braide com os novos emedebistas de São Luís; chapa pronta para a disputa pela Câmara Municipal

O jornalista Isaias Rocha publicou em seu blog, nesta sexta-feira, 5, o que seria a chapa com a qual o MDB vai disputar as eleições à Câmara de São Luís; nela, aparece o prefeito Eduardo Braide (PSD), avalista da adesão do partido à sua candidatura.

Braide precisa ter todos os 32 nomes de candidatos – respeitando a proporção de mulheres – até zero hora deste sábado, 6, embora, na prática, esse prazo ainda dure outros cinco dias, até que as listas cheguem à Justiça Eleitoral.

A imagem publicada por Isaias mostra com um grupo de 32 pessoas, entre elas alguns já conhecidas como candidatos.

  • o farmacêutico Assan Kaid é uma das apostas da sigla;
  • também forma fileira ao lado de Braide o jornalista Ciro Nolasco.

Na foto, o próprio Cleber Verde aparece ao lados dos candidatáveis, numa reviravolta que deve garantir chapa a um dos principais paridos da coligação do prefeito.

1

Hildo Rocha explica aliança do MDB com Braide: “é preciso ter coerência”

Ex-deputado foi o ponto de surpresa nesta terça-feira, 12, como um dos articuladores do apoio do partido ao prefeito de São Luís, sob o argumento de que foi este o caminho tomado em 2020, resultando em espaço nas secretárias e uma gestão bem avaliada pela população

 

Hildo Rocha teve papel fundamental tanto na entrada de Cleber Verde no MDB quanto na aliança do partido com o prefeito Eduardo Braide

O ex-deputado federal Hildo Rocha detalhou nesta quarta-feira, 13, a este blog Marco Aurélio d’Eça os detalhes da articulação que garantiu ao prefeito de São Luís Eduardo Braide (PSB) o apoio do MDB.

Rocha foi um dos articuladores da aliança, ao lado do deputado federal Cleber Verde, sob o argumento de que é necessário ter princípio.

– Na política é preciso ter princípio e manter a coerência. Se o MDB apoiou o Braide em 2020, teve uma secretaria e vários cargos na gestão, e ajudou a fazer um governo bem avaliado, por que agora trocar essa aliança por outra?!? Não faria sentido algum – ponderou o parlamentar.

Hildo Rocha confirmou também que a articulação pró-Braide não teve participação da família Brandão e do grupo do governador Carlos Brandão (PSB), que foram derrotados no processo; nem mesmo os demais emedebistas – como a deputada Roseana Sarney e o deputado Roberto Costa – tiveram participação.

– Foi articulação do deputado Cleber Verde com o meu auxílio, justamente por eu entender que o MDB teria que manter a coerência – disse.

Rocha foi um dos responsáveis pelo convite a Cleber Verde para filiação ao MDB, ainda no final de 2022, “quando ainda nem havia o projeto de trazer Marcus Brandão para o partido”.

O ex-deputado sempre resistiu à ideia de apoiar Duarte Júnior (PSB), possibilidade que só começou a surgir no partido após o controle dos Brandão.

Embora garanta não ter nada contra Duarte Júnior, Hildo diz que, se fosse pra abrir mão do apoio a Braide, o caminho que defenderia era outro, não o de Duarte.

– Entre apoiar Duarte e Fábio Câmara, eu defenderia o apoio a Câmara – concluiu Hildo Rocha.

0

Aliados de Brandão tratam apoio do MDB a Braide como “resposta a Flávio Dino”…

Não se sabe se a versão espalhada pelo Palácio dos Leões tenta minimizar os efeitos da derrota que sofreram do deputado federal Cleber Verde, ou se, de fato, deram a anuência para o apoio do partido comandado pela família do governador ao prefeito de São Luís; de qualquer forma, o anúncio é mais um duro golpe na já esvaziada campanha do deputado dinista Duarte Júnior, que já enfrenta resistência na base governista

 

Imagem de 29 de maio de 2023: Eduardo Braide, Hildo Rocha, Roseana Sarney, Marcus Brandão e Cleber Verde observados por Baleia Rossi: premonição?

Não demorou nem cinco minutos após a postagem neste blog Marco Aurélio d’Eça sobre o apoio do MDB ao prefeito Eduardo Braide (PSD) para que auxiliares diretos do governador Carlos Brandão (PSB) e emissários do Palácio dos Leões começassem a criar uma versão própria para o golpe que sofreram do deputado federal Cleber Verde.

Segundo esta versão, a declaração de apoio do presidente nacional emedebista Baleia Rossi a Braide teve a anuência da família do governador Carlos Brandão (PSB), que controla o partido no estado, como uma espécie de “resposta de Brandão a Flávio Dino”.

– Brandão não engoliu o que fizeram com a indicação de Flávio Costa ao TCE-MA; é claro que ele perdeu o interesse na campanha de Duarte – disse um importante auxiliar do governador com assento no Palácio dos Leões; o argumento foi repetido por deputados estaduais governistas, jornalistas alinhados ao governo e observadores da cena política.

Diante da enxurrada de argumentos tentando minimizar o golpe sofrido pelos Brandão, este blog Marco Aurélio d’Eça buscou ouvir também o grupo mais ligado ao agora ministro do Supremo Tribunal federal, Flávio Dino.

Um dos frequentes interlocutores do blog em Brasília não quis passar recibo à suposta resposta a Dino, atribuindo a aliança do MDB com Braide, primeiro à “falta de articulação do próprio grupo de Brandão, que mostrou fragilidade”; depois, a “um pedido de [deputada federal] Roseana Sarney a Baleia Rossi”.

De uma forma ou de outra, a perda do MDB foi um duro golpe também à campanha do deputado federal Duarte Júnior (PSB), que já vinha enfrentando uma visível má-vontade da base governista, aumentada com a crise envolvendo a indicação de Flávio Costa ao TCE.

E pelas conversas das últimas horas, a tendência agora é piorar…

0

Cléber Verde ameaça sair e Baleia Rossi intervém no MDB em São Luís…

Diretório nacional decide pela neutralidade do partido na capital maranhense, o que acaba sendo uma derrota do grupo do governador Carlos Brandão, que vinha montando a nominata com base no projeto de aliança com o deputado federal Duarte Júnior; emedebistas ligados ao Palácio dos Leões estão em Brasília para tentar reverter o posicionamento da cúpula, mas o risco de perder um deputado federal pesa na decisão

 

Durou menos de um ano a unidade dos Brandão e dos Sarney com Cléber Verde no MDB; partido está em disputa interna e nacional deve intervir

A guerra interna entre o grupo do deputado federal Cléber Verde e os aliados do governador Carlos Brandão (PSB) levou a direção nacional do MDB a impor a neutralidade do partido nas eleições de outubro; o presidente nacional Baleia Rossi (SP) decidiu que o partido não vai nem com o prefeito Eduardo Braide (PSD), nem com o deputado federal Duarte Júnior (PSB).

Em tese, a decisão da Executiva Nacional é uma derrota para o grupo Brandão, que já atuava até para montar a chapa de candidatos a vereador pelo partido com base na aliança com Duarte; e prejudica claramente os vereadores que já se filiaram à legenda – Edson Gaguinho e Antonio Garcez.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio d’Eça, a decisão de Baleia Rossi levou em conta a ameaça de Cléber Verde de deixar a legenda; a essas alturas do acirramento da disputa política em Brasília entre o presidente Lula (PT) e o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), é um risco para um partido perder um deputado.

Aliados de Brandão no MDB estão em Brasília desde ontem para tentar convencer a Executiva Nacional a mudar o posicionamento e liberar o partido para alianças; o problema é que Baleia Rossi tinha garantido a Cléber Verde o apoio emedebista ao prefeito Eduardo Braide, o que vem sendo cobrado pelo deputado maranhense.

Ainda segundo apurou o blog Marco Aurélio d’Eça, a Executiva Nacional deve anunciar até esta quinta-feira, 29 sua decisão final…

0

“Mariana Brandão é o quadro do MDB para composição de vice”, revela Roberto Costa…

Filha do presidente estadual do partido, Marcus Brandão, médica foi incluída na nova Comissão Executiva Municipal da legenda – comandada pelo deputado federal Cléber Verde – e deverá ser apresentada aos principais candidatos que disputam a Prefeitura de São Luís como opção para formação da chapa

 

Mariana Brandão com o marido, Ítalo Carvalho: quadro do MDB para a disputa majoritária em São Luís

O vice-presidente estadual do MDB, deputado estadual Roberto Costa, revelou a este blog Marco Aurélio d’Eça, nesta quinta-feira, 25, que a médica Mariana Brandão é a opção do MDB para compor como vice na disputa pela Prefeitura de São Luís.

A revelação de Roberto Costa foi um contraponto ao post “Cléber Verde mantém executiva do MDB e reafirma: vai conduzir as eleições em São Luís…”, que reforçou a prerrogativa do deputado federal Cleber Verde, reconduzido à executiva provisória municipal do partido na capital maranhense.

– Veja o pulo do gato [na formação da executiva]: temos a Mariana Brandão, que é nosso quadro para composição de vice; médica, esposa de secretário, sobrinha do governador Carlos Brandão – explicou Costa.

Mariana Braide Brandão Carvalho é filha de Marcus Brandão, que comanda o diretório estadual do MDB, e esposa do subsecretário da Infraestrutura, Ítalo Augusto Reis Carvalho; ela passa a ser membro da comissão executiva e divide com André Campos a condição de indicados pela Executiva Estadual; os outros membros seguem a cartilha de Cleber Verde.

– É um quadro significativo do MDB que está pronto para formar uma chapa – afirmou Roberto Costa.

Há um detalhe, porém, na revelação de Roberto Costa: embora fazendo o contraponto a Verde, o deputado estadual em momento algum apontou para que chapa Mariana poderia ser indicada: se para a de Duarte Júnior (PSB), que espera o apoio de todos os Brandão, ou a de Eduardo Braide, que já tem apoio declarado de Cléber Verde.

Mas esta é uma outra história…

0

Cléber Verde tem executiva do MDB renovada e reafirma: vai conduzir as eleições em São Luís

Deputado federal manteve-se como presidente do Diretório Municipal e diz que vai conversar com o prefeito Eduardo Braide para que aliados possam compor a chapa de candidatos a vereador ampliando as chances de a legenda eleger representantes à Câmara Municipal

 

A Executiva Municipal foi renovada sob o comando de Cléber Verde, com mandato até 8 de abril, conforme registro da Justiça Eleitoral

O diretório estadual do MDB renovou o comando da Executiva Municipal do partido para o deputado federal Cléber Verde, que seguirá conduzindo os rumos eleitorais do partido em São Luís.

Eu conversei longamente com o presidente Marcus Brandão, que é uma pessoa muito sensata, e ele entende o compromisso feito pela cúpula nacional do partido, do presidente Baleia Rossi, dentro de um compromisso, com a minha chegada, de a gente poder conduzir o partido na capital; este foi o compromisso e a gente pede que a palavra assegurada seja mantida”,afirmou Verde, com exclusividade a este blog Marco Aurélio d’Eça.

 

O deputado federal pretende agora conversar com o próprio prefeito Eduardo Braide (PSD) para montar a nominata de candidatos à Câmara Municipal.

Vamos voltar a conversar com o prefeito Braide, até por que fazemos parte da gestão dele, para buscarmos nomes dentro do entorno da sua liderança enquanto prefeito para que possamos ter um quadro significativo de candidatos e ver o MDB fortalecido; nosso propósito é sair das urnas com três ou quatro vereadores eleitos”, pregou o deputado federal.

Cléber Verde garante que está em processo de entendimento com Marcus Brandão para assegurar a prerrogativa de conduzir a sucessão em São Luís

A Executiva Municipal emedebista será composta por três nomes da indicação do próprio Cléber e dois representantes da Executiva Estadual, garantindo a autonomia no municipal.

Há casos atípicos, como São Luís. Nos demais municípios todos quem trata é o diretório estadual; o partido é fortalecido na medida em que o presidente estadual não assevera para si a responsabilidade sozinho. Ele tem que entender que em alguns momentos precisa ceder. E aqui em São Luís a gente entende que esse compromisso o presidente estadual está cumprindo conosco, qual seja: o presidente municipal conduz a aliança política com aquele que entnder melhor para a cidade. É este o entendimento”, concluiu o parlamentar.

 

Detalhe, a nova comissão provisória de São Luís expira exatamente em 8 de abril, no último dia de prazo para definição partidária de quem pretende concorrer nas eleições de outubro…

0

Roberto Costa diz que aliança do MDB será decidida pelo conjunto de suas lideranças

Deputado estadual, que é vice-presidente regional da legenda, rebateu o presidente do diretório municipal, deputado federal Cléber Verde, afirmando que a manutenção do titular da Semdel será decisão pessoal do parlamentar, mas não do partido

 

Principal aliado de André Campos no MDB, Roberto Costa rebateu posicionamento do deputado federal Cleber Verde

O deputado estadual Roberto Costa, vice-presidente do MDB regional, reagiu nesta sexta-feira, 12, à afirmação do deputado federal Cleber Verde, presidente municipal da legenda, de que “o MDB continua no governo Braide”, mesmo após entrega do cargo pelo ex-secretário de Articulação Metropolitana André Campos.

Assim como Cleber Verde disse que a decisão de André Campos era pessoal, não partidária, Roberto Costa também afirmou que a continuidade de Romário Barros na Secretaria de Esportes também é vista como cota pessoal de Verde, não do MDB.

A polêmica em torno da participação do MDB na gestão de Braide começou com a saída de André Campos da secretaria, nesta sexta-feira, 12. 

O fato foi visto por setores da imprensa como “o desembarque do MDB da gestão de Braide”. Em conversa exclusiva com o blog Marco Aurélio d’Eça, Cleber Verde afirmou que é apenas dele a prerrogativa de decidir pela aliança com o prefeito.

Roberto Costa também pontuou em relação à decisão do MDB; disse que será feita pelo conjunto das lideranças do partido.

– A aliança de 2024 passará pela deputada federal Roseana Sarney, pelo presidente estadual Marcus Brandão e todas as demais lideranças emedebistas – garantiu Costa.

Aliado do presidente regional Marcus Brandão, irmão do governador Carlos Brandão (PSB) – que quer todos os partidos da base no palanque de Duarte Júnior (PSB), incluindo so sarneysistas – Roberto Costa afirmou que o único compromisso é com o que for melhor para o partido.

– Não existe compromsiso de dar a prerrogativa do apoio a Braide ao diretório municipal – afirmou.

E as discussões no MDB estão apenas começando….

0

“MDB continua no governo Braide”, garante Cleber Verde…

Presidente do diretório municipal do partido em São Luís, deputado federal disse que a saída do secretário de Articulação Metropolitana, André Campos, é uma decisão pessoal, mas não envolve a agremiação na capital maranhense, que tem prerrogativa de discutir as eleições municipais e tem o compromisso de seguir com o apoio ao prefeito Eduardo Braide

 

Eduardo Braide tem o apoio do MDB de São Luís, garante o deputado federal Cleber Verde

O presidente municipal do MDB, deputado federal Cleber Verde, declarou com exclusividade ao blog Marco Aurélio d’Eça, nesta sexta-feira, 12, que o partido segue normalmente em São Luís na base de apoio do prefeito Eduardo Braide (PSD).

– O MDB continua no governo Braide; quem saiu foi o André Campos, não o MDB – afirmou Verde, que garantiu ter o compromisso das demais instâncias do partido de que caberá a ele a discussão sobre as eleições municipais na capital maranhense.

– A prerrogativa é do diretório municipal; e quero que seja cumprido este compromisso firmado desde a minha transferência e garantido tanto pela executiva nacional quanto a estadual; mas vou continuar dialogando com a estadual, como fiz ontem mesmo, ao conversar com o presidente Marcus Brandão e colocar minha dificuldade em seguir com o projeto Duarte Júnior (PSB) – afirmou Cleber.

O MDB tinha duas secretarias no governo municipal: André Campos na Articulação Metropolitana, e Romário Barros no Esporte; com a saída de André, blogs e portais deram a notícia como sendo o desembarque do MDB da gestão do prefeito.

– Não existe isso; não há por que falar de saída da gestão de Braide; um exemplo de que isso é possível é o próprio PSD, que tem o prefeito Eduardo Braide, mas tem a senadora Eliziane Gama apoiando o candidato do governo; o que queremos é a garantia da prerrogativa do diretório municipal – disse o presidente emedebista.

Segundo Cleber Verde, uma decisão definitiva sobre a condução do processo no partido deve ser tomada em 30 dias, mas ele pretende continuar o diálogo com o MDB estadual para ter cumprido o compromisso de que será dele a decisão sobre alianças nas eleições de outubro.

– A decisão do André Campos é pessoal, mas quem responde pelo MDB municipal é o deputado federal Cleber Verde – concluiu…

0

MDB foi de Braide a Duarte em seis meses…

Prefeito de São Luís chegou mesmo a ser cotado como o preferido do partido agora comandado pelo executivo Marcus Brandão – tanto que, em junho, participou da festa de filiação do deputado federal Cléber Verde – mas acabou perdendo espaço para o deputado Duarte Júnior, um dos principais convidados da convenção de sexta-feira, 1º

 

Em maio, Braide era recebido com pompa pelos emedebistas; agora em dezembro, foi Duarte Jr. a estrela da militância na convenção do MDB

Em 31 de maio, este blog Marco Aurélio d’Eça publicou o post “MDB com Braide é ‘prego batido’ pela nacional do partido”.

Baseado numa declaração do deputado federal Cléber Verde, que acabara de entrar no partido, o texto levava em conta, também, a presença do prefeito de São Luís no encontro emedebista que recebeu, além de Verde, o executivo da Assembleia Legislativa Marcus Brandão, que é irmão do governador Carlos Brandão.

Tanto que a imagem da festa de filiação também virou post deste blog Marco Aurélio d’Eça: “Cleber Verde une Sarney, Brandão e Braide em festa do MDB…”.

Passaram-se apenas seis meses e o distanciamento entre o grupo do governador Carlos Brandão e o do prefeito Eduardo Braide hoje é praticamente intransponível.

Neste período, o deputado federal Duarte Júnior (PSB) jogou pesado, usou as armas que tinha e se aproximou – não apenas de Brandão, mas de sua base e do MDB; tanto que estava lá, na mega-convenção da sexta-feira, 1º, ovacionando Marcus Brandão e os novos emedebistas.

O afastamento do prefeito não passou despercebido nem mesmo por aliados de 2020, como o deputado estadual Roberto Costa, histórico no MDB, para quem são quase nulas as chances de o partido estar com Braide.

A conquista de Duarte Júnior – se não um casamento, pelo menos um namoro – é a segunda vitória do deputado sobre o prefeito neste segundo semestre.

Não entendeu?!? Entenda aqui…