3

Respeite o Maranhão Flávio Dino!!!

Governo comunista insiste em manter presos no gaiolão de Barra do Corda, mesmo depois da morte de empresário, em um exemplo de desprezo à opinião pública e à comoção popular

 

DESRESPEITO. Imagem da TV Mirante mostram os presos no gaiolão recebendo visitas, um desdém de Flávio Dino

Quase duas semanas depois da morte de um empresário na “gaiola humana” da Delegacia de Barra do Corda, o governo Flávio Dino (PCdoB) mantém presos na mesma jaula a céu aberto.

É um desrespeito à dor da família, um desrespeito à comoção popular e um desrespeito à opinião pública maranhense.

Na manhã desta quinta-feira, 19, em nota encaminhada à TV Mirante, a Secretaria de Administração Penitenciária insistiu na versão de que a jaula serve apenas para o banho de sol dos presos.

Mas as imagens gravadas pela Mirante mostram que os presos continuavam na jaula, ontem, por volta das 15h, a um sol de 40°. E era no local que os presos recebiam a visita de familiares, sob a guarda de um vigilante.

A gaiola de Barra do Corda – cuja interdição já foi pedida pelo Ministério Público – é mais um acinte do governo comunista ao povo maranhense.

Como ocorre também em outros setores…

1

Andrea Murad cobra posicionamento do procurador Luiz Gonzaga…

Andrea conversa com Guazelli sobre as ofensas do promotor Paulo Ramos

Após moção de repúdio apresentada pela deputada Andrea Murad, falta apenas o Ministério Público se manifestar sobre as graves e levianas declarações do Promotor de Justiça Paulo Ramos.

O promotor usou as redes sociais para ofender as instituições e escreveu que “a defensoria pública é ridícula”, que o órgão “defende a desordem”, servindo para “drenar o dinheiro público” e que é “mais uma instituição a serviço do crime”, e ofendeu ainda o Poder Judiciário e a classe política. “O que falta para a população é se rebelar contra esses políticos safados”, disse o promotor Paulo Ramos.

“O Poder Legislativo deve repudiar atitudes como essa. Acredito que os deputados tenham também esse entendimento, liberdade de expressão tem limite, o que ele fez ali foi atacar instituições sérias e incitar a violência quando se referiu a classe política”, disse Andrea Murad, autora da Moção de Repúdio que será votada na próxima semana.

No plenário, a deputada estadual Andrea Murad conversou com o presidente da Associação dos Defensores Públicos do Maranhão, Murilo Guazzelli, repercutiu a representação protocolada pela categoria e cobrou um posicionamento do Ministério Público.

“Um promotor que ofende a própria instituição que trabalha, atenta contra a constituição federal, contra o Poder Judiciário, contra a classe política, contra os princípios básicos que deveria proteger e ainda não lemos ou ouvimos uma palavra do chefe maior do Ministério Público, que já deveria ter se manifestado para dizer que o Ministério Público não comunga com o pensamento do promotor e abrir um processo interno para apurar tal conduta. Não houve solidariedade por parte do MP àqueles que foram atacados injustamente como os defensores, que prestam um excelente trabalho aos mais necessitados. É de se estranhar não ter ainda por parte do Ministério Público um posicionamento a respeito disso. A Associação dos defensores já se manifestou, inclusive entrou com representação na Corregedoria, a OAB se manifestou, o presidente do TJ se manifestou e eu queria entender o porquê do silêncio do MP a respeito disso”, discursou Andrea.

3

Contrato desmente secretário de Saúde sobre aluguel da Clínica Eldorado…

Secretaria de Saúde afirmou em nota à TV Mirante que os valores pagos pela reforma seriam descontados dos aluguéis, o que é descartado na cláusula 8, item 8.2 do documento assinado pelo próprio titular da pasta

 

Placa que mostrava a clínica ainda em obra, um ano depois de alugada, foi retirada esta semana pelo governo

O governo Flávio Dino (PCdoB) mentiu ao tentar esclarecer o contrato de aluguel da Clínica Eldorado, pago desde agosto de 2016 sem que alguém tenha sido atendido no local.

Ao tentar explicar porque o governo paga, além do aluguel, mais R$ 900 mil por uma reforma no prédio, a Secretaria de Saúde emitiu nota à TV Mirante alegando que os valores pagos pela obra seriam descontados do aluguel.

Não é o que diz o contrato assinado pela própria Secretaria de Saúde; na cláusula 8, item 8.2, o documento deixa claro:

“As benfeitorias úteis, desde que autorizadas, não serão indenizáveis”.

O governo vai, portanto, arcar com despesas milionárias em um prédio que deveria estar pronto desde o início do contrato de aluguel.

E ao dizer o contrário, os comunistas mentiram mais uma vez à população.

Simples assim…

5

Governo Flávio Dino bancou subsecretária que estudava nos EUA…

Adjunta da Secretaria de Administração Penitenciária, Camila Barbosa Neves, manteve vínculo com a pasta entre os dias 1º de abril e 18 de julho de 2016, mesmo morando em Cambridge, no estado americano de Massachusets

 

Camila com uma amiga, em Massachusets, EUA, enquanto mantinha vínculo com a SEAQP

O Governo do Maranhão bancou, por pelo menos três meses e meio, uma subsecretária que estudava nos Estados Unidos enquanto estava nomeada para o posto.

Camila Barbosa Neves era a número 2 da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) desde janeiro de 2015. Trazida de Minas Gerais pelo atual secretário, Murilo Andrade, ela ficou no posto até o dia 18 de julho de 2016, quando então foi exonerada a pedido.

Ocorre que desde o dia 1º de abril, pelo menos, Camila Neves não estava mais no Brasil.

Datam desse período as primeiras postagens da ex-subsecretária nas redes sociais informando o início de um novo projeto pessoal: um curso nos Estados Unidos.

Nos primeiros meses, ela esteve na Harvard Kennedy School, em Cambridge. Em agosto, quando já havia deixado definitivamente o governo, continuou os estudos no Reino Unido.

A saída “para fazer mestrado no exterior” foi citada pela Seap em material oficial disparado à imprensa para anunciar a sua substituta no posto, Ana Luísa Silva Falcão.

Ela assumiu o cargo exatamente no dia 18 de julho.

Nem a Seap nem a ex-servidora Camila Neves comentaram o caso…

De O EstadoMaranhão

11

A lógica irresponsável de Flávio Dino para endividar o Maranhão…

Governador comunista já conseguiu R$ 380 milhões extras da repatriação em seu orçamento, e deve receber outros R$ 380 milhões; mesmo assim, força a assembleia a aprovar empréstimo superior a R$ 440 milhões

 

Irrespons´vel, Flávio Dino quer argolar o Maranhão com dívidas altíssimas

Irresponsável, Flávio Dino quer argolar o Maranhão com dívidas altíssimas

O comunista Flávio Dino assumiu o Governo do Estado com um caixa garantido de R$ 2 bilhões em financiamentos do BNDEs.

Mesmo assim, em apenas 1 ano, já endividou o Maranhão em mais de R$ 300 milhões com outros empréstimos sabe-se lá para quê.

Agora, quer contrair mais dívidas, com empréstimo de mais de R$ 440 milhões.

Flávio Dino acaba de receber dinheiro extra da repatriação, de mais de R$ 380 milhões; outra parcela, que deve ficar no mesmo valor, já está depositada judicialmente pelo Governo Federal, e deve ser liberada até o final do ano.

As duas parcelas da repatriação – repita-se: dinheiro extra, que sequer estava previsto no orçamento e, portanto, pode ser usado para qualquer coisa –  somam quase o dobro do que o governador comunista quer contrair em empréstimo.

Pergunta-se, então: por que endividar ainda mais o Maranhão?!?

3

Filho de Waldir já tinha cargo no TCE desde 2003…

Primeira nomeação foi feita pelo conselheiro Jorge Pavão, o mesmo que agora determinou a exoneração do médico, que mora e trabalha em São Paulo

 

Recorte do Diário Oicial com a nomeação de Maranhão filho, em 2003

Recorte do Diário Oficial com a nomeação de Maranhão filho, em 2003

Uma varredura no Diário Oficial do Estado do Maranhão mostra que o médico Thiago Augusto Azevedo Maranhão Cardoso, filho do presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP), foi nomeado no Tribunal de Contas do Estado em 21 de fevereiro de 2003.

Ou seja, o médico, que mora e trabalha em São Paulo, recebe do TCE-MA há pelo menos 13 anos.

Sua nomeação, disponível nos arquivos do DOE na internet, foi assinada pelo então presidente do tribunal, conselheiro Jorge Pavão.

Foi o próprio Pavão, novamente presidente do órgão, quem determinou, na segunda-feira passada, a exoneração de Thiago Maranhão, após ser descoberto que ele estava nomeado no gabinete do conselheiro Edimar Cutrim, com salário de R$ 7,5 mil, desde 2013, mesmo morando e trabalhando em São Paulo.

O Conselho do TCE pretende abrir investigação para apurar as circunstâncias da nomeação do filho do presidente da Câmara Federal…

Acesse aqui o Diário oficial que comprova a nomeação de Thiago Maranhão em 2003
5

Com mais de 800 casos de dengue registrados em São Luís, Semus deixa vacinas apodrecerem em depósito…

Comprados desde o início da gestão de Holandinha, medicamentos estão jogados no Almoxarifado por que a Secretaria de Saúde se recusa a usá-los para não pagar a fornecedora

exclusivoUm lote de pelo menos 20 mil kits de diagnóstico de Dengue estão apodrecendo há mais de um ano no depósito da Secretaria de Saúde de São Luís.

medicamento

Lote de medicamentos estragando em depósito

A Prefeitura comprou o lote ainda na gestão de César Félix na Saúde, mas nunca pagou a fornecedora e também não usa os kist.

Enquanto isso, pelo menos cinco pessoas já morreram em São Luís vítima de Dengue, para um total de 847 casos registrados.

Os kits diagnósticos, do tipo Bioeasy garantem o resultado de dengue em apenas 20  minutos. Hoje, a Semnus realzia o teste para dar resultado em 10 dias.

Segundo apurou o blog, a atual direção da Secretaria de Saúde alega que não paga os kits por que comprados na gestão anterior da Semus.

Trata-se de um descaso com a saúde da população.

Ministério Público neles!!!

10

Flávio Dino e a exploração do trabalho escravo… De novo?!?

Beneficiário de doação de R$ 500 mil de uma empresa denunciada por trabalho escravo, em 2010, comunista volta a ser beneficiado por exploradores de escravos nas eleições de 2014 – desta vez com R$ 3,2 milhões

 

ESCRAVO MAO chefão comunista Flávio Dino parece mesmo se achar acima do bem e do mal.

Ou é, no mínimo negligente com a gestão de sua própria vida.

Só isso explicaria o fato de, mesmo sendo denunciado por ter recebido em 2010 uma doação no valor de R$ 500 mil da empresa Alcança Destilaria de Nanuque, cujo controlador é um grupo denunciado por explorar trabalhadores como escravos – e nunca ter explicado claramente que tipo de relação manteve com o grupo para merecer tal dinheiro – o comunista volta a se envolver novamente com este tipo de gente.

A OAS, empresa multinacional do ramo da construção civil doou nada menos que R$ 3,1 milhões a Flávio Dino nestas eleições, segundo sua última parcial de prestação de contas.

Mas, assim como o grupo da Alcana, a OAS já foi denunciada por explorar trabalho escravo no Brasil, segundo revelou em primeira mão o blog Atual7.

E, a exemplo da Alcana, manteve também maranhenses entre os escravos.

Leia também:

Escravagistas sustentaram Flávio Dino em 2010…

Grupo que financiou Flávio Dino escravizou também maranhenses…

Trabalho escravo: a resposta que Flávio dino ainda não deu…

http://3.bp.blogspot.com/-2akXe94R_Oo/VALu3_6iX6I/AAAAAAAAMd8/XJ4wj7gamvw/s1600/Fl%C3%A1vio%2BDino%2B7.jpgEm novembro de 2013, a OAS foi multada em R$ 15 milhões por manter trabalhadores em regime de escravidão, na ampliação do Aeroporto de Guarulhos, segundo o site do Ministério do Trabalho. (Leia aqui)

Já este ano, em julho, a mesma empresa doadora do comunista foi pega em nova exploração de escravos, desta vez na construção de um shopping em Minas Gerais. (Leia aqui)

Para escapar desta segunda inclusão na lista de escravagistas, a OAS recorreu à Justiça, conseguindo uma decisão favorável apenas um dia depois de incluída, exatamente como conseguiu o grupo controlador da Alcana. (Saiba mais aqui)

E apenas um mês depois, doou os R$ 3,2 milhões à campanha de Flávio Dino.

Exatamente como a Alcana…

36

Suspeita de relação de Joaquim Barbosa com PSDB pode ser investigada pelo CNJ…

http://www.canalgama.com.br/wp-content/uploads/joaquim-barbosa-constituicao-1.jpg

Joaquim Barbosa: estranhas ligações

O Conselho federal da Ordem dos Advogados do Brasil aprovou ontem, por unanimidade, um pedido de investigação do Conselho Nacional de Justiça contra o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa.

Barbosa é acusado de estar a serviço do PSDB na forma como conduz o processo do Mensalão.

Suspeita que se amplificou depois que ele trocou o juiz do caso pelo filho de um dirigente do PSDB de Brasília.

O pedido de investigação foi feito pelo ex-presidente da Ordem, José Roberto Batochio.

O posicionamento da OAB pode transformar envolver Joaquim Barbosa em um escândalo nacional.

Há claros indícios de direcionamento do presidente do Supremo contra os petistas acusados no Mensalão.

Até a forma espetaculosa como ele decidiu mandá-los à prisão – em um feriado nacional, o simbólico dia da Proclamação da República – foi vista como tentativa de Barbosa de aparecer mais do que devia.

O caso do juiz ligado ao PSDB é só mais um capítulo, escondido pela grande mídia paulista-tucana-falida-anti-petista-serrista-e-anti-nordestina.

Que os tolos aplaudem como inocentes úteis.

E o Conselho Nacional de Justiça deve apurar…