3

Dino e Zé Reinaldo: a relação já não é a mesma…

Responsável pela introdução do comunista na carreira política,o ex-governador está cada vez mais distante do afilhado, e vê seus indicados perderem espaços no governo

 

O sorridente José Reinaldo da foto, é hoje só ressentimentos de Flávio em Brasília (imagem: Felipe Klamt)

O sorridente José Reinaldo da foto, é hoje só ressentimentos de Flávio em Brasília (imagem: Felipe Klamt)

O ex-governador e hoje deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB) praticamente não vem mais ao Maranhão, desde que assumiu sua vaga em Brasília.

E quando vem, mantém-se afastado das ações políticas do governador Flávio Dino (PCdoB), de quem foi o principal fiador pela entrada na vida pública.

Zé Reinaldo ressente-se dos rumos que o governo comunista tomou e, principalmente, do esvaziamento que sofrem seus dois principais indicados – o sobrinho Marcelo Tavares, na Casa Civil, e a secretária de Planejamento, Cynthia Mota, (Releia aqui)

O primeiro se deixou atropelar pelo chefe da Articulação Política, Márcio Jerry; a segunda tem desempenho fraco no posto, na visão do governador.

E a tendência é que a relação fique ainda mais distante, com a decisão de Dino de operar algumas mudanças no secretariado.

E Zé Reinaldo vai ficar vendo tudo só de Brasília…

5

É assim no governo da mudança…

Jovem arrisca a vida na Baixada para fazer o que o governo já deveria ter feito

Jovem arrisca a vida na Baixada para fazer o que o governo já deveria ter feito

A falta de investimentos do governo Flávio Dino (PCdoB) nas obras de infraestrutura no Maranhão está levando a situações inusitadas. Em várias regiões do estado, populares estão se juntando para fazer o serviço que deveria ser feito pelo governo.

Neste trecho,m entre Pinheiro e São Neto, na Baixada Maranhense, este homem tapava, ontem buracos na chamada estrada do Cujupe.

São vários grupos que se juntam para tentar recuperar a estrada, em troca de um “agrado” dos motoristas.

No final de semana, um jovem morreu ao tentar se desviar de uma carreta, enquanto fazia este tipo de serviço.

É assim no governo da mudança…

8

Governo Flávio Dino: do sonho ao pesadelo…

Hildo Rocha: coragem para o enfrentamento a um governo que ele considera cruel

Hildo Rocha: coragem para o enfrentamento a um governo que ele considera cruel

O modo de governar adotado pelo governo Flávio Dino (PCdoB), repercutiu no plenário da Câmara Federal, semana passada, quando o deputado Hildo Rocha (PMDB) usou a tribuna para defender os prefeitos maranhenses.

O discurso do parlamentar foi, até agora, a mais contundente manifestação de apoio aos prefeitos e a mais ácida crítica ao governador Flávio Dino.

Rocha classificou o atual governo maranhense de cruel e vingativo.

O parlamentar afirmou que o governador está forçando prefeitos e perfeitas a fecharem dezenas de hospitais que foram construídos por meio do Programa Saúde é Vida, criado pela ex-governadora Roseana Sarney.

– Há seis meses o governo não repassa às prefeituras os recursos do Fundo Estadual de Saúde, no valor de R$ 100 mil – lamentou.

O parlamentar ressaltou que, sem esses repasses é praticamente impossível manter as unidades hospitalares em funcionamento.

Mais os sinais de descontentamento dos gestores com Flávio Dino começaram a surgir ainda no período de transição,  logo após a eleição, quando prefeitos e prefeitas se deslocaram dos seus municípios com o objetivo de falar com o governador eleito. O gesto de desprezo ficou materializado na recusa em receber a comitiva.

Para amenizar a humilhação, os gestores foram recebidos por um representando do partido ao qual Dino é filiado.

Com a posse do novo governante os casos de humilhação se multiplicaram. O estilo ditatorial que iria caracterizar o governo comunista do Maranhão estava revelado.

Decepção geral.

No mês passado, durante reunião dos prefeitos com a bancada federal maranhense, em Brasília, evento que fez parte da programação da XVII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, gestores e gestoras indignados com a falta de apoio do governo estadual esbravejaram contra o governador Flávio Dino.

Antes, deputados estaduais da base aliada já haviam manifestado descontentamento porque sequer conseguem ser recebidos pelo comunista.

Em apenas seis meses de mandato, o governador conseguiu piorar o desempenho do aparelho de segurança pública do Estado e promoveu o desmonte do setor da saúde, apenas para ficar em dois dos principais setores – sem falar no Turismo, na Cultura e no Esporte, também focos de reclamação.

E as prometidas mudanças?

A mais notória, conforme o deputado Hildo Rocha, tem sido a forma cruel e desumana como o governador trata os maranhenses.

Eficiência?

Só na arte de transformar sonhos em pesadelos…

Veja abaixo o vídeo do discurso de Hildo Rocha:

3

Mudança apenas das próprias ideias…

Ao assumir o governo, o comunista Flávio Dino utilizou-se de todos os métodos que ele mesmo condenava durante a campanha – do vício mais simples aos grandes equívocos administrativos – e prova, a cada nova ação, que a única mudança aconteceu apenas em sua mentalidade

 

Flávio Dino, em janeiro, em avião de carreira: demagogia com o eleitor

Flávio Dino, em janeiro, em avião de carreira: demagogia com o eleitor…

Este blog aponta desde sempre: o governador Flávio Dino (PCdoB) é uma farsa como político.

Nada do que ele prega ao eleitor, a jornalistas ou à sociedade civil deve ser anotada como verdade de fé.

O caso do aluguel do avião e do helicóptero revelado ontem – por praticamente o mesmo valor que ele condenou durante a campanha eleitoral, fazendo proselitismo com o eleitor – é só mais um exemplo do continuísmo de métodos e ideias no poder no Maranhão.

Na verdade, na ponta do lápis, houve mesmo foi uma queda na qualidade dos serviços no período dinista.

A Segurança Pública faliu definitivamente sob o comando de Dino.

...E o Dino degustando as iguarias do Palácio; nada como ele disse que seria

…E o Dino degustando as iguarias do Palácio; nada como ele disse que seria

A Saúde perdeu toda a sua qualidade de serviços e atendimentos no governo Dino.

O setor de obras está absolutamente parado, em todos os seus aspectos, sob a gestão dinista.

Apenas os vícios continuam, como o caso envolvendo seu ex-sócio, no Detran, o grande número de parentes de secretários empoderados no governo e o aparelhamento da máquina pública pelos membros do partido do governo.

As práticas de relação até pioraram, como as tentativas de intimidação a jornalistas e deputados de oposição; e, agora, o enquadramento dos que que pretendem seguir linha mais independente.

Muitos ainda se deslumbram com as ações de Flávio Dino, é verdade; mas em número infinitamente menor que há seis meses.

Aos poucos, a população e a classe política vão percebendo que não houve mudança alguma no Maranhão.

Apenas a mudança de ideias do próprio Flávio Dino.

Se é que ele as tinha de fato…

2

Isso não vai mais acontecer…

Dino  o passageiro encantado; agora, só de jatinho

Dino e o passageiro encantado e os comentários do Facebook; agora, só de jatinho

O selfie acima foi publicado na rede social do companheiro de um voo comercial de Flávio Dino (PCdoB), no início do governo. O jovem encantou-se com o fato de estar na mesma fileira de poltronas do governador.

E Flávio Dino, obviamente, aproveitou para explorar demagogicamente o fato.

Passados seis meses, o mesmo Dino agora contrata, por mais de R$ 13 milhões, um avião e um helicóptero para servir a ele, ao vice-governador e as demais autoridades do estado.

É a mudança no Maranhão.

Que ocorre com os que chegam ao poder…

2

E onde anda a tal Força Nacional?!?

De uma hora para outra, tentando eximir-se da própria responsabilidade pelos crimes que grassam o Maranhão, o governador Flávio Dino inventou que a Força Nacional está no estado desde abril. Mas onde ela anda, que não viu nada disso?!?

 

estudanteEste estudante foi assassinado, sem reagir, durante um assalto em um ônibus,. na Cohab, no final de abril. Onde estava a Força Nacional que não impediu mais esta tragédia familiar?!?

 

tenente-assssinado A foto acima é do tenente da Polícia Militar assassinado por bandidos quando saía de um show no início de maio, no Maranhão Novo. Onde estava a Força Nacional, que não se viu atuar neste caso?!?

tenenteO policial Militar da foto foi morto durante um ataque criminoso em um aniversário que estava sendo festejado na praia de Panaquatira. Onde estava a Força Nacional que atua no Maranhão desde abril?!?

assaltoLegista avalia o pulso do estudante C.L.L após assalto frustrado em um ônibus em São Luís. Além dele, morreu uma passageira. E onde andava a Força Nacional convocada por Flávio Dino?!?

O governador Flávio Dino é só um mais um mentirosos.

Simples assim…

0

O choro da balalaika…

balalaika_erschow_1989_04

Balalaika é uma espécie de guitarra de três cordas, tipicamente russa, tocada em canções de lamentos desde 0 século XV.

O instrumento é citado no verso “O sino de liberdade pela paz da mente/ Deixe sua balalaica cantar/ O que a minha guitarra quer dizer” (The freedom bell for peace of mind Let your balalaika sing What my guitar wants to say) da música Ventos da Mudança (Wind Of Change), da banda alemã Scorpions, que trata da esperança pelas mudanças na Europa pós-queda do muro de Berlim.

Já a música “Eu quero me libertar” (I Want To Break Free), da banda inglesa Queen, é tocada toda com a balalaika.

Tal música também fala de liberdade e libertação, com versos fortes interpretados na voz inesquecível de Fred Mercury.

– Eu quero me libertar. Eu quero me libertar das suas mentiras. Você é tão auto-suficiente, eu não preciso de você. Eu tenho que me libertar. Deus sabe, Deus sabe que eu quero me libertar – diz o verso inicial da canção.

Dois clássicos dos anos 80, Wind Of Change e I Want To Break Free são coincidentes não só pela referência poética ou prática à balalaika russa, mas pela própria inspiração na mudança e na liberdade que esta mudança deveria representar sempre.

– O vento da mudança sopra direto na cara do tempo, como uma tempestade de vento que irá tocar – finaliza o verso dos Scorpions.

1

Um governo incapaz de reconhecer seus erros…

flávio-dinoDo blog de Juraci Filho

É impressionante a incapacidade do Governo Flávio Dino em reconhecer seus próprios erros. Entretanto, seria de bom alvitre que os nossos governantes, tivessem a ombridade, diante do relatório público da Controladoria Geral da União (CGU), divulgado nesse blog, em assumir com serenidade e compromisso moral,  que as “‘ações desenvolvidas”, até aqui, foram insuficientes para colocar o Maranhão numa melhor situação de transparência.

Mas preferem a “melopeia” de sempre, ou seja, transferir a responsabilidade para o governo anterior.

Só que desta vez, não tem sentido imputar “crédito” a ex- governadora Roseana, pois a CGU, em sua avaliação, comprova que a análise foi feita entre os dias 31/03/2015 a 23/04/2015, ou seja, indubitavelmente na gestão do governador Flávio Dino (PCdoB).

No entanto, em mais um daqueles ‘releases’ desconectos, e por conseguinte, subestimando a inteligência do povo maranhense, o Governo do Estado comemora o fato de ter deixado a última colocação para ser penúltimo.

Quanta falta de bom senso e grandeza moral, ética e administrativa. Continue lendo aqui…

 

22

Sérgio Tamer na marca do penalty…

Sem relações no governo, Tamer pode cair

O secretário de Justiça e Cidadania  Sérgio Tamer está em situação dificil no governo Roseana Sarney (PMDB).

Ele só não deixou a pasta até agora por que a governadora não encontrou um substituto.

Mas as ações do secretário não agradam Roseana, que pode, inclusive, optar por uma fusão ou mesmo pela reconfiguração do setor de Justiça.

A falta de ações substantivas e a pouca relação de Tamer com o restante do governo têm pesado na decisão de afastar o secretário, que é indicado pelo Partido da República.

Outra queixa contra ele é o número de assessores ligados aos grupos de oposição ao governo – sobretudo ex-balaios – que atuam em praticamente todos os setores da Sejusc.

O próprio Tamer reconhece o momento difícil na relação com Roseana; tanto que, algumas vezes, deu como certa sua saída.

Mas, curiosamente, no entanto, nada faz para mudar o perfil da pasta…

12

Procuradora Regina Rocha na disputa pelo Ministério Público…

Regina Rocha: reserva moral no Ministério Público

A procuradora de Justiça Regina Lúcia de Almeida Rocha decidiu aceitar o convite de promotores e procuradores e vai disputar o comando do Ministério Público Estadual.

E tem respaldo pessoal, moral e profissional para isso.

Duas vezes corregedora do MP, ela é uma das mais experientes procuradoras maranhenses, com respeito de todos os membros do Ministério Público.

Até agora, o único candidato lançado é o sub-procurador geral Eduardo Nicolau, apoiado pela desgastada gestão de Fátima Travassos.

Também deve ser candidato o ex-procurador Francisco Barros de Souza.

Pelas análises preliminares, a disputa no MP deve se dar mesmo entre Regina e Barros.

A eleição no Ministério Público acontece em maio…