29

Aqueles que Roseana não citou…

A conversa de Roseana Sarney (PMDB) com a equipe de “O Estado do Maranhão” – o titular deste blog, o colega Décio Sá e a editora Waldirene Oliveira – e com o também blogueiro Caio Hostílio, revelou alguns quadros do seu novo governo, a começar em 1º de janeiro.

Mas há outros casos. Nomes e pastas que, ventilados pelos jornalistas, recebiam uma expressão ou um comentário da governadora que indicavam o seu futuro no governo. Abaixo, alguns exemplos:

Secretaria de Cidades – A governadora deu a entender que a pasta não será mais fundida com a de Infra-estrutura. Mas o titular, Filuca Mendes, pode mesmo ser deslocado para outro setor. O problema: Filuca deve ser candidato a prefeito de Pinheiro, em 2012.

Secretarias de Agricultura e de Desenvolvimento Agrário: A governadora mostrou mais convicção em relação a Conceição Andrade (Sedagro) do que com seu colega, Afonso Ribeiro. Mas os dois podem acabar ficando.

Secretaria de Desenvolvimento Social: Outro no qual Roseana mostrou pouca convicção. Foi tratando de Edmilson Santos,  que ela declarou não haver lugar carimbado no governo – nem para o PT nem para qualquer outro partido. Há um novo nome para a pasta: Chico Gomes.

Minas e Energia: a secretaria, chefiada atualmente por Israel Ferreira, deve ganhar força. O nome do atual secretário não é confirmado, mas pode ficar.

Esporte e Juventude: o secretário Souza Neto deve permanecer à frente do esporte, mas desmembrado da pasta de Juventude. Para esta esta, foi citado o nome do deputado Jura Filho (PMDB). Roseana não esboçou reação á citação do seu nome, mas ele pode assumir.

Ciência e Tecnologia: O secretário Lauro Assunção pode ficar no governo, não necessariamente nesta pasta – ele é cotado para o comando da Univima. Para a Sectec, são cotados o deputado Joaquim Haickel (PMDB) e o ex-deputado Fábio Braga (PMDB). Este último também pode assumir Cidades.

Cultura: Roseana também não demonstrou entusiasmo na permanência do secretário Luís Bulcão. mas ele tem aliados fortes no governo e pode permanecer. Para o psoto, cogitaram também Joaquim Hacikel, emogra suas chances neste setor sejam reduzidas.

Turismo: Tadeu Palácio (PMDB) foi o único secretário que mereceu comentário da governadora ao ter o nome questionado pelos jornalistas: “ele não prejudicou o Estado com suas ações”, disse ela. Isso pode significar a sua permanência no posto, embora Roseana prefira manter a pasta no rol das indefinidas.

31

Ao “senhor” Flávio Dino…

O "senhor" Dino fala na Câmara...

O deputado federal Flávio Dino (PCdoB) deixa a condição de parlamentar a partir de 1º de fevereiro de 2011.

Ele também não é mais juiz; é advogado, título profissional, não de função – como o de jornalista, que pode ser repórter, editor, secretário, membro de oligarquias…

Por isto este blog prefere chamá-lo de “senhor” a partir de agora. Será o “senhor” Flávio Dino em todas as matérias e temas que o envolvam desde esta data.

O termo senhor significa cidadão, homem, pessoa – ou, em alguns casos, o que o próprio deseja ou finge ser.

Ou seja, quando o blog se refererir ao “senhor” Flávio Dino, estará se referindo ao cidadão, à pessoa – que, embora sem mandato, continuará personagem importante da política maranhense.

Muito prazer “senhor” Flávio Dino…. 

Leia também “Mancadas das grandes ‘senhor’ Flávio Dino”, no blog de Gilberto Léda

27

Roseana Sarney fala ao blog e confirma fusões, desmembramentos e novos nomes das pastas do governo…

Roseana falou pela primeira vez sobre as mudanças no governo

A governadora Roseana Sarney (PMDB) recebeu a equipe do jornal O Estado do Maranhão – o titular deste blog, Marco Aurélio D’Eça; o repórter Décio Sá e a Editora de Política, Waldirene Oliveira – e mais o blogueiro Caio Hostílio, para uma conversa hoje pela manhã no Palácio dos Leões.

Durante a conversa, que durou boa parte da manhã, no saláo nobre do Palácio – testemunhada pelo secretário Sérgio Macêdo e pelo prefeito de São José de Ribamar e futuro chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva – ela confirmou fusão de pastas, recriação das gerências regionais e alguns nomes da equipe que tomará posse em 1º de janeiro.

A matéria completa sobre o assunto poderá ser lida amanhã, em “O Estado do Maranhão”.

Do que foi conversado, este blog adianta:

1 – A interina da Educação, Olga Simão, permanecerá no posto (assim como já havia adiantado este blog) pelo menos até depois do carnaval, quando Roseana nomeará um técnico para a área.

2 – As pastas da Administração e Planejamento serão fundidas, sob o comando do atual secretário Fábio Gondin. Roseana estuda desmembrar a Juventude do Esporte e a Secretaria de Administração Penitenciária da Segurança Pública. Já as atividades de assistência técnica agrícola, serão transferidas da Secretaria de Agricultura para a de Desenvolvimento Agrário;

3 – Os ainda deputados Joaquim Haickel (PMDB), Chico Gomes (DEM) e Jura Filho (PMDB) podem ser secretários, embora a governadora não tenha definido em que setores. O deputado reeleito Max Barros (DEM), por sua vez, está confirmado na Infra-estrutura.

4 – Nenhum partido terá pasta carimbada no governo. “Assim seria loteamento. Vamos priorizar a capacidade técnica, embora o indicado seja político”, disse a governadora.

5 – Roseana vai estabelecer diálogo franco e aberto com todos os setores da oposição – inclusive PSB, PDT, PCdoB e PSDB – sem tentativa de cooptação, mas de cooperação pelo futuro do estado.

11

A força deste blog…

Quadro mosra evolução de acessos ao blog, com picos que superam seis mil visitas. A última torre reprsenta hoje pela manhã

Este blog é um dos mais visitados do Maranhão desde que surgiu, há quatro anos. Seus acessos diários giram em torno das 5,5 mil visitas únicas, com picos acima de 6 mil, média que se manteve mesmo após sair do portal imirante.com.

Mas este blog tem uma característica que também revela sua força: é um dos que mais repercutem no meio político e social.

Isto ocorre porque é o site que registra o maior número de comentários por post e praticamente o único a ter como atração também o debate registrado na área de comentários – uma ampla abertura ao contraditório.

Outro exemplo da força do blog: qualquer texto, portal ou site linkado aqui tem um imediato acréscimo em seus acessos, como mostram os quadros estatísticos publicados ao longo deste post.

Parte da lista de blog com os portais acessados a partir daqui

Hoje, por exemplo, foi linkado o blog do deputado Joaquim Haickel (PMDB), abrigado no portal imirante. O link foi feito por volta das 9 horas.  Menos de meia hora depois já eram 20 os acessos a partir daqui.

Outro exemplo: no texto sobre a reforma do governo Roseana Sarney (PMDB) há um link para o blog do pofessor Dimas Salustiano, cotado para a pasta da Educação. O texto foi postado ás 19 horas de ontem (11/11).  A partir de então, foram 27 acessos até a meia-noite. De lá para cá, foram outros 28, totalizando 55 acessos apenas para o blog de Dimas.

No total, somente nesta manhã, foram 29 páginas diferentes acessadas – pelo menos uma vez – a partir deste blog.

São 177 acessos a paginas diferents apenas hoje – páginas que vão desde portais de advogados até sites de bandas como Abba e Creedence, também linkadas aqui.

Prova de que os blogs são hoje ferramentas importantes e consolidadas de comunicação. Tão fortes e bem mais ágeis que os jornais, a TV e até o rádio.

Uma mídia que muitos sonham em controlar…

3

Joaquim Haickel denuncia invasão de sua caixa postal eletrônica

O deputado Joaquim Haickel (PMDB) teve a sua caixa de e-mails invadida por hackers, ontem, segundo denunciou em seu blogue;

– Meus caros amigos, minha caixa postal eletrônica foi invadida por algum marginal que está passando mensagens de cunho grosseiro e difamatório para algumas pessoas da minha lista de contatos – alerta o deputado.

O parlamentar pede também que sejam desconsideradas eventuais mensagens em nome dele – e pede desculpas pelos transtornos. Leia mais aqui…

5

Roseana prestigiada por Dilma…

Dilma ouve Roseana, em recente visita ao Maranhão

Deu na coluna “Panorama Político”, de O Globo; a maranhense Roseana Sarney (PMDB) é um dos cinco governadores do país a serem ouvidos pela coordenação de transição para montagem do novo governo.

De acordo com a coluna, assinada pelo jornalista Ilimar Franco, além de Roseana, a comissão ouvirá Eduardo Campos (PSB), de Pernanbuco; Jaques Wagner (PT), da Bahia; Cid Gomes (PSB0, do Ceará e Sérgio Cabral (PMDB), do Rio de Janeiro.

– (Eles) Serão ouvidos na escalação do Ministério e têm chances de emplacar suas indicações – afirma o jornalista.

Estes governadores têm em comum a expressiva votação para a presidente eleita Dilma Rousseff em seus estados.

A coluna Panorama Político é publicada simultaneamente no Maranhão pelo jornal ‘O Estado do Maranhão”.

19

Dilma venceria de qualquer forma, mesmo sem os votos do Norte/Nordeste

Dilma, a presidente de todos os brasileiros

Não encontra respaldo na realidade a xenofobia de alguns  habitantes de São Paulo e do Sul do país contra os nordestinos, “acusados” de dar a vitória a Dilma Rousseff (PT) sobre José Serra (PSDB).

Desde domingo, paulistas e sulistas deflagraram uma guerra contra nordestinos, via redes sociais de Internet, porque consideram que foram estes – tidos como miseráveis analfabetos – que deram a maioria dos votos a Dilma.

Mas os números da eleição mostram que a afirmação não é verdadeira.

Dilma venceria a eleição mesmo sem os votos do Nordeste. E até mesmo tirando os votos do Norte, ainda assim ela venceria Serra.

Sem os votos do NE, a vantagem de Dilma sobre Serra seria de 1.873.507 votos.  Tirando também a região Norte da soma, a vitória da petista seria de 1.033.802 votos.

O intelectualizado, alfabetizado, industrializado, financeiramente independente e economicamente forte Sudeste impôs uma vantagem de Dilma sobre Serra de 1.630.614 votos.

Em outras palavras, apenas São Paulo, Rio, Minas Gerais e Espírito Santo deram a Dilma uma vantagem de 839.695 votos sobre aqueles obtidos pelo tucano no Sul e no Centro-Oeste – regiões onde ele venceu.

Portanto, com ou sem os nordestinos, Dilma Rousseff seria a presidente de todos os brasileiros.

Gostem ou não os paulistas e sulistas…

46

Eles odeiam os nordestinos…

A derrota humilhante do paulistano José Serra (PSDB) despertou a ira dos sulistas contra os nordestinos na rede de relacionamentos Twitter.

Um dos casos, foi até banido da rede, pelo conteúdo criminoso e está sendo investigado, segundo revelou o blog de Matias Marinho (Leia aqui).

A covardia contra os nordestinos, encarnada sobretudo por paulistas e sulistas que se consideram arianos tem sido mostrada neste blog há anos.

Eles não suportam o fato de que Dilma venceu Serra pela vitória esmagadora na região. E chegam a ridicularizar a própria situação social do Nordeste, ignorando a questão socio-cultural que faz com que a região tenha este perfil.

Um exemplo: Nordestisto não é gente, faça um favor a Sp, mate um nordestino afogado!.  escrito pela tuitera que se identificou por @mayarapetruso

Infelizmente, este preconceito é corroborado pelos próprios jornalistas maranhenses, que ajudam a disseminar preconceitos contra o estado e se agacham para os representantes da mídia quatrocentona como se fossem deuses. 

Mas a verdade é que eles odeiam o Nordeste, como provam as imagens que ilustram este texto – selecionadas também por Matias Marinho.

14

Alcione Nazaré: uma questão de Justiça…

O Blog publica abaixo artigo de Robert Lobato, pela postura justa, coerente e digna com a qual ele se porta na comunicação. Diferente dos sectários, apaixonados e aproveitadores de plantão, Lobato sabe separar as questões políticas das demais.

Por Robert Lobato

“Lembro das comemorações dos sessenta anos da cantora maranhense Alcione de Nazaré, a “Morrom”, realizadas na Fundação Cartola, no morro da Mangueira, no meu querido Rio de Janeiro, em 2007.

Estava acompanhado de vários amigos maranhenses, todos “balaios”, diga-se de passagem. Durante aquele inesquecível domingo, deixamos de lado as nossas diferenças políticas e fomos levar o nosso abraço fraterno à grande artista da Música Popular Brasileira.

Estavam presentes artistas como Emílio Santiago, Fafá de Belém, Jorge Aragão, Luis Fernando Guimarães e, claro, músicos, poetas e sambista Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira.

Sempre disse aqui neste blog, que o senador José Sarney divide a sociedade maranhense. Dependendo do grau de “radicalidade” que alguns tomam em relação ao senador amapaense, qualquer pessoa que “ouse” a ser seu aliado vira imeditamente um “adversário” ou mesmo um “iningo”, independente dessa pessoa ser ou não política.

Alcione, que sempre demonstrou entrosamento com a família Sarney, é vista e tratada com hostilidades pelos “anti-sarneísta”. Não importa o talento, o “vozerão”, as lindas e históricas canções. Nada importa, tudo o que existe de bom na cantora maranhense é jogado de lado por conta da sua opção política aqui no Maranhão – e mais recetemente pelo seu apoio à candidata petista Dilma Rousseff.

Eu sou e continuarei sendo fã da “Marrom”. Seu talento e as suas canções sempre terão, para mim, mais valor do que a sua preferência política, pois Alcione de Nazaré é conhecida e reconhecida no Brasil inteiro, não porque vota nos sarneys, mas porque é uma das maiores e melhores intérpretes da MPB.”

21

As inelegibilidades para 2012…

Ricardo Murad é cotado para o comando da Assembléia

Blogs desinformados e mal-intencionados insistem em tentar incluir o deputado Ricardo Murad (PMDB) e o prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva (DEM) na mesma lista de prefeituráveis para São Luís/2012.

O objetivo é gerar cizânia no seio do grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Mas nem Ricardo nem Luís Fernando podem ser candidatos a prefeito em 2012.

Ricardo deve mesmo assumir ao comando da Assembléia Legislativa – ou voltar ao secretariado. Fernando, ficará em Ribamar até a conclusão do seu mandato.

Luís Fernando é nome forte, mas para 2014

Cada um por uma razão, ambos são inelegíveis nas eleições municipais de 2012 – em qualquer município maranhense.

Luís Fernando já é reeleito prefeito de Ribamar (elegeu-se em 2004 e reelegeu-se em 2008). Para Justiça Eleitoral, portanto, ainda que ele renunciasse ao mandato um ano antes do pleito, mesmo assim não poderia disputar eleição em São Luís.

Ricardo Murad, por sua vez, é cunhado da governadora Roseana Sarney. Nesta condição, só pode disputar mandatos de deputado estadual – isto porque já tinha mandato quando ela assumiu, em 2009.

Ricardo não pode ser candidato a prefeito de São Luís em 2012 e nem candidato a governador, em 2014. Só estará elegível para estes cargos, a partir de 2015, quando Roseana deixar o governo.

Blogs que insistirem no assunto, querem desinformar ou estão desinformados.

Simples assim…