0

Braide chega ao segundo turno de 2020 bem maior que em 2016…

Com 15 pontos percentuais à frente do candidato governista Duarte Júnior, deputado vê como trunfo a antipatia da base governista ao adversário e mostra maior poder de articulação de alianças que há quatro anos, solidificando seu projeto

 

Eduardo Braide está consolidado como opção de poder em São Luís; e bem mais forte que nas eleições de 2016

Um dos mantras que se ouvia no primeiro turno das eleições de São Luís dava conta de que, indo ao segundo turno, o líder Eduardo Braide (Podemos) perderia para qualquer um dos candidatos da base do governo Flávio Dino (PCdoB).

Essa premissa é absolutamente falsa, por que calçada em paradigmas criados nas eleições de 2016, quando a chegada ao segundo turno foi surpresa para o próprio Braide.

Quatro anos depois, Braide volta ao segundo turno em condições absolutamente diferentes das de 2016 – e bem mais favoráveis – para consolidar a vitória nas urnas.

Para começar, o candidato do Podemos chega à frente do adversário, ao contrário de 2016 – e com nada menos que 15 pontos percentuais de vantagem, o que é considerável em um pleito acirrado.

Além disso, bem mais maduro, o deputado tem consciência, hoje, de que precisa buscar alianças para se consolidar, ainda que não necessariamente negociando espaços na gestão.

E ele já está atuando para buscar lideranças mais independentes – como o senador Weverton Rocha (PDT), os candidatos Neto Evangelista (DEM), Dr. Yglésio (PROS), Sílvio Antonio (PRTB) e Bira do Pindaré (PSB) – deixando apenas os fantoches de Flávio Dino na seara de Duarte Júnior.

Outra vantagem de Braide sobre o adversário é a antipatia que a classe política detém de Duarte Júnior, assunto já abordado por mais de uma vez no blog Marco Aurélio D’Eça. (Relembre aqui, aqui e aqui)

Não há nenhuma dúvida de que Eduardo Braide chega ao segundo turno de 2020 bem maior do que era no segundo turbo de 2016.

E isso é um grande passo para vencer a eleição…

2

Segundo turno será entre Braide e Neto, aponta DataM

Pesquisa divulgada nesta terça-feira, 3, pela TV Difusora mostra o candidato democrata ainda rigorosamente empatado com o republicano Duarte Júnior, mas pela primeira vez numericamente à frente do adversário

 

Braide e Neto tendem a se enfrentar em um segundo turno em São Luís, de acordo com números do instituto DataM revelados na tarde desta terça-feria, 3

Faltando 12 dias para o primeiro turno, pesquisa do Instituto DataM divulgada nesta terça-feira, 3, mostrou, pela primeira vez, que o cenário mais provável de segundo turno em São luís será entre Eduardo Braide (Podemos) e Neto Evangelista (DEM).

A pesquisa mostrou Braide com 38% das intenções de voto, contra 14,7% de Neto Evangelista, que aparece pela primeira vez à frente de Duarte Júnior (14,5%), mesmo ainda em condição de empate técnico.

DataM acertou o resultado das eleições de 2016, em São Luís, assim como as eleições de governador e de senador em 2018.

É o quarto instituto seguido a apontar segundo turno nas eleições de São Luís, o que já é admitido até mesmo na campanha de Eduardo Braide.

Os números do DataM repetiram a tendência já apontada em outros institutos conceituados, como Ibope e Escutec

O empate técnico entre Neto e Duarte vem se mantendo desde o início da campanha, e mostrado pelos mais conceituados institutos de pesquisas.

Com maior volume de campanha dentre todos os candidatos, Evangelista tem em sua coligação também a militância do PDT, comandada pelo senador Weverton Rocha.

E os pedetistas garantem fazer a diferença na reta final…

6

Aliados de Braide torcem por Duarte em eventual segundo turno…

Embora ainda aposte em uma vitória no primeiro turno, campanha do líder nas pesquisas entende que é mais fácil enfrentar o adversário do Republicanos, que terá dificuldades de fazer alianças, ao contrário de Rubens Júnior e Neto Evangelista

 

Braide quer encerrar a disputa em primeiro turno; mas se tiver de enfrentar nova votação, acha Duarte adversário mais fácil

A campanha do deputado federal Eduardo Braide (Podemos) a prefeito de São Luís ainda tem convicção de que pode vencer a disputa em primeiro turno.

Mas todos já se posicionaram  em relação a um aspecto da disputa: para eles, se houver segundo turno, é preferível que o adversário seja Duarte Júnior (Republicanos), mais fácil de ser derrotado.

Por isso já entre os alados de Braide uma torcida forte por Duarte.

Para os braidistas, um segundo turno contra Rubens Pereira Júnior (PCdoB) ou Neto Evangelista (DEM) seria bem mais difícil, uma vez que ambos terão bem mais condições do que Duarte de agregar novos aliados.

De fato, o candidato do PRB enfrenta forte antipatia da classe política e teria dificuldades de sentar com a própria base do governo Flávio Dino (PCdoB).

Até agora neutro na campanha, o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) também teria mais proximidade com Rubens Júnior  e Neto do que com Duarte.

Até agora, Duarte Júnior e Neto Evangelista disputam em condição de empate técnico uma vaga no segundo turno, com ligeira vantagem para o candidato republicano.

As próximas pesquisas, portanto, dirão quem, tem mais condições de enfrentar o favorito em um segundo turno.

E se depender da campanha de Braide, Duarte terá forte torcida…

3

Conceição Andrade declara apoio a Braide

Ex-prefeita  afirmou que o candidato do Podemos tem as melhores propostas para São Luís; “Todos que desejam o bem de São Luís são muito bem vindos em nossa caminhada”, disse o candidato a prefeito

 

Ao lado de Joaquim Haickel, Conceição foi recebida pelo candidato Eduardo Braide e sua vice, Esmênia

O candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), recebeu nesta quinta-feira (22), o apoio da ex-deputada e ex-prefeita da capital, Conceição Andrade. O anúncio foi feito no Comitê Central da campanha de Braide e contou também com a presença do ex-deputado Joaquim Haickel.

“Estou muito feliz com o apoio da Conceição Andrade. Ela, que já esteve à frente do nosso município, pode contribuir com ideias e sugestões, ainda mais pelo trabalho valoroso que realizou em nossa Zona Rural. Como sempre disse, todos que desejam o bem de São Luís serão muito bem vindos em nossa caminhada rumo à prefeitura”, afirmou Braide.

Para Conceição Andrade, o apoio à candidatura de Braide, reforça o compromisso pelo desenvolvimento da cidade.

“O meu caminho não poderia ser outro. O Braide tem as melhores propostas, a mais viável, a mais séria. Braide tem uma postura madura e reúne um time que está interessado exclusivamente no bem de São Luís. Tivemos uma conversa excelente! Ele tem meu apoio e pode contar com meu empenho para que no 15 de novembro, o povo da nossa cidade seja o vencedor dessa eleição. Vamos à vitória”, concluiu a ex-prefeita.

0

Contraponto de Flávio Dino a Braide é recado também para Brandão…

Movimentos do vice-governador eram visto por parcela significativa de lideranças políticas maranhenses, desde 2019, como gestos de aproximação do candidato do Podemos, o que não cessou nem mesmo com a candidatura de Duarte Júnior pelo Republicanos

 

Aliados de Carlos Brandão dizem que ele pode se beneficiar com vitória de Eduardo Braide em São Luís, apesar do candidato do Republicanos…

Análise de conjuntura

O contraponto público do governador Flávio Dino em relação ao deputado federal Eduardo Braide enquadrou uma série de aliados do Palácio dos Leões que já vinham fazendo gestos de aproximação com o candidato do Podemos a prefeito de São Luís.

Mas o recado direto foi para o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos).

Dez entre dez aliados de Brandão apontam a vitória de Eduardo Braide em São Luís como favorável ao projeto de poder do vice-governador em 2022.

E essa opinião não havia cessado nem mesmo com a candidatura do deputados estadual Duarte Júnior pelo Republicanos, partido do próprio Brandão.

O blog Marco Aurélio D’Eça traçou, desde 2019, vários cenários em que mostrava a perspectiva de poder envolvendo Carlos Brandão e Eduardo Braide. (Relembre aqui e aqui)

Um destes posts mais sugestivos está às vésperas de completar um ano; foi publicado em 29 de outubro do ano passado, sob o título “A Perspectiva Carlos Brandão/Eduardo Braide…”.

Apesar do apoio do PRB à candidatura de Duarte Júnior, o vice-governador ainda não entrou de cabeça na campanha; pelo menos não se vê publicamente este movimento.

Ao contrapor Braide, Flávio Dino disse a Brandão e outros aliados que são Neto, Duarte e Rubens os candidatos do seu grupo político

Flávio Dino decidiu fazer o contraponto a Braide como uma força de mostrar para Brandão quem é o adversário do Palácio dos Leões.

E se a disputa for para o segundo turno, vai cobrar de todos a participação efetiva de quem estiver contra o deputado do Podemos.

Isso inclui, obviamente, o próprio Carlos Brandão.

Seja quem for o candidato do Palácio…

1

Eduardo Braide vai aos bairros e reafirma compromissos com a população

 

O pré-candidato a prefeito de São Luís Eduardo Braide (Podemos) cumpriu uma extensa agenda de compromissos no fim de semana, para conversar com as pessoas e reafirmar compromissos em diversos bairros da capital. Ele participou do lançamento de pré-candidatos a vereador, de debate com jovens e lideranças estudantis e de encontros com dirigentes de entidades sindicais.

Na sexta-feira, no lançamento da pré-candidatura a vereador do advogado e pedagogo Marcos Castro (PMN), morador do bairro da Ilhinha que há uma década desenvolve projetos sociais de assistência a idosos da periferia de São Luís, Eduardo Braide destacou a importância do trabalho desenvolvido pelas lideranças comunitárias. “Marcos Castro presta um maravilhoso trabalho de assistência social comunitária. Se consegue realizar tudo isso sem exercer cargo público, poderá fazer muito mais, caso conquiste um mandato de vereador”, avaliou ele.

No sábado, Eduardo Braide começou o dia em reunião com representantes do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde de São Luís (Sindacs). No encontro, o pré-candidato a prefeito assinou uma Carta de Compromissos com as principais demandas da categoria, entre elas a correção da defasagem no número de equipes do programa Estratégia de Saúde da Família e o enquadramento dos agentes comunitários de saúde no regime trabalhista estatutário.

“Uma boa assistência à saúde é aquela que evita a ida das pessoas ao hospital, que permite ao cidadão ter um atendimento preventivo e eficaz perto de sua casa. Daí a importância do trabalho dos agentes comunitários de saúde. Não existe atenção básica em saúde sem a participação e o respeito a esses profissionais. Por isso, firmamos esse pacto, que representa o nosso compromisso em dar prioridade à saúde”, destaca Eduardo Braide.

Bate-papo com Braide

Em seguida, Eduardo Braide participou de uma concorrida e democrática roda de conversa com jovens e lideranças estudantis da capital. Durante quase duas horas, o pré-candidato respondeu a diversos questionamentos feitos por uma plateia lotada, composta por estudantes de vários bairros da capital.

À tarde, o pré-candidato a prefeito esteve na comunidade Novo Horizonte, no bairro São Raimundo. Ele andou pelas ruas, cumprimentou moradores de porta em porta e participou do lançamento da pré-candidatura a vereadora da enfermeira e líder comunitária Fátima Sales (PMN). A agenda de compromissos do sábado foi encerrada no bairro do Jardim São Cristóvão, onde Eduardo Braide recebeu o apoio do vereador e pré-candidato à reeleição Francisco Chaguinhas (Podemos).

“Fui secretário municipal, presidente da Caema, deputado estadual por dois mandatos e agora sou deputado federal. Acumulei conhecimento e experiência e estou preparado para ser prefeito de São Luís e fazer desta cidade um lugar digno, onde todos possam sentir orgulho de viver. Daqui a pouco mais de dois meses, cada um terá uma nova chance para refletir e dizer o que quer para nossa cidade. O nosso futuro estará em nossas mãos”, concluiu ele.

1

A população foi enganada por Edivaldo Júnior, diz Eduardo Braide

Candidato do Podemos à Prefeitura de São Luís diz que o atual prefeito anuncia desde 2012 projetos que sequer foram iniciados, como a maternidade da Cidade Operária, o Hospital da Criança e as 25 creches anunciadas nas duas campanhas do pedetista

 

Eduardo Braide foi entrevistado pelo jornal O EstadoMaranhão e voltou a falar das mentiras da gestão de Edivaldo Júnior

O deputado federal Eduardo Braide (Podemos) voltou a dizer nesta terça-feira, 7, que o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) engana a população de São Luís desde as eleições de 2012.

Para Braide, a população cansou do engodo da gestão do PDT e começa a dar a resposta, de acordo com as pesquisas de intenção de votos.

– O povo de São Luís está cansado de quem só aparece para trabalhar em ano de eleição.disse ele – em entrevista ao jornal O EstadoMaranhão.

De acordo com Eduardo Braide, as mentiras de Edivaldo Júnior e do seu grupo à população de São Luís se constatam em três obras fundamentais, anunciadas desde 2012.

– Cadê a Maternidade da Cidade Operária? Cadê o Hospital da Criança? Onde estão as 25 creches? cadê o wi-fi nos ônibus? Ficou tudo na propaganda – afirmou o parlamentar.

Braide tem consciência de que, mais uma vez, vai enfrentar duas máquinas poderosas – a do governo e a da própria prefeitura – que também foram usadas em 2016; mas garante estar confiante nos seus objetivos. ,   

– Ainda que tenhamos, de um lado, a força da máquina, do outro temos a força do povo – afirmou.

0

Roberto Rocha mira vaga de vice de Eduardo Braide…

Senador presidente do PSDB no Maranhão descartou a candidatura do deputado Wellington do Curso alegando a necessidade de vitória em primeiro turno; composição de chapa com Podemos também está na mira de Josimar de Maranhãozinho

 

Ao tirar Wellington do Curso do páreo da sucessão, Roberto Rocha mira a composição de chapa com Eduardo Braide, que tem outros pretendentes na ala conservadora da política maranhense

 

O senador Roberto Rocha tem um objetivo ao defender a composição em torno do deputado federal Eduardo Braide (Podemos): a vaga de vice para o PSDB.

Rocha descartou ontem a candidatura do deputado estadual Wellington do Curso para defender aliança em torno de Braide, sob argumento de que é preciso o deputado federal vencer em primeiro turno as eleições de outubro.

Desde 2014 – quando se elegeu senador na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB) – o tucano usa a força de propagada do partido para buscar espaços na composição de chapas, tanto nas eleições municipais quanto nas estaduais.

O problema de Rocha é que a vaga de vice de Eduardo Braide está sendo disputada também pelos deputados feder30ais Aluisio Mendes (PTN) e Josimar de Maranhãozinho, representantes da política conservadora no estado.

O assunto foi tratado, inclusive, no blog Marco Aurélio D’Eça, no post intitulado “Velha política ronda candidatura de Braide…

A articulação dos três representantes da bancada maranhense tem deixado, inclusive, o próprio Braide constrangido ao falar de alianças para outubro. O parlamentar, favorito na disputa em São Luís, evita tratar do assunto na imprensa.

Braide tem até julho para definir sua composição partidária para as eleições de outubro.

E até lá, Aluisio Mendes, Josimar de Maranhãzinho e, agora, Roberto Rocha, vão brigar pela hegemonia na chapa do favorito em São Luís…

5

Imagem do dia: nova geração de lideranças no debate de 2018…

 

A foto acima foi registrada na noite de domingo, 7, no restaurante Ferreiro Grill. Reúne três dos representantes da nova safra de políticos maranhenses: o médico Leonardo Sá (PCdoB), o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) e o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP). O assunto, naturalmente, foi o processo eleitoral de 2018. Tanto Braide quanto Genésio e Leo têm projetos para o ano que vem. Que podem , inclusive, convergir. É aguardar e conferir

6

“É hora de partir para voos mais altos”, diz Braide, sobre eleições de 2018…

Apesar de não declarar a que cargo pretende concorrer no ano que vem, o deputado fala à jornalista Jacieny Dias que a decisão de não mais concorrer à reeleição já está tomada

 

O deputado estadual Eduardo Braide (PMN) admitiu oficialmente, em entrevista à jornalista Jacieny Dias, que não pretende mais concorrer à reeleição à Assembleia.

Ele não fala qual candidatura disputará em 2018, mas diz sentir-se honrado em ser cogitado para disputar o governo.

– Meu projeto político no momento é fazer um bom mandato de deputado estadual. mas essa decisão eu já tomei: a de não ser candidato à reeleição como deputado estadual. São oito anos aqui na Assembleia, e acho que é um tempo razoável para que a gente parta para voos mais altos – afirmou o parlamentar.

Na entrevista, Braide diz que a decisão de que qual cargo disputar será tomada apenas em 2018.

Ele pondera também que uma eventual candidatura a governador vai depender da conjuntura.

– Qualquer político se sente honrado em ser o chefe do Executivo do seu estado, e eu estaria mentindo se disse que não tenho esta pretensão. Mas ninguém é candidato de si mesmo. Isso depende da questão partidária, da política de alianças, do momento que iremos viver. E depende muito da questão da reforma política, que pode mudar muito o cenário – avaliou o parlamentar.

Na entrevista à jornalista Jacieny Dias, Braide falou ainda da condição de oposicionista ao governo Flávio Dino (PCdoB), das reformas em pauta no Congresso e da situação de São Luís.

Veja o vídeo acima…