0

Líder do governo Brandão, Evangelista descarta apoio a Duarte…

Deputado estadual que lançou a esposa Thay Evangelista a vereadora de São Luís declarou ao jornalista John Cutrim que não participará da campanha para prefeito na capital maranhense

 

Neto Evangelista reafirma diariamente sua aliança com o governador Carlos Brandão, mas nada de apoio a Duarte Jr. em São Luís

Atual líder do governo Carlos Brandão (PSB) na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Neto Evangelista (União Brasil) já decidiu seu posicionamento nas eleições municipais de São Luís.

“Não farei campanha para prefeito, não participarei”, afirmou o parlamentar, descartando apoio ao colega de grupo Duarte Jr. (PSB).

Na conversa que teve com o jornalista John Cutrim, Evangelista previu ainda que a campanha será decidida no primeiro turno, sem citar o vencedor

Na semana passada, setores da mídia pouco informados sobre a política maranhense chegaram a cogitar o deputado do União Brasil como possível coordenador de campanha de Duarte Jr.; os dois são desafetos desde a chegada de Duarte à Assembleia, em 2019, como este blog Marco Aurélio d’Eça registrou, no post “Guerra entre Duarte Jr. e Neto Evangelista tem insufladores no Palácio…”..

Na última quarta-feira, 10, Evangelista reuniu amigos, parentes e aliados em São Luís para apresentar a candidatura da mulher, Thay Evangelista (União Brasil) á Câmara Municipal de São Luís.

Em Brasília, seu partido, o União Brasil, declarou apoio a Duarte Jr…

0

“Farei um trabalho de bastidores”, diz Marcus Brandão, agora na coordenação de Duarte Jr…

Presidente estadual do MDB – e irmão do governador Carlos Brandão – vai comandar a campanha do deputado federal socialista sem poder estar publicamente à frente, uma vez que o MDB deve seguir mesmo com o prefeito Eduardo Braide

 

Marcus Brnadão estará diretamente à frente da campanha de Duarte Jr. em São Luís

O presidente estadual do MDB, Marcus Brandão, confirmou nesta segunda-feira, 8, que vai ser o coordenador de campanha do deputado federal Duarte Jr. (PSB) a prefeito de São Luís.

Marcus foi confirmado após desistência do vice-governador Felipe Camarão (PT), que optou por permanecer na Secretaria de Educação, como antecipou este blog Marco Aurélio d’Eça ainda na semana passada, no post “Duarte Jr. deve perder o seu coordenador de campanha…”.

“Irei ajudar Duarte, porém não poderei ter aparições, porque meu partido tem outra posição. Farei um trabalho como sempre fiz, nos bastidores, e estou bastante otimista. Vejo essa campanha como uma grande oportunidade”, declarou Brandão, em entrevista ao portal imirante.com.

Apesar da posição de Marcus Brnadão, o MDB de São Luís – presidido pelo deputado federal Cléber Verde – recebeu aval nacional para coligar-se com o prefeito Eduardo Braide (PSD).

Será a primeira vez na história política do Maranhão que um partido tem os diretórios divididos entre duas candidaturas em São Luís…

0

Duarte Jr. deve perder seu coordenador de campanha…

Provável retorno do vice-governador Felipe Camarão para o comando da Secretaria de Educação torna o candidato do PSB a prefeito o principal atingido na disputa interna entre o governador Carlos Brandão e o grupo do agora ministro do STF, Flávio Dino

 

Felipe Camarão e Duarte Jr. devem seguir agora cada um pro seu lado, após crise com o governo Carlos Brandão

A crise entre o governador Carlos Brandão (PSB) e o grupo remanescente do agora ministro do Supremo Tribunal Federal Flávio Dino atingiu diretamente a campanha do deputado federal Duarte Jr. (PSB) a prefeito de São Luís.

  • Após forte pressão de dinistas, Brandão deve reconsiderar a exoneração do vice-governador Felipe Camarão do comando da Seduc;
  • em contrapartida, Camarão deve deixar a coordenação de campanha de Duarte, principal motivo para sua saída da secretaria.

O apoio do governo à candidatura de Duarte Jr. é um pedido do próprio Flávio Dino

Mas Brandão sempre resistiu à ideia de ser o coordenador, motivo pelo qual Felipe Camarão foi designado para o posto, a pedido de Dino, seu padrinho político.

O governador viu nisso uma brecha para tirar o vice-governador da Seduc, mas a operação acabou não dando certo.

E agora, é Duarte quem terá de encontrar novo coordenador que dê ânimo à sua campanha…

0

Brandão e Felipe terão nova reunião sobre Seduc…

Aliados do vice-governador pressionaram após decisão do governador que afastou o titular da pasta sem direito a indicação do substituto, o que levou a uma crise de bastidores que poderia atingir não apenas a base governista, mas a própria campanha do deputado federal Duarte Jr. em São Luís

 

Como vice-governador e secretário de Educação, Felipe Camarão, é o principal representante do grupo de Flávio Dino no governo Carlos Brandão

O vice-governador Felipe Camarão (PT) confirmou a este blog Marco Aurélio d’Eça, no início da manhã desta quarta-feira, 3, que terá uma nova conversa com o governador sobre sua permanência no comando da Secretaria de Educação.

Vamos falar hoje a noite sobre isso”, disse o vice-governador, que havia sido exonerado na tarde desta terça-feira, 2, em ato que gerou forte reação da base formada pelos remanescentes do dinismo no governo Brandão.

O grupo do agora ministro do Supremo Tribunal Federal esperavam duas posições do governador:

  • 1 – que Felipe Camarão pudesse coordenar a campanha de Daurte Jr. sem a necessidade de deixar a Seduc;
  • 2 – se isso não fosse possível, que o seu substituto na pasta fosse seu secretário-adjunto Anderson Lindoso.

Ao exonerar  o vice-governador, Brandão indicou automaticamente a atual secretária extraordinária de gestão das verbas federais, Jandira Dias, ligada à família Brandão, num indicativo de que o petista não mais voltaria ao cargo, após as eleições.

Num primeiro momento, Felipe Camarão até aceitou a mudança, posando ao lado de Brandão em postagem do governador; mas após conversar com seus aliados dinistas recuou e decidiu que, nessas condições não se licenciaria e não assumiria a coordenação de campanha de Duarte.

Agora, petistas, dinistas e comunistas esperam o recuo do próprio Brandão…

0

Ministério Público denuncia Duarte Jr. por propaganda antecipada…

Ação do Ministério Público baseada em post deste blog Marco Aurélio d’Eça pede a condenação do pré-candidato a prefeito e aponta para possível abuso do poder político e econômico, o que pode levar à perda da candidatura ou do mandato, caso eleito

 

Duarte Jr. em painel com o governador durante reunião com candidatos a vereador: mesmo slogan usado em seus mutirões de óculos

O Ministério Público Eleitoral denunciou ao Tribunal Regional Eleitoral o pré-candidato do PSB a prefeito de São Luís, deputado federal Duarte Jr. (PSB),  pelo crime de propaganda eleitoral antecipada, cuja investigação pode levar ao crime de Abuso do Poder Político ou Econômico, com consequente cassação da candidatura ou do mandato, caso eleito.

A informação foi dada em primeira mão nesta segunda-feira, 1º, pelo blog do Joerdson Rodrigues. (Leia aqui)

Este blog Marco Aurélio d’Eça publicou com exclusividade, no início de junho o post “O crime eleitoral que pode tirar Duarte Jr. da disputa em São Luís”.

Campanha sistemática de consulta e distribuição de óculos nas comunidades de São Luís nesta pré-campanha caracteriza abuso do poder político e captação ilícita de sufrágios, que levam à perda do registro de candidatura ou à cassação, caso eleito; sobre estes casos, este blog Marco Aurélio d’Eça já havia ouvido o advogado Ted Anderson, que deixa claro a caracterização do crime”, revelou o post.

 

O próprio Duarte Jr. divulgou em suas redes sociais o mutirão de distribuição de óculos no Rio Poty Hotel: crime eleitoral, segundo o MPE

O Ministério Público Eleitoral baseou-se integralmente no post deste blog para formular a sua denúncia ao TRE-MA:

  • “nos dias 28, 29 e 30 de junho, no Hotel Rio Poty, em São Luís, o representado promoveu mais um dentre os inúmeros mutirões oftalmológicos que vem marcando a sua pré-campanha com a distribuição gratuita à população de consultas, óculos e cirurgias.”
  • para o MPE, as ações de Duarte “têm nítida conotação eleitoral, o que já de há muito tempo vem sendo vedado pelo TSE, que proíbe, quando dos atos de prestação de contas de parlamentar, o pedido de votos, ainda que implícito ou feito de forma dissimulada.”

O propósito eleitoral fica evidente quando se verifica que o representado foca suas ações na Cidade de São Luís, onde sabidamente será candidato nas eleições vindouras ao cargo de prefeito, além de distribuir nos locais dos ditos “mutirões oftalmológicos” panfletos com os dizeres: ‘veja que é possível fazer mais por São Luís’, além de ‘é possível resolver!’, assim como ‘falta gestão e sensibilidade da prefeitura’ e o slogan por ele usado anteriormente e que foi sua marca na campanha eleitoral pretérita, qual seja, a expressão ‘#boraresolver'”, afirma o documento, assinado pela promotora eleitoral Núbia Zeíle Pinheiro Gomes.(Veja aqui a íntegra da Representação)

Além da condenação por propaganda eleitoral, o Ministério Público pede ao TRE-MA a transformação da denúncia em Investigação Eleitoral para caracterizar o crime de abuso de poder político ou econômico, o que pode resultar na cassação da candidatura de Duarte Jr.

Ou na perda do mandato, caso eleito em outubro…

2

Felipe Camarão já atua à frente da campanha de Duarte Jr…

Vice-governador e secretário de Educação participa nesta segunda-feira, 1º da apresentação do deputado federal como candidato único da base do governo Carlos Brandão, em evento no Ximenes Palace

 

Camarão faz discurso em evento com Duarte Jr., que será apresentado nesta segunda-feira, 1º como candidato único na base do governo Brandão

À frente da campanha do deputado federal Duarte Jr. (PSB) desde a semana passada, o vice-governador Felipe Camarão (PT) tem atuado diretamente nas reuniões de bairro e com aliados em diversa ações.

O líder petista divide as atribuições de campanha com a rotina na Secretaria de Educação, onde continua a dar expediente no auxílio ao governador Carlos Brnadão (PSB).

O Duarte hoje, de 2024, é o mesmo Duarte que começou lá em 2015, mas é um Duarte melhorado, com um upgrade”!, define Camarão.

Nesta segunda-feira, 1º, o titular da Seduc comandará a apresentação de Duarte Jr., como candidato único da base do governo Brandão, em evento no Ximenes Palace, unidade do Turu, a partir das 19 horas.

Sobre a permanência na Seduc, ele ainda deve conversar com Brandão.

Mas esta é uma outra história…

Post alterado ás 15h40 dia 1º de julho para correção de informação

0

Crime eleitoral de Duarte repercute; Yglésio denunciará compra de votos…

Após publicação deste blog Marco Aurélio d’Eça, deputado estadual que também concorre à Prefeitura de São Luís vai à tribuna da Assembleia Legislativa e diz que, diante das provas documentadas na própria página do adversário do PSB, são poucas as chances de ele concorrer às eleições de outubro ou mesmo de governar, se eleito

 

Duarte entrega, ele próprio, dentro do Procon-MA, os óculos comprados com dinheiro público

Pré-candidato a prefeito de São Luís pelo PRTB, o deputado estadual Dr. Yglésio Moyses, que, além de médico, é também advogado, diz ver poucas chances de a candidatura do deputado federal Duarte Jr. (PSB) prosperar na Justiça Eleitoral diante dos crimes eleitorais já catalogados.

Não registra nem candidatura, Duarte; não gasta teu dinheiro, tua energia. Primeiro, porque tu não ganha, mas, se desse uma sorte de ganhar, não governa, porque vai cair, porque crime eleitoral aqui tem no rodo já”, avaliou Yglésio, que foi à tribuna da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, 6.

Os crimes eleitorais praticados por Duarte Jr. foram revelados, com exclusividade, neste blog Marco Aurélio d’Eça, no post “O crime eleitoral que pode tirar Duarte Jr. da disputa em São Luís…”.

De acordo com especialistas em Direito Eleitoral ouvidos por este blog Marco Aurélio d’Eça, Duarte Jr. cometeu os seguintes crimes eleitorais:

  • Abuso do Poder Político, por usar estrutura e servidores do Procon-MA em sua campanha;
  • Captação Ilícita de Sufrágio, por estar trocando óculos e consulta de animais por votos;
  • Favorecimento Pessoal, por usar recursos públicos em proveito de sua campanha.

Segundo o próprio Duarte Jr., suas ações já distribuíram cerca de 21 mil óculos em São Luís e tem outros 4 mil agendados para os próximos dias, totalizando 25 mil óculos.

Levando-se em consideração que o benefício a um eleitor rende, em média, outros dois votos, significa algo em torno de 75 mil votos potenciais, captados ilicitamente, suficientes para influenciar diretamente nas eleições de outubro.

É exatamente este o conceito usado pela Justiça Eleitoral para definir os crimes eleitorais.

Yglésio deve ser o primeiro a pedir a anulação do registro de candidato de Duarte Jr…

0

O crime eleitoral que pode tirar Duarte Jr. da disputa em São Luís…

Campanha sistemática de consulta e distribuição de óculos nas comunidades de São Luís nesta pré-campanha caracteriza abuso do poder político e captação ilícita de sufrágios, que levam à perda do registro de candidatura ou à cassação, caso eleito; sobre estes casos, este blog Marco Aurélio d’Eça já havia ouvido o advogado Ted Anderson, que deixa claro a caracterização do crime

 

O pré-candidato do PSB a prefeito de São Luís, deputado federal Duarte Jr., vem cometendo sistematicamente um crime eleitoral que pode tirá-lo da disputa na capital maranhense.

Suas campanhas de consultas e distribuição de óculos em massa caracterizam abuso do poder econômico ou abuso do poder político, além de captação ilícita de sufrágio e favorecimento pessoal de recursos públicos.

  • a pena é a perda do registro de candidatura ou do mandato, caso eleito;
  • também há multa de R$ 25 mil e inelegibilidade por oito anos.

De acordo com o advogado Ted Anderson – autor do aplicativo TED-IA, que orienta sobre questões eleitorais – o crime na campanha de um candidato se caracteriza mesmo sem a sua presença no fato, o que não é o caso de Duarte.

Só hoje foram mais de mil óculos entregues, tirando mais de 20 mil pessoas da fila da saúde. No próximo final de semana, serão mais 4 mil atendimentos. Para participar, basta acompanhar aqui nas redes sociais a agenda do atendimento que a gente vai resolver”, declarou o pré-candidato no vídeo que ilustra este post.

Os círculos amarelos mostram o crime eleitoral de Duarte Júnior, que utiliza, inclusive, a estrutura do Procon-MA para sua promoção pessoal

Além de acompanhar todas as consultas, o candidato do PSB entrega ele próprio os óculos aos beneficiários, fazendo questão de divulgar em suas redes sociais, onde é possível encontrar várias postagens sobre o tema.

Você que distribui peixe, ovo de páscoa e outros itens nessas eleições, mesmo não distribuindo pessoalmente, possivelmente já perdeu o mandato”, alertou Ted Anderson, ainda em março. (Relembre aqui)

No caso de Duarte Jr., as provas são como batom na cueca…

0

Candidatos da direita se dividem; Fábio Câmara segue com Lula pela esquerda

Único candidato em São Luís com campanha exclusivamente na base do presidente petista, ex-vereador do PDT segue discutindo com os segmentos sociais mais progressistas, debatendo pautas de peso político significativo, como a valorização da mulher, do trabalhador, a preservação do meio ambiente, a afirmação do negro, dos povos originários; e prepara convenção com o ministro da Previdência Social, Carlos Lupi

 

Lahésio chamou de gados e burros os eleitores que votam na direita representada por Josimar Maranhãozinho e Detinha, o que ofendeu também Felipe Arnon

Analise da Notícia 

A mídia de São Luís trouxe nesta terça-feira, 23, mais uma briga pública entre lideranças da direita maranhense, que se engalfinham pelo legado do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e tentam se apoderar do voto conservador em São Luís, estimado em 25% do eleitorado.

A troca de “gentilezas” se deu agora entre o ex-candidato a governador Lahésio Bonfim (Novo) e o casal de deputados federais Josimar Maranhãozinho e Detinha (ambos do PL), mas envolveu também o “Pátria Livre” Felipe Arnon; e tudo ainda por conta da passagem meteórica – e sem maior repercussão política – da ex-primeira-dama Michele Bolsonaro pela capital maranhense, no último sábado, 20. (Leia aqui e aqui)

Este blog Marco Aurélio d’Eça já mostrou que pelo menos quatro candidatos em São Luís são vinculados ao bolsonarismo, de uma forma ou de outra, embora o ex-presidente dê de ombros a todos eles:

Fábio Câmara segue agenda de contatos nas comunidades e prepara convenção do PDT, como único candidato exclusivamente na base do presidente Lula (PT)

A guerra fratricida entre os bolsonaristas é vista à distância pelo pedetista Fábio Câmara, único entre os candidatos em São Luís com campanha exclusivamente na base do governo Lula (PT); desde o surgimento do seu nome, ainda em setembro de 2023, Câmara se move pela esquerda, com ênfase nas bandeiras de Lula.

Com apoio do PDT, Fábio Câmara vem discutindo pautas progressistas como a valorização da mulher, do negro, a inclusão de grupos LGBTQIA+, questões ambientais, juventude e, sobretudo, a pauta do trabalhador. (Releia aqui, aqui, aqui, aqui e aqui)

A ênfase na valorização do trabalhador será a pauta de Fábio Câmara no dia 10 de maio, na convenção estadual do PDT, quando ele será apresentado como candidato a prefeito ao lado do senador Weverton Rocha e do ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, este representando o presidente Lula.

E assim deve ser a rotina ao longo da campanha, com os bolsonaristas se engalfinhando pelo naco dos 25% de eleitores conservadores e de direita.

E Fábio Câmara, no seu ritmo, desde sempre, pela esquerda, com o PDT e com Lula.

Em busca dos 35% de eleitores lulistas na capital maranhense…

0

Direita e bolsonaristas ainda divididos em São Luís…

Mesmo com duas candidaturas neste campo político – as dos deputados estaduais Dr. Yglésio e Wellington do Curso – eleitores do ex-presidente e o eleitorado mais conservador ainda se alinham também ao prefeito Eduardo Bride e até ao deputado federal Duarte Jr., que tem o PL em sua coligação

 

Vazio ideológica e doutrinariamente, Braide ainda tem conservadores e bolsonaristas em sua base, eleitorado que Duarte não quer dispensar e que Yglésio busca aproximação

Com cerca de 25% do eleitorado de São Luís fidelizado – segundo pesquisas do ano passado, quando ainda não era necessário o registro na Justiça Eleitoral – o espectro político formado pela chamada direita conservadora e pelo bolsonarismo – que reúne os mais radicais  – não conseguiu ainda se identificar com nenhum dos candidatos a prefeito na capital maranhense. 

Enquanto a chamada esquerda e o campo lulista têm como candidatos o ex-vereador Fábio Câmara (PDT) e do deputado federal Duarte Jr. (PSB) – que também flerta com bolsonaristas – a direita conservadora e extremista se divide entre o prefeito Eduardo Braide (PSB) e os deputados estaduais Dr. Yglésio (PRTB) e Wellington do Curso (Novo).

Yglésio já assumiu-se bolsonaristas e tenta atrair para o seu palanque a família do ex-presidente, na tentativa de tornar-se a opção deste eleitorado e desbancar Duarte Jr. da vaga no segundo turno; Duarte, por sua vez, apesar de se apresentar como candidato lulista, tem em sua coligação o PL, partido do próprio Bolsonaro, a quem se declarou aliado nas eleições de 2020.

O eleitor da direita também está na base do prefeito Eduardo Braide (PSD), único candidato que não se identifica com nenhum campo político, nenhum partido, nenhum grupo político, nenhuma ideologia, nenhum conceito doutrinário ou programático.

Apesar de filiado ao Novo, o deputado Wellington do Curso ainda não concebeu em sua campanha a ideia de esquerda e direita; e pretende passar ao largo deste debate na campanha.

Mas o fato é que, queiram ou não candidatos e eleitores, a polarização política nacional entre o presidente Lula (PT) e o ex-presidente Bolsonaro (PL) ainda terá forte influência nestas eleições municipais.

Até por que o resultado deste pleito tem relação direta com as eleições de 2026…