2

Justiça desmonta mais uma farsa de Flávio Dino contra Roseana…

Nova ação assinada pelo promotor Paulo Roberto Ramos – com fortes ligações no Palácio dos Leões – foi rejeitada pelo juiz Sebastião Bonfim

 

Paulo Roberto com Flávio Dino: vínculo

A Justiça maranhense desmontou mais uma ação da farsa criada pelo secretário de Transparência Rodrigo Lago contra a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

O juiz Sebastião Bonfim, da 3ª Vara da Fazenda Pública, mandou arquivar uma nova ação assinada pelo promotor Paulo Roberto Ramos, que resolveu fazer o jogo do Palácio dos Leões contra a ex-governadora.

Rodrigo com Flávio: ódio guardado no peito

A Justiça já havia derrubado outras ações de Paulo Roberto contra Roseana, com claros sinais de ter sido montada por Rodrigo Lago. (Releia aqui e aqui)

Rodrigo Lago é filho do notório Aderson Lago; e cresceu alimentando um ódio da família Sarney que parece agora botar pra fora em forma de vingança, usando as estruturas do governo.

lamentável é que um representante do Ministério Público se submeta ao papel de estafeta do governo…

9

De como Flávio Dino enganou o povo do Maranhão…

Governador comunista batia forte no governo Roseana por causa de aluguel de aeronaves; no governo, quase dobrou os gastos com jatinho e helicópteros. Chefão do PCdoB se dizia contra os empréstimos do governo anterior, mas não apenas usou o dinheiro deixado como já aumentou esta dívida

 

 

O gasto indiscriminado com aeronaves é um dos aspectos as mentiras de Flávio Dino ao povo maranhense

O gasto indiscriminado com aeronaves é uma das farsas de Flávio Dino ao povo maranhense

Durante a campanha de 2014, este blog cansou de alertar o povo do Maranhão sobre os riscos de estar-se comprando gato por lebre com a eleição de Flávio Dino (PCdoB).

Eleito governador, o  comunista vem só corroborando, ele próprio, com esta afirmação, nestes quase dois anos de mandato. (Relembre aqui)

Incoerência define Flávio Dino.

O governador enganou o povo do Maranhão, durante a campanha, ao questionar coisas que ele não apenas manteve como até piorou.

Este post trata de apenas dois desses aspectos: o uso indiscriminado de aviões pelo chefão comunista e os empréstimos – também indiscriminados – mantidos por ele no governo. 

São duas farsas de Flávio Dino que têm gerado um alto preço ao povo maranhense.

A questão dos aviões e helicópteros podem ser lidos nos links abaixo, em destaque, que levam a outros e outros, que provam os argumentos deste blog.

Leia também:

Flávio Dino quase dobrou gastos do governo com aeronaves…

Enquanto bancos explodem, Flávio Dino anda de helicóptero com seguranças…

A incoerência de Flávio Dino…

Crítico dos emp´restimos, o comunista pegou uma díida deste tamanho e aumentou em pelo menos 1/4

Crítico dos empréstimos, o comunista pegou dívida deste tamanho e aumentou em pelo menos 25%

Na campanha, Flávio Dino chegou a ir à Justiça contra o empréstimo de R$ 2 bilhões do governo Roseana Sarney (PMDB) com o BNDES.

No governo, Flávio Dino não apenas usou o empréstimo que ele condenou – e que salvou seu governo no primeiro ano de mandato – como endividou ainda mais o Maranhão.

O mais grave é que os empréstimos pedidos por Dino não dizem coisa com coisa em suas justificativas; e são empurrados goela abaixo dos deputados governistas na Assembleia, que apenas baixam a cabeça para o chefão comunista.

Flávio Dino nunca enganou este blog com seu lero-lero de campanha.

Mas o povo do Maranhão sente-se enganado por ele…

2

Justiça desmonta farsa do terreno criada por Edivaldo contra Wellington…

Juiz da Fazenda Pública mandou arquivar o processo contra o deputado por entender que a área em questão nada tinha a ver com ele, ao contrário do que tentou inventar a mídia alinhada ao prefeito

 

Wellington do Curso desmontou farsa da campanha de Edivaldo contra ele

Wellington do Curso desmontou farsa da campanha de Edivaldo contra ele

Mais uma farsa criada na campanha do prefeito Edivaldo Júnior contra seus adversários foi desmascarada hoje pela Justiça.

O juiz Cícero Dias, da 4ª Vara da Fazenda Pública de São Luís extinguiu a ação movida contra Wellington do Curso (PP) por um auxiliar do governador Flávio Dino (PCdoB) – que foi também secretário do próprio Edivaldo Júnior.

O magistrado chegou a afirmar que a procuradoria, representando o estado,  incluiu Wellington no processo mesmo sabendo que ele já havia apresentado provas de que não tinha a pose do terreno.

O autor [Estado do Maranhão], mesmo sabendo que o réu sempre alegou não ter praticado esbulho ou deter qualquer poder sobre o imóvel objeto da lide, evitou apontar pessoa diversa responsável pelo esbulho denunciado. O réu, na realidade, é parte ilegítima para figurar no pólo passivo da demanda, razão por que acolho a preliminar suscitada e extingo o processo sem resolução de mérito”, afirmou Cícero Dias.

A farsa surgiu há três semanas, quando Wellington crescia nas pesquisas e ameaçava a liderança de Edivaldo.

Na época, o procurador-geral do Estado Rodrigo Maia – ex-titular do meio Ambiente na gestão de Holandinha – fez vazar um processo da PGE por suposta invasão de terras cometidas por Wellington.

O candidato do PP sempre negou a história – e afirmou não ser dono do terreno – mas a mídia financiada pela prefeitura e pelo governo Dino recebeu informações privilegiadas do procurador para manter a farsa.

Um jornalista chegou a exibir em um programa de TV cópias autenticadas da ação, que Rodrigo Maia disse não saber ponde estava.

Somente ontem, após ser ameaçado de prisão pelo titular da fazenda Pública, Rodrigo maia decidiu reaparecer com o processo, que foi analisado pelo juiz.

O processo foi arquivado; e mais uma farsa inventada na campanha de Edivaldo Júnior foi desmontada…

7

Edivaldo perde para Castelo e Justiça desmonta farsa da dívida de R$ 1 bi…

Prefeito  tentou impedir  que o deputado tucano divulgasse em suas redes sociais a verdadeira história do endividamento de São Luís, usada pelo pedetista como desculpa para deixar de trabalhar nos três primeiros anos de gestão

 

O deputado federal João Castelo (PSDB) deu, na semana passada, uma destruidora entrevista à TV Guará, em que desmontou, com documentos da própria gestão de Edivaldo Júnior (PDT), a farsa de que havia deixado uma dívida de R$ 1 bilhão quando deixou a prefeitura, em 2012.

Com dados do Portal da Transparência – depois retirados do site pela gestão Edivaldo – castelo mostrou que a dívida deixada por sua gestão era de apenas R$ 300 milhões – e perfeitamente controlável.

Mostrou mais o deputado tucano: essa dívida foi aumentada em 100% pelo próprio Holandinha durante sua gestão. (Veja o vídeo completo)

A revelação de Castelo repercutiu intensamente nas redes sociais e a reportagem da TV Guará – que desmontou toda a farsa da dívida – alcançou quase 300 mil pessoas no Facebook.

Edivaldo apelou ao TRE para que Castelo retirasse o vídeo do ar, mas teve o pedido negado.

E agora vai ter que explicar direitinho por que inventou a história para esconder a própria incapacidade gerencial…

8

Em mais uma inserção, Fábio Câmara desmascara farsa das caminhadas de Edivaldo…

Propaganda do candidato do PMDB mostra como o adversário grava suas caminhadas em estúdio, com técnicas de TV, para dar a impressão de que está andando pelas ruas de São Luís

 

Sucesso absoluto da propaganda eleitoral nesta campanha, o candidato do PMDB Fábio Câmara desmascarou nesta segunda-feira, 26, mais uma farsa da campanha do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Em uma inserção que já virou meme nas redes sociais – e que, certamente, Edivaldo vai tentar tirar do ar, usando o TRE –  “Tio Fábio” mostra como é feita a farsa das supostas caminhadas do prefeito pelas ruas de São Luís.

De acordo com a inserção do peemedebista, Edivaldo grava as caminhadas em estúdio, andando em uma esteira, usando técnicas de TV.

Para parecer que está andando nas ruas, a propaganda de Edivaldo usa o Chroma-key, que permite inserir imagens, artificialmente, em um fundo verde.

– Essas são as eleições das aparências. Aparência de ser, aparência de fazer; para te passar a falsa ideia de ser ativo, dinâmico e trabalhador – diz o ator, para desmascarar Edivaldo.

– Aqui eu caminho  caminho, sem sair do lugar – afirma o autor, revelando como é feita a farsa. (Veja o vídeo acima)

A revelação está repercutindo fortemente nas redes sociais…

20

De como, em nove meses, Flávio Dino destruiu a farsa criada em torno de si por 20 anos…

Com bravatas retóricas, gestos teatrais e discursos histriônicos para esconder a incapacidade gerencial, governador vai mostrando que não passa de mais uma “inteligência fabricada” por armas de marketing de guerrilha

 

Flávio Dino: gestos ensaiados à exaustão e frases de efeito pré-concebisas

Flávio Dino: gestos ensaiados à exaustão e frases de efeito pré-concebidas

A prepotência estampada em um dos posts do governador Flávio Dino (PCdoB) no fim de semana – em que tentou se comparar ao ex-presidente Juscelino Kubistcheck – foi mais um capítulo da auto-desmontagem que o comunista promove de si mesmo ao longo destes nove meses de mandato.

Este blog sempre apontou Flávio Dino como uma farsa.

Uma espécie de personagem construída pela propaganda esquerdista-sindical que se consolidou no Maranhão a partir do início dos anos 90.

Para o blog, ele nunca foi nem inteligente, nem preparado, sendo apenas um produto de massiva campanha midiática ao longo de sua história como estudante, advogado, juiz e político.

Mas este blog remava contra a maré do lugar-comum.

Felizmente, Dino fez-se governador. E a cada gesto, a cada frase, a cada decisão ele vai desmontando a própria farsa que criou em torno de si, de ser um cara pensante, inteligente.

É uma fraude.

Postagens como esta da referência a Kubistcheck ele faz quase que diariamente em seu perfil na rede social Twitter. E, com  elas, há nove meses vem desmontando essa fraude de inteligência rara.

FLAVIOFACE3

A prepotência de Flávio Dino no Twitter: frases feitas, ensaiadas e ditas em atos teatrais

O governador do Maranhão treinou à exaustão para passar em concursos, decorando fórmulas e macetes de questões vestibulares. E só.

Mas uma coisa é adquirir “conhecimentos técnicos” em uma área específica da vida; outra, é entender todos os polos que formam a complexidade social.

Falta ao governador do Maranhão a necessária visão de mundo, a formação cultural e intelectual sólida e, sobretudo, as marcas de um ser cosmopolita.

Flávio Dino, o homem que governa o Maranhão há nove meses, é um mero compêndio de frases de efeito e gestos ensaiados.

E a cada dia que o Maranhão permanece sob seu signo, esta farsa vai ficando mais evidente, vai mostrando que o estado é comandado por um ser de laboratório, uma criatura construída para executar funções específicas.

Mas toda construção artificial, ao se deparar com a realidade, sem códigos pré-programados, começa a meter os pés pelas mãos.

E é isso o que acontece com Flávio Dino.

Há noves meses…

3

Mudança apenas das próprias ideias…

Ao assumir o governo, o comunista Flávio Dino utilizou-se de todos os métodos que ele mesmo condenava durante a campanha – do vício mais simples aos grandes equívocos administrativos – e prova, a cada nova ação, que a única mudança aconteceu apenas em sua mentalidade

 

Flávio Dino, em janeiro, em avião de carreira: demagogia com o eleitor

Flávio Dino, em janeiro, em avião de carreira: demagogia com o eleitor…

Este blog aponta desde sempre: o governador Flávio Dino (PCdoB) é uma farsa como político.

Nada do que ele prega ao eleitor, a jornalistas ou à sociedade civil deve ser anotada como verdade de fé.

O caso do aluguel do avião e do helicóptero revelado ontem – por praticamente o mesmo valor que ele condenou durante a campanha eleitoral, fazendo proselitismo com o eleitor – é só mais um exemplo do continuísmo de métodos e ideias no poder no Maranhão.

Na verdade, na ponta do lápis, houve mesmo foi uma queda na qualidade dos serviços no período dinista.

A Segurança Pública faliu definitivamente sob o comando de Dino.

...E o Dino degustando as iguarias do Palácio; nada como ele disse que seria

…E o Dino degustando as iguarias do Palácio; nada como ele disse que seria

A Saúde perdeu toda a sua qualidade de serviços e atendimentos no governo Dino.

O setor de obras está absolutamente parado, em todos os seus aspectos, sob a gestão dinista.

Apenas os vícios continuam, como o caso envolvendo seu ex-sócio, no Detran, o grande número de parentes de secretários empoderados no governo e o aparelhamento da máquina pública pelos membros do partido do governo.

As práticas de relação até pioraram, como as tentativas de intimidação a jornalistas e deputados de oposição; e, agora, o enquadramento dos que que pretendem seguir linha mais independente.

Muitos ainda se deslumbram com as ações de Flávio Dino, é verdade; mas em número infinitamente menor que há seis meses.

Aos poucos, a população e a classe política vão percebendo que não houve mudança alguma no Maranhão.

Apenas a mudança de ideias do próprio Flávio Dino.

Se é que ele as tinha de fato…

3

Assembleia reflete mediocridade do governo….

Atual bancada na AL: opinião pública começa a questionar

Atual bancada na AL: opinião pública começa a questionar

Diante de tantos escândalos e debates estéreis, a opinião pública – e a imprensa livre – passou a questionar o conteúdo da atual formação da Assembleia Legislativa, já vista como “uma das mais ruins” das últimas legislaturas – salvo honrosas exceções. (Leia aqui e aqui)

Questões pessoais e brigas familiares têm sido levadas quase todo dia à tribuna; discursos e debates que poderiam render excelentes questões sofrem tentativas de censura aberta.

E a produção legislativa apenas chancela atos do Poder Executivo.

Flávio Dino e parte do secretariado: mediocridade e arrogância na mesma medida

Flávio Dino e parte do secretariado: mediocridade e arrogância na mesma medida

Mas a postura de qualquer Legislativo reflete, praticamente em tudo, a postura do poder Executivo, seja aqui, seja em outro lugar.

E o fato é que este governo Flávio Dino (PCdoB) é ruim por excelência – e o termo “excelência”, aqui, surge como um exigência formal do que compõem o Executivo.

O governo Flávio Dino é movido por improvisos e arrogâncias; por ressentimentos e ódios.

Um governo formado por “intelectuais de mesa de bar” e ostentadores de diplomas sem nenhuma experiência prática na gestão pública; arrogantes e donos da verdade, incapazes de reconhecer o próprio erro.

E é com todo este “curriculum de butiquim”  que o governo – a começar pelo seu chefe, que vem se mostrando uma farsa do ponto de vista do conhecimento científico e prático – que o governo subjuga a Assembleia ao longo dos últimos quatro meses.

E os debates têm descambado, em todos os níveis, para a agressão pessoal, para o ressentimento pessoal e para as relações políticas mal resolvidas.

Esta é a cara da atual Assembleia, pelo menos até aqui.

Um reflexo da cara do próprio governo…

1

Murad desmascara farsa dos excedentes da PM…

Murad alerta para uma das farsas do novo governo: a chamada de PMs

Murad alerta para uma das farsas do novo governo: a chamada de PMs

O ex-secretário de Saúde Ricardo Murad apontou hoje o próprio governador Flávio Dino (PCd0B), e seu principal auxiliar, Márcio Jerry, como os responsáveis pelo fracasso do “governo da mudança”.

– A culpa é do governador e do seu companheiro primeiro-damo, que não aprenderam nada com os desastres que causaram nas administrações de Imperatriz (Jomar Fernanes) e Imperatriz (Edivaldo Holanda Jr. ) – ressaltou Murad.

Para Murad, uma das principais mentiras do governador Flávio Dino foi a história da contratação de mil excedentes da Polícia Militar – farsa mostrada, aliás, em várias oportunidades neste blog. (Releia aqui, aqui e também aqui)

– Agora mesmo, a mentira anunciada em janeiro que mais mil soldados seriam imediatamente chamados para reforçar o sistema de segurança se desfaz.  Após cinco meses, nem 200 se habilitaram. E mais, o governo não poderá passar de 260, que é o número de vagas disponíveis nos quadros da PM – alerta Murad.

No que pode se transformar em mais um escândalo de mentiras do “novo governo”…

4

Caema cobra por dia e oferece água de três em três…

O dinheiro das famílias jorra feito água das torneiras da Caema

Moradores da região da chamada Nova Cohama – que reúne residenciais como São Domingos, Esperança, Pinheiros, Vivendas e Primavera, além de vários condomínios fechados – agora só recebem água nas torneiras de três em três dias.

Sem nenhuma explicação, a Caema – que já oferecia água somente dia sim, dia não – agora passa até três dias para oferecê-la.

Na verdade, é uma farsa o fornecimento de água e o cuidado com o esgoto residencial em São Luís – monitorado pela companhia. Os valores são o mesmos do esgoto e da água, o que dobra o valor da tarifa. E não há explicação plausível para isso.

Um exemplo: consumidor que tem conta de água no valor de R$ 50,00 paga os mesmos R$ 50,00 como taxa de esgoto, mesmo que, na prática, não tenha nenhum tipo de serviço. No total, a conta chega a R$ 100,00.

Mas a água só aparece – agora – de três em três dias…